Autor Tópico: Quebrando dogmas  (Lida 4040 vezes)

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Quebrando dogmas
« Online: Outubro 23, 2009, 01:27:03 »
Recentemente o Sensei Koike, passou suas férias aqui no Brasil, e ficou hospedado por 23 dias na casa do Sensei Felipe (aqui no Rio). Eu não estou trabalhando no momento, e fiquei quase todos os dias passeando com ele (mostrando a cidade maravilhosa), claro que conversamos muito durante esses dias, e ele me contou muitas histórias sobre o kenshusei e sobre a faculdade (Teikyo).

Aprendi muito com ele e fiquei sabendo das últimas lá da terra do sol nascente, mas o que realmente me impressionou foi que senti da parte dele uma mágoa.

Sabemos de muitos casos de pessoas que ficaram meio revoltadas com os japoneses, mas foi a primeira vez que senti um pouco de revolta de um japonês, não contra alguém especifico ou entidade, mas contra a própria mentalidade e o sistema instalado no karate no Japão.

Ele foi da mesma turma de kenshusei do Tom Kompier, que deixou o curso por causa da quebra da JKA, ou seja, estava no olho do furacão, disse que houve reuniões que coisas foram ditas que não deveriam ser ditas, não entrou em detalhes, mas a tristeza estava estampada na sua cara.

Me contou que um dia foi ao treino de certo professor, como fazia a anos, e foi impedido de participar, falaram que ele tinha se formado em Teikyo, e que agora Teikyo estava na outra "banda" (que engraçado o cara nem pode escolher).

Essa "passagem" realmente foi triste para o karate.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #1 Online: Outubro 23, 2009, 09:38:04 »
Eu sempre disse que o problema não é o Karate, e sim, os Japas que treinam Karate.
Nunca vi gente tão incompetente como eles. Até para ensinar, são ruins.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Bountaro

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 12
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #2 Online: Outubro 24, 2009, 15:51:38 »
Meus camaradas,é muito complicado julguar os japas, acho que nem  devemos.Muitos não gostam deles,mas queiram ou não,d eles trouxeram o karatê para o Brasil,e devemos muito à eles, por isto como karateca que somos deveríamos ser gratos,e nossas diferêças deveriamos guardar pra nós mesmos seria mais sábio,
porém somos livres para expressarmos nossas opiniões,é só por isso que estou escrevendo,ha! e penso também que uma converça como o amigo ai teve com o japa, não deveria ser contada pra ninguém mas cada um pensa como quer,desculpem se não concordm com minha opinião.ÔSS!
Que Deus abençoe a todos!

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #3 Online: Outubro 24, 2009, 20:55:21 »
Meus camaradas,é muito complicado julguar os japas, acho que nem  devemos.Muitos não gostam deles,mas queiram ou não,d eles trouxeram o karatê para o Brasil,e devemos muito à eles, por isto como karateca que somos deveríamos ser gratos,e nossas diferêças deveriamos guardar pra nós mesmos seria mais sábio,
porém somos livres para expressarmos nossas opiniões,é só por isso que estou escrevendo,ha! e penso também que uma converça como o amigo ai teve com o japa, não deveria ser contada pra ninguém mas cada um pensa como quer,desculpem se não concordm com minha opinião.ÔSS!
Que Deus abençoe a todos!

Prezado Bountaro,
concordo que devemos ser gratos por terem trazido o Karatê, mas devemos execrar as coisas "podres" que fizeram e fazem por aqui.
Me parece que o comentário, feito pelo companheiro Simões, deva servir como alerta para Karatecas mais novos, ou mesmo mais antigos, que tiveram a sorte de partilhar e de degustar somente o "sushi e o sashimi"  que estava em cima da mesa, e não os restos que ao invés de estarem no lixo, quiseram nos enfiar goela abaixo".
Oss
Ricardo

Offline Felipe Andrade

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 685
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #4 Online: Outubro 25, 2009, 04:03:01 »
sensei d'elia, com o maximo respeito, que sei que é o minimo que sua historia mereçe... meu Sensei.... NUNCA falou mal de nenhum japones....

Sensei Paulo Pinto graduou-se shodan em 72 (diploma pela JKA)

por que, só o pessoal da terra da garoa fala mal dos japoneses????

por aqui, no RJ, TODOS tem total respeito por eles...

por que???????
Furimukeba Tiisana Kinou, Me wo agereba Mugen no Ashita

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #5 Online: Outubro 25, 2009, 11:25:51 »
sensei d'elia, com o maximo respeito, que sei que é o minimo que sua historia mereçe... meu Sensei.... NUNCA falou mal de nenhum japones....

Sensei Paulo Pinto graduou-se shodan em 72 (diploma pela JKA)

por que, só o pessoal da terra da garoa fala mal dos japoneses????

por aqui, no RJ, TODOS tem total respeito por eles...

por que???????



Por que?

Porque, acredito que o Paulo tenha tido um contato mais direto e longo com os professores Uriu, Tanaka, Inoki e Takeuchi, que foram os que estiveram sempre por aí e pelo que lembro, ficou mais voltado para sua academia e nunca o vi mais depois de 77 em competições ou em treinamentos, ou seja, teve sorte ficou com a parte boa.

Estes professores que citei, sempre foram muito atenciosos comigo e aprendi muito com eles, o Tanaka me ensinou a competir e me tratava com gentilezas, inúmeras vezes fiz refeições na sua casa na época de Seleção, o Uriu um karateca e uma pessoa excelente do qual me considero um amigo pelos diversos momentos juntos, o Inoki foi meu técnico e tenho admiração por ele, com o Takeuchi tive um desentendimento, juntamente com mais dois atletas da Seleção, quando ele era o técnico.

Por outro lado, aqui em São Paulo, tive contato com dezenas de professores japoneses, a grande maioria bons karatecas e pessoas íntegras como os mestres Shinzato, Sagara, Buyo, Takamatsu, Akamine, Watanabe (não era o Taske!!!), Higashino, Yanaguisawa, Ito, Matsumi, entre outros.
O professor Okuda foi quem me fez ver e aprender o melhor Karatê, mas não o convidaria para ser "padrinho" do meu filho, muito menos ainda, um "outro" que temos aqui em SP.

Vou mais além, o Paulo Goés, o Ronaldo, o Vitor Hugo, por muitas vezes contavam as sacanagens pelas quais passavam ou via por aí, o próprio professor Denilson Caribé só admirava o Tanaka e o Machida, pelos outros tinha apenas contato formal e "metia o páu na japonesada!!!"

Prezado Felipe, eu vi o outro lado deles, convivendo diariamente por mais de 30 anos com professores japoneses que sempre estiveram por aqui, como os convidados que vinham para cursos e no Japão quando estive por 15 dias no Campeonato Mundial, tudo o que vi, o que passei e o que soube por grandes amigos (Ricardo Carvalho, Ennio Vezzuli que estiveram por anos no Japão) me dão a certeza e o direito de expressar minha indignação com muitos deles.

Felipe, fique à vontade para comentar minhas críticas,  você é um cara respeitoso, educado e com muita sorte também, já que tem o Paulo Pinto como Sensei e, mais ainda, não ter contato com os japoneses, assim pode ter a impressão que somente por aqui falamos mal deles!!!

Oss







Ricardo

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #6 Online: Outubro 25, 2009, 11:47:16 »
Essa coisa de japonesada é muito pessoal e cada caso é um caso.

Só conheci os do Rio e mais o Kawamura, o Sasaki, o Sagara, o Machida e Watanabe. Tenho minhas impressões sobre eles e posso falar porque como disse são impressões. Todas são baseada em fatos porém com excessão do Takeuchi, em poucos fatos.

Do Rio:

Tanaka - Pra mim o melhor tecnico, formou uma equipe de karate que ganhou tudo nos anos 70. Sempre me tratou com cordialidade porem com distancia.

Uriu - Amigo do meu Sensei Takeuchi, porém não gosto nem um pouco.

Enoque - Definitivamente não gosto.

Takeuchi - Um Deus. Seus alunos o adoravam mas reconheço que era dificil com os outros.

Outros:

Machida - Gente finissima, um gentleman.

Sasaki - Muito teórico pro meu gosto.

Sagara - Fiz 1 aula e não gostei.

Kawamura - Gente finissima, um gentleman.

Watanabe - Arrogante ao extremo.

Ou seja, tem gente boa e gente ruim, dependendo da nossa aproximação. Contudo são extremamente unidos quando se fala de relacionamento com outros povos.
É igual quando tem briga de 2 grupos de traficantes e a policia chega. Eles se unem pra mandar bala na policia.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Felipe Andrade

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 685
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #7 Online: Outubro 25, 2009, 12:12:01 »
obrigado pela resposta sensei d'elia....
obrigado ao gustavo tambem....

respeito a opnião de ambos e de qualquer outro que fale bem ou mal do que quer que seja...

só queria entender o por que, e agora entendi
foi como o gustavo disse "Essa coisa de japonesada é muito pessoal e cada caso é um caso"


obrigado

Furimukeba Tiisana Kinou, Me wo agereba Mugen no Ashita

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #8 Online: Outubro 25, 2009, 12:57:03 »
Um outro SEnsei do Rio, afastou um de seus melhores alunos, sómente porque ele deu uns safanões num outro folgado visitante da Bahia, que fora ali para espancar os alunos de seu Mestre. Ao inves do mestre ficar de seu lado, mandou- o embora.
Hoje, posso garantir que foi a melhor coisa que poderia ter-lhe acontecido.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #9 Online: Outubro 26, 2009, 14:26:38 »
Eu sou fã do trabalho do Kurosawa, adoraria te-lo conhecido.

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #10 Online: Outubro 26, 2009, 14:53:28 »
Eu sou fã do trabalho do Kurosawa, adoraria te-lo conhecido.

oss

"Depois da Chuva" é realmente maravilhoso!!!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #11 Online: Outubro 26, 2009, 15:52:15 »
Quando abri este tópico foi em relação ao meu espanto de pela primeira vez ouvir de um japonês uma insatisfação também quanto à parte política, mas a maior foi contra o modo de pensar e agir do karate japonês. Para ter uma idéia senti dele uma admiração ao nosso modo de encarar karate bem mais light do que no Japão.

Sempre fui pela linha dura no dojo, mas ouvindo as histórias do Koike Sensei me fez pensar bastante que certos extremos devem ser evitados, como pro exemplo a relação kohai/sempai.

Sempre achei que a relação kohai/sempai aqui no Brasil deveria ser levada mais a extremos, eu mesmo algumas vezes “apertei” alguns kohais, durante os treinos, por achar que eles cometeram algum erro, ou tomaram “liberdade” de mais no dojo, podia ter sido uma brincadeira ou gozação, não importa, dou uma “apertada”, nada de mais na verdade, na maioria dos casos, eles conseguem treinar no próximo treino. Eu também, já fui “apertado”, inúmeras vezes na minha vida dentro do karate, e na maioria sabia o porquê disso.

Sensei Koike me contou, que no seu segundo ano na universidade, ele dirigia o carro para um sempai do quarto ano, quando viram na rua outro aluno só que do terceiro ano, o sempai mandou ele mostrar o dedo médio (aquele sinal chulo) para o aluno do terceiro ano. Quando chegou no dia seguinte ao dojo o aluno do terceiro ano falou que tinha visto o sempai deles no carro e sabia que ele tinha o mandado fazer o sinal, mas que a cadeia de comando tinha que ser mantida e iria meter o cacete nele, falando isso, o Sensei Koike se postou em pé com os braços atrás das costas e recebeu as bordoadas. Depois que ele me contou isso eu dei um sorriso ele me falou:”...parece engraçado né, um trote de faculdade...mas eu perdi um dente nessa brincadeira”.

Ouvindo isso eu comecei a repensar o extremismo, eu nunca bati em alguém que não tentasse se defender, as “apertadas” que dei em kohais ou as que recebi de sempais eram lutas, teoricamente todo mundo começa com chances iguais. Koike Sensei era da equipe da universidade depois foi chamado para o kenshusei e se formou no curso esse sempai(terceiro ano) dele pode não ter sido nada, talvez se lutassem ele varresse o cara, mas.... “o sistema tem que ser mantido”, e esse tipo de pensamento é que acho que ele era contra.


OSS

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #12 Online: Outubro 26, 2009, 16:34:03 »
Caro Simões,

você poderia falar mais sobre o que seriam essas "apertadas"?
Deu pra entender mais ou menos.. mas você poderia explicar melhor?

tipo, pega o kohai, que fez alguma $%&! e mete a porrada certo?

a questão é: o que justificaria uma apertada? que tipo de delito?

Oss!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #13 Online: Outubro 26, 2009, 18:53:24 »
Olá!
A pergunta não foi para mim mas...
Falta de respeito,
falta de disciplina,
falta de comprometimento,
não só com o sempai, como também com o Karate.
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #14 Online: Outubro 27, 2009, 07:34:43 »
Isso não seria um pouco exagerado não?

Um cara qeu não tem disciplina, respeito e/ou nem comprometimento, não seria melhor convidá-lo a se retirar, sair do karate?
(tipo: "vai praticar muay thay!")

Além do mais, hoje em dia nas academias, pelo menos as que eu conheço, inclusive na minha, o qeu mais tem é pessoas nas características citadas...

agente ia ter qeu viver dando porrada nos outros...

(aí também o que ia chover de processos judiciais...)
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)