Autor Tópico: CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO  (Lida 39199 vezes)

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #15 Online: Abril 04, 2012, 08:56:37 »
Meus amigos,

Não duvidem do que vou dizer a seguir:

A tal bagunçada existente no DESPORTO no Brasil, reparem que eu estou a falar no geral para todas as modalidades, vai mudar não vai demorar muito tempo... Sabem o que é a globalização? Claro que sabem, por isso, meus amigos, quando chegar a hora preparem-se para se integrarem no sistema, caso contrário a coisa vai ficar feia...

E sabem que mais?  

Eu que estive no Brasil e que estou bem consciente da triste realidade do que se passa com o Karate, apesar de estar em Portugal, vou tudo fazer para alertar as autoridades brasileiras para a situação, a fim de que quando o governo pensar tomar as medidas apropriadas, tome em linha de conta certos factores importantes e determinantes para uma boa integração no sistema a seguir.

Como amo o Karate e como tenho grandes afinidades e amigos no Brasil, sinto que posso e devo fazer algo para a dignificação da nossa arte nesse país imenso. E vou fazê-lo, ACREDITEM!

HAI!
Lezon
« Última modificação: Abril 05, 2012, 09:53:26 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline Ilson MSP

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 331
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #16 Online: Abril 05, 2012, 13:24:51 »
Osu

O Sensei Lezon tem mais preocupação e amor ao Karate Do brasileiro que todos os donos, dirigentes, baba ovos e puxa-sacos das entidades nacionais, estaduais e ligas aqui existentes.

O que ele nos diz esta corretissimo e não é de hoje que o alerta vem sendo feito acerca desse tema, mas gostaria de deixar um adendo ao que o Sensei Lezon esta nos avisando, seja qual for a superconfederação que vier a dominar o cenário (embora acredite que todo monopolio seja nocivo, e que isso não va acontecer), os egos, mafias, revanchimos e ganancia irão prevalecer e que o Karate Do sera cada vez mais degenerado e deturpado, os picaretas apenas vão ser legalizados mediante taxas generosas de afiliação, pessoas honestas que não partilharem da lama e do lodo serão legalmente afastadas do Karate e por aí vai...

A meu ver com muitas ou apenas uma entidade, nada vai mudar, enquanto não mudar a mentalidade que nos brasileiros construimos ao longo de nossa formação enquanto nação, se é que podemos dizer que somos uma...

Osu
"Só sei que nada sei" (Sócrates)

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #17 Online: Abril 05, 2012, 15:07:32 »
Osu

O Sensei Lezon tem mais preocupação e amor ao Karate Do brasileiro que todos os donos, dirigentes, baba ovos e puxa-sacos das entidades nacionais, estaduais e ligas aqui existentes.

O que ele nos diz esta corretissimo e não é de hoje que o alerta vem sendo feito acerca desse tema, mas gostaria de deixar um adendo ao que o Sensei Lezon esta nos avisando, seja qual for a superconfederação que vier a dominar o cenário (embora acredite que todo monopolio seja nocivo, e que isso não va acontecer), os egos, mafias, revanchimos e ganancia irão prevalecer e que o Karate Do sera cada vez mais degenerado e deturpado, os picaretas apenas vão ser legalizados mediante taxas generosas de afiliação, pessoas honestas que não partilharem da lama e do lodo serão legalmente afastadas do Karate e por aí vai...

A meu ver com muitas ou apenas uma entidade, nada vai mudar, enquanto não mudar a mentalidade que nos brasileiros construimos ao longo de nossa formação enquanto nação, se é que podemos dizer que somos uma...

Osu

Amigo Ilson,

É verdade, tem toda a razão no que diz. Eu bem tenho feito avisos à navegação, mas quase ninguém liga nenhuma... Sabe, eu não vivo do Karate, somente vivo para ele, o que é bem diferente de muitos...Por isso estou à vontade para dizer o que devo, e ainda porque sendo eu alguém que embora sendo pelo Karate tradicional, também me envolvi no Karate competitivo, pelo que como já disse, estou à vontade para criticar o que é de criticar, e valorizar o que é de valorizar, quer no Karate tradicional, quer no desportivo.

Agora como sei bem o que se passa no Brasil no que se refere ao Karate, sinceramente que fico mesmo muito triste. Quando observo muita gente a critcar federações e confederações, falar dos picaretas, etc, etc, ainda mais triste fico pelo simples facto de saber que a grande maioria desses críticos, pouco ou nada fazem para que a situação mude. Obviamente que a "carapuça" é para quem serve...

Sei que há gente que critica que é muito válida, mas talvez lhes falte poder de iniciativa para tomarem determinadas posições, tentando mostrar a triste verdade da situação em que se encontra o Karate. Como nós aqui dizemos, como os "santos da casa não fazem milagres", então vou tentar ser eu a mostrar a situação a quem de direito, e insistir junto deles para que as coisas mudem.

O amigo Ilson, pelo comentário que fez, já se apercebeu que um dia tudo irá mudar. E vai meu amigo, tenha a certeza disso. Mas é triste que sobre o meu último comentário, o qual esteve bastante tempo sem ninguém dizer nada, veio agora o Ilson respopnder e alertar o mesmo que eu. Aquilo que o Ilson diz, é precisamente o que eu quero EVITAR que aconteça. Daí eu ter dito que vou alertar a quem de direito, tentando sensibilizá-los, para eles pretenderem resolver a situação, o façam de forma a que os competentes se integrem e que os picaretas sintam grandes dificuldades e /ou até se afastem do meio. A oportunidade deve ser dada a toda a gente, só que eles próprios se vão consciencializar de que as coisas são difíceis e acabem por se afastarem, como aconteceu por aqui. Os poucos que conseguiram integrar-se, são os alunos que acabam por ver onde está a verdade do Karate e acabam por sair.

A Lei vai ter de mudar, porque o que está em causa é a própria saúde pública. Vai ser este o mote para a mudança, disso não tenhamos dúvidas.

Hai!
Lezon      
« Última modificação: Abril 05, 2012, 15:10:40 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline SAto

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 9
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #18 Online: Abril 05, 2012, 16:43:37 »
Lezon, aqui no Brasil é assim mesmo, tem muito cacique pra pouco índio. Quem quer mudança são muitos, mas poucos se manifestam- brasileiro é passivo.

Enquanto a JKA estiver sendo F*%*&* pelo senhor que a comanda, e enquanto vossa majestade da CBK estiver no comando não tem muita solução.

Infelizmente as pessoas relevantes e antigas no karate desistiram, fazem que nem o Pedro Sensei prega que é : $%&!-se federações, vou treinar.

Pena porque 1 andorinha não faz verão.

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #19 Online: Abril 05, 2012, 18:11:35 »
Lezon, aqui no Brasil é assim mesmo, tem muito cacique pra pouco índio. Quem quer mudança são muitos, mas poucos se manifestam- brasileiro é passivo.

Enquanto a JKA estiver sendo F*%*&* pelo senhor que a comanda, e enquanto vossa majestade da CBK estiver no comando não tem muita solução.

Infelizmente as pessoas relevantes e antigas no karate desistiram, fazem que nem o Pedro Sensei prega que é : $%&!-se federações, vou treinar.

Pena porque 1 andorinha não faz verão.

Caro Sato,

As pessoas eternizam-se no poder precisamente porque as pessoas relevantes e antigas, mais as competentes, sérias e honestas, afastam-se e não lutam por dentro. Para se proceder ao afastamento desses presidentes "eternos", há que se filiarem na federação, com todos os seu alunos, e depois tudo fazer para os derrotar em eleições. Se assim não fizerem, eles lá vão esfregando as mãozinhas de contentes.

Hai!
Lezon
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #20 Online: Abril 09, 2012, 14:05:09 »
Prezado Sensei Lezon e amigos que participam deste tópico...

No Brasil, existe um direito que pertence a todos os que vivem aqui. O direito de livre associação. Isso quer dizer que ninguém pode obrigar uma pessoa (física ou jurídica, não sei se compreende estes termos em Portugal sensei Lezon) a se associar a entidade A ou B, salvo em caso de situações explicitamente regulamentadas, como o advogado que é obrigado a se associar a OAB caso queira exercer a profissão, ou o contador ao CRC se quiser exercer a profissão. Sindicatos, federações, confederações, etc, não tem o poder legal de exigir que alguém se associe a este para funcionar. Aí está o caso das academias de Karatê. O problema hoje, é que a CBK é ligada ao COI, e por isso, enche o saco com esse papo de karatê oficial, blá blá blá... e o fica de certa forma "perseguindo" os demais. Porém, vemos que tanto a CBK quanto a JKA do Brasil e outras, estão corroídas devido a corrupção, e outras maselas deixadas pelos seus diretores.

O que vou dizer aqui, pode ser polêmico, mas isto é um fórum, e o que vou dizer aqui é uma idéia, longe de querer ser uma verdade ou uma solução de fato.

1º passo que vejo para uma organização decente para o karatê no Brasil, passa por uma mudança na hierarquia institucional do negócio. Se criaria uma CBK nova, virgem, e tendo em sua diretoria pessoas que entendessem de karatê no Brasil como exemplo, Benedito, Katsumoto, Ennio, D'Elia, e outros que dentro de minha falta de cultura não permite que enumere outros, como um grupo gestor que decidiria através de votos os regulamentos desta nova entidade no que fosse do assunto karatê. Competições, calendários, exames, regulamentos, etc. Um segundo grupo seria formado por profissionais das áreas administrativas. Contadores, economistas, administradores, e até advogados, para regular, fiscalizar e fazer com que os recursos arrecadados fossem convertidos em reais benefícios para os afiliados a ela.

2º passo, seria transformar a atual CBK em WKF do Brasil, que seria como a JKA do Brasil, uma representante da entidade internacional, seguindo seus regulamentos padrões. Teriam suas competições individuais, como existem hoje, porém, quem fosse JKA poderia competir na outra, e quem fosse WKF também. O mais importante nisso tudo, seria poder haver um calendário nacional dessa nova CBK, nas regras da WKF e nas regras da JKA (que aí é a polêmica), criando intercâmbio entre as duas formas que seria muito bacana, além de poder selecionar os melhores para representar o Brasil em competições internacionais. Essa nova CBK seria uma instituição fiscalizadora e reguladora do karatê no Brasil. O afiliado, pagaria uma anuidade pré fixada a ou a WKF do Brasil ou a JKA do Braisl, que por sua vez repassaria parte da verba para a CBK e assim, o atleta não precisaria mais estar afiliado a uma reginal e a uma nacional, o que baratearia a adesão e diminuiria o número de pessoas que recebem dinheiro, ficando mais fácil fiscalizar e cobrar as responsabilidades...

Isso são só idéias, e eu acho que seria um bom caminho.

No mais, um abraço a todos e fiquem com Deus!!!!

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #21 Online: Abril 10, 2012, 07:19:50 »
Prezado Sensei Lezon e amigos que participam deste tópico...

No Brasil, existe um direito que pertence a todos os que vivem aqui. O direito de livre associação. Isso quer dizer que ninguém pode obrigar uma pessoa (física ou jurídica, não sei se compreende estes termos em Portugal sensei Lezon) a se associar a entidade A ou B, salvo em caso de situações explicitamente regulamentadas, como o advogado que é obrigado a se associar a OAB caso queira exercer a profissão, ou o contador ao CRC se quiser exercer a profissão. Sindicatos, federações, confederações, etc, não tem o poder legal de exigir que alguém se associe a este para funcionar. Aí está o caso das academias de Karatê. O problema hoje, é que a CBK é ligada ao COI, e por isso, enche o saco com esse papo de karatê oficial, blá blá blá... e o fica de certa forma "perseguindo" os demais. Porém, vemos que tanto a CBK quanto a JKA do Brasil e outras, estão corroídas devido a corrupção, e outras maselas deixadas pelos seus diretores.

O que vou dizer aqui, pode ser polêmico, mas isto é um fórum, e o que vou dizer aqui é uma idéia, longe de querer ser uma verdade ou uma solução de fato.

1º passo que vejo para uma organização decente para o karatê no Brasil, passa por uma mudança na hierarquia institucional do negócio. Se criaria uma CBK nova, virgem, e tendo em sua diretoria pessoas que entendessem de karatê no Brasil como exemplo, Benedito, Katsumoto, Ennio, D'Elia, e outros que dentro de minha falta de cultura não permite que enumere outros, como um grupo gestor que decidiria através de votos os regulamentos desta nova entidade no que fosse do assunto karatê. Competições, calendários, exames, regulamentos, etc. Um segundo grupo seria formado por profissionais das áreas administrativas. Contadores, economistas, administradores, e até advogados, para regular, fiscalizar e fazer com que os recursos arrecadados fossem convertidos em reais benefícios para os afiliados a ela.

2º passo, seria transformar a atual CBK em WKF do Brasil, que seria como a JKA do Brasil, uma representante da entidade internacional, seguindo seus regulamentos padrões. Teriam suas competições individuais, como existem hoje, porém, quem fosse JKA poderia competir na outra, e quem fosse WKF também. O mais importante nisso tudo, seria poder haver um calendário nacional dessa nova CBK, nas regras da WKF e nas regras da JKA (que aí é a polêmica), criando intercâmbio entre as duas formas que seria muito bacana, além de poder selecionar os melhores para representar o Brasil em competições internacionais. Essa nova CBK seria uma instituição fiscalizadora e reguladora do karatê no Brasil. O afiliado, pagaria uma anuidade pré fixada a ou a WKF do Brasil ou a JKA do Braisl, que por sua vez repassaria parte da verba para a CBK e assim, o atleta não precisaria mais estar afiliado a uma reginal e a uma nacional, o que baratearia a adesão e diminuiria o número de pessoas que recebem dinheiro, ficando mais fácil fiscalizar e cobrar as responsabilidades...

Isso são só idéias, e eu acho que seria um bom caminho.

No mais, um abraço a todos e fiquem com Deus!!!!

Meu caro Alexander,

Penso que o meu amigo não leu bem o que eu tenho dito várias vezes, e em vários tópicos alusivos à mesma questão. Aliás, acho que a grande maioria não se apercebeu lá muito bem tudo quanto eu tenho vindo a alertar para a situação degradante que existe no Brasil na área das artes marciais.

Quando o meu amigo diz que no Brasil há o direito de livre associação, está possivelmente a querer dizer que em Portugal não. Pois bem meu amigo, em Portugal existe esse direito que está consagrado na Constituição Portuguesa. Lembre-se que somos um país milenar e democrático. Agora não confundamos a democracia com "anarquia"...

Em Portugal também temos centenas de associações, academias, grupos associativos, clubes, etc,etc, tudo é livre para formar associações, federações, etc. Só que há Leis que o cidadão tem de cumprir, como por exemplo, e como muito bem sabe, pagar impostos, um reconhecimento notarial, imposto da casa, crculação do carro, etc, etc, etc.

Ora bem, como há uma Lei para o Desporto e para quem tem porta aberta para qualquer actividade física, seja ela de competição ou de puro lazer, as pessoas sabem à partida que essa Lei é para ser cumprida. A Lei foi criada para salvaguardar a Saúde Pública dos cidadãos, ponto final.

Toda a gente tem o direito de constituir as associações que quiser, etc, mas tem de ter ferramentas para o fazer, ou seja, se quer exercer qualquer actividade de prestação de serviços públicos profissonais ou não, ministrando aulas de aeróbica, patins, ginástica, Karate, Judo, etc, tem que se habilitar para o poder fazer, caso contrário infringe a Lei, tão simples quanto isso. No caso do Karate, todas as pessoas  que têm Dojo abertos e/ou dão aulas em escolas, Clubes, etc, estão certificados pelo Governo.

Para que me entendam bem, cá existe a federação de karate tradicional (Shotokan), todos os seus membros estão filiados na FNK-P, sabem porquê? Porque é a FNK-P que ministra os cursos de formação para todos os níveis de treinadores de Karate a serem oficializados e reconhecidos pelo IDP - Instituto do Desporto de Portugal, o qual emite a Cédula respectica.  

Quando eu alerto para toda a situação anómala existente no Brasil, é com tristeza que o faço, porque eu tenho afinidades nessa terra, e essencialmente porque gosto do Karate. Eu alerto no sentido de despertar aqueles que são sérios e honestos que estando adormecidos, podem um dia mais tarde vir a ser apanhados de surpresa com medidas que os podem surpreender e até atrapalhar...

Por isso eu tenho dito que tudo farei para que, embora longe, consiga ajudar a delinear o projecto que formará Lei nesse país, no que se refere ao desporto.

HAI!
Lezon  
« Última modificação: Abril 10, 2012, 07:25:44 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #22 Online: Abril 10, 2012, 08:45:12 »
Prezado Sensei Lezon,

Só para disfazer qualquer mal entendido que possa ter havido, em nenhum momento quis sugerir que em Portugal não há liberdade para se associar ou não... o meu comentário "No Brasil, existe um direito que pertence a todos que vivem aqui. O direito de livre associação.", foi para introdução do que ia dizer a baixo. Espero que o senhor me desculpe se me expressei mal e se deixei uma má impressão do que quis dizer...

Agora, gostaria que o senhor avaliasse minha sugestão da criação de um órgão superior, e dois menores que regulariam todo o resto... Me parece ser muito parecida com a realidade portuguesa...

No mais aquele abraço e fique com Deus!!!

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #23 Online: Abril 10, 2012, 09:29:20 »
Prezado Sensei Lezon,

Só para disfazer qualquer mal entendido que possa ter havido, em nenhum momento quis sugerir que em Portugal não há liberdade para se associar ou não... o meu comentário "No Brasil, existe um direito que pertence a todos que vivem aqui. O direito de livre associação.", foi para introdução do que ia dizer a baixo. Espero que o senhor me desculpe se me expressei mal e se deixei uma má impressão do que quis dizer...

Agora, gostaria que o senhor avaliasse minha sugestão da criação de um órgão superior, e dois menores que regulariam todo o resto... Me parece ser muito parecida com a realidade portuguesa...

No mais aquele abraço e fique com Deus!!!

Caro Alexander,

Sossegue seu espírito que eu não fiquei aborrecido, apenas achei que devia dar essa explicação, pelo que não me deve pedir quaisquer desculpas.

Quanto ao que sugere, apesar de eu não estar no Brasil, conheço a realidade brasileira porque também estive aí durante 3 anos. Por isso, sinto-me à vontade para lhe dizer que o que sugere é praticamente impossivel de se realizar. O Alexander toca em algumas coisas que eu subscrevo, mas, infelizmente, elas não servem para resolver nada, dado o ponto a que tudo chegou!

Quando o amigo fala em nomes como Énnio, Benedito, Roberto Santana, Carlos Rocha, etc, são uma mais valia para alavancar uma organização que se disponha a trabalhar em prol do Karate, e não o Karate em prol de uns poucos...

A corrupção que existe, lembre-se que ela não está só no Brasil, está em toda a parte. Então, é preciso lutar contra ela. O mal existe, mas o bem também, por isso, as pessoas de bem, só têm que se esforçar no sentido de ir acabando com o mal, certo?

Quero dizer com isto que as pessoas citadas e muitas outras que há no Brasil, em vez de se afastarem e se alhearem de todo o processo, devem lutar com todas as suas forças e influências para derrotar os incompetentes e corruptos. Como se faz isso? Acha que se pode conseguir algo se a grande maioria dos karatecas espalhados por esse país afora, não estão filiados nas federações pertencentes à CBK?

Para se conseguir objectivos, destituir orgãos sociais, deve-se lutar por dentro e não por fora das instituições. Obviamente que no Brasil e no que diz respeito ao Karate, a coisa atingiui uma porpoção tal que é muito dificil mudar. Eu já dei sugestões mas parece que ninguém faz e/ou fez nada. Mas não me calo, a não ser agora que vou ter de sair. Volto mais tarde...

Hai!
Lezon 
 
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #24 Online: Abril 10, 2012, 09:46:51 »
Prezado sensei Lezon...

Estou disposto a discutir esse assunto com o senhor a exaustão...

Hoje, o Brasil tem excelentes senseis e um karatê de qualidade é visto em quase todo esse país de proporções continentais. Entretanto sensei, o Brasil não é nem de perto uma potência internacional como foi em outras épocas. Isso certamente é um reflexo da desorganização que é o karatê no Brasil.

O senhor cita que "Acha que se pode conseguir algo se a grande maioria dos karatecas espalhados por esse país afora, não estão filiados nas federações pertencentes à CBK?". O senhor então está convencido que o primeiro passo para uma evolução no cenário do karatê no Brasil é a filiação em massa dos karatecas a entidades federadas a CBK e JKA do Brasil? Sendo sua resposta positiva, qual seria o segundo passo e como galgá-lo?

No mais, aguardo sua explanação sobre isso!!!

Obs.: Me ensine o caminho das pedras e eu as percorrerei mesmo sendo um zé ninguém no cenário, mas que sou um apaixonado muito chato por tudo que faço, capaz de mover um mundo para conquistar o que quero!!!

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #25 Online: Abril 10, 2012, 10:28:51 »
Alexander,

   Não se esqueça que este tópico virou uma continuação de outro em que isso foi debatido e em que a gente cai neste impasse.

   Minha opinião é a mesma de sensei Lezon: filia-se todo mundo (CBK e JKA somente) e tirem, pelo poder do voto, quem esteja na gestão que não atenda aos anseios das bases.

   É simples.

   Mas aqui no fórum isso vira barraco.

[]´s
BigBoy

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.663
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #26 Online: Abril 10, 2012, 10:31:20 »
Caro Alexander,

Vou dar meu pitaco neste assunto:

Existe um jargão que diz: " Quem não gosta de política será governado por aqueles que gostam (mesmo que estes tenham menor capacidade)."

Meu entendimento do que o Sensei Lezon quis dizer a respeito de que tem que se lutar por dentro das instituições e não por fora, foi mais ou menos similar ao da frase acima.

Eu também acredito nisto. Seria mais ou menos o caso dos moradores de um edifício que só reclamam do síndico, mas nunca comparecem às reuniões do condomínio e jamais se voluntariam a ser do conselho ou mesmo síndicos (com as devidas proporções).

Karate Wado Ryu

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +2/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #27 Online: Abril 10, 2012, 10:32:19 »
Tentando contribuir:
Vocês não acham que existem outras organizações neste processo?
Sobre esse assunto sou completamente leigo, mas eu acho que existem organizações com muito mais filiados e com mais influência nos outros estados brasileiros do que a JKA.

Na minha opinião, todos deveriam serem ouvidos para chegar a um consenso, ou no mínimo as maiores, mas quais serian essas?


Aqui nos Cafundós-FC onde moro, aconteceu de forma interessante. Haviam associações filiadas a CBK, Tradicional, outra que não lembro e interestilos. O que aconteceu foi que todos decidiram participar juntos dos campeonatos locais e se vincular a associação maior e mais organizada, no caso uma filiada da Interestilos.

WAY TO GO!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #28 Online: Abril 10, 2012, 10:45:56 »
Bom, agora parece que a centelha deu uma esquentada... vamos lá...

Prezado BigBoy,

A poucos dias atrás, o amigo fez um desabafo, e este desabafo me contagiou sim a me mover e me tornar um chato neste fórum em busca de melhorias para o karatê... Vou conseguir? Não sei, mas vou tentar... vou pentelhar a cabeça de neguinho aqui...rsrsrsrs

Prezado Gem e BigBoy,

Sou a favor também de que todos se filiem as entidades mais fortes no planeta (WKF e JKA), para que os bons nomes do karatê brasileiro possam assustar o mundo como já fizeram em outrora.

Prezado Cabadapest,

O grande problema, ao meu ver está aí... são muitas federações, confederações e seiláoqueções da vida. Isso só serviu para enfraquecer o karatê brasileiro.

A interestilos tem grandes nomes filiados a ela, eu já fui interestilos e conheço muita gente boa lá. Mas eu estou convencido, assim como o Gem, BigBoy e sensei Lezon, que toda entidade associativa do Brasil, estivesse vinculada a CBK e Jka, e aí é meu entendimento, as duas estarem sujeitas a um orgão superior, afim de unificar o karatê no Brasil.

São meus delírios...rsrsrsrs mas eu vou me mover... não vou ficar como cantou Raul "sentado no trono de um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar".

No mais, um abraço e esperando novos comentários para amadurecer idéias... acho que chegou a hora de se mover...

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:CONFEDERAÇÕES/FEDERAÇÕES - FISCALIZAÇÃO
« Resposta #29 Online: Abril 10, 2012, 11:34:22 »
Aqui nos Cafundós-FC onde moro, aconteceu de forma interessante. Haviam associações filiadas a CBK, Tradicional, outra que não lembro e interestilos. O que aconteceu foi que todos decidiram participar juntos dos campeonatos locais e se vincular a associação maior e mais organizada, no caso uma filiada da Interestilos.

E como ficam os que nem eu, que não se importam com a qualidade do dojo dos outros? Não tenho interesse em ser examinado por ninguém senão meu sensei, e quando se trata de competir prefiro a CBKI pois em qualquer lugar do BR ela faz os maiores e mais bem organizados eventos. Quebrei a cara com a tradicional e JKA, nunca participei de nada da WKF mas detesto o karate praticado por eles acima dos outros citados.

Sobre a metáfora do prédio de apartamentos do GEM, podemos agregar que está parecendo aqui que quem não quer participar de reuniões de condomínio por julgar serem inúteis a seus interesses não tem direito de ir morar em outro lugar.

Quanto mais federações, melhor, pois só assim existe concorrência e melhora de qualidade. Estado não tem concorrente, por isto seus serviços e funcionários não iriam durar um dia em uma empresa séria.

O Lezon reclama que o tópico chegou ao fim... Mas não fala muita coisa além de profetizar uma mudança, que sinceramente não creio que vá ocorrer fácil. Arte marcial ninguém pode se meter, é arte e cultura. Liberdade e direitos individuais mesma coisa. Se em Portugal é de um jeito... Que pena. Nos USA e mais 200 países é diferente.

O dia que tiver só uma organização, viro clandestino caso meus alunos não se interessem por competir ou se beneficiar de alguma maneira dela. Tem muito mestre aí deixado de lado. Tem muita competição open de diversas lutas (e são as únicas que tem credibilidade). Não são os karateka que precisam das organizações, mas elas que precisam dos karateka.

O vídeo a seguir é dedicado especialmente ao sr. J. Lezon:
« Última modificação: Abril 10, 2012, 11:48:10 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)