Autor Tópico: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO  (Lida 7228 vezes)

A. HIGINO

  • Visitante
KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Online: Julho 10, 2009, 15:30:08 »
A muito tempo, surgio um tópico parecido (karatê antigo vs karatê moderno vs karatê eficiente), infelismente não pude participar, mas lendo o conteúdo achei por bem trazê-lo a tona novamente.
Deixo aqui o meu comentário sobre o assunto e gostaria que outros abordassem o tema.
A meu modo de ver, praticando já a 25 anos, deduso que o karatê esportivo é como uma sombra que só imita os movimetos do corpo, muitas vezes deformado, não tendo conteúdo pujante para vencer um combate real.
É sabido por todos que mesmo treinando forte, e fazendo muito jyu-kumitê, de vez em quando somos surpreendidos por uma técnica mais forte. Agora imaginem quem não tem o costume de suportar tais golpes tralmáticos tendo que enfrentá-los em um combate real.
Devemos sempre lembrar que o Karatê-Dô Marcial foi a única arte marcial criada exclusivamente para guerra, e se afastar disso é o mesmo que está praticando outra coisa qualquer, menos Karatê.
Pois vejamos, toda arte marcial tem a sua caracteristica própria que a distingue das demais; o judô é conhecido pelos arremessos, o jiu-jitsu pelo sólo, o kung-fu pelos movimentos classicos, o muai-tai pelos chutes baixos, a capoeira pela ginga, o taekwondô pelos chutes. E o Karatê?
Antigamente, até meados dos anos noventa, o Karatê-Dô era conhecido como a arte de um só golpe, denominada de arte dura. Essa é a caracteristica do Karatê, e se você não pratica visando o golpe único, você pratica outra coisa, que já esta na hora de ter outra denominação, porque se o esportista diz que pratica Karatê e o Budo-ka diz que pratica o Karatê um dos dois está mentindo, já que o que praticam são totalmente diferentes, menos o nome.

Offline Toha

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 440
  • Votos: +0/-0
  • Karate-dô Shotokan.
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #1 Online: Julho 10, 2009, 15:56:59 »
Meu Sensei já me falou a respeito desse Karatê esportivo, o tal shiai kumitê.
Não acho muito legal. Mas é um esporte, faz bem a saúde. Tem seu valor.

A. HIGINO

  • Visitante
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #2 Online: Julho 10, 2009, 16:06:06 »
Não questiono seu valor como atividade física, mas questiono é o que se ensina como se fosse Karatê-Dô, pois quem aprende e gradua-se, imagina-se saber defender-se em um combate real, e sabemos que pior do que não saber lutar é imaginar que sabe e acreditar nisso.
Karatê não é filosofia, bem estar, saúde, etc. Isso são consequencias do desenvolvimento como lutador. Karatê-Dô é combate real, sem isso como saberemos sua eficiência.

Offline sergiotucano

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 118
  • Votos: +0/-0
    • Livre Pensamento
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #3 Online: Julho 10, 2009, 16:22:19 »
O que seria o karatê puramente esportivo?

O Interestilos ?

Por que fora este, e eu posso estar enganado, todos os estilos de karatê tratam-no como Marcial.

São os maus preparados Senseis que eventualmente podem dar uma direção errada ao seus alunos, haja vista que os participantes de Pan Americanos são karatecas tradicionais e que devem treinar nos seus Dojôs a parte Marcial da Arte.

Falando de minha pessoa, treino Shorin Ryu e os treinos são sempre o mais forte possível, os Kumites sem violência mas sempre com Agressividade.

Fazemos treinos de Calejamento e aos nossos Kihons e Katas são exigidos, do nosso Sensei, o máximo de Kime possível.

Também treinamos defesa pessoal.

Nosso Sensei sempre diz que quanto mais efetivo melhor, ou seja, dar um soco e derrubar o adversário.

Bom, não sei se me fiz entender . . . mas... é isso  ;D


Oss !

Offline Toha

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 440
  • Votos: +0/-0
  • Karate-dô Shotokan.
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #4 Online: Julho 10, 2009, 16:33:12 »
Na verdade, para mim, esse Karatê é como enterro de anão. Dizem que existe, mas nunca vi. Acho que é quando eles fazem kumitê, não pode encostar o golpe no adversário. Acho que deve ser meio coisa de mulheres e tal.
Oss...

A. HIGINO

  • Visitante
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #5 Online: Julho 10, 2009, 17:05:03 »
Creio que em toda Confederação de Karatê tenha bons praticantes, poucos mas tem, o que está em pauta é o que a maioria (90%) está praticando, e denominando de Karatê.
Quando eu comecei a minha pratica a 25 anos, me ensinaram que eu devia treinar diligentemente todos os dias, até chegar o tempo em que eu poderia derrubar um cavalo com um único golpe.
Eu não vou ser arrogante, presunçoso nem prepotente a esse respeito, mas faço um belo estrago.
Não sou fâ desses vale-tudo, mas devo dizer que ele serviu como divisor de águas, sabe porque? Pergunte-se se o Karatê que você pratica prepara você para derrotar tais adversários sem a necessidade de você ir praticar outra arte marcial tais como: judô ou jiu-jitsu.
Se a sua resposta foi sim, parabens você pratica o verdadiro Karatê-dô Marcial, mas se foi não desconsidere tudo que eu disse, porque dificilmete alguem que se gradua e vai tão longe admitirá que está praticando algo inservível.   

A. HIGINO

  • Visitante
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #6 Online: Julho 10, 2009, 17:17:06 »
Sergio tucano, ninguem pode servir a dois senhores, a Deus e ao Diabo.
Não se pode praticar Karatê-Dô Marcial e Karatê esportivo, você pode se tornar um campeão de karate espotivo praticando o marcial, mas não o contrário.
Não existe esse negócio de participar de competição, seja regional ou internacional e na academia praticar o lado marcial. Desculpe mas isso é balela, já é difícil alcançar um nível considerável de aptidão em combate real, treinando exclusivamente o lado marcial, imagine fazendo isso esporádicamente.
Não dá.

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #7 Online: Julho 10, 2009, 17:39:10 »
Prezados companheiros,
vou comentar numa ordem cronológica fatos ocorridos e vivenciados, como Karateca e competidor, desde 1964:
1- em 1964 a forma como se lutava numa competição, era exatamente idêntico à um combate na academia;
2- de 1967 à 1977, em todas as competições vários atletas interrompiam, prematuramente, sua participação por lesões moderadas ou graves;
3- à partir de 1978, pretendeu-se moderar e controlar através de regras mais rígidas, e protetoras, à integridade física dos lutadores, o que de fato não ocorreu pela falta de conhecimento dos professores mais antigos que, tinham como ponto de honra, causar grande dano ao adversário para uma verdadeira vitória (já comentei que nosso técnico, Okuda Sensei, gritava ao lado do Koto: "Mata, mata ...");
4- com o aparecimento da WUKO, e durante o Mundial da Austrália (1984), as coisas tomaram realmente um novo rumo onde não era permitido adotar atitudes que caracterizassem  um sentido letal nas técnicas de ataque;
5- em 1988, como técnico da Seleção Brasileira no Mundial do Egito, pude observar mudanças importantes nos combates e a que mais despertou minha admiração, foi a capacidade de ataques em seqüencia, com combinações de chutes e socos, onde os atletas com comprovada potência nos seus golpes, eram aqueles que obtinham a maior parte dos títulos;
6- mais recentemente estive ainda presente como técnico em dois Mundiais, um Universitário e um Senior, sempre vendo dezenas de verdadeiros karatecas-atletas "demolindo" e vencendo seus adversários, e raramente um "atleta" vencendo algumas lutas.
Concluindo, acredito que o Karatê deva dar ênfase de forma exaustiva ao treinamento dos fundamentos, mas também ter a possibilidade de enfrentar e expor-se a maior quantidade possível de adversários dos mais diversos níveis,  dentro da academia ou em competições.
Lembro, ainda, como é bom e recompensador depois de anos de treinamento, e meses de preparação para uma competição, estar ali sem saber quem vc vai enfrentar e durante o combate aplicar um soco ou chute abdome e fazer o adversário dobrar ou cair, ou então um ashi-barai jogando o cara pra cima e esperando ele descer com um soco, ou quem sabe um mawashi-geri no queixo ou no pescoço fazendo ele ajoelhar-se.
Acredito que minha descrição não seja de ballet ou de um monte de pulinhos, é de um ex-competidor e praticante do verdadeiro Karatê.

Para ilustrar meu relato, faço as seguintes perguntas:
Podemos afirmar que Nakayama Sensei (um Educador Físico por formação) estava errado ao elaborar as primeiras regras de competição, como forma de fazer com que os karatecas pudessem avaliar sua capacidade de combate frente à vários outros e no sentido de aumentar o contingente de praticantes?
Podemos afirmar que seu comentário sobre a colaboração da competição na evolução do Karatê é equivocado?
Podemos afirmar, generalizando, que o Karateca que fica no seu micro universo, sua academia ou seu grupo, fazendo o "seu" verdadeiro Karatê pode se achar "mais" do que aquele que sai pelo mundo, competindo e trocando, com qualquer um que apareça na sua frente?
Oss
Ricardo

A. HIGINO

  • Visitante
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #8 Online: Julho 10, 2009, 18:12:07 »
DElia, seria o mesmo Ricardo DElia? Se for é uma honra para mim.
A questão não é o nível da agressividade ou dano imposta durante as competições. É, o que as competições modernas estão produzindo. Competidores que arrogam qualidades que não possuem, digo por experiência própria, ao enfrentar em lutas de academia (jyu-kumitê) lutadores arrogantes tidos como Campeões, julgando-se capaz de sobrepujar quem pratica diligentemente o Karatê-Dô Marcial. Sempre impus-lhes no jyu-kumitê uma derrota vergonhosa. Porque no Jyu-kumitê, não ha pontos, termina normalmente com um praticante tombando, isso quando este não praticou o verdadeiro Karatê.
São faixas pretas, com Dan's elevados, que se multiplicam como formigas. São campeões com grau baixissimo sobrepujando graduados, isso ocorre porque o nível dos graduados é tão baixo que se nivela por baixo.
Fogem do contato como o diabo foge da cruz.
O Karatê-Dô é basicamente uma arte Impírica, se nunca soube a extenção do seu poder, quem testou sabe. E se sairá vencedor em um combate real.
Essa é a questão. 
OSS...

Offline Ulbricht

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 246
  • Votos: +0/-0
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #9 Online: Julho 10, 2009, 18:48:15 »
Hoje em dia o que mais tem são caratecas(com C mesmo) se achando o maxímo porque ganharam determinado campeonato, mas na hora da porrada correm feito menininhas!! Oss!!!
Luís Eduardo de Oliveira Ulbricht

Offline Farkatt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 603
  • Votos: +0/-0
    • Bubishi - observatório das artes marciais em Pernambuco e no Brasil
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #10 Online: Julho 10, 2009, 23:58:31 »
Existem exceções Higino, alguns que competem "por pontos" e se destacam, ainda treinam de forma que conseguem também demonstrar o karate em sua forma real. Cito por exemplo 3 que são verdadeiros Karatecas mas mesmo assim já competiram ou competem por "pontos"... 3 exemplos bem próximos a você, Toinho (grande Toinho), Germano Pimentel ( um dos camaradas que eu tiro o chapéu no karate) e Mano Santana, que apesar de se dedicar a sua carreira de atleta, é um verdadeiro karateca budoka... esses você deve conhecer de perto, não ?

Mas você está certíssimo... cada vez mais o karate marcial está sendo esquecido em substituição a essa corrida por medalhas e "semi" ou "nenhum" contato... isso pra mim é esporte e dos mais medíocres, estamos vendo o karate ir para o mesmo buraco que o taekwondo caiu, o Judo já está a muito tempo e o JiuJitsu caminha a passos largos... tudo em nome da tentação que a palavra "olímpico" trás, com toda a sujeira e desonra que vem por trás...

Offline Ilson MSP

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 331
  • Votos: +0/-0
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #11 Online: Julho 11, 2009, 03:08:29 »
Oss

     Karate Do é Karate Do e pronto...
     O resto é essa mediocridade que vemos sendo divulgada por aí...
     Caros colegas, infelizmente, estão cobertos de razões o Karate Do esta indo para o buraco!
     Como bem o senhor descreveu, D’elia Sensei, Karatecas podem ganhar campeonatos sérios, mas hoje em dia quais são os campeonatos de Karate que podem ser considerados como sérios?  Realmente o senhor esta com a razão, a competição impulsionou o Karate Do, mas hoje tudo esta tão distorcido e tosco que vemos verdadeiras aberrações sendo chamados de Karatecas só porque colocam medalhinhas no peito e troféus nas estantes...

Oss
"Só sei que nada sei" (Sócrates)

Offline Prof: Antonio Marcio

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 236
  • Votos: +0/-0
  • "Deus é Fiel"
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #12 Online: Julho 11, 2009, 10:11:25 »
Prefiro o karate-Dô arte marcial do que muita mediocridade que eu tenho visto por ai, é mais eficiênte e bonito de se ver !!!!

Oss.
" Golpear com precisão significa definir mentalmente o golpe que irá se aplicar e colocá-lo em prática assim como foi planejado"
Miyamoto Musashi,Gorin no sho

Offline Prof: Antonio Marcio

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 236
  • Votos: +0/-0
  • "Deus é Fiel"
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #13 Online: Julho 11, 2009, 10:39:45 »
Como postei em outros tópicos, fui em várias academis pelo país e pude observar que o nível dos faixas pretas estão baixissimo, a ponto de ver pelo menos três faixas pretas fazendo jyu-kumite ao mesmo tempo com um faixa verde, um faixa preta já não seria demais para ele? O que ocorre é oque está sendo discutido nesse tópico, muitos ostentam algo que não possuem, treino um estilo de karate de contato e bem similar daquela época (40 anos atraz), em um dos treinos que sempre faço com o pessoal do karate atual, tive a oportunidade de fazer um kumite com um faixa preta recem formado, o mesmo alegou ao Shihan presente que eu estava tocando nele (dei um simples toque de raspão e me desculpe), então o shihan dele falou para soltar o braço em mim pois oque ele fazia era karate e não ballet.
Senti um ar de tristeza naquele shihan como se tivese saudade de tempos longiquos, e o faixa preta, nem chegou perto de mim.
Não sou o cara mas, gostaria muito que esses atletas que praticam o esporte(não que eu não seja contra), mas, pudesem fazer o verdadeiro karate-dô arte marcial, acho que eles se sairiam até melhor em suas performace como atleta.
Oss.
" Golpear com precisão significa definir mentalmente o golpe que irá se aplicar e colocá-lo em prática assim como foi planejado"
Miyamoto Musashi,Gorin no sho

Offline Toha

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 440
  • Votos: +0/-0
  • Karate-dô Shotokan.
Re: KARATÊ-DÔ MARCIAL VS KARATÊ ESPORTIVO
« Resposta #14 Online: Julho 11, 2009, 19:18:35 »
Pessoal...
Ouvindo esses depoimentos de vocês, acho que posso me sentir um cara recompensado, de sorte.
Moro numa cidade muito pequena, sou apenas um faixa laranja, na academia onde eu treino, há pouco alunos...
Não entendo como funciona essa coisa de lutar sem tocar no adversário. Onde eu treino, o "couro come". Depende da vontade do cara. Não interessa a graduação, se o cara quer entrar na porrada, beleza. Até o meu Sensei entra na porrada, me sinto realizado quando consigo acertar um golpe nele. Já aconteceu algumas vezes...
Claro que tem uns caras que não gostam muito de fazer "um kumitê legal". Esses, a gente dá um desconto.
Acho que preciso enfrentar uns caras de outras academias para ver como funciona a parada.
Sei lá... Não me preocupo muito com isso. O importante para mim é melhorara a cada aula...
Hehehe...
Oss...