Autor Tópico: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?  (Lida 7434 vezes)

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Online: Dezembro 06, 2007, 08:13:52 »
A dificuldade creio que está em como achar Federações ou Associações, que tenham o compromisso parecido com o dos Karatecas, ou seja, a prática do Karatê, o seu engrandecimento, o respeito ao oponente e a sí próprio.
Ao observar um campeonato, um torneio, vê-se que ali é um caminho onde os atletas, professores e assistentes estão totalmente voltados para o resultado final. Resultado final que visa  a conquista de seus titulos, sejam eles individuais ou por academias.
Depois de tudo acontecido, as taxas pagas (se não pagar não participa), as medalhas no pescoço..... surge a pergunta!!!!

O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?

Oss!!!

Marcos Mulinari
« Última modificação: Dezembro 06, 2007, 08:17:47 por Mulinari »
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #1 Online: Dezembro 06, 2007, 20:49:45 »
Oss

As Federações em geral eu não sei,mas qdo precisamos de apoio de uma delas não nos foi dado,em espécie alguma.

Qto as Associações em especial a nossa SHUDOKAN, qdo foi necessário tiramos do próprio bolso para colaborar com nossos alunos/atletas,por isso nos afastamos de todas elas.


Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #2 Online: Dezembro 07, 2007, 16:41:55 »
Boa YAMA!!!

Muitos fizeram a leitura deste assunto, mas você teve a coragem de escrever....

Concordo com seu ponto de vista!!!!


Oss!!!

Marcos Mulinari
Oss

As Federações em geral eu não sei,mas qdo precisamos de apoio de uma delas não nos foi dado,em espécie alguma.

Qto as Associações em especial a nossa SHUDOKAN, qdo foi necessário tiramos do próprio bolso para colaborar com nossos alunos/atletas,por isso nos afastamos de todas elas.


Oss
alberto/Santos.
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178

Offline LucasC

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 23
  • Votos: +0/-0
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #3 Online: Dezembro 07, 2007, 17:55:05 »
Oss!

Não posso falar de todas associações/federações por não conhecê-las, mas ouço muitos comentários negativos de várias delas.

A confederação que faço parte, a CKIB, tem uma postura muito boa, na minha opinião. O presidente Fernando Rocha e a diretoria em geral são de uma simplicidade e humildade que me impressionaram quando os conheci a fundo.

O Sensei Fernando Rocha, por exemplo, já viajou de onde mora (Aracaju/Sergipe) para vir dar um curso no meu estado de graça. E é uma pessoa rígida e exigente, mas tambem uma pessoa ética e amigável.

Convivi com muitos outros karatecas que hierarquicamente não tinham muita posição, mas agiam como se fossem donos da razão e tinham um ego... Por isso me surpreendi quando conheci Sensei Rocha e posso dizer que somos amigos.

Isso para citar algumas das experiências positivas.

A CKIB age de uma forma honesta, cobrando só o suficiente e bem abaixo das outras confederações.

Tem defeitos? Com certeza, assim como qualquer outra instituição dirigida por humanos e que, por consequência, tem defeitos como os seus gestores. Mas acho que no geral tem acertado mais do que errado.

Pode parecer puxa saquismo meu, mas assim como alguns relatam suas más experiências, cabe a mim relatar o que já vivi de bom nesses anos de Karate.

Oss!

LucasC.

Lezon

  • Visitante
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #4 Online: Dezembro 07, 2007, 17:58:45 »
Bom, já que estamos nessa, aqui vai o que faz a federação do meu país.

Para não criar muitas expectativas, aviso desde já que também não faz muito pelos seus filiados...no entanto, também não posso deixar de dizer que presentemente está a começar a fazer mais e melhor.

Mas para que serve uma federação? Porquê esta pergunta assim tão linear? Bem, em realidades diferentes entre Portugal e Brasil no que diz respeito ao Karate, eu vou dar a conhecer na generalidade a realidade portuguesa, consciente de que ela é totalmente diferente da realidade brasileira.

Em Portugal a federação para além de ser um órgão oficial e de utilidade pública reconhecida pelo governo, tem a função de gerir o Karate, quer desportivamente e/ ou não. A palavra gerir implica tudo relacionado com Competições, Formação,  Graduações, Arbitragem, Treinadores, Credibilização Curriculares e todos os cursos inerentes à modalidade, estando tudo devidamente dividido por Departamentos.

Dado que exitem Associações de Treinadores de Karate e de Arbitragem de Karate, tudo o que diga respeito a estas duas áreas, a federação trabalha em parceria com elas na realização de cursos e seminários.

Em suma, tudo que diga respeito ao Karate especialmente à sua credibilização de currículum, autorizações legais para poder exercer a instrução do Karate, instalações desportivas ( Dojos/Centros e/ou Clubes),  passa forçamente pela federação, a qual certifica o Treinador para poder ministrar as aulas. Penso que a partir de 2008, já se vão iniciar inspecções às referidas instalações e, atente-se, quem não possuir e devida Certificação, será multado com uma coima que deverá ir até 3.000 Euros, será instaurado processo podendo levar encerramento das instalações.

Refiro que qualquer instalação desportiva, quer ela seja de Karate e /ou de qualquer outra modalidade, é obrigatório ter um Director Técnico, o qual deverá ser um licenciado em educação física, e/ou um Treinador qualificado e Certificado pela Federação.

As categorias ds Treinadores são como segue:

Monitor;
Treinador de Nível I
Treinador de Nível II
Treinador de Nível III

O Monitor só pode  dar aulas se tiver um Treinador de Nível I a supervisioná-lo.

Bom, acho que dei a conhecer ais ou menos a realidade portuguesa. Mas já agora, saibam que o problemas dos cursos de Treinadores e da Certificação e muito especialmente a obrigatoriedade  das instalações desportivas possuirem um Director Técnico, são Normas da CEE que estão a ser implementadas em toda a Comunidade Europeia.

Hai!! Oss!!!

Obs: De qualquer modo, a tal picaretagem por lá está praticamente a extinguir-se!
    

    

    
« Última modificação: Dezembro 08, 2007, 10:58:20 por Jose Lezon »

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #5 Online: Dezembro 07, 2007, 18:03:52 »
Novamente Obrigado, por compartilhar conosco seu imenso conhecimento.

Oss!!!

Marcos Mulinari
Bom, já que estamos nessa, aqui vai o que faz a federação do meu país.

Para não criar muitas expectativas, aviso desde já que também não faz muito pelos seus filiados...no entanto, também não posso deixar de dizer que presentemente está a começar a fazer mais e melhor.

Mas para que serve uma federação? Porquê esta pergunta assim tão linear? Bem, em realidades diferentes entre Portugal e Brasil no que diz respeito ao Karate, eu vou dar a conhecer na generalidade a realidade portuguesa, consciente de que ela é totalmente diferente da realidade brasileira.

Em Portugal a federação para além de ser um órgão oficial e de utilidade pública reconhecida pelo governo, tem a função de gerir o Karate, quer desportivamente e/ ou não. A palavra gerir implica tudo relacionado com Competições, Formação,  Graduações, Arbitragem, Treinadores, Credibilização Curriculares e todos os cursos inerentes à modalidade, estando tudo devidamente dividido por Departamentos.

Dado que exitem Associações de Treinadores de Karate e de Arbitragem de Karate, tudo o que diga respeito a estas duas áreas, a federação trabalha em parceria com elas na realização de cursos e seminários.

Em suma, tudo que diga respeito ao Karate especialmente à sua credibilização de currículum, autoriações legais para poder exercer a instrução do Karate, instalações desportivas ( Dojos/Centros e/ou Clubes),  passa forçamente pela federação, a qual certifica o Treinador para poder ministrar as aulas. Penso que a partir de 2008, já se vão iniciar inspecções às referidas instalações e, atente-se, quem não possuir e devida Certificação, será multado com uma coima que deverá ir até 3.000 Euros, será instaurado processo podendo levar encerramento das instalações.

Refiro que qualquer instalação desportiva, quer ela seja de Karate e /ou de qualquer outra modalidade, é obrigatório ter um Director Técnico, o qual deverá ser um licenciado em educação física, e/ou um Treinador qualificado e Certificado pela Federação.

As categorias ds Treinadores são como segue:

Monitor;
Treinador de Nível I
Treinador de Nível II
Treinador de Nível III

O Monitor só pod e dar aulas se tiver um Treinador de Nível I a supervisioná-lo.

Bom, acho que dei a conhecer ais ou menos a realidade portuguesa. Mas já agora, saibam que o problemas dos cursos de Treinadores e da Certificação e muito especialmente o das instalações desportivos possuirem um Director Técnico, são Normas da CEE que estão a ser implementadas em toda a Comunidade Europeia.

Hai!! Oss!!!

    

    

    
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #6 Online: Dezembro 07, 2007, 18:06:37 »
LucasC,

Creio que ninguém entenderá com puxa saquismo, o interesse desta pergunta é este mesmo.... é criar uma ferramenta onde as pessoas possam falar o que pensam de bom e ruim das Federações e Associações.

Oss!!!

Marcos Mulinari
Oss!

Não posso falar de todas associações/federações por não conhecê-las, mas ouço muitos comentários negativos de várias delas.

A confederação que faço parte, a CKIB, tem uma postura muito boa, na minha opinião. O presidente Fernando Rocha e a diretoria em geral são de uma simplicidade e humildade que me impressionaram quando os conheci a fundo.

O Sensei Fernando Rocha, por exemplo, já viajou de onde mora (Aracaju/Sergipe) para vir dar um curso no meu estado de graça. E é uma pessoa rígida e exigente, mas tambem uma pessoa ética e amigável.

Convivi com muitos outros karatecas que hierarquicamente não tinham muita posição, mas agiam como se fossem donos da razão e tinham um ego... Por isso me surpreendi quando conheci Sensei Rocha e posso dizer que somos amigos.

Isso para citar algumas das experiências positivas.

A CKIB age de uma forma honesta, cobrando só o suficiente e bem abaixo das outras confederações.

Tem defeitos? Com certeza, assim como qualquer outra instituição dirigida por humanos e que, por consequência, tem defeitos como os seus gestores. Mas acho que no geral tem acertado mais do que errado.

Pode parecer puxa saquismo meu, mas assim como alguns relatam suas más experiências, cabe a mim relatar o que já vivi de bom nesses anos de Karate.

Oss!

LucasC.
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178

Offline LucasC

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 23
  • Votos: +0/-0
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #7 Online: Dezembro 07, 2007, 22:24:33 »
Estava refletindo e vou fazer uma analogia...

O grande problema do Brasil no que diz respeito à tributação não é o valor dos impostos, mas que se paga muito e pouco é devolvido aos cidadãos que pagam os impostos.

Acho que o mesmo vale para as organizações do Karate. Elas foram criadas não para enriquecer os dirigentes, mas para que haja uma estrutura organizacional que regule a qualidade do Karate de seus membros. Para ajudar que isso aconteça, é necessário que as organizações gastem recursos financeiros e os dirigentes recebam o que for justo.

Então se dos membros é exigido muito financeiramente então o retorno qualitativo das federações/organizações para os mesmos tambem deve ser grande.

Acho que o correto é cobrar uma taxa justa e quem pagar essa taxa tem que ter no minimo o direito a algum aperfeiçoamento técnico anual gratuito.

Tambem acho que as federações devem promover cursos e os membros devem ter isenção ou descontos.

Há muito pra ser feito...

O que não se pode é ter duas federações e numa a "carteirinha de faixa preta" custar 50 reais e na outra 200 e não haver diferença alguma na relação Federação - Membro.

Oss!

LucasC.

Lezon

  • Visitante
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #8 Online: Dezembro 08, 2007, 11:06:24 »
Caro LucasC,

A sua analogia está certa.

Tudo tem os seus custos na vida, mas há que ter o bom senso para discernir o que é razoável do que é simplesmente exploratório...

Hai!!!  Oss!!!   

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #9 Online: Dezembro 08, 2007, 15:03:00 »
Prezado Sensei José Lezon,

Poderia fazer a gentileza, de nos falar um pouco como se comportam as Federações de seu País de origem (ou outros Países que tenha conhecimento)

Para que possamos ter uma idéia se existe diferença entre os Países... seja na postura com os atletas, na seriedade do trato com o Karatê,etc.

Oss!!!


Marcos Mulinari
Caro LucasC,

A sua analogia está certa.

Tudo tem os seus custos na vida, mas há que ter o bom senso para discernir o que é razoável do que é simplesmente exploratório...

Hai!!!  Oss!!!   
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178

Lezon

  • Visitante
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #10 Online: Dezembro 10, 2007, 18:16:12 »
Caro Mulinari,

Sobre o que solicitou, eu já há tempos atrás deu conhecimento da realidade federativa do Karate em Portugal, pelo que seria repetir-me. No entanto, e sucintamente, aproveitando um dos meus posts a este tópico, no qual eu disse:

Em Portugal a federação para além de ser um órgão oficial e de utilidade pública reconhecida pelo governo, tem a função de gerir o Karate, quer desportivamente e/ ou não. A palavra gerir implica tudo relacionado com Competições, Formação,  Graduações, Arbitragem, Treinadores, Credibilização Curriculares e todos os cursos inerentes à modalidade, estando tudo devidamente dividido por Departamentos.

A isto acrescento que um praticante de Karate só se pode inscrever na federação através de um Clube e/ou Associação, e sua inscrição Anual é de €10,50, o que dá R$28.

A inscrição já engloba seguro do praticante não só estando em competição, como em treino normal e Karate no seu Clube e /ou Dojo. O direito que tem é de participar nas provas federativas e ter acesso aos cursos de formação. É evidente que os cursos são pagos, excepto as reciclagens durante o ano que são feitas para a arbitragem e formação para treinador.

A federação trabalha em conjunto com as Associações, sendo os campeonatos regionais praticamente organizados por elas, em que a federação fornece todo o apoio informático, Tatamis, marcadores electrónicos e os demais apetrechos inerentes à competição. Os árbitros são nomeados pelo Conselho de Arbitragem.

No geral está feita a panorâmica do que é feito na federação portuguesa.

Hai!!  Oss!!!
« Última modificação: Dezembro 10, 2007, 18:18:00 por Jose Lezon »

Lezon

  • Visitante
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #11 Online: Dezembro 19, 2007, 08:26:53 »

Há muito pra ser feito...

Oss!

LucasC.

O amigo Lucas disse e muito bem que há muito para ser feito.

Há de facto muito ou quase tudo para ser feito. Este tópico já estava adormecido, porquê?
Dialogar-se aqui dos males que o Karate enferma, será muito mais produtivo que falar-se de coisas sem interesse para a nossa Arte.

Por exemplo, como se pode proteger os homens sérios, com capacidade técnica, que sofreram na pele e gastaram o seu dinheiro numa aprendizagem dura, como são os cursos da JKA e outros, digo, como se podem proteger eles dos tais "picaretas" e /ou da lei Zico?

Este é sim um assunto para todos se envolverem em verdadeira discussão para se tentar encontrar o melhora caminho para resolver a questão de vez.

Hai!!!   Oss!!
« Última modificação: Dezembro 19, 2007, 13:14:50 por Jose Lezon »

Offline Troyman

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 667
  • Votos: +4/-16
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #12 Online: Dezembro 19, 2007, 14:13:33 »
Caro Lezon

Quando a coisa envolve aspectos legais (que se referem a leis, afinal estamos falando da Lei Zico), isso nos remete a um envolvimento com quem faz as leis, ou seja, vereadores, deputados, senadores, e aí estamos nós outra vez às voltas com a nossa malfadada classe política.  Trocar uma lei, ainda mais uma como essa que favorece um número tão grande de picaretas, pode ser um empreendimento desgastante e infrutífero.  Eu acho que a única solução é fazermos os nossos trabalhos de forma que, se eles forem relevantes, eles vão acabar sobressaindo e atraindo credibilidade.  O problema é o "status quo".  O difícil é tirar do cenário quem já está estabelecido por meio dessa lei idiota.  Mais uma vez, como diz o ditado, "quem não tem competência não se estabelece".  Então vamos procurar fazer as coisas da melhor forma possível.  Para isso basta que a gente acredite na nossa competência.

Saudações    :)
ACTroyman
Zen Do-Kan (Filiada à IUSKF - Shin Shu-Kan)
RJ

Lezon

  • Visitante
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #13 Online: Dezembro 19, 2007, 16:37:09 »
Caro Troyman,

Compreendo tudo o que disse mas, sinceramente, não concordo com essa resolução/solução.

E digo isto com propriedade total, uma vez que em Portugal se passou exactamente o mesmo e os “charlatões” o que vcs chamam cá de “picaretas” lá viviam todos felizes da vida sem que ninguém os incomodasse.

Porém, no dia em que o governo determinou que só apoiaria o Karate  se ele estivesse unido numa só federação, a partir daí as pessoas ligadas à modalidade começaram a dialogar entre si, para acabar com toda a bagunça que existia, tendo-se então chegado à criação de uma única federação, a FNK-P fundada em 1991.

Com esta resolução, os picaretas ficaram automaticamente isolados, pois a sua totalidade não teve a humildade de se federar. Entretanto, a federação foi-se organizando e alertada que foi para normas que iam ser emanadas pela CEE, foi-se preparando e reestruturando para com reconhecimento do governo ir fazer cursos de formação, qualificando as pessoas para poderem exercer  a actividade de instrução de Karate. 

A partir daí muitas coisas foram mudando sempre para melhor, mas hoje, mesmo que as coisas não tivessem mudado nada, os tais “picaretas” não podiam sobreviver, sabem porquê?

Bom meu caro Troyman e os demais amigos deste fórum, a CEE aprovou uma norma que se tornou em decreto-lei, destinada a salvaguardar os cidadãos da comunidade, especialmente os jovens, quando estes pretendem ou desejam praticar uma modalidade desportiva.

Então, para que saibam, todas as instalações desportivas, quer sejam ginásios, escolas, Dojos, Centros e /ou Clubes, têm que possuir um director técnico a supervisionar. Mas sobre este assunto leiam o que eu já disse anteriormente que está tudo bem explícito.

Mas agora saibam que qualquer pai ou mãe, lá ou em Espanha, quando entra num ginásio já vai preparado para perguntar quem é  o director técnico, querem saber quem é o professor e que qualificações ele tem, se a modalidade está federada, etc,etc. Quando é feita a inscrição, ela já engloba a quota federativa, associativa e seguro desportivo.
Portanto meus amigos, os “picaretas” assim não têm margem de manobra para sobreviverem.

Mas, se eles sabem o que se passa aqui neste país, depressa fazem as suas malinhas e lá vêm eles todos felizes da vida, pois aqui terão terreno e espaço de manobra para se instalarem com as suas armas e bagagens e viverem à grande e à francesa...

Hai!!  Oss!!
« Última modificação: Dezembro 19, 2007, 16:42:32 por Jose Lezon »

Offline Mulinari

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 54
  • Votos: +0/-0
    • www.karateashi.hpg.com.br
Re: O que as Federações ou Associações fazem pelos Karatecas?
« Resposta #14 Online: Dezembro 19, 2007, 17:11:19 »
Concordo plenamente com Sensei José Lezon!!!

O que falta é vontade politica e principalmente vontade dos grandes lideres do Karatê, o que quero dizer, é que, eu não sou quase ninguém para levantar esta bandeira.
Mas creio que os Lideres dos Estilos Shotokan, Shorin, Wado, Shito, etc... que sempre dizem em alto e bom tom aos quatro cantos deste País. Que eles sim são os grandes reconhecidos no Karatê Mundial, esses homens que se intitulam os grandes sábios da atualidade, detentores de suas colocações quase que divinas, esses sim, deveriam se unir, e juntos apresentar e exigir dos nossos Paralmentares, o que seria melhor para o bem Karatê no Brasil.
Creio que o que ocorreu em Portugal, deveria ocorrer aqui e o mais breve possível!!!!
Mas creio que seja quase que impossível, pois onde esses grandes Lideres iriam mamar daqui em diante, não é mesmo?
O que falta é vontade de fazer, o que falta é coragem, o que falta é deixar de serem acomodados e irem lutar pelo Karatê de verdade, lutar pela dignificação e reconhecimento do Karatê em âmbito Público e Privado.
Talvez o que falte a esses Lideres da atualidade, é ler e compreender os HITOTSU'S deixados pelos Grandes Mestres.... que dizem claramente:
DOJO NO MI NO KARATE TO OMOUNA - Karatê não se limita apenas a academia / TSUNE NI SHINEN KUFU SEYO - Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre

Novamente dou os parabéns aos comentários do Sensei José Lezon.

Oss!!!

Marcos Mulinari
 
Marcos Mulinari
Cel.: 11 8181-9178