Autor Tópico: APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.  (Lida 38941 vezes)

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #15 Online: Outubro 07, 2010, 14:32:40 »
alias, na mainha opiniao Bunkai é SEMPRE FANTASIOSO.

KATA É KATA, KUMITE É KUMITE.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #16 Online: Outubro 07, 2010, 14:55:03 »
Pô, mas vocês já começam com um kata sinistrão...
Podíamos começar de baixo mesmo, por exemplo, analisando os bunkais dos Heian, a começar pelo Heian Shodan mesmo.
Que tal?
aí, inclusive mais pessoas poderão opinar ou simplesmente tirar dúvidas.
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

A. HIGINO

  • Visitante
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #17 Online: Outubro 08, 2010, 10:37:16 »
OSS...

Qualquer um pode aprender a LUTAR sem precisar aprender FORMA (KATA-KATI).
Isto é inquestionável!
Agora ninguém aprenderá verdadeiramente o Karatê-Dô sem aprender KATA.

KATA e KUMITE são como “arma de fogo” e a “mão que empunha a arma”.
Qualquer pessoa pode segurar um REVOLVER e dispará-lo, é como lutar, qualquer Arte Marcial se propunha a isto!
Isto também é inquestionável!
Agora a habilidade em manusear o REVOLVER e atingir o ALVO com destreza aí é outra história!
Precisa de MÉTODO e FORMA de empunhadura e manuseio PRE-DEFINIDOS, que serão repassados de geração a geração.
Esse METODO ou FORMA será repetido a “seco” incontáveis vezes até desenvolver a habilidade necessária para atingir o objetivo.
ISSO É KATA!
Quanto tiver desenvolvido essa habilidade, aí vai para o tiro “prático”.
ISSO É KUMITÊ!
No entanto mesmo com toda a habilidade já adquirida, nenhum atirador que se “preze”, desprezará o MÉTODO e a FORMA do “tiro a seco” (KATA), senão a sua FORMA de sacar, empunhar e atirar se deteriorará e a sua perícia em atirar (KUMITÊ) diminuirá.
...........................
No KATA se treina de uma SÓ VEZ:
1- Fundamentos (Dachi-Waza, Tzuki-Waza, Keri-Waza, Uchi-Waza, Ate-Waza, Uke-Waza).
2- Sen-No-Sen, Go-No-Sen e Tai-No-Sen.
3- Tai-Sabaki e Kawashi.
4- Goshin (Defesa Pessoal).
5- Kansetsu-Waza, Nage-Waza.
6- Suri-Waza.
Etc, Etc, Etc e Kumitê...

Não conheço outro MÉTODO que prepare e condicione o praticante para o KUMITÊ que supere o KATA.
O “Frente a Frente” não dá “habilidade”, ele testa a sua habilidade adquirida no KATA e no KIHON.
.........................

O que “difere” o KATA do KUMITÊ é que um é EMPÍRICO e o outro NÃO!


OSS...
« Última modificação: Outubro 08, 2010, 10:42:05 por A. HIGINO »

Offline KATASHOTOKAN

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 873
  • Votos: +0/-0
  • KARATE-DO só quem pratica sabe a força que tem
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #18 Online: Outubro 08, 2010, 11:03:29 »
Oss! O Kata é um dicionário que contém uma infinidade de técnicas, O Karate-Do é uma arte basicamente sem armas, porém com as técnicas adequadas, algumas partes do corpo podem ser convertidas em armas eficazes, O arsenal de armas do Karate-Do está no Kata, Existem muitos Kata e cada um deles contém muitas técnicas e entre elas certamente está aquela que se necessitará em algum momento, porém se não tiver compreendido bem o Kata, não saberá encontrar a arma adequada dentro do arsenal, Existem pessoas que treinam somente Kumite e se vangloriam de ter descoberto ou inventado uma nova técnica, Se tivessem treinado os Kata saberiam que esta nova técnica que acreditam ter inventado seguramente está contida em algum dos arsenais dos Kata, Pode-se dizer que não há nenhuma técnica nova, antes de nós alguém já a descobriu foi aperfeiçoada e classificada em algum Kata.
 
Enquanto ensinava os seus estudantes e explicava as diferenças básicas entre as escolas de Itosu e Higaonna, Kenwa Mabuni prestava uma maior atenção aos Kata, Ele acreditava que os Kata, que combinavam técnicas de ataque e de defesa, eram a parte mais importante do Karate-Do, e que era necessário entender o significado de cada movimento e executá-lo corretamente, Kenwa Mabuni foi o primeiro a introduzir o conceito do Bun-kai Kumite e do Hokei Kumite, que demonstram o propósito e mostram o uso correto de cada Kata, De acordo com Kenwa Mabuni o estudante ignorando o Kata e praticando apenas Kumite, nunca irá progredir no Karate-Do e nem irá entender o seu significado.

Esse paragrafo (aqui resumido) faz parte de um "projeto" do livro que estou pensando em escrever,originalmente destinado aos Karatecas mais graduados.
“O propósito supremo do KARATE-DO não está contido na vitória, nem na derrota de adversários, mas, no aprimoramento do caráter, da personalidade e da honra de seus praticantes."

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.461
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #19 Online: Outubro 08, 2010, 13:01:52 »
Oss,

Esta colocação do A. Higino deveria complementar os livros de Karate-do - perfeito!

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Shaolin do Norte

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 608
  • Votos: +0/-0
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #20 Online: Outubro 08, 2010, 18:03:11 »
OSS...

Qualquer um pode aprender a LUTAR sem precisar aprender FORMA (KATA-KATI).
Isto é inquestionável!
Agora ninguém aprenderá verdadeiramente o Karatê-Dô sem aprender KATA.

KATA e KUMITE são como “arma de fogo” e a “mão que empunha a arma”.
Qualquer pessoa pode segurar um REVOLVER e dispará-lo, é como lutar, qualquer Arte Marcial se propunha a isto!
Isto também é inquestionável!
Agora a habilidade em manusear o REVOLVER e atingir o ALVO com destreza aí é outra história!
Precisa de MÉTODO e FORMA de empunhadura e manuseio PRE-DEFINIDOS, que serão repassados de geração a geração.
Esse METODO ou FORMA será repetido a “seco” incontáveis vezes até desenvolver a habilidade necessária para atingir o objetivo.
ISSO É KATA!
Quanto tiver desenvolvido essa habilidade, aí vai para o tiro “prático”.
ISSO É KUMITÊ!
No entanto mesmo com toda a habilidade já adquirida, nenhum atirador que se “preze”, desprezará o MÉTODO e a FORMA do “tiro a seco” (KATA), senão a sua FORMA de sacar, empunhar e atirar se deteriorará e a sua perícia em atirar (KUMITÊ) diminuirá.
...........................
No KATA se treina de uma SÓ VEZ:
1- Fundamentos (Dachi-Waza, Tzuki-Waza, Keri-Waza, Uchi-Waza, Ate-Waza, Uke-Waza).
2- Sen-No-Sen, Go-No-Sen e Tai-No-Sen.
3- Tai-Sabaki e Kawashi.
4- Goshin (Defesa Pessoal).
5- Kansetsu-Waza, Nage-Waza.
6- Suri-Waza.
Etc, Etc, Etc e Kumitê...

Não conheço outro MÉTODO que prepare e condicione o praticante para o KUMITÊ que supere o KATA.
O “Frente a Frente” não dá “habilidade”, ele testa a sua habilidade adquirida no KATA e no KIHON.
.........................

O que “difere” o KATA do KUMITÊ é que um é EMPÍRICO e o outro NÃO!


OSS...


Higino Sensei,  mais uma vez foram perfeitas as suas palavras! Parabéns!!!
      Gustavo

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #21 Online: Outubro 09, 2010, 15:48:57 »
5- Kansetsu-Waza, Nage-Waza.

só uma coisa, quem acha que treina isso em kata se engana feio.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

A. HIGINO

  • Visitante
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Descorda.
« Resposta #22 Online: Outubro 09, 2010, 20:29:46 »
OSS...

Não se pode comparar a forma nem mesmo o número de repetições com que são treinadas as técnicas de Kansetsu-Waza e Nage-Waza no Jodô ou Jyu-Jitsu com as treinadas nos KATAS do Karatê-Dô, isso seria tolice.

Agora afirmar que não se pode treiná-las nos KATAS é desconhecê-los totalmente.


OSS...

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #23 Online: Outubro 19, 2010, 22:53:24 »
Espero não ofender ninguém, apenas vou dar minhas sinceras impressões, e não vou discutir com quem não concordar porque sei que minhas avaliações aqui são superficiais:

Sobre bunkai e kata, em alguns momentos o bunkai tem pouca importância no treino de kata em sí, como no caso do gankaku. O kata serve totalmente seu objetivo, de desenvolver equilíbrio ao karateca, obviamente que deve ser treinado através de um bunkai relativamente realista, mesmo que na prática pouca coisa vá ser daquele jeito.

O meikyo, kata que também tem meu completo asco, é outro em que, tudo bem, tem uns "tira a mão de mim", mas ninguém vai girar simplesmente pra encarar alguém de frente com UM KIBA DACHI, a não ser que não dê amor aos cojones. O que eu gosto do kata, é que um sensei me dizia que sua tradução (ele treinava pelo nome rohai) era "um kata para velhos", porque o único chute que tem no kata é aquele mikazuki geri, que usa o quadril, mas não os joelhos, ou seja, um velho tem que se virar. Tenho um amigo que parou de treinar shodan por dores nos joelhos ao chutar. Dê socos então...

O jitte como já disse minha opinião, seu objetivo de treino é treinado todo no jion e outros kata básicos, mas suas técnicas de braço são totalmente inúteis ao meu ver.

O gojushiho é um kata que pra mim parece um kati de kung fu. Gira pra cá, gira pra lá, e tudo o que se treina com braço é menos aplicável que outras técnicas. Quem inventou só queria complicar. Suas transições de base também não servem pra mim, pois o treino de kokutsu dachi só tem serventia pra combate quando feito em transição rápida, ou vira simples musculação de perna. Sem falar que aquela técnica de tirar o agarrão do pulso (podem vir com outro bunkai que imaginarem) é uma piada pra uma situação real.

Os heian ensinam muita coisa, demora-se tempo pra entender que só se aprende algo quando se entende perfeitamente a transição de um oponente pra outro em cada kata.

Os tekki treinam vibração do quadril no Shotokan, tem que treinar. Não critico o bunkai no kibadachi pois nestes 3 kata as técnicas são bem aplicáveis se levemente adaptadas. Uma ótima é o que eu considero uma cotovelada com cada braço no sandan quando o cara chega perto demais.

Jion, é $%&!, sem comentários, este kata é o heian shodan dos seitei.

bassai dai é um kata muito bom, mas pra mim só funciona se treinado com um ar de kihom, com poucas pausas e sem se importar com deixar a técnica quadradinha, mas como se estivesse lutando mesmo. Pra mim nele vale deslisar os pés, dar uns defesões bem amplos... nem to. Fica totalmente irreal se treinado daquele modo "defendi porque tirei o braço do oponente milimetricamente pro lado do corpo".

Sochin é outro kata porrada, mas com ressalvas. O que que treina no seu karate fazer aqueles movimentos lentos, se não são com contração total? Pra mim o bunkai do primeiro movimento é defender o rosto e dar um tetsui nas bolitas do cara. Treine lento se for "faixa-branca" no kata. Pra quê estas coisas irreais? Aquela puxada de cabelo no final (aprendi isso) podia ser mais desenvolvida pelos karateka como uma pegada violenta, não só neste kata, treinada porcamente e com objetivo de deixar quadradinho.

ninjushiho é violento. ensina combate aproximado. Muito bom.

kanku dai gosto da idéia dele ser uma compilação dos kata básicos. Acho que ele teria que ser o kata ensinado depois dos 5 heian pra fechar tudo. Além disso acho que o shuto como ataque é o "golpe de karate", e tem que ser treinado todos os dias por todos os karateka. É pra destruír onde pegar, partir braço no meio. Porque ninguém treina otoshi shuto uchi? Cresci achando que esse era o golpe que o karateka usava pra sair quebrando tudo...

O empi tem técnicas legais, mas não gosto de treinar, treino quando mandam...

O hangetsu é o kata de musculação, tirado daqueles outros estilos que só treinam katas robóticos. Esse tipo de kata não deixa ninguém mais forte. A idéia é até muito boa e eu treino ele com relativa frequência porque acredito que dê muito mais controle e coordenação a quem pratica, só acho que devia ter as técnicas mais bem planejadas, mas aí é gosto pessoal, pois as técnicas deste kata são relativamente básicas.

Jiin é um exemplo de kata que, por ter sido retirado da JKA ou qualquer motivo que não lhe torne muito famoso, ninguém treina. Isso mostra que tem kata inútil por aí.

Unsu tem técnicas muito boas, até um aluno do mestre Enoeda (tive a grande oportunidade de treinar semestre passado na Irlanda) me disse que em seu bassai dai próprio o japa dava mae kekomi e treinava bastante este golpe, ao invés de yoko. Pelo menos pra mim tem uma cultura neste kata de dar socos fortes, e não pra marcar presença. Aquele pulo nada a ver. Alias, estes pulos podiam ser substituídos por algum cascudo nos kata. Se é pra treinar pliometria, use um obstáculo. Se é pra dar técnica pulando, pule no kihom...

Minha idéia é como eu disse num outro tópico treinar uns 8 kata, e desenvolver o resto no kumite. Sou apenas um faixa marrom mas garanto que se obtém muito mais sucesso tendo 50% ou mais de todas as aulas treinando kihom ippon e jiyu ippon (já se treina kihom e kumite!), uns 30% kihom (destes, 25% no ar e o resto acertando escudos e saco) e 20% do resto, sempre incluíndo muito exercício físico. Manter seu pico de força e resistência é o foco da prática física da arte marcial, e não a boniteza e o controle. Então quem não bate e defende com eficiência não deve subir de faixa.

Gostei do que um Sensei disse uma vez: que não critica quem treina kata, mas enquanto se treina kata pode-se usar o tempo treinando coisas mais interessantes.

Bom, são só impressões de quem não manja muito.
Oss
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #24 Online: Outubro 20, 2010, 07:31:50 »
Quem te ensinou isso tudo Guicomes? (ou como você aprendeu tudo isso?)
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #25 Online: Outubro 20, 2010, 13:46:03 »
Treino SHOTOKAN à seis anos, praticamente todos os dias.
Da branca à laranja (depois azul clara) treinei em um dojo da ITKF onde se treinava um kata superior por dia. Tinhamos tempo pois lá até saco de pancada era proibido bater "era errado pra técnica do karate". O treino era mais papo que físico e eu tinha que buscar coisas por fora, como depois do treino chegar em casa e treinar tudo o que tinha ouvido durante um bom tempo. Com o tempo pesquisei na internet e vi que alguns mestres japas faziam o mesmo, tanto pra se sobressaír quanto porque o super mestrão lá mal dava aulas... só corrigia, fora o amor pelo karate que também desenvolvi.

Quando comecei, saí de alguns meses de kickboxing por influência de um grande amigo (que hoje é um dos melhores faixas pretas de shotokan que já vi). O cara me mostrou uns punhos do karate, bases e uma coisa que eu amo até hoje que é o TAI NO SEN. A idéia de defender e atacar simultâneamente me maravilhou, pois nunca tinha visto algo tão efetivo pra porrada, e apesar de eu ser valente desde pequeno e revidar bulling, virava saco de pancada se o cara era mais forte. Infelizmente este meu amigo, que tem uma idéia correta do karate (apesar de divergir com a minha em vários momentos) mudou-se pra outro estado em busca de trabalho após meu primeiro semestre na arte (até hoje fazemos um shugyo por semana por ano). Mesmo neste dojo, com o que aprendi nunca mais apanhei. Até ocorreu uma briga entre eu e dois amigos contra ONZE garotos famosos por brigar em festa da nossa roda e podem crer, com a ajuda de uma corrente e uns mae geris vencemos todos eles e ainda levamos um celular pra casa (só pra contar um causo)... No final de 2005 fiz um curso com o Mestre Hidetaka Nishiyama onde saquei o que pra mim são os três pilares da técnica do karate, seja uma cabeçada ou um tapa :kime, pressão no solo e uso do quadril. Com isso em mente mesmo que se pare 10 anos de treinar o karateka vai saber aplicar o karate e voltar à linha muito mais rápido do que apenas começando do zero.

Depois de 2 anos mudei-me pra uma cidade próxima pra estudar em uma universidade melhor, onde o único cara que uma vez havia sido da minha federação me ROUBOU 35 reais de mensalidade (hoje dou rizada), pois nunca dava aula. Nesta época eu ainda era um BITOLADO achando que o karate era forte se tivesse uma sigla antes. Dei umas olhadas nos outros karate e só vi uma apresentação vagabunda no dia do desafio daquelas que você para e pensa "que $%&!..." Tal foi meu espanto quando vi um cara normal, sem ar de mestre, andando na rua com uma camiseta velha escrito simplesmente KARATE. Perguntei onde ele treinava, ele me deu um cartão vagabundo feito em casa e eu fui no seu dojo ASSISTIR A AULA, pois como todo pseudo-karateka, não desci do pedestal.

Fiquei espantado ao ver umas 25 pessoas na aula (naquele espaço que vocês podem ver no meu vídeo) treinando muito forte e quase sem pausas. No outro dia fui lá e cansei no aquecimento. Como sou samurai, fiz todo o treino e fiquei doente por uns dias. Depois dessa fiquei dias sem ir pois tinha um gashuku pra trocar de faixa onde eu ia perguntar ao meu sensei da antiga cidade (que nunca dava aulas, quem dava era aquele "senpai" que começou comigo e se graduou mais rápido como falei no outro tópico) o que fazer do meu karate. Me propuseram que eu comessasse a dar aulas na faixa-verde, ou que eu fosse duas vezes por mês pra minha antiga cidade ter aulas com este cara. Propus que eu treinasse neste dojo que estava 1000 anos na frente (ou 20 no passado) e fizesse os exames pela antiga federação, disseram NÃO. Ok, pesei minhas possibilidades e lembrei do que este novo professor tinha dito no primeiro dia de treino: "karate não tem dono, pode ser da federação que quizer e vir treinar aqui, o que eu quero é treino!". Resolvi mudar de dojo, ou agora aqui, lhes falaria um faixa-preta com uma opinião diferente da que eu postei, mas que apenas diz "sim senhor" pro cara que sabe algum kata que na verdade eu vejo como uma dança (falo de alguns kata específicos - sem kata não tem karate).

Neste novo dojo todos os dias treinavam uns 20 karateka, e tinha 61 filiados. O treino sempre foi muito duro, com chute nas pernas e golpes que só via na teoria ou no kihom parado até ali, e quando posto contra um saco, aparador ou OPONENTE, bati de cara com a realidade que não sabia $%&! nenhuma. No saco de pancada (um que eu levanto com um dedo hoje em dia) cansei de estourar calos de sangue no meio dos dedos, arrebentar os dedinhos do pé dando mae geri e qualquer outra coisa, e digo, pego faixas-preta que não sabem bater, mas sabem tudo quanto é kata. Também digo aqui que apanhei muito neste dojo, principalmente de um faixa-marrom com muito kime que não tinha controle pra bater na cara nem nas pernas. Vi costela quebrada uma vez, pé quebrado duas vezes (eu mesmo fui um que rachei o pé e passei 4 meses mancando no treino, mas naquela época eu não me importava com a dor), e quebrei o nariz de um faixa-vermelha na total falta de controle. Não quero dizer que isso é o correto mas não me entendam mal, quem treina sério nossa arte marcial está sempre vendo um pouco de sangue e carne roxa. A casa caiu pra mim nesse dojo, que não sabia nada! Pensava até em mudar pro jiu-jitsu ou alguma coisa que me tornasse bom de maneira mágica.

Com o tempo entrei na linha, e duvído que tenha outro dojo no Brasil com os treinos que tinha lá. Duvido mesmo, treino apenas a 6 anos e já visitei diversos dojo, fiz gashuku, e vi que não passa de teoria. Neste dojo outros garotos de outros dojo que tinha visto em gashuku que tinham se mudado também por histórias que com o tempo vi, eram parecidas com a minha, depois falei com um Sensei terceiro dan da JKA minha história (que é mais completa do que o resumo que posto aqui) que foi nos visitar pra ver aquele karate e vi que na verdade não sou creonte, pois sempre segui a estrada do SHOTOKAN, e parei de me culpar (a estratégia geralmente é fazer o aluno se culpar caso tome decisões sozinho não é mesmo?).

Bom, cheguei achando que era faixa-laranja, e em "técnica" realmente me sobressaía. TÉCNICA NO AR E KATA! Achei que por isso, iria fazer exame antes dos laranja do dojo, afinal, eu tinha essa pseudo-técnica e tempo de treino (tinha feito pra uma tal faixa-azul). Fiquei 1 ano no dojo até fazer pra verde... Na verde fiquei um ano, roxa seis meses, e estou na marrom a 1 ano e meio, com exame pra faixa-preta marcado para dezembro.

Treinamos sempre kata, bastante kihom ippon e jiyu ippon (que eu acredito que são 50% do karate) e principalmente kihom. O jiyu kumite já era, pois de toda a galera, muitos se formaram e foram embora, outros pararam, e o espírito dos que ficaram não é mais o mesmo. Temos namoradas, esposas, filhos que exigem grana e tempo, trabalho... Mas meu sensei está lá, firme, e está sempre pegando um ou outro pra por na linha. Tenho orgulho de treinar com amigos de verdade, e não com bolas murcha que se escondem atrás de dan. Só pra constar, meu sensei é quinto dan da CBKI completando este ano 29 anos de treino e foi campeão brasileiro em 99 (vão olhar torno isso tudo, eu sei...).

No primeiro semestre deste ano, tive a oportunidade de ir pra Dublin, na Irlanda após me formar pra estudar a língua inglêsa. A primeira coisa que fiz foi procurar um dojo. Visitei alguns dojo das melhores organizações citadas por aí, só achei mais do mesmo... uns caras bons de kihom no ar, kata e teoria. Um dia caminhando atrás de trabalho (trabalhei num café lá) vi numa janela empoeirada: JKA karate BLABLABLA. Entrei e vi um velho (Sensei Liam McGuirk - 5 dan) treinando kata. Me apresentei e treinei junto. No final do treino fui convidado a treinar com o tronco velho do karate na Irlanda, Sensei Tommy McGranne (7º JKA, 8ºKUI aluno do Mestre enoeda) cheguei lá, tinha uns 6 velhos (irlandês velho é tudo $%&!) me olhando torto... mas como fui apresentado o velhão deixou eu treinar numa boa (EU ESTAVA NO TREINO PARTICULAR DO VELHO!). Eu sabia que aquele karate era diferenciado na Irlanda, como em qualquer lugar. Muito kihom, gritos e cara feia, mas também sorrisos e um clima que só se encontra entre amigos sinceros (as vezes me emociono com alguns momentos que passei e me ajudaram como a uma pessoa da família). Dei o couro como sempre e como só tinha velho, meu kihom se sobressaiu, assim como umas manhas que aprendi com meu sensei pra jiyu ippon kumite (não aquele vagabundo que se para, da uns passinhos, fala o golpe... não, aquele que se mete a mão e o outro que defenda) aqui que fizeram o mestre McGranne me elogiar, e com o passar dos meses me perguntar quando eu prestaria exame pra preta (com um ar convidativo - cito isso por ficar muito feliz). Disse que ia demorar e só faria com meu sensei aqui, e cada opinião sincera crescia mais no conceito deles (infelizmente não pude aproveitar algumas oportunidades na irlanda de treinar com o kanazawa, e viajar pra inglaterra e treinar com outros famosos por culpa do trabalho). Isso tudo foi uma lição pra mim, que não importa aonde um graduado do nosso dojo vá, vai se virar e provavelmente, se sobressaír. Outra coisa é que não preciso seguir uma organização, minha história mostra que o que sim eu devo seguir, é um caminho 100% sincero quanto ao SHOTOKAN, por isso peço desculpas se algumas horas ofender falando o que pode lhes parecer bobagem.

Pode ser que naquele vídeo que postei não se monstre técnica apurada e eu esteja demonstrando uma imagem de quem não estuda e desenvolve a arte marcial, mas se pensarem isso estão equivocados.

Aos sábados os treinos eram só kata com o Sensei Liam (me emociono por lembrar diversas vezes dele ter me ajudado em enrascadas que me meti - quem acha que Irlanda é primeiro mundo se engana, lá tem muito problema com drogas entre os jovens, pobreza e miséria também!). Os treinos lá, como todo treino bom, é com poucas pausas, concentração e de duas horas. O problema é que, aí entra denovo a parte de kata. Não aprendi nada que melhorou meu karate, cada vez mais vejo que os kata avançados do karate só apresentam novas técnicas, que NÃO SÃO aprendidas em um kata, e um footwork INFERIOR aos kata básicos. Por isso tem kata que pretendo eliminar da minha vida de karateka.

Bom, falei muito e talvez não tenha dito nada. Mas garanto que só consegui escalar no karate treinando os kumites e batendo e saco de pancada e pau por aí, treinando muitas vezes no pátio de tênis. Minha opinião sobre os kata pode ser diferente, mas por favor não tomem como ofensiva, apenas ignorem se acharem bobagem.

Oss!
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #26 Online: Outubro 20, 2010, 14:37:43 »
Guicomes...
Caraça bicho, é informação pra cacete! :o

Ficou só um pouco confuso de entender sua linha de raciocínio (mas isso tem boa parte de deficiência minha mesmo.. mas também tem um pouco de culpa sua. Acho qeu você na ânsia de ser suscinto, acaba escrevendo de uma maneira muito rápida, e alguns pontos do seu raciocínio da idéia final acabam não passando pro papel. Incrivelmente ficando alguns pontos vagos. O texto tá grande? dane-se cara! escreve um livro, um testamento. mas não tenta resumir ideias e pensamentos não, que partes importantes se perdem. Eu gosto de ler. Boas histórias então eu adoro. A sua tava/é muito boa. Podia ter explorado mais.. mas tudo bem!)

Agora vamos as considerações do que eu consegui captar.

Cara, acho que boa parte da sua experiência e conhecimento teórico se deve aquele primeiro dojo lá, aquele ITKF. E pareceu-me que você refere-se a ele com uma certa mágoa, com uma certa desaprovação.

Em contrapartida também, o fato de você detonar alguns kata da forma que "detona", talvez também seja culpa deles (os ITKF).
Uma coisa é certa: é óbvio que você não estava preparado para receber o ensinamento de tais kata.

E acho qeu você ainda continua incapacitado para julgá-los.

O máximo que você pode fazer é um julgamento raso e superficial.

Seis anos de karate não é tanta coisa assim.

Há pessoas com 300 anos de karate e que continuam aprendendo.

E se é kata superior é porque tem um motivo.

Eu quando vejo o Pedrão falando de karate, kata e dandos suas explicações, eu confesso que fico impressionado e admirado.. nem sempre copreendo.. mas acho que o dia que eu chegar na idade dele, e se eu ainda estiver treinando karate, aí, nesse dia, aí talvez eu consiga entender.
Eu tenho plena convicção de que ainda não estou preparado para entender certas coisas e peculiaridades do karate.
O Pedrão diz: O Kata é.. [como é que é mesmo que ele fala]... é... [cara, esqueci... mas é alguma coisa aí que tem um bagulho lá que é não sei o que de um arsenal, arquivo, memória, uma $%&! assim do karate]..

E.. nhé.. eu esqueci qual é a frase que o Pedrão tanto fala de kata, que eu até perdi o fio da meada do que tava tratando aqui. .enfim.. depois que eu lembrar, eu volto.

PS: Tu sofre de TRanstorno Bipolar?
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #27 Online: Outubro 20, 2010, 15:05:03 »
Amigo 22,
A mágoa existe, mas não é de pessoas ou de dojo não, é do tempo perdido. Vejo um grande clima de julgamento e inimizade no karate, tudo por politicagem e querer manter na rédea curta as pessoas, e vejo o kata como uma ferramenta que mantém isso tudo.

Mesmo que eu detone alguns kata por não estar pronto pra conhecê-los profundamente, continuo e sempre vou continuar estudando-os. Faz parte do estudo da arte marcial esta "revisão" nas técnicas e tipos de treino pra alcançar nossos objetivos diários, mas até agora essas são minhas opiniões. Note que você rebateu minhas opiniões com o que sempre ouço: "você não está pronto".

Isso que você falou sobre o kata ser superior por ter algum motivo é que me intriga, pois pra mim, quem faz eles não se torna necessariamente melhor em nada, é este motivo que estou atrás.

Não tenho transtorno bipolar.

Abraço!

Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #28 Online: Outubro 20, 2010, 15:14:34 »
Isso que você falou sobre o kata ser superior por ter algum motivo é que me intriga, pois pra mim, quem faz eles não se torna necessariamente melhor em nada, é este motivo que estou atrás.

Cara, é por isso que eu sou contra aluno novo ficar fazendo kata avançado, além do que a graduação exige.
Acaba dando um bolo doido na cabeça do cara, e ele só por saber os movimentos pra onde tem que ir, e tal, acha que sabe fazer o kata. acha até que sabe karate.
Isso é muito perigoso.

quanto a eu ter dito: "você não está pronto". Eu posso estar completamente errado. 
E eu percebi que eu só repeti o que tenho escutado ao longo dos anos.
Foi a explicação mais fácil, percebi agora. :D
Assim como no passado, tudo que não sabíamos exatamente o que era, o por que, atribuíamos a deus, percebo que de certo modo no karate acontece o mesmo: dizemos: "não é a hora ainda" rsrs

Foi mal!
Deixe eu calar minha boca e vamos esperar alguém realmente experiente vir se pronunciar.
Oss!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline Lourival Silva

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 430
  • Votos: +0/-0
Re:APLICAÇÃO DO KATA - Postar Vídeo e Debater se Concorda ou Discorda.
« Resposta #29 Online: Outubro 20, 2010, 16:11:59 »
Guicomes,  daqui a pouco a galera vai te mandar treinar na kyokushin hahahahah!

Que história heim garoto?!?!

OSS!