Autor Tópico: Sobre o Dojokun  (Lida 4950 vezes)

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.469
  • Votos: +4/-2
Sobre o Dojokun
« Online: Março 26, 2008, 22:30:28 »
Sempre falo minha posição sobre o dojokun.

Acho que o mesmo foi uma das ferramentas usadas para se mistificar o karate, fazendo-o atrativo e diferente para os ocidentais.

1- Não creio que quem não traga os principios de casa os adquira fazendo karate.

2- Não é possivel que quem não faça karate, não possa ter os principios ali contidos.

Como os 10 mandamentos da Lei de Deus, não precisa que o cidadão seja católico para os seguir. Isso vem de dentro, vem do carater, vem de berço.

Se o Fernandinho Beira Mar fizer karate seguirá o dojokun?

Guandi não fez karate, alguem seguiu mais o dojokun do que ele?

That´s it folks.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Antoine

  • Visitante
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #1 Online: Março 26, 2008, 23:07:01 »
Que é que há velhinho? Como diria o Pernalonga.

Colega, tava pelo Fórum tentando consertar umas Hagadas anteriores e vejo seu post. É um tema tão polêmico que mesmo o Dojo Kum tem várias versões em termos de extenção.

Nisso estou de acordo contigo. No entanto, quando eu comecei a fazer Karate, ele provocou mudancas estranhas em mim. Eu era um Bobão enorme que não sabia a força que tinha, e nem o potencial gerador de violência, e ao mesmo tempo era putamente inseguro. Resultado explosivo. Era o tipo de pessoa que ia engolindo sapo, engolindo sapo, até que uma hora podia colocar em ação todo o meu tamanho e força contra meus contemporâneos adolescentes. Podia ter dado uma grande $%&!.
O karate faz a gente se situar perante a humanidade, perante  nosso corpo (nossa força), perante nossa história, - avô, pai, eu, filho, etc.

Não estou rebatendo sua tese, de que o Dojo Kun mude a essência de alguém, Dojo Kun não muda picas, mas o Karate muda. E aí é que tá - há opiniões que dizem o contrário. Não me refiro a psicopatas, e patologias do gênero, do mal, mas nas do bem, que se beneficiam do Karate

Parabéns pela coragem do Post. Um dia a gente tinha que debater isso.

Oss.

Offline Ricardo S

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 45
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #2 Online: Março 26, 2008, 23:16:20 »
Respeitosamente, penso um pouco diferente.

Acho que os padrões de ética e postura (o dojokun é apenas um exemplo) que são parte fundamental do karate, contribuem sim para uma mudança de comportamento dos praticantes.

É tema recorrente do meu sensei o fato de que para atingir graduações é preciso mais do que técnica. Você tem que ter a postura e a atitude, dentro e fora do dojo. E isso é seriamente levado em consideração no momento do convite para exames de faixa (é perceptível).

O que acaba acontecendo é que as pessoas se guiam pelo modelo dos mais graduados e os que não se adaptam à realidade do karate (respeito, esforço, caráter e tudo mais) acabam saindo com o tempo.

Concordo, você não muda todos que entram no karate. Uns mudam, outros não, outros desistem, natural. E, é muito claro, que o karate não é o único caminho para se evoluir neste sentido. Nem necessáriamente o melhor para cada um. Mas considero de grande ajuda na formação dos praticantes.

Sds
« Última modificação: Março 26, 2008, 23:19:52 por Ricardo S »

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #3 Online: Março 27, 2008, 07:54:58 »
Oss!

Gustavo, cara, é tudo uma questão de objetivo.
Eu te garanto que mesmo quem já vem com essas coisas de berço não traz consigo TODAS elas. E mesmo assim você com o tempo e prática vai absorvendo o que lhe falta.

Além disso, como muito corretamente disse o Ricardo, o Sensei faz toda a diferença do mundo nessas horas. Se ele não traz consigo o Dojo-kun certamente seus alunos não aprenderão e certamente não irão se importar em aprender.
Também gosto muito de citar Platão nessas horas, nós nos unimos a nossas semelhantes invariavelmente, os bons aos bons e os maus aos maus. Um homem bom entre os maus se tornará mais maléfico e um mau entre os bons certamente se tornará mais bondoso (é óbvio que estou generalizando, mas dado o tempo e as condições adequadas isso será quase sempre verdade).
Portanto, uma pessoa sem princípios ao adentrar uma academia onde as pessoas seguem o Dojo-kun, certamente será influenciada e com o tempo aprenderá também.

Além disso, sua teoria sobre os 10 mandamentos está bastante incorreta (e quase preconceituosa eu diria). Digo incorreta (e preconceituosa) porque leva em consideração que o conceito de certo ou errado é "universal" e que as suas crenças são a única verdade.
Se você for analisar os padrões sócio-culturais vai ver que esse tipo de coisa varia muito, apesar de ter uma base comum. Não vamos entrar na discussão sobre se a verdade é absoluta ou não, esse não é o caso nem o objetivo do meu argumento.
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Offline Jose Fernando Pimentel

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 272
  • Votos: +5/-5
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #4 Online: Março 27, 2008, 08:20:09 »
O Dojokun é uma verbalização de conceitos conciderados fundamentais a um cidadão numa sociedade. A Arte marcial só é arte porque vai além do critério técnico objetivo. Não é só uma questão de ser efetivo num combate, mas sim utilizar o caminho marcial na formação do cidadão. Treinei com ótimos Karatecas que não lutam bem, mas tem conhecimento e postura impecáveis. Por outro lado treinei com ótimos lutadores que eram uns canalhas.

Dojokun são preceitos educacionais que se aplicados no dia a dia do treino podem ajudar na formação e mudança do ser humano. Mas é claro que esses preceitos se misturam com valores familiares e socias.

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #5 Online: Março 27, 2008, 08:26:46 »
Gustavo

O Dojo kun são apenas alguns conceitos retirados do Budismo pelo Funakoshi, assim como o Aikido é mais voltado ao Omoto-kyu.

Por isso Gandhi conhece bem por ser Indiano e religioso.


OSS

Offline Gakusei

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 225
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #6 Online: Março 27, 2008, 08:43:39 »
O Dojo kun são apenas alguns conceitos retirados do Budismo pelo Funakoshi...

Samurai, de onde vc tirou que o sensei Funakoshi foi o formulador do Dojo kun?
Não há nenhuma evidência concreta nesse sentido. Não existe nada sobre o dojo kun dentro do que ele escreveu (e escreveu bastante). 

Gakusei
Gakusei - A. Azevedo-Filho

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.469
  • Votos: +4/-2
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #7 Online: Março 27, 2008, 09:14:17 »
Acho que esse pode se tornar um belo topico pelo nivel das respostas. Continuo lendo. Vou lendo e repensando, depois posto.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline gustavo.antao

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 79
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #8 Online: Março 27, 2008, 09:35:32 »
Bom... aqui vai a opinião de quem ainda é faixa colorida, que treinou durante 2 anos quando ainda era moleque, ficou 12 anos sem treinar e agora voltou para o Karate.

Não digo que o dojo-kun em si molda as pessoas, mas como bem disse o Antoine o Karate pode moldar. Antes de estudar karate pela primeira vez , eu era um moleque marrento e muito briguento, era olhar meio torto pra mim que eu já queria sair na porrada.
Depois de 2 anos de treino (E meu antigo sensei nunca falou em Dojo-kun) eu já era um cara muito mais calmo, seguro e controlado e isso se manteve até hoje, mesmo com esses 12 anos que fiquei fora do karate.

O karate pra mim, representou disciplina, respeito, companheirismo e superação. Meu antigo sensei não falava do dojo-kun, mas o karate eliminou aquele moleque briguento e inseguro para dar lugar a uma pessoa melhor.

Não sei se minha opinião foi de muita valia, mas é minha história.

Um abraço!

Gustavo Antão
"As vezes você está discutindo com um imbecil... e ele também." (Millor)

Kaiko

  • Visitante
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #9 Online: Março 27, 2008, 10:08:43 »
Opa, finalmente um tópico interessante. Espero que todos possam dar sua opinião sem réplicas agressivas! Sobre o o dojokun tenho uma opinião semelhante a do Gustavo. Quando vou ao dojo, procuro seguir todas as regras de etiquetas que ali são exigidas. Simples, não há complexidade nisso. Com relação a minha conduta "social", me porto seguindo todos os valores positivos que aprendi durante minha vida - seja a educação dada pelos meus pais, a educação obtida na escola, as lições advindas dos erros e acertos da vida

Pessoalmente, acho que não podemos misturar as coisas. Considerar o dojokun algo essencial, que deve ser recitado com "vigor" lhe atribui um aspecto quase que "religioso", metafísico. Aí, não concordo. Pratico karatê para me sentir bem, fisicamente, mentalmente (a descarga de adrenalina combate o estresse), manter a saúde, fazer amigos, etc. Se eu precisar princípios de conduta moral, procuro a comunidade religiosa com a qual me identificar. Se tiver problemas de convívio social, procuro um terapeuta (psicólogo, psiquiatra).

Tudo isso, é uma opinião particular. Contudo, não desprezo o dojokun, pois muitas pessoas lhe dão um grande valor. Para elas, os princícipos são fundamentais, e não são raros os relatos de que esses fundamentos tenham tido grande influência na vida delas. Por isso, respeito todas as opiniões.

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #10 Online: Março 27, 2008, 10:44:41 »
Samurai, de onde vc tirou que o sensei Funakoshi foi o formulador do Dojo kun?
Não há nenhuma evidência concreta nesse sentido. Não existe nada sobre o dojo kun dentro do que ele escreveu (e escreveu bastante). 

Gakusei

Funakoshi foi o responsavel pela divulgação do Karate no Japão da mesma forma que ele renomeou katas e o significado do kanji karate quem garante que o Dojo kun não era maior do que é hoje, então ele não criou mais pode ter mudado tambem, tanto que ja vi dojo kun diferente e outros "estilos".

Comprei e li esta semana o livro " tres mestres do Budo" e o autor mostra claramente que a aceitação do Karate no japão foi dificil pelo fato dele ter vindo de Okinawa, Funakoshi foi escolhi pelo sua polidez, inteligencia, cultura social mas não há plena certeza de que tenha sido o mais forte e tecnico dos karatecas da época.
E como os Okinawanos são vistos como estrangeiros na época acredito que houve muita mudança ate a aceitação dos japoneses.

OSS

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #11 Online: Março 27, 2008, 11:06:46 »
HITOTSU JINKAKU KANSEI NI TSUTOMURU KOTO

Sempre - Esforçar-se para formação do caráter

HITOTSU MAKOTO NO MICHI O MAMORU KOTO

Sempre - Fidelidade ao verdadeiro caminho da razão

HITOTSU DORYOKU NO SEISHIN O YASHINAU KOTO

Sempre - Criar o intuito de esforço

HITOTSU REIGI O OMONZURU KOTO

Sempre -  Respeitar acima de tudo

HITOTSU KEKKI NO YU O IMASHIMURU KOTO

Sempre - Conter o espírito de agressão
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Neto110

  • Visitante
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #12 Online: Março 27, 2008, 12:18:34 »
Que eu lembre o Mestre Funakoshi ensinava o NIJUKUN< foi o mestre Nakayama que criou o DOJO-KUN que conhecemos nas academias Shotokan.

Concordo, porém que a prática do karate naõ era no princípio vinculado com filosofia nenhuma, mas como prática cultural japonesa ele estava inserido no modo de viver japones, que estava sendo transformado e aí, haviam mestres que eram mais modernizados e outros que eram mais ortodoxos.

Vejo vantagens no modo de pensar ortodoxo e tradicionalista porque seou assim, e então, vou defender o que mais se assemelha a mim. POnto.

O moderno é ruim? Nunca, o Mestre Nakayama fez uma boa contribuição ao karate "modernizando-o". Mas, ele era modernista ou tradicionalista? Para os nossos padrões ele era ortodoxo, para os da sua época ele naõ era considerado tão purista.

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #13 Online: Março 27, 2008, 12:40:02 »
Funakoshi ja era modernista, mudando nomes seguindo o uso de faixa do Judo, uso de Kimono, pois em Okinawa treinava-se com a roupa do dia a dia.
Nakayama alem de modernista tambem foi estudioso um cientista da arte.
facil ver isso no livro Karate Dinamico.

Interessante neste livro Tres Mestres do Budo é que a comparação dos tres no final do livro Kano começou a treinar na faculdade e com 35 anos ja não fazia mais treinos efetivos enguanto Funakoshi e Ueshiba depois de mais de trinta anos de treino reformularam e criaram seus Budos.

Agora fiquei me perguntando se na época algum mestre de jujutsu chegou a chama-los de picaretas, lembrando que muitos estilos antigos de jujutsu deixaram de existir devido varias proibições politicas da época.

OSS

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re: Sobre o Dojokun
« Resposta #14 Online: Março 27, 2008, 13:06:37 »
Samurai, realmente grande parte dos criadores de novas escolas foram chamados de picaretas. Jigoro Kano foi um deles. A diferença para os verdadeiros picaretas, como os que hoje estão aí a proliferar, é que os alunos de Kano derrotaram o pessoal das escolas mais antigas em diversos enfrentamentos. Naquela época não bastava falar, tinha que sustentar.
Abraços,
Rodrigo