Autor Tópico: Sistemas de graduação separados dentro do Dojo  (Lida 1191 vezes)

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Sistemas de graduação separados dentro do Dojo
« Online: Fevereiro 02, 2011, 16:26:25 »
1. Vocês concordam em ter dois sistemas de graduação da faixa-branca até a preta, diferenciando crianças e adultos, ou "time de luta" do Dojo dos demais artistas marciais?
 
2. Como seria o sistema de graduação perfeito para sua escola (número de faixas, cores, motivo ou exame de graduação para obtenção...)


Oss
« Última modificação: Fevereiro 02, 2011, 17:02:16 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Sistemas de graduação separados dentro do Dojo
« Resposta #1 Online: Fevereiro 02, 2011, 17:05:10 »
Eu acho que deve haver sim separação no sistema de graduação, afinal criança não deve ser cobrada como um adulto (não vou entrar em debates sobre educação infantil ou psicologia).

Entretanto, não concordo que se deve permitir que criança faça exame de faixa na mesma periodicidade que adolescentes e adultos.


Fiquem com Deus!!!

Offline bruno_leite

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 417
  • Votos: +0/-0
  • Espírito Inabalável...
Re:Sistemas de graduação separados dentro do Dojo
« Resposta #2 Online: Fevereiro 02, 2011, 17:39:47 »
Concordo com o Alexander.
E ainda digo mais:
No Judo, algumas escolas adotaram um sistema de graduação diferenciado quando o aluno é muito criança (branca, cinza, azul claro, azul escuro, amarela laranja, verde, roxa, marrom e preta), enquanto para alunos mais velhos tem menos faixas (branca, azul, amarela, laranja, verde, roxa, marrom e preta). Isso faz com que a criança leve mais tempo para chegar na faixa preta, o que é positivo, pois dificilmente acontece o que vemos no karate, com meninos de 12, 13 anos de idade com a faixa preta na cintura. Será que esse faixa preta novinho pode ser cobrado como um faixa preta adulto? Claro que não!

Quanto à periodicidade de exames de faixa, acho que deveria ser normal, porém, com mais faixas para as crianças, eles, por tabela, levariam bem mais tempo para se graduar na faixa preta. A graduação serve, principalmente para os mais novos, como estímulo.

Eu estava até conversando com um membro do forum no msn ontem... já faz um certo tempo que eu desencanei em relação a graduação e, depois disso, o tempo passou muito rápido, e eu me dedico em APRENDER KARATE, e não em me graduar apenas... de nada adianta uma faixa preta na cintura e na hora H, perder para um faixa amarela da vida...
Eu, por exemplo, tenho mais tempo de faixa roxa (8 anos) do que muito faixa preta tem de karate... isso não desmerece nem a mim nem a estes faixas pretas...

Oss.
"A victória depende da habilidade que temos em distinguir as vulnerabilidades, naqueles que pensam que são invulneráveis."
Gichin Funakoshi

Offline almagexnum

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 76
  • Votos: +0/-0
    • Sob um Ponto de Vista Diferente
Re:Sistemas de graduação separados dentro do Dojo
« Resposta #3 Online: Fevereiro 02, 2011, 18:58:41 »
Onde pratico karate os exames são efetuados anualmente, assim não acontece nem dos adultos nem das crianças se graduarem muito rápido, o que de fato é justo, pois, no meu ponto de vista a prática diária vale muito mais do que ficar mudando faixa de cor. O que deve mudar é o espírito, a mente.

O treino para as crianças também deve ser mais pedagógico, com mais brincadeiras que envolvam a arte marcial em questão e menos cobrança, a seriedade deve vir com a idade.

Não consigo imaginar uma criança de 13 anos sendo shodan, é essa coisa de atropelar fundamento que torna a arte marcial meio "playboy", de fazer tudo com pressa e sempre ter uma intenção violenta por trás daquilo que se está aprendendo.

Oss!
Ou seu karate sim, ou seu karate não. Se seu karate mais ou menos, te pego feito uva.