Autor Tópico: O "perigo" da defesa pessoal  (Lida 3315 vezes)

FighterGojuKai

  • Visitante
O "perigo" da defesa pessoal
« Online: Setembro 18, 2011, 07:32:48 »
Oss, gostaria de levantar algumas questões um tanto quanto polêmicas: 1- ensinar defesa contra arma de fogo e arma branca dentro de uma aula de karate, não da coragem às pessoas para reagirem a um assalto? Em que ponto o ensino deste tipo de técnica pode se tormar anti ético? Em que ocasião o uso dessas técnicas se faz necessario?   2- supondo que por ventura um ladrão venha a invadir a sua casa armado com uma arma de fogo ou mesmo uma arma branca, colocando a sua vida e a vida de sua familia em risco, voce do alto do dominio da sua arte marcial ou sendo um mero praticante, vendo um descuido do meliante e a vulnerabilidade do mesmo, arriscaria imobilizar o sujeito tomando a arma de sua mão colocando sua familia em um perigo ainda maior? Tentaria um golpe vital como um haito no pomo de adão ou um sokuto geri na garganta tirando a vida do sujeito e alegando legitima defesa? Lembrando que a prioridade é a integridade da sua familia, por isso gostaria de respostas sensatas, ou deixaria o sujeito realizar o assalto sem reagir e chamando a policia assim que conseguir?

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #1 Online: Setembro 18, 2011, 12:05:14 »
Uma pessoa com uma arma de fogo e mesmo uma faca tem uma vantagem enorme sobre quem não tem. Muitas vezes no reflexo o bandido puxa o gatilho e uma vida acaba, eu jamais recomendaria alguém a reagir a não ser que o objetivo do oponente seja mesmo te matar.

Pra mim, técnicas de defesa contra alguém armado com uma faca são quase idênticas às usadas contra alguém desarmado. Esqueça aquele papo de torções e coisas do tipo que se vê em apresentações de hapkido e bunkai de kata ensinado por professor pançudo de meia-idade. Como em uma briga real, o simples que vai funcionar. Porém a melhor alternativa (caso possível) talvez seja correr.

Anti-ético é ensinar o que não sabe. Perigoso é ensinar coisas que jamais funcionariam, ou para pessoas despreparadas, seja defesa contra armas ou mãos limpas.
Também não digo que o karate não vai ensinar a se defender de alguém armado com uma faca ou um bastão... Depende do posicionamento da escola e público do dojo. O karate de alguns anos atrás era pra se defender de qualquer um, segundo os relatos.

Provavelmente hoje, se encontraria mais deste tipo de técnica (melhor ensinada e treinada) onde policiais, vigilantes ou soldados treinassem do que no tradicional dojo de karate.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #2 Online: Setembro 18, 2011, 13:48:13 »
Minha opinião com relação:

À questão  "ensinar defesa contra arma de fogo e arma branca dentro de uma aula de karate, não da coragem às pessoas para reagirem a um assalto?":
"sim", isto encoraja um leigo a sair defendendo-se em situações em que lhe seja
apontada uma arma (branca ou "preta");

À questão "Em que ponto o ensino deste tipo de técnica pode se tormar anti ético?":
primeiramente pensemos em uma das definições de "ética": "Conjunto de princípios, normas e regras que devem ser seguidos para que se estabeleça um comportamento moral exemplar" (Dicionário aulete.uol.com.br).
Portanto, de acordo com a definição de ética, entendo que não seja anti-ético ensinar-se defesa pessoal contra armas.


À questão "Em que ocasião o uso dessas técnicas se faz necessario?":
Em nenhum momento da forma que é ensinada em uma academia de karatê. Qualquer academia.

À questão: "supondo que por ventura um ladrão venha a invadir a sua casa armado com uma arma de fogo ou mesmo uma arma branca, colocando a sua vida e a vida de sua familia em risco, voce do alto do dominio da sua arte marcial ou sendo um mero praticante, vendo um descuido do meliante e a vulnerabilidade do mesmo, arriscaria imobilizar o sujeito tomando a arma de sua mão colocando sua familia em um perigo ainda maior?"
Jamais. Eu não iria querer imobilizá-lo. Desconfio que no calor do momento queira fazer algo pior com ele. Esse algo pior iria arruinar minha carreira profissional em um país preconceituoso com pessoas que estão na lista negra de cheques sem fundo. O que dizer de pessoas que estão na lista negra de processos de crimes contra a vida de alguém? E outra: no que o ladrão (grande parte deles) está interessado é nos bens materiais. Eu conquisto, a hora que for, tudo o que conquistei. Meus filhos, minha esposa, infelizmente, são produtos sob encomenda.

À questão "Tentaria um golpe vital como um haito no pomo de adão ou um sokuto geri na garganta tirando a vida do sujeito e alegando legitima defesa?":
hahaha... nunca. Já tentei em briga de baile. O guri massageou o pescoço e voltou pra porradaria. Esses golpes funcionam com o sensei mostrando, fazendo aquela careta, dando aquela fungada com a boca, batendo os pés no taco, dando aquele soquinho na cintura daquele meikyo heavy canvas fino de tanto usar e os alunos olhando o golpe naque senpai que ele escolhei para mostrar a eficácia. Um exemplo de golpe eficaz: agarrar pelas orelhas, encontrar uma quina (meio fio, canto de balcão, etc) e bater com a cara do cara até perder as forças. Provavelmente um ladrão que tenha dado esse vacilo de ser pego desta forma não vá conseguir se levantar depois disto para reagir.

À questão "Lembrando que a prioridade é a integridade da sua familia, por isso gostaria de respostas sensatas, ou deixaria o sujeito realizar o assalto sem reagir e chamando a policia assim que conseguir?":
Sim. Chamaria a polícia para procurar um cara que me apontou a arma, ameaçando-me não olhar para ele e não poderei fazer um retrato falado. Sou tranquilo quanto a isto, porque tal situação inexiste na vida real. Ladrões assaltam com abordagem a vítimas, no mínimo em dois.

Meus comentários (correlatos às suas questões):
Para que no karatê haja eficácia na defesa contra armas, TEM DE HAVER prática.
No karatê olímpico só há kata e kumite;
No tracidional, há estas duas categorias, mas há também mais uma, em que você ensaia
junto com mais uma ou "n" pessoas, uma sequência, de sua escolha e coreografia, uma
sequência de ataques e defesas.
Logo, penso que duas categorias:
1) uma com uma faca de madeira, com tinta, colocaria em disputa o agressor e o agredido, para que o agredido defenda-se sem que haja marcas de tinta em seu kimono, pescoço, olhos, etc;
2) outra com uma pistola de paintball, na mesma modalidade.
O que não se usa atrofia...hehehe.

Quanto aos golpes letais, esqueça. É duro de ouvir, mais duro de declarar. Só funciona ali,
naquele teatro todo da aula, no makiwara, fazendo-se aquela cera toda que, antigamente fazia-se em praças e em exibições. Hoje em dia não se faz mais, devido já à conscientização dos professores de que aqueles gemidos e caras com olhos esbugalhados só garantem a dissuasão.


[]´s
BigBoy







Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #3 Online: Setembro 18, 2011, 13:54:49 »
Outra coisa que me esqueci de comentar na seção "meus comentários":
   Um aluno ainda pode processar o mestre da academia pra arrancar alguma grana, alegando
estar recebendo aulas de defesa contra armas e, ao ter sido lesionado ao aplicar tais técnicas
aprendidas, quer responsabilizar o cidadão que lhe ensinou tais coisas. Inclusive sentiu-se
atraído por tais aulas por ter visto em uma apresentação tais práticas.
   Resumo: ensinar defesa pessoal, pra geração "Y" é roubada.

[]´s
BigBoy

Offline Andrews Moura

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 175
  • Votos: +0/-0
  • Nunca, nunca desistas...
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #4 Online: Setembro 18, 2011, 19:35:23 »
Oss.

Eu ainda acho que a melhor defesa pessoal é evitar certos lugares e caminhos, embora no nosso dia a dia certas situações são difíceis de evitar, agora se o bandido vai te assaltar da a $%&!  do celular,dinheiro ou o tênis mesmo que você possa da um couro nele deixa ele levar , na vida essas coisas vão e vem mais a vida é única e se bem vivida vale muito mais do que o que o bandido pode levar, agora se você acha que sua vida tem preço vai em frente pois vaidade só leva o ser humano a ruína.

Ah e antes que digam que tenho síndrome de Gandhi  sou a favor de reação caso o  bandido tenha por objetivo tirar sua vida, ou de seu pai,mãe, mulher  e filhos e etc   a questão é ter sabedoria pra distinguir a diferença entre os momentos pois erros podem ser fatais a todos.


Oss.
"Tenha coragem de seguir o que seu coração e sua intuição dizem. Eles já sabem o que você realmente deseja. Todo resto é secundário" (Steve Jobs)

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #5 Online: Setembro 18, 2011, 20:23:34 »
Pra quem usa esta linha de pensamento, eu pergunto: e como é que ali, no momento de absoluto stress, a gente descobre se o cara vai só te assaltar ou vai também te matar?
Abraços,
Rodrigo

Offline Andrews Moura

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 175
  • Votos: +0/-0
  • Nunca, nunca desistas...
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #6 Online: Setembro 18, 2011, 20:45:46 »
Pra quem usa esta linha de pensamento, eu pergunto: e como é que ali, no momento de absoluto stress, a gente descobre se o cara vai só te assaltar ou vai também te matar?


Creio eu que instinto, mais posso está errado.
"Tenha coragem de seguir o que seu coração e sua intuição dizem. Eles já sabem o que você realmente deseja. Todo resto é secundário" (Steve Jobs)

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #7 Online: Setembro 18, 2011, 21:18:05 »
Na minha opinião enquanto a negociação é possível (e entenda-se negociação também por entregar tudo e o bandido vai embora sem machucar ninguém) não se deve reagir. A reação só deveria existir quando esgotaram-se todas as chances de negociação, quando a integridade física ou a vida de alguém (da própria vítima ou seus familiares) estão em risco.
Já tive que me defender de um assalto a mão armada (canivete) e reagi com sucesso. Na época era jovem e "ignorante" e agi sem pensar. Era faixa roxa e não tinha treinamento específico de defesa pessoal, só as técnicas "fajutas" ensinadas nas aulas de karatê (como alguns disseram nos posts anteriores, coisa com que não concordo totalmente).
Atualmente sou faixa preta, duas décadas mais "experiente" e treino defesa pessoal regularmente. Mesmo assim, só reagiria na situação que descrevi acima, ou seja, quando fosse inevitável.
Karate Wado Ryu

Offline bcabrera

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 245
  • Votos: +0/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #8 Online: Setembro 18, 2011, 21:21:45 »
Excelente topico...minha opniao..armas de fogo bem como facas so tem uma solucao...se acalmar e tentar demonstrar total submissao . segue um video ilustrativo... vou postar e continuaremos o papo


http://www.youtube.com/user/haffoc?blend=14&ob=5


outra coisa importante e o efeito surpresa. Quando voce e rendido o seu corpo trabalha todo em sentido de auto preservacao, portanto por mais que voce queira uma reacao , provavelmente ela vai ser preciptada. O que eu sugiro e um equalizador de forcas, uma faca, ou uma arma de fogo numa situacao de surpresa tb. O momento  mais oportuno para  isso seria ou  antes da abordagem ou depois da abordagem...NUNCA durante! Gostaria deixar bem claro que sou absolutamente CONTRA qualquer reacao. Muitos policiais com horas de treinamento tecnico especifico muitas vezes reagem e sao assassinados, portanto nao recomendo aos " especialistas " com horas de internet. Ja tive em casos de assalto a mao armada e conseguimos prender o assaltante pelo uso da inteligencia e nao da forca!

Concordo e me sinto bem incomodado quando visito dojos e assisto a professores ensinando " tecnicas mortais secretas " para seus alunos.

mas enfim, respeito o direito do professor de passar esse tipo de tecnica , so nao aceito os alunos aceitarem sem questionarem

grande abraco

OSS
Se eu parecer confuso ou com medo, posso estar em DEAI. A verdade nunca saberá...
Siga no Twitter: @bruno_cabrera

FighterGojuKai

  • Visitante
O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #9 Online: Setembro 18, 2011, 21:27:01 »
Oss, há cerca de um mês, dois rapazes apresentando ter seus 16 anos conseguiram entrar na empresa onde eu trabalho, que por sinal movimenta muito dinheiro, era de manhã por volta de umas 08 hrs, os moleques chegaram mandando todo mundo para o fundo da empresa e eu como estava agaixado consertando uma máquina, não notei a movimentação, então fui abordado por um dos sujeitos armado, aparentemente o outro estava desarmado, como eu fui a única pessoa que estava calma e sem tremer, até mesmo os ladrões tremiam, eles pediram para que eu abrisse o cofre e colocasse o dinheiro na mochila, com uma arma apontada na minha cabeça e agora trememdo colaborei, enquanto alguns covardes se esconderam...após o assalto todo mundo me questionava: por que vc nao fez nada? Mas voce não luta? Ainda ouvi muita gente olhando as gravações das cameras e caçoando de mim, mas minha resposta era simples: voce queria morrer? Não néh, então se eu reagisse alem de colocar a minha vida em risco, colacaria a sua e a de pessoas inocentes que não pretendiam se envolver e reagir em um grande risco de morte! Se eu estivesse sozinho e reagisse que se $%&!, a vida é minha, mas ali não, ali voce e outras pessoas estavam comigo, e pensei comigo: eles disseram que não iriam machucar ninguem, só queriam dinheiro, e o dinheiro não é meu, e mesmo que fosse para que reagir? Oss

Offline marcelo dias

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 59
  • Votos: +0/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #10 Online: Setembro 18, 2011, 21:28:52 »
Oss.

Eu ainda acho que a melhor defesa pessoal é evitar certos lugares e caminhos, embora no nosso dia a dia certas situações são difíceis de evitar, agora se o bandido vai te assaltar da a $%&!  do celular,dinheiro ou o tênis mesmo que você possa da um couro nele deixa ele levar , na vida essas coisas vão e vem mais a vida é única e se bem vivida vale muito mais do que o que o bandido pode levar, agora se você acha que sua vida tem preço vai em frente pois vaidade só leva o ser humano a ruína.

Ah e antes que digam que tenho síndrome de Gandhi  sou a favor de reação caso o  bandido tenha por objetivo tirar sua vida, ou de seu pai,mãe, mulher  e filhos e etc   a questão é ter sabedoria pra distinguir a diferença entre os momentos pois erros podem ser fatais a todos.


Oss.


Concordo com você, mas acho que somos minoria.

Oss

FighterGojuKai

  • Visitante
O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #11 Online: Setembro 18, 2011, 21:42:55 »
Oss, caro bigboy, respeito sua opinião, mas desacreditar da eficacia de um golpe de karate em uma area vital é perturbante, dizem alguns estudiosos que um soco de um karateca bem treinado pode chegar a 700 kg na hora do impacto, imagina isso transformado em haito vindo de encotro a um pomo de adão o estrago que causaria...os mesmos estudos dizem que o chute de um karateca bem treinado pode chegar a 900 kg na hora do impacto, agora imagina toda esta potencia transferida para uma area de contato menor como a faca do pé no sokuto geri...no mínimo quebraria o pescoço do sujeito. Agora enquanto ao golpe citado: pegar nas orelhas e bater a cabeça dele em uma quina, até você conseguir segurar as orelhas e leva-lo a uma quina, já levou uns 15 tiros ou facadas e ele ja matou sua familia...oss

FighterGojuKai

  • Visitante
O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #12 Online: Setembro 18, 2011, 21:48:55 »
Oss, ainda sou contra reação! Oss

FighterGojuKai

  • Visitante
O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #13 Online: Setembro 18, 2011, 23:07:03 »
Oss, refletindo um pouco mais, cheguei a uma conclusão: a defesa contra armas deve sim ser ensinada a qualquer pessoa que tenha no minimo um pouco de sanidade, desde que seja explicito para que serve, quando e onde usar, assim como todas as outras tecnicas de karate, só deve ser usado em caso de vida ou morte, ex: um ladrão aponta uma arma para voce ou para algum familiar e fala: qual suas ultimas palavras?, claro que um ladrão não falaria isso, mas neste caso o que voce faria? Morreria? Assistiria de braços cruzados à morte de um ente querido? Este seria o momento perfeito e merecido para utilizar o seu karate, esta é minha humilde opinião, oss!

Offline bcabrera

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 245
  • Votos: +0/-0
Re:O "perigo" da defesa pessoal
« Resposta #14 Online: Setembro 18, 2011, 23:56:13 »
Caro amigo Fighter Goju Kai...nao quero de forma nenhuma desrespeita-lo , mas entenda o que eu vou te dizer provavelmente varias pessoas no forum gostariam de dizer o mesmo:


"ASSISTA A MENOS FILMES DE ACAO E CONTINUE TREINANDO KARATE!"

OSS
Se eu parecer confuso ou com medo, posso estar em DEAI. A verdade nunca saberá...
Siga no Twitter: @bruno_cabrera