Autor Tópico: entrevista - lyoto  (Lida 5283 vezes)

Offline Borchio

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 409
  • Votos: +3/-2
entrevista - lyoto
« Online: Junho 26, 2008, 20:57:51 »
http://estiloshotokan.blogspot.com/2008/06/entrevista-lyoto-machida.html

só nao gostei dessa parte : "Nosso Karate, que vamos procurando adaptar ao MMA, é mais forte, não desmerecendo o que todo mundo faz no Karate, mas eu e minha família nos preocupamos com a arte marcial no Karate. Muita coisa que tem no Muay Thai também tem no Karate, mas é usado de um jeito diferente. Assim como o Jiu-Jitsu Gracie que o Hélio Gracie criou é muito mais completo, nosso Karate é assim."

nao acho q da pra fazer essa comparacao. Pra mim o karate dele é identico aos dos lutadores top da jka, ao contrario do bjj q foi "refeito".
Experience is what you get when you don't get what you want

Offline Juliana

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 151
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #1 Online: Junho 26, 2008, 22:03:25 »
Hehehehe... ele tem que fazer a propa da academia da família, né?! Pra ter mais alunos e mais dinheirinho...  ;D ;D ;D
"A inteligência é quase inútil para quem não tem outras qualidades." (Alexis Carrel)

Offline Macedo

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 43
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #2 Online: Junho 27, 2008, 07:32:39 »
A unica coisa que ele disse, se você ler o paragrafo inteiro ao invez de só a parte que você copiou, é que o karate marcial é mais completo do que o karate esportivo. Se você ler o paragrafo tirando algumas frases você logo entende.

As pessoas estão acostumadas a ver o Karate como esporte, poucos vêem como arte. O que eu treino é o Karate arte marcial, com joelho, cotovelo, combinação de golpes, sequência... Somado tudo isso a distância e tempo de luta, acho que passa a ser um diferencial e muita gente desconhece isso, fico um passo a frente dos meus adversários. Nosso Karate é mais forte, não desmerecendo o que todo mundo faz no Karate, mas eu e minha família nos preocupamos com a arte marcial no Karate. Assim como o Jiu-Jitsu Gracie que o Hélio Gracie criou é muito mais completo, nosso Karate é assim.




 
« Última modificação: Junho 27, 2008, 07:36:35 por Macedo »

Offline Kihoken

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 249
  • Votos: +4/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #3 Online: Junho 27, 2008, 09:07:30 »
Concordo com o Macedo. Eu também senti que a resposta do Lyoto fora do contexto da entrevista tinha um significado um pouco diferente.
Kohai Gabriel Bertazzoli.

Offline Pablo Vinícius Smanioto

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 216
  • Votos: +3/-18
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #4 Online: Junho 27, 2008, 10:42:55 »
Xinguem a vontade, mas o Lyoto e sua família estão elevando o Karate a um novo patamar, isso não é desmerecer ninguém rapaziada, isso é dizer que sim, o Karate é uma arte marcial forte e vc não precisa pra trocar porrada de verdade ir para o Muay Thai, Boxe ou algo do gênero.

Veja o que ele fala neste trecho:

"Muita coisa que tem no Muay Thai também tem no Karate, mas é usado de um jeito diferente."

Viram? Olha o que ele disse, nós não precisamos ir para o Muay Thai pra ter uma pegada mais fortes nos golpes, tudo isto já está no Karate, só vê quem não quer.

Editando:

Li a pergunta que o Borchio colocou e o trecho que ele citou, entretanto o Borchio não colou a pergunta inteira, veja como realmente ela é:


O seu Karate, por ser desconhecido no MMA, funciona como o Jiu-Jitsu de Royce Gracie no início do UFC?

As pessoas estão acostumadas a ver o Karate como esporte, poucos vêem como arte. O que eu treino é o Karate arte marcial, com joelho, cotovelo, combinação de golpes, sequência... Somado tudo isso a distância e tempo de luta, acho que passa a ser um diferencial e muita gente desconhece isso, fico um passo a frente dos meus adversários. Nosso Karate, que vamos procurando adaptar ao MMA, é mais forte, não desmerecendo o que todo mundo faz no Karate, mas eu e minha família nos preocupamos com a arte marcial no Karate. Muita coisa que tem no Muay Thai também tem no Karate, mas é usado de um jeito diferente. Assim como o Jiu-Jitsu Gracie que o Hélio Gracie criou é muito mais completo, nosso Karate é assim.


Veja que este trecho em negrito muda muito a idéia do restante da resposta, ou seja, quando postar, poste a pergunta e a resposta inteira, para não gerar mal entendidos.
« Última modificação: Junho 27, 2008, 10:47:50 por Pablo Vinícius Smanioto »

Offline Borchio

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 409
  • Votos: +3/-2
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #5 Online: Junho 27, 2008, 11:40:25 »
talvez eu tenha interpretado errado mesmo... mas sei la me deu a impressao q ele quis dizer q mesmo em um contexto karate tradicional o que ele treina é diferente

ps:eu so fã dele e nao xinguei niguem Pablo
Experience is what you get when you don't get what you want

Offline Pablo Vinícius Smanioto

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 216
  • Votos: +3/-18
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #6 Online: Junho 27, 2008, 11:44:52 »
To falando pra outros detratores que tem espalhados neste fórum. Não pra vc Borchio, sei que vc é fã dele.

Mas o trecho estava incompleto e sim pareceu ele desmerecer o restante do pessoal que treina Karate, mas se aliar ao trecho que está em negrito vc vê que realmente ele se preocupa com a arte marcial chamada Karate e não o "karate esportivo".

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #7 Online: Junho 27, 2008, 11:53:32 »
Graças a ele o Karatê Tradicional vai ganhar um novo lugar social. Cada vez que ele falar que karatê esportivo é que nem aero box e outras ginásticas que supostamente usam alguns movimentos de artes marciais, o pessoal vai procurar saber que karatê é esse que ele pratica.

E não venha dizer que não é karatê. Ashi barai e kizame, ashi barai e guyaku. Básico no karatê.

Vão falar que ele sabe chão e leva a luta pra lá. É verdade. Mas não só ele. Até onde sei sujeitos como Kanazawa, Yahara, M. Tanaka, Abe,  sabem chão por intermédio do Judô.

Isso porque quando se treina karatê para vida, sabe-se que é necessário se defender de todas as formas.


Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #8 Online: Junho 27, 2008, 16:16:48 »
Sexta tentativa, ô $%&! de login...


Pois então, acho que é por aí mesmo. Se formos observar o JJ Gracie não é nada da papagaiada que costumam vender, não é uma técnica diferenciada onde se usam alavancas ao invés da força bruta anteriormente usada, não é invenção do Hélio...é só olhar vídeos de outras linhas de JJ ou mesmo de Judo com bom Ne-waza(especialmente Kosen Judo no youtube) pra ver que não inventaram a roda. O grande diferencial deles sempre foi a maneira de encarar a luta e o contexto dos treinamentos. Na parte técnica não houve toda essa inovação. Aí se encaixa bem na declaração do Lyoto, a diferença doi karate dele estaria na maneira de treinar e encarar a luta, e não na técnica em si.
Abraços,
Rodrigo

Offline Macedo

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 43
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #9 Online: Junho 27, 2008, 17:46:29 »
Oss

Pablo sua primeira resposta só repetiu o que eu já havia dito e pelo que eu tenho lido nesse forum a maioria dos integrantes são grandes fãs do lyoto e nao "detratores".

O karate esportivo, por ser um esporte, tem que se especializar. Ao faze-lo deixa de lado outros aspectos importantes do karate e por isso o karate tradicional (marcial) é mais completo. Logo o lyoto fez a afirmacão que ele fez.

Oss.


« Última modificação: Junho 27, 2008, 19:56:18 por Macedo »

Offline Bountaro

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 12
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #10 Online: Junho 27, 2008, 22:18:26 »
muito bom comentério de todos, mas digo pra vocês que lyoto ainda não usou nem a metade do que sabe, ele ainda está aprendendo a usar o karatê no mma.

Offline Macedo

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 43
  • Votos: +0/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #11 Online: Junho 28, 2008, 10:26:30 »
Vão falar que ele sabe chão e leva a luta pra lá. É verdade. Mas não só ele. Até onde sei sujeitos como Kanazawa, Yahara, M. Tanaka, Abe,  sabem chão por intermédio do Judô.

Sem duvidas o Yahara sabe Judo... Vejam esse video:


Por volta de 1:17 o yahara é derrubado e parece que ele da um Tomoe Nage no Togeda...

Offline piruca

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 11
  • Votos: +1/-0
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #12 Online: Junho 29, 2008, 00:36:59 »
talvez eu tenha interpretado errado mesmo... mas sei la me deu a impressao q ele quis dizer q mesmo em um contexto karate tradicional o que ele treina é diferente

ps:eu so fã dele e nao xinguei niguem Pablo

Deixando de lado qualquer interpretação errada, vamos combinar que o Karate é e sempre será a bola da vez. Sendo uma arte de extrema eficiência, já estava mais que na hora de alguém mostrar o poder que existe nela. O será que ficamos tanto tempo estudando seus movimentos e suas táticas de lutar simplesmente para não ser funcional, seria o cúmulo da iguinorância, vocês não acham. Os japoneses como um povo culto que reverênciam sua história e seus costumes iriam perder tempo com algo que não funcionasse de forma eficaz no combate real. Seria algo impesável. Mas creio eu, que muito jente por ai deve estar surpresa com o espetáculo que o Lyoto tá dando não é mesmo. Já deve ter neguinho pensando em matricular-se em uma academia de Karate para aprender a arte, principalmente no que se refere a distância. Não é de se estranhar que daqui a pouco aja inscrições em massa nas academias de Karate. Como houve no início, quando o Roice começou a ganhar os ufcs. Diziam que era um estilo fraco e que o mesmo era pequeno e não inspiravam confiança e seus combates, pois o mesmo, desferia muito poucos socos e chutes. É, mais a carroça passa e os cães ladram, e tudo ruma para vitória daquele que acridita em si mesmo e em sua arte. Como será que estão os Gracies vendo agora o Karate ocupando o topo. Sendo que no início o própio Karate foi alvo de desafios à academias mediocres e supostos praticantes do karate tradicional. E o Lyoto ter ganho do Tierry o qual derrotou os tops do Jiu Jitsu (Arona e Minota). É senhor Ricson as vezes nossas opniões tem que ser guardado para nós mesmo, para não vir a correr o risco de termos de engolir sem água. Não é mesmo não sei se o pessoal que está lendo este texto lembra quando ele fez esta observações quanto ao campeões de outras artes serem chamados assim sem ter testado realmente a sua arte em combate. Viu como funciona, basta querer e ter coragem. Já a muito tempo atrás Mussachi concordou com isto, escrevendo em suas memorias que havia em sua época samurais tão bom ou até melhor que ele que nunca precisaram desembainhar a espada. A CORROÇA PASSA E CÃES VÃO CONTINUAR LADRANDO. OSS!

Offline Antonio Pêcego

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 560
  • Votos: +6/-3
  • 1985 no RJ, soltando a perna em exame para shodan
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #13 Online: Junho 29, 2008, 23:18:16 »
Hehehehe... ele tem que fazer a propa da academia da família, né?! Pra ter mais alunos e mais dinheirinho...  ;D ;D ;D

Concordo !
Momo
"Conhecer os outros é sabedoria, conhecer a si próprio é Iluminação." Lao-Tzu

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: entrevista - lyoto
« Resposta #14 Online: Junho 30, 2008, 10:38:59 »
Tem propaganda da academia do pai, mas também tem verdade. Ou vocês acham que se o karatê dele não fosse forte os resultados seriam tão satisfatórios?

O bom é que, cada vez mais, os jovens estarão interessados em procurar o que o Machida faz.  E hoje em dia, entre adolescentes e jovens, o que tem se visto é que eles estão mais interessados em artes marciais realmente eficientes do que em esportes marciais onde o objetivo é tirar ponto.

Durante anos o karatê ficou relegado, sem interesse da maioria dos jovens com muito potencial.  Como eu digo, os jovens bem nutridos e com espírito de combate, sejam da Vieira Souto seja do Cantagalo.  O pessoal estava procurando algo que sugerisse eficiência na vida real, e o karatê esportivo não passava nem perto disto. 

Quem freqüenta academias de musculação  sabe que o que essa garotada quer é saber se garantir na hora do pau. E, o que se vê agora é que todo mundo, mesmo quem antes desprezava o karatê de ponto, tem falado do Machida de do seu Karatê Marcial.

Já chegarão para mim e perguntaram onde treinar, mas usando a ressalva de que ele queria o karatê igual ao do Machida e não igual ao que ele tinha visto no Pan.


Acho que uma nova fase vai começar para o Karatê, ao menos no Brasil.