Autor Tópico: É MUITA PICARETAGEM  (Lida 11932 vezes)

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +2/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #15 Online: Março 02, 2012, 22:45:27 »
BigBoy
Concordo com seu posicionamento.
Existem diferentes tipos de karatecas: crianças/Jovens/adultos, atletas/praticantes, profissionais da área, novatos, veteranos, etc. Cada um tem seus motivos para se filiar ou não a uma instituição.
Treinar sozinho para foi a única opção que me restou. Há dez anos moro em uma cidade muito distante, onde as academias de karate não oferecem um trabalho voltado para pessoas com objetivos peculiares. Todas tem um foco competivista, onde quase que exclusivamente são garotos e atletas os praticantes. Até apoio meu filho em uma delas, mas para mim não dá. Uma vez por ano passo uns dias com meu sensei e contemporâneos e só.

As instituições são picaretas e ninguém há de negar, mas no caso de quem cobra mensalidades e taxas de exame, porém mantem-se de forma clandestina, será que os alunos tem alguma vantagem em ficarem isolado?
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #16 Online: Março 02, 2012, 23:12:40 »
O objetivo do aluno, se jovem, é defender-se de ataques leigos? Satisfaz.

O objetivo do aluno, se adulto, é adquirir um condicionamento físico (entre outros benefícios)? Satisfaz.

Tais objetivos, entre diversos outros, podem ser obtidos com qualquer professor idôneo, informado, estudioso do karatê, independente ou filiado. O professor nem precisa ter bacharelado em EdFís.

Se o objetivo é virar um atleta de competição? Não. Precisa hoje de uma Federação. Mudarei minha opinião quando ver um sensei que era independente filiar-se e fazer um time seu ser campeão por equipe.

[]´s
BigBoy

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #17 Online: Março 02, 2012, 23:55:34 »
O melhor é cada um se filiar na entidade a qual mais lhe serve ou se identifica, principalmente para ter "respaldo" de uma entidade pra quem se importa com isso, como pais, iniciantes, etc. Assim, o valor da graduação por qualquer das entidades tem na prática o mesmo peso. O que importa é como disseram, o valor da faixa pra você mesmo.

Também acho que os karatekas devem ir além, e participar de competições de outros esportes, nem que seja corrida rústica. Mas é minha opinião pessoal.
Interação entre as pessoas que as entidades trazem é importante, em campeonatos e cursos.
Geralmente não precisa ser filiado pra participar dessas coisas de maneira amadora, só falar com os caras e ir.

De resto, a qualidade do karate sai do dojo, não da entidade desportiva, e desta maneira não concordo que elas sejam picaretas, pois nem acho que os dirigentes tenham que saber karate, nem que tenham que ensinar karate, isto é por a culpa no primeiro que achar.
Além do que obrigado é pau de arrasto.
« Última modificação: Março 03, 2012, 00:02:22 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline biancuzzi

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 201
  • Votos: +1/-0
    • Kenshusei Karate
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #18 Online: Março 03, 2012, 02:13:28 »
Pessoal,

Vejo que existem muitas reclamações sobre as inúmeras organizações que existem.
Não sei se vocês sabem, mas existe uma que é reconhecida mundialmente. O mais interessante é que ela usa a premissa que cada karateca tem auto-conhecimento de quando está ápto a trocar de faixa.
Tanto que disponibiliza uma versão online de seu certificado. É só imprimir em casa e preencher com os seus dados e pronto!
Você ganha sua graduação.
Veja o certificado aí abaixo!
Não deixem de acessar:
http://www.kenshuseikarate.com.br

Quer kimono de qualidade?
Acesse: http://loja.kenshuseikarate.com.br

Offline sato.

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 133
  • Votos: +0/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #19 Online: Março 03, 2012, 02:33:03 »
Karate é algo que se define meio que pela paternidade.

Olha o Bertel, o mestre dele era o Asai. Alguém aí contesta o cara ?

Yahara teve como sempai o criminoso do Yano, estava lá com o Nakayama. Agora saiu da JKA. Alguém pode chamá-lo de picaretão criador de sigla ?

Mestre bom, karate bom. O resto é sopa de letrinha.
« Última modificação: Março 03, 2012, 02:36:04 por sato. »

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 270
  • Votos: +2/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #20 Online: Março 03, 2012, 10:36:47 »
Mesmo com tantas entidades é cada vez mais difícil achar um dojo bom para se treinar. A maioria é entupido de criançada, que só serve para o professor ganhar um dinheiro extra, e outras são voltadas para competições ridículas.
Por isso outras arte-marciais vêm ganhando espaço e o Karate perdendo.

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #21 Online: Março 03, 2012, 10:58:55 »
Oss Platão san

academias "  lotadas  " de crianças não são para profº ganhar $ extra , pois é muito dificeis lidar com eles...

aulas para crianças apesar de ser a mesma de adulto tem um contexto totalmente diferente...

é outra esfera,outra paciência,outro osso duro de roer   :o :o :o :o ::) ::) ::) ::) ::)

esse ex... fica o mesmo de falar """ vá fazer Balé  """  quem já o fez  BALÉ , sabe que é tão ou difícil disciplinarmente como o karate.....

eu vejo como tentativa de aparecer mais um no futuro que se sobressaia na arte....

mas a picaretagem rola mesmo em todos os lugares entidades B/C/D/E/F.......

para variar Katsumoto Sensei sempre coloca as coisas no seu devido lugar acertando mais uma vez ........


Oss /Osu / Hai
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.665
  • Votos: +0/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #22 Online: Março 03, 2012, 11:48:55 »
Já vi neste e em outros tópicos, pessoas reclamando que as academias de karatê estão cheias de crianças. Na minha opinião isto é muito bom. São estas crianças que serão os karatecas do futuro e quanto mais tivermos, mais as chances de termos karatecas de qualidade (questão meramente estatística). Prefiro treinar num local cheio de crianças do que só com pançudos de meia idade (como eu..hehehehe ;D).

Karate Wado Ryu

Offline sato.

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 133
  • Votos: +0/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #23 Online: Março 03, 2012, 12:12:06 »
Mesmo com tantas entidades é cada vez mais difícil achar um dojo bom para se treinar. A maioria é entupido de criançada, que só serve para o professor ganhar um dinheiro extra,

100% realidade. Karate como atividade lúdica.

Quando procurava dojo no começo entrava nas academias pra ver treino e sentia vergonha alheia, pessoas sem noção do ridículo usando um dogi, isso é o que mais tem.

Em Porto Alegre, onde comecei se tiver 2 dojos decentes é muito e isso que nenhum deles tem estrutura de dojo mesmo, professores falidos, infelizmente.

Se essa criançada de shiai for o futuro do karate estamos fudidos.
« Última modificação: Março 03, 2012, 12:15:24 por sato. »

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #24 Online: Março 03, 2012, 12:13:24 »
   Meu pequeno de três já tem quimono. Meu sensei vai deixar ele iniciar com três anos e meio. Era pra ser quatro. Mas ele está fazendo fuzarca com a gurizada e já é peça obrigatória ali na arquibancada enquanto a mãe treina. Vai pagar dentro do tatame por levar a piazada pra farra ali fora, pois a mãe não consegue fazer aula direito.

   Sinto muito. Vai ser mais um, se depender de mim...rs

[]´s
BigBoy

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +2/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #25 Online: Março 03, 2012, 13:07:50 »
Cada palavra abre um leque de interpretações nunca vista na história da ciência.

Sem crianças praticando karate, o que seria do futuro?
Aula para crianças tem que ser com atividades recreativas mesmo, por essa qualidade que escolhi um professor com habilidade e uma aula cheia de crianças na mesma idade. Agora se o meu garoto de 7 anos quizer levar a sério daqui a um tempo, melhor ainda, se não, aproveite o momento para brincar. Nestes dias vou levar o de 2 também.

"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline sato.

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 133
  • Votos: +0/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #26 Online: Março 03, 2012, 15:06:26 »
Cada palavra abre um leque de interpretações nunca vista na história da ciência.

Sem crianças praticando karate, o que seria do futuro
Não é isso que a galera tá querendo dizer meu, é a colocação do Platão que mostra um pouco a realidade da coisa:

Mesmo com tantas entidades é cada vez mais difícil achar um dojo bom para se treinar. A maioria é entupido de criançada, que só serve para o professor ganhar um dinheiro extra, e outras são voltadas para competições ridículas.

Realmente academias de Karate pra adulto em geral tem meia duzia de gatos pingados e só. As turmas infantis é que são lotadas, os pais querem uma atividade pra suas crianças ou até ganhar um tempinho pra si mesmos.
Seria interessante os senseis do fórum fazerem uma enquete, estatística de quantos alunos tem, faixa etária etc...

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #27 Online: Março 03, 2012, 15:41:01 »
   Enquete pra que, sato?

   Um adolescente "conectado" vai querer um kimono cheio de patches (propagandas que ele faz de graça para várias marcas e paga pra isso), camuflado, ficar deitado no canto do tatame depois de um "rola", com rap tocando alto, mulherio assistindo, reportagens batendo na porta o tempo todo, atletas vindo de torneios de MMA e JJ contando o que aconteceu na academia ou no Canal Combate

   ou
 
   um dojo, onde o sensei vai ver o comprimento de suas unhas, quão limpo esteja seu kimono, não haja conversas paralelas durante a aula, ele tenha de demonstrar respeito pelos colegas, pratique e entenda a relação senpai<->kohai, na mokuso ele seja capaz de ouvir a mosca voando na sala?

   O karatê não mudou. O que mudou, ao modo de ver, foram as opções que os jovens têm, preparadas para explorarem coisas que eles gostam, "curtam", chamem a atenção, etc.

   O karatê tem crianças porque inspira confiança dos pais.
   Pros adolescentes eu penso que são essas coisas que escrevi.
   Pros adultos e idosos:
     -acho que há gente porque têm segurança de que não vão se machucar gravemente; ou
     -têm laços afetivos com a luta (praticou na adolescência, recebeu ou não a faixa preta, tiveram parentes que fizeram e lhe inspiraram, etc);


[]´s
BigBoy
[]´s
BigBoy
   

Offline sato.

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 133
  • Votos: +0/-0
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #28 Online: Março 03, 2012, 15:50:05 »
Seria um negócio desvinculado desse tópico pra não desvirtuar, mas é bom fazer sim uma enquete pra saber a opinião dos profissionais mesmo, quem são seus alunos , etc...

A conversa geral que escuto é de que os senseis aliviam nos treinos senão não ficam nem as moscas no dojo. Natural que esse mercado do karate atualmente tenha mais crianças que guerreiros. Antigamente era o contrário.

Também tem os malandros estilo Wanderlee que fazem um produto caprichado para gregos e troianos, de certa forma está se adaptando aos consumidores, sejamos francos ele é convincente e entra lá quem quer.

Eu concordo que a opinião dos jovens mudou, hoje quase ninguém quer saber de kung fu karate, mas a maioria aqui do fórum se criou vendo BruceLee e besouro verde.
Um adolescente padrão atual quer pagar de fodão do MMA com as menininhas, fazer musculação e JJ.
« Última modificação: Março 03, 2012, 15:55:48 por sato. »

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:É MUITA PICARETAGEM
« Resposta #29 Online: Março 03, 2012, 16:00:18 »
Os professores aliviam o treino por ter muita criança sim. Falta de posicionamento na escola... Tem treino em que o professor alivia porque um ou outro está cansado e começa a gemer.
Tem muita criança porque ninguém se acerta, fica treinando no ar o "conteúdo do exame" e lutando como vale no campeonato...
Os adultos que querem aprender algo que sirva pra se defender não procuram karate, porque a aula é junto com as crianças e geralmente é uma $%&!.
Os adultos que se formam de academias onde o treino é ruim se tornam professores ruins.

É uma bola de neve.

------
Porém acho que tem mercado pra todo mundo. Vejo lugares onde o treino é bom e tem um número razoável de alunos, pecando apenas por não saber administrar o marketing.
Enquanto não souberem quantos alunos tem, quantos saíram e entraram, a que tipo de público se destina o dojo (crianças não são só crianças, que tipo de crianças são?), quanto de grana gira, quais os processos que um dojo demanda (limpar o dojo, a cada x tempo, da maneira tal...), não ter um planejamento estratégico, falta de metodologia, não ter uma planilha de eventos, não usar de comunicação e um básico de CRM, etc, etc, etc, vão ficar remando pra sempre.

Também não concordo com as pessoas que falam "agora a luta tal é a da moda, ela que faz sucesso". E também... Qual o problema de ter o karategi cheio de patches? O problema é usar aquela roupa idiota, não encher de bandeiras. rsrs
Claro, qualquer coisa que saia do normal já vai ser taxado como algo que não tem a ver com os objetivos do karate... Normalidade significa morte, ou atualmente, dojo vazio.

O negócio é treinar karate bom, de que adianta por a culpa nas confederações se ninguém pode treinar karate por você além de você mesmo?

Bah tomara que não me xinguem.
« Última modificação: Março 03, 2012, 16:40:29 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)