Autor Tópico: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?  (Lida 13028 vezes)

Offline Fabiyo

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 124
  • Votos: +0/-0
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #15 Online: Setembro 14, 2007, 10:14:28 »
Vou dar uma de profeta e citar um trecho da Bíblia que eu gosto muito:

Citar
Eclesiastes, 1

1 PALAVRAS do pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém.
2 Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade.
3 Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol?
4 Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece.
5 Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu.
6 O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos.
7 Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.
8 Todas as coisas são trabalhosas; o homem não o pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se enchem de ouvir.
9 O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol.
10 Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós.
11 Já não há lembrança das coisas que precederam, e das coisas que hão de ser também delas não haverá lembrança, entre os que hão de vir depois.
初心忘るべからず – Shoshin wasuru bekarazu

Offline José Ináico Lino de Almeida Júnior

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 3
  • Votos: +0/-0
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #16 Online: Setembro 14, 2007, 22:38:59 »
Meus amigos, será que realmente o Karate morreu?
Será que não está no esporte a resposta?
Será que visão empreendedora é só para a Indústria e Comércio ou serve também para administradores de academias?
Achamos que esporte não é Karate, que deturpa a imagem do Karate, que isso, que aquilo, mas qual Karate? Karate de quem?
E quem vive de Karate, se pensar da mesma forma não vai morrer junto com ele?
Será que o Esporte não seria um remédio amargo que teríamos que tomar? (amargo para alguns depende do gosto).
Propositalmente abri o tópico em Karate esporte, porém gostaria muito que esse assunto fosse levado para o Seminário que será realizado em Santos.

OSS...


       Karate não é esporte, Judo sim. Karate é mais do que esporte, mais do que arte marcial, Karate é filosofia de vida. Durante 16 anos tenho visto o Karate ser desfigurado, ter sua filosofia esquecida e ter os ensinamentos do seu maior ícone, Funakoshi, esquecidos. Tudo isso se deve ao fato de que os atuais "Professores" de Karate têm se "prostituido", oferecendo treinos ruins, não dando atenção aos alunos e, principalmente, não se preocupando com a qualidade dos mesmos.
        Sei que essa realidade é dura e muitos não querem admitir que isso vem acontecendo mas algo precisxa ser feito.
        Uma das coisas que devia ser revista é a questão dos exames. Demora-se cerca de 6 anos, ou menos, para se tornar um "Faixa Preta de Karate", e nós sabemos que isso é muito pouco tempo, em outras artes, Jiu-Jitsu por exemplo, demora-se de 10 a 12 anos e a graduação se dá por merecimento e não por tempo.
        Viver do Karate é muito mais do que apenas ganhar dinheiro com o Karate. Viver do Karate é viver sua filosofia, seus conceito e ensinamentos. Oss.

Roberto Pimentel

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #17 Online: Setembro 15, 2007, 01:46:55 »
Oi Gustavo.

Wado-ryu no Fluminense tinha sim. Não fazia numero não. Sequer conseguiamos competir, pois o Professor Tanaka embarreirava qualquer outro estilo que não fosse Shotokan a entrar na Federação.

O Shorin-ryu também não conseguia se federar.

O Uech-ryu também não.

O Camilo da Goju-kai também era shodan de shotokan e conseguiu filiar a Goju-kai, a reboque veio a Seigokan. Desistiram de competir tamanha a roubalheira contra eles.

Acontece que os estilos de Karate se confundiram com a paixão do tipo que se tem times de futebol.
Se o cara é flamenguista, o flamengo é o melhor.
Se o cara é vascaino, o vasco é o melhor.
Se o cara é tricolor, o fluminense é o melhor.
Se o cara é alvinegro, o botafogo é o melhor.

Por pura emoção, sem a menor atenção para qualquer lógica ou evidência de fatos. O que aliás, é burrice, pois na troca de experiências e de pontos de vista todos saem ganhando.

O próprio Shotokan que você praticava hoje se divide em tradicional, atual, sei lá mais o que. E todos tem certeza que fazem um Shotokan melhor que os outros. Como se fossem coisas muito diferentes.

O Karate não morreu não. Acho que chegou ao fundo do poço (ou próximo a isso) e procura sua saída de lá. Creio que uma das coisas que podem ajudar nesse processo é deixarmos de seccionarismos e respeitarmos e aprendermos com as diferenças. Diferente não é certo nem errado. Não é melhor nem pior. É só diferente.

E o primeiro passo para entendermos e respeitarmos as diferenças é abandonar a maldita herança cultural que aprendemos com os professores japoneses de sempre falar mal ou ter uma crítica na ponta da língua para qualquer coisa.

Se um artista de teatro for assistir a premier de uma peça qualquer que seja uma $%&!, se questionado por um jornalista na saída sobre o que achou, dirá:
"Achei a iluminação fantástica." - Isso porque a iluminação da peça foi a unica coisa razoável que ele viu. Mas não importa, ele elogia.

Nossos professores japoneses só diziam:
"Aquele cara é um $%&!."
"A academia tal é um cocô."
"O Karate tipo tal é fraco."
"O Fulano tem boa técnica mas é um escroto."
Etc, etc.

E infelizmente esse hábito dedesmerecer e rebaixar os outros foi uma das coisas que a nossa geração de karatecas aprendeu e passou adiante.

Hoje me policio profundamente ao ter de emitir qualquer opinião sobre outro karateca, outro dojo, outro estilo, outro sistema ou outro "o que quer que seja". Sempre procuro algo de positivo para dizer sobre, nem que seja a iluminação do dojo.

Acho muito ingênua essa posição de meramente criticar, como se eu denigrir a imagem de alguém me colocasse como superior a ele.

E insisto que a maior responsabilidade do Karate é formar os pequenos, orientar o jovens e ajudar aos adultos a terem uma boa qualidade de vida percorrendo o caminho que escolheram.

Dar porrada é fácil, agente fecha a mão e senta o braço irresponsavelmente.
Depois sai alardeando que é brabo, que é o tal.

Mas superar a si próprio é que são elas.

Por isso que hoje em dia temos tantos faixas-preta de garage. Vestem seus quimonos mofados e treinam um pouquinho uma vez por mes dentro da própria garage e ficam se iludindo pensando que ainda são aquilo que imaginam que foram um dia. Mas continuam reféns de uma barreira tola que deixaram e ajudaram a criar em torno de si próprios. Para esses o Karate realmente morreu. Pode ressucitar, mas vão ter que se seforçar em amaciar seus egos e questionar seus pontos de vista tão imutáveis. Vão ter que vivenciar humildade e não só falar dela como qualidade louvável. Aí, vão ter que se superar. Combater seu tekki perfeito, seu tekki igual, eu tekki ele próprio.

Ossu.


Roberto Pimentel

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #18 Online: Setembro 15, 2007, 01:48:30 »
Tá legal pessoal, filosofei, banquei o profeta.
Nem precisam encarnar, já sei.

pepeks

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #19 Online: Setembro 15, 2007, 04:12:05 »
"Por isso que hoje em dia temos tantos faixas-preta de garage. Vestem seus quimonos mofados e treinam um pouquinho uma vez por mes dentro da própria garage e ficam se iludindo pensando que ainda são aquilo que imaginam que foram um dia. Mas continuam reféns de uma barreira tola que deixaram e ajudaram a criar em torno de si próprios. Para esses o Karate realmente morreu. Pode ressucitar, mas vão ter que se seforçar em amaciar seus egos e questionar seus pontos de vista tão imutáveis. Vão ter que vivenciar humildade e não só falar dela como qualidade louvável. Aí, vão ter que se superar. Combater seu tekki perfeito, seu tekki igual, eu tekki ele próprio."

Onde eu assino??? Embaixo?
Digamos que é o que muitos pensam ao ver esse fórum e outros na internet, ao ouvir resmungos de nostalgia.
Mas enfim... :-X

Offline Luiz

  • Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #20 Online: Setembro 15, 2007, 07:46:12 »
Perfeito!

O Karate não morreu não. Acho que chegou ao fundo do poço (ou próximo a isso) e procura sua saída de lá. Creio que uma das coisas que podem ajudar nesse processo é deixarmos de seccionarismos e respeitarmos e aprendermos com as diferenças. Diferente não é certo nem errado. Não é melhor nem pior. É só diferente.


Ossu.


"Aqui se cultiva o corpo e a mente"

Lezon

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #21 Online: Setembro 15, 2007, 12:25:05 »
Amigo Roberto!

Acabaste de dar uma VERDADEIRA AULA!!!

Hai!!!  Oss!!

Offline Mariella

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 9
  • Votos: +0/-0
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #22 Online: Setembro 15, 2007, 23:52:44 »
Roberto,

Que espetáculo de colocação, estou muito positivamente impressionada. Concordo plenamente!!!

Um grande abraço,
Mariella

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.475
  • Votos: +5/-2
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #23 Online: Setembro 16, 2007, 10:16:20 »
Roberto,

Concordo com 50% do que escreveu.

Que os principais culpados pela zona em que se transformou o karate do Rio foram os japones, não tenho duvida. Uns por ação outros por omissão.

O Tanaka já no fim dos anos 70 não tinha o prestigio do inicio, inclusive só participava dos campeonatos de faixa preta (ganhava tudo). Quem mandava era o Kohara e o Alcione. Logo, não vejo como ele Tanaka poderia impedir que alguem se federasse.

A Seigokan era ativa nessa epoca e não concordo que era roubada. Eles não tinham um karate com nivel para lutar com um Ugo Arrigoni, um Ronaldo Carlos, um Fernando Athayde. Com certeza aquela base não era boa pra se lutar nas regras da epoca.

O shotokan se fragmentou demais e por isso digo que já era, quem viu,viu. Hoje se vc se machucar na academia processa todo mundo, isso é um absurdo. Não tem volta. E tambem não há como negar que o principal karate do Rio e do Brasil é o Shotokan.

Uma prova de que acabou é a quantidade de pessoas que aparecem nos treinos livres que temos feito via orkut. Ninguem vai, ninguem quer trocar experiencias. Tambem, como vc, critico o pessoal do kimono mofado. Eu, por causa desse site tenho ido a São Paulo, a Ribeirão Preto, na Ilha do Governador. Irei no seminario do  Lezon. Se tem treino bom eu vou, quem mais aparece?

Eu, diferentemente de vc acredito que para formação de carater existam coisas muito melhores do que karate. Crianças precisam de orientação de especialistas, não é um professor de karate com quase nenhuma formação (a maioria) que esta apto a formar ninguem. Pode ter ate boa vontade mas não tem bagagem tecnico cultural. Essa é a realidade brasileira. Quantos "professores" tem nivel superior em educação fisica ou mesmo psicologia? Pouquissimos, respondo.

Karate é defesa pessoal e quanto mais se afastar disso mas se enfraquecerá.

O karate esporte ou arte marcial, vive de icones e nós nunca tivemos um no Rio que não fosse shotokan. Claro que tambem vivemos de paixão e por isso afirmo que os alvinegros são os melhores do Rio é só olhar a classificação do campeonato brasileiro.

Por falar nisso, vcs que são professores podiam marcar um treinão pra os cariocas do forum.

Abraço.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Lezon

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #24 Online: Setembro 16, 2007, 11:22:36 »
Boa ideia Gustavo.

Estarei disponivel para esse efeito, pelo que fico aguardando esse dia.

Hai!!  Oss!!

Roberto Pimentel

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #25 Online: Setembro 16, 2007, 17:13:42 »
Oi Gustavo.

Já eu, concordo com vc em uns 95%.

Tudo o que disse foi muito bem colocado. Os 5% restantes não chegam a ser uma discordância, mas sim um enfoque diferente de ponto de vista. E reside sobre a participação na formação dos peuqenos e orientação dos jovens.
De forma nenhuma desejo colocar toda essa incumbência aos instrutores de Karate. Apenas acredito que eles tem uma participação. E quanto a terem ou não nível superior, não creio que isso credencie muito ninguém a nível moral. Já tive o prazer de conhecer pessoas fabulosas que nem completaram o primeiro grau e também tive o desprazer de conhecer gente com PHD que não valia nada.

Acho ótima a idéia de realizarmos um treino (quem sabe mensal) para o pessoal do karateca.net aqui do Rio.  Desde já coloco a disposição local para treinarmos aos sábados de manhã.

Abraço.

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.475
  • Votos: +5/-2
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #26 Online: Setembro 16, 2007, 17:45:50 »
Poxa que bom.
Vamos marcar esses treinos sim. Como eu sempre digo:
- A melhor coisa que o karate me deu foram as pessoas que conheci.

Eu não sei, talvez pelo tipo de karate que aprendi, prefiro o Judo para as crianças e digo isso até uns 15 anos de idade. Aquela historia de cair e levantar acho muito boa.

OSS
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Lezon

  • Visitante
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #27 Online: Setembro 17, 2007, 07:26:27 »
Caro Gustavo,

Vou falar com o Roberto Pimentel para combinarmos o tal Sábado para treinarmos e postaremos aqui para dar conhecimento.

Hai!!  Oss!!

Offline K_1

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 269
  • Votos: +0/-0
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #28 Online: Setembro 17, 2007, 15:26:05 »
Olá a todos

é uma qestaõ de escolha , o budô o esporte ,eu pratico os dois e mais mma e sou muito feliz tenho muitos amigos e coloaboradores , a qestão tam bem éq o budô é infinito e o esporte temporario no caso do Karatê, por isso todo praticante de karatê deve ter em mente que o budô vem em primeiro lugar sem duvida alguma , eo esporte em segundo mesmo sendo de alto rendimento, sendo assim será um karateca e atleta ,caso contrario um karateca oq ja é um caminho de uma vida inteira

à proposito o karatê está vivo sim , é apenas o reflexo de cada um q ue se diz ou ousa  dizer-se seu praticante

dore a Deus, tenha compaixão pelos humildes, submeta os seus adversários.

OSS.

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Re: SERÁ QUE O KARATE REALMENTE MORREU?
« Resposta #29 Online: Setembro 17, 2007, 17:38:30 »
Essa frase do Gustavo:

Citar
A melhor coisa que o karate me deu foram as pessoas que conheci.

para mim também foi a melhor coisa que o karate me deu. Eu acrescentaria  " e convivi e pessoas que num determinado momento ainda conhecerei e com elas aprenderei o que puder e compartilharei o pouco que sei".

O karate não morreu, mas a minha visão em relação ao que eu posso acrescentar e colaborar com seu enriquecimento ou o que ele pode me dar (parte técnica, modo de vida etc.), isso mudou muito.

Uma das coisas que estou tentando aprender através desse Budo é suportar o insuportável e a superar nossa dor. Mas, será que realmente eles nos ensina isso ?

Essa semana tivemos um perda insubstituível. Não está mais conosco nossa aluna Vitória 6 aninhos (aluna do Alberto - Yama)...........sua missa foi ontem.............

Ari - Santos/SP