Autor Tópico: BRASILEIRO DE KATA - CBK  (Lida 8459 vezes)

Offline Antonio Pêcego

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 560
  • Votos: +6/-3
  • 1985 no RJ, soltando a perna em exame para shodan
BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Online: Dezembro 03, 2008, 19:14:36 »
Prezados,

No próximo sábado (06.12.2008) o Ibirapuera em São Paulo sediará o Campeonato Brasileiro de Kata promovido pela CBK.

Aos interessados, convido a comparecerem e, havendo oportunidade, façam contato com a minha pessoa para nos conhecermos pessoalmente e não só virtualmente, sendo que estaremos juntos com a seleção mineira de kata na categoria master.

Forte abraço a todos.

Oss !!!
Momo
"Conhecer os outros é sabedoria, conhecer a si próprio é Iluminação." Lao-Tzu

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #1 Online: Dezembro 04, 2008, 08:50:44 »
Ola!
Irei visitá-lo,estareivesido de "Vovó Mafalda"
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.351
  • Votos: +2/-0
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #2 Online: Dezembro 04, 2008, 09:25:04 »
Falando em Brasileiro de Kata, recebi a mensagem abaixo:

"Vamos todos ao Brasileiro de Katá para influenciar e pressionar nossos representantes, leia-se presidentes de federações, e mostrar para eles que queremos mudanças já na CBK. Estou aqui na minha academia passando 25 emails por minuto, são 00:47 e estou deixando meus pequenos e esposa em casa para lutar pelo nosso karatê.
  Quem não puder ir em Sampa, sem problema mas todos tem que assar esta mensagem, leia-se isto é uma corrente, para pelo menos 10 pessoas, se não terá a praga, o castigo, a peste de carregar o Edgard na presidência da CBK por pelo menos mais 4 anos. RRRRRRRRRRRRRR!!!!
  Isto que é praga heim?
  OSS!
  Nelson Sardenberg"


............alguma coisa não está cheirando bem no reino da Dinamarca.........................

Ari - Santos/SP
« Última modificação: Dezembro 04, 2008, 09:26:39 por Arivaldo »

Offline Pinto San

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 52
  • Votos: +0/-0
    • Pinto Dojo karate shotokan
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #3 Online: Dezembro 04, 2008, 09:54:53 »
Ixi , escutei tanta barbaridade do "brinquedo assassino", mas conhecido por Edgar Ferraz.
E o camara é descarado , tava lá pagando uma de rico !
Seu site sobre karate  : www.pintokaratedojo.wordpress.com

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #4 Online: Dezembro 04, 2008, 09:58:45 »

O texto a seguir é de autoria de *Altamiro Cruz, e corre pelos e-mail´s de quase todos os karatecas do Brasil. É um texto que demonstra uma reação as atuais condições do Karatê desportivo no Brasil. Também, é um texto oportunamente lançado nas proximidades da data de eleição da CBK. Leiam e tirem suas conclusões.

O esporte brasileiro passou por grandes transformações nos últimos anos. Desde o início desta década, várias leis aprovadas beneficiaram os comitês olímpico e para-olímpico, as confederações, os atletas, os clubes esportivos, etc... As mais importantes, sem dúvida, foram a Lei nº 10.264/2001 (lei das loterias), a Lei 10.891/2004 (Bolsa Atleta) e a Lei 11.438/2006 (incentivo ao esporte por meio da isenção fiscal). Estima-se que nos últimos quatro anos (2005/2008), R$ 654,7 milhões tenham sido aplicados no desporto de rendimento em função da nova legislação, dos patrocínios das empresas estatais e dos dispêndios diretos do Ministério do Esporte no Programa “Brasil no Esporte de Alto Rendimento - Brasil Campeão”.

Apesar das facilidades criadas para obtenção de recursos públicos, a Confederação Brasileira de Karatê (CBK) não recebe do governo federal qualquer centavo desde 2002. A última vez em que a CBK recebeu recursos da União foi em 29 de julho de 2002 (R$ 57,5 mil) para viabilizar a participação das equipes brasileiras no XVI Campeonato Pan-Americano Adulto (masculino e feminino).

Paralelamente, ao longo desses últimos seis anos, diversas confederações receberam valores expressivos do governo federal provenientes do programa “Brasil no Esporte de Alto Rendimento”, conforme demonstrado no quadro a seguir:

Entre as confederações acima relacionadas sequer estão mencionadas as modalidades esportivas de grande visibilidade e os seus respectivos patrocinadores como o vôlei (Banco do Brasil), a natação (Correios), o basquete (Eletrobrás), o judô (Infraero), o handebol (Petrobrás), a ginástica olímpica e o atletismo (Caixa Econômica Federal), as quais receberam aportes de R$ 247,9 milhões apenas das empresas estatais, sem contar que também receberam recursos da lei das loterias por meio do Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Com o respeito que merecem todas as modalidades esportivas, não é plausível que a CBK ocupe uma posição de inferioridade, ao menos no que diz respeito aos recursos públicos recebidos, em relação a confederações como hóquei no gelo, bocha e bolão, sumô e kung fu, apenas para citar algumas entre as beneficiadas, as quais, diga-se de passagem, tiveram iniciativa e competência para pleitear e receber recursos federais.

Até mesmo o tradicional discurso que diz ser a CBK “a entidade oficial de administração do karatê” fica prejudicado quando se observa que a Confederação Brasileira de Karatê Interestilos - CBKI, por exemplo, recebeu R$ 90 mil do Ministério do Esporte. Dentro da mesma ótica, apenas 94 atletas da CBK receberam a bolsa atleta em 2008, enquanto 109 atletas das demais confederações de karatê existentes foram contemplados.

Além dos recursos decorrentes do programa “Brasil Campeão”, algumas confederações têm aprovado projetos junto ao governo federal para captação de recursos privados nos termos da lei de incentivo ao esporte (Lei 11.438/2006). A Confederação Brasileira de Boxe e a Confederação Brasileira de Judô, por exemplo, aprovaram recentemente projetos de captação de R$ 4,9 milhões e R$ 1,9 milhão, respectivamente.

Esses dados demonstram, de forma inequívoca, que existem programas e recursos federais para beneficiar as entidades esportivas das diversas modalidades. No caso da CBK, entretanto, a inércia administrativa impediu-a até mesmo de reivindicar recursos que seriam extremamente necessários para a manutenção e o desenvolvimento do karatê brasileiro. Quantos eventos poderiam ter sido realizados? Quantos atletas poderiam ter sido beneficiados? Quantos cursos de capacitação ou viagens de intercâmbio poderiam ter sido implementados?

Diante da omissão da CBK, o que observamos atualmente é o karatê carente não apenas de recursos, mas também de expectativas e de esperança. Não podemos concordar com atletas dormindo em aeroportos e ginásios ou com a presença de pouco mais de 100 participantes no último campeonato brasileiro, ao qual sequer compareceram as federações das regiões Norte e Nordeste. A CBK já não representa apenas “o caminho das mãos vazias”. Vazios também são os cofres, vazias são as idéias...

O cargo de presidente da CBK exige capacidade de agir, de produzir efeitos. Por quase 20 anos temos esperado – em vão – que algo de novo aconteça. Não precisamos de mais do mesmo... Precisamos mudar o presente para interferir no futuro, de forma a escrever um novo capítulo na história do nosso esporte. O karatê precisa ir à luta...

*Altamiro Cruz é jornalista, analista legislativo do Senado Federal,
membro da Comissão Nacional de Atletas do Ministério do Esporte
e possui 23 medalhas de ouro em campeonatos brasileiros e 17
medalhas de ouro em campeonatos pan-americanos
(equipe, pesado e absoluto).

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #5 Online: Dezembro 04, 2008, 10:54:39 »
É.....

:(
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #6 Online: Dezembro 04, 2008, 11:47:46 »
O Glorioso karatê da CBK, dito aqui por seus adeptos como maior, mais poderoso e melhor karatê praticamente dá uma medalha por atleta que participa do brasileiro. Segundo o artigo foram menos de 100 atletas. Mas vamos supor que foram 100. 

100 atletas em 10 categorias. Isso dá 10 atletas por categoria de peso. Destes 10 atletas por categoria 4 ganharam medalhas. Ou seja, para se campeão brasileiro pela CBK só é necessário fazer duas lutas.

Está fácil ou não está?
 Piada, piada e piada. :D ;D ;D :D

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #7 Online: Dezembro 04, 2008, 11:48:48 »
A poderosa CBK  :D :D

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #8 Online: Dezembro 04, 2008, 12:33:43 »
Olá!
Arte Marcial não precisa de entidades,precisa só de um om dojo.
Arte Narcial não precisa de politicos,precis só de "homens".
E assim sendo,vão tods os dirigentes se fuderem!
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #9 Online: Dezembro 04, 2008, 13:46:27 »
Ola!
Irei visitá-lo,estareivesido de "Vovó Mafalda"
Oss
Pedro

Puxa, eu nunca tinha reparado.

"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline Antonio Pêcego

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 560
  • Votos: +6/-3
  • 1985 no RJ, soltando a perna em exame para shodan
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #10 Online: Dezembro 04, 2008, 19:31:29 »
Bom, Pedro, agora que o Avi divulgou o seu disfarce, não terei problemas em reconhecê-lo no local, quero crer ... rsrsrs ... mas vc certamente terá dificuldades em me reconhecer porque apenas serei mais um.

Altamiro Cruz, o DiDi para quem o conhece, sabe de sua história no karate, assim como Nelson Sardenberg, são dois respeitados karatecas, quer queiram ou não alguns, devendo terem, juntamente com outros selecionados, lá suas razões para empunhar essa bandeira, mas só o tempo, o senhor da razão, nos dirá.

Problemas gerenciais, administrativos e políticos todas as entidades representativas enfrentam, por isso sou apenas um karateca que treina regularmente na tentativa de aprimorar o domínio da mente sobre o corpo, mas isso não me permite ser egoísta ao ponto de só olhar para o meu umbigo, pois afinal, estando bem o karate no Brasil, certamente todos nós karatecas forjados por formação também estaremos.

Como disse, sempre fui de somente treinar e ainda continuo assim, mas não podemos fechar os olhos para o que acontece ao nosso redor com reflexos naquilo que acreditamos ser o melhor para o karate no Brasil, por isso, penso, tudo isso merece a nossa atenção e profunda reflexão para não sermos precipitados em qualquer julgamento sem o profundo conhecimento de causa.

O que não se pode, penso, é eternizar ninguém em um cargo, por melhor que seja ele, sendo que há comentários de que as já conhecidas leis que permitem isso estão para mudar, com mandados de dois ou quatro anos com a permissão apenas de uma recondução por meio do voto.

Por outro lado, meu amigo Tanaka, não vejo a qualidade de um campeão pela quantidade de lutas que ele tem que fazer, mas sim pela qualidade das que tiver que passar.

Oss !!!
Momo
"Conhecer os outros é sabedoria, conhecer a si próprio é Iluminação." Lao-Tzu

Offline Antonio Pêcego

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 560
  • Votos: +6/-3
  • 1985 no RJ, soltando a perna em exame para shodan
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #11 Online: Dezembro 04, 2008, 20:04:19 »
última forma, o evento não será no Ibirapuera propriamente dito, mas sim no Clube Atlético Paulistano, localizado na Rua Colômbia n° 74, Jardim Paulista.

Oss !!!
Momo
"Conhecer os outros é sabedoria, conhecer a si próprio é Iluminação." Lao-Tzu

Offline Jose Fernando Pimentel

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 272
  • Votos: +5/-5
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #12 Online: Dezembro 04, 2008, 20:21:25 »
Pra quem teve o privilégio de ver o Ronaldo lutando assim como os da sua geração e não pode ver o Didi lutando, dou minha opinião: o Didi é depois do Ronaldo o melhor competidor e um dos melhores lutadores que o Brasil já teve. E isso não depende de regra, pois já vi a coisa engrossar e ele passou o rodo em quem pintou na frente. É um lutador muito forte e passou seguramente 15 anos como o melhor atléta do país. Isso não é pra qualquer um.

Oss.

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #13 Online: Dezembro 04, 2008, 20:49:57 »
Pêcego,
Me desculpe se entendeu a mensagem como agressão pessoal ou coletiva ao grupo de colegas filiados a CBK. Foi mais uma brincadeira e uma provocação. Estou arrumado minhas malas para sair de férias, então serei breve.

Minha conclusão sobre o artigo é que o karatê e o karatê esportivo estão, como sempre diz sensei Roberto, definhado. O numero de competidores presentes no brasileiro, em se confirmando a informação, é ridículo. O karatê nacional está doente e em minha opinião isso não tem relação com o número de instituições confederativas e sim com a qualidade e “serventia” do karatê que está sendo propagado por aí.

Os adolescentes olham o karatê e pensam: isso não serve pra nada. É não estou sendo sacana. Qualquer um que não esteja fechado no nosso mundo do karatê e tenha contato cotidiano com pessoas de outras artes marciais sabe do que eu estou falando. Ninguém mais leva a serio a karatê. E, neste ponto, tenho que dizer... isso tem muita relação com a CBK-WKF. Já disse, não sou contra, por princípio, ao aspecto esportivo da arte marcial. Seja ela karatê ou judô. Mas a forma como isso está sendo encaminhado no karatê está maltratando de mais nossa arte.

Torço para que esse cenário mude. Que os políticos do karatê estejam atentos, independente da instituição. Dizer que o karatê praticado é de verdade, se ele, na sua dinâmica, treinamento e até filosofia não o é, não sustentará o interesse das pessoas e cada vez mais iremos ver meninos de 14 anos com muito potencial indo para o MT e JJ. 


Pelo amor de Deus, tem pessoal ganhando a preta com 5 anos de karatê. No JJ o fulano fica 3,4,5 anos na Roxa. Tem fulano campeão brasileiro e Panamericano com 4 anos  de roxa no JJ e dizendo que não está pronto para pegar a Marrom. Você imagina um roxa nosso enfrentanto um homem deste que antes da roxa já ficou uns três anos na azul?


É isso. Para o karatê sobreviver é necessário que ele volte a ser verdadeiro na sua essência e prática. Não adianta o sensei dizer que karatê é Dô e só se focar em competições e não treinar o karatê na sua essência funcional – arte marcial para defesa pessoal.

O karatê tem que voltar a ser praticado de verdade.
Torço para que torneio de kata corra bem. Que os melhores conquistem.
 Abraço.

Offline Jose Fernando Pimentel

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 272
  • Votos: +5/-5
Re: BRASILEIRO DE KATA - CBK
« Resposta #14 Online: Dezembro 05, 2008, 09:24:16 »
Retsudo concordo com você numa coisa que é gritante. Quem assiste uma competição de Karate hoje tem a nítida impressão que não serve para nada. Mas para concertar isso precisamos da participação de todos, e começando pela arbitragem, com bons karatecas atuando e não dando ponto para qualquer porcaria.

O erro não está na competição, mas na forma como ela está ocorrendo.

Oss.