Autor Tópico: Contração x Relaxamento  (Lida 3533 vezes)

Offline julianoferreira

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 532
  • Votos: +0/-0
Contração x Relaxamento
« Online: Junho 06, 2012, 16:41:53 »
Estava navegando pelo fórum enquanto espero meu cliente e li em um tópico uma breve discussão sobre a técnica que vejo muitos atletas de Shiai aplicarem, e que meu sensei sempre aponto como correta.

Consiste em você lutar com ombros e braços relaxados, até mesmo meio moles, e no momento do golpe contrair, fazendo um efeito semelhante ao de um chicote. Quando luto, tenho o hábito de fazer isso, e em geral acredito que minha pancada sai com uma força razoável - nunca precisei testar com 100% de explosão - Mas em geral no Kihon nossos professores nos pedem que façamos de maneira firme, até mesmo rígida.

Aí fiquei instigado em perguntar para os nossos queridos e respeitados dinossauros e gurus (Pedrão, Lezon, Roberto e companhia ltada). Na ótica de vocês, tá certo isso de relaxar e contrair na hora do golpe?

Li em algum lugar, não lembro onde, que o Bruce Lee pregava esse tipo de técnica. Acho que, inclusive vc economiza energia, e aí casa certinho com a filosofia do estilo Wado (Sensei Lezon, por favor me corrija se estiver errado).

E aí, como faz tempo que não posto nada produtivo, vamos falar sobre? :)

Hai!
Juliano

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #1 Online: Junho 06, 2012, 17:02:14 »
Acho realmente o levantamento desta questão bastante relevante e muito dificil de ser dominada. A contração somente no momento do impacto é realmente o ideal mas vários a dificultam, principalmente o "stress" natural da luta.

Offline biancuzzi

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 201
  • Votos: +1/-0
    • Kenshusei Karate
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #2 Online: Junho 06, 2012, 17:14:24 »
No kihon, firme não quer dizer duro. Contraído. Travado.
Quer dizer com kime.

Para se ter um golpe perfeito, deve-se ter velocidade e força. É essa combinação que o tornam perfeito. E para se ter velocidade, tem que estar relaxado.

O shodo comentou que no stress da luta dificulta um pouco mais relaxar. Acho que um exercício bom pra isso é jyu ippon (esquiva). Treinando-se corretamente, lhe dará a confiança para relaxar e contrair no último momento do golpe do adversário.
Não deixem de acessar:
http://www.kenshuseikarate.com.br

Quer kimono de qualidade?
Acesse: http://loja.kenshuseikarate.com.br

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #3 Online: Junho 06, 2012, 17:34:48 »
Juliano, meu Sensei também ensina desta forma.
Na minha opinião, o maior benefício desta maneira de lutar é a velocidade.
Mas vamos esperar a manifestação dos Sensei do site.

Ossu/Hai.
Karate Wado Ryu

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #4 Online: Junho 06, 2012, 18:04:18 »
Biancuzzi, e o que seria kime ? Definir em palavras talvez seja mais difícil do que mostrar na prática. Particularmente eu acharia muito produtivo se cada um pudesse falar de kime um pouco.

Mas voltando ao assunto na ordem do tema:

Se se dispara um golpe contraído, parte da sua força se perde na própria contração anterior ao golpe. Existe essa confusão especialmente em novatos, que tem uma tendência até mesmo de fazer kata robóticos (o que é normal mesmo)

Quem luta relaxado ganha tempo, pq o golpe esta "pronto para sair". quem fica retesado, contraído vai ter que relaxar primeiro para depois executar o golpe. Ou de outra forma:

 Se vc esta "contraído"/"tenso" esta em isometria (típico na guarda de novatos por exemplo, o cara parece uma estátua), e para realizar um movimento, tipo: kamae para um kizame , que envolve uma extensão de cotovelo, vai precisar mobilizar outros músculos (contrair também). Então se já esta em isometria vai ter que relaxar para contrair novamente. Claro que algum nível de isometria vai haver na sustentação do braço, mas "fechar a mão" é diferente de "fechar a mão e apertar com força"-tensão-  (experimentem). E na prática há dinâmica de ação de musculos agonistas e antagonistas quando se muda do kamae para um kizame, que pode ajudar ou atrapalhar a velocidade/aceleração (e portanto a força final) dependendo do quanto se esta "tenso' ou "relaxado". E além de todo mais, no Karate o braço é a ponta do "chicote", pois o golpe começa do chão e usa todo o corpo. Karate= conjunção de forças.

Então para mim kime é a contração nos milésimos de segundo do impacto. Essa contração envolveria todo o conjunto de forças que mobilizamos de forma vetorial em ação no golpe de Karate. E isso pode ser uma das diferenças de um golpe de Karate para um golpe de boxe.

E durante o deslocamento toda essa ação de contração e relaxamento (eu acho que o relaxamento deve ser treinado conscientemente por isso chamei de ação) tem que se equilibrar também com o deslocamento do centro de gravidade.

Ou seja, para executar Karate, que  tem uma mecÂnica diferente do boxe/do MThai etc. é dificil para cacete. Por isso é tão importante kihon e kata. E por isso também tantas pessoas ficam pelo caminho, especialmente de saco cheio de kihon e kata mesmo shodan, nidan etc...

É só uma opinião. Se estiver tudo errado a culpa é toda minha e não dos professores que me ensinaram, pois todos são/foram bons, mas eu ainda sou iniciante e posso não ter entendido o que disseram.

OSU!





« Última modificação: Junho 06, 2012, 18:12:48 por Bodhi »
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Gon

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 347
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #5 Online: Junho 06, 2012, 21:36:18 »
O companheiro Bodhi fez uma observação muito boa a respeito da isometria, que é basicamente manter tensionado os músculos antagônicos e agônicos dos membros, deixando as articulações travadas (o biceps é antagonico do triceps, e vice-versa - se ambos estiverem tensionados a articulação do cotovelo "trava").

Durante o golpe, o que causa a perda de velocidade e desperdício de força é justamente a tensão dos musculos antagônicos ao movimento, ou seja, dos musculos que tem ação contrária do sentido do movimento. Um bíceps tenso vai prejudicar a extensão do braço, que é trabalho do triceps (esse é o exemplo mais simples que consigo imaginar).

Por isso essa questão de se manter relaxado, pois na hora da ação, só os músculos realmente requisitados vão atuar - isso no percurso do golpe!

Já no impacto, é outra história: há uma contração geral do corpo (kime), em especial o abdomen, musculos coxofemurais, entre alguns outros que não tem muito a ver com o movimento em si. Até onde eu sei, é pra criar estabilidade máxima, firmar o corpo, pra evitar que o impacto "retorne". Tem cara que vai socar o makiwara e se desequilibra, vai pra trás, o impacto RETORNA, e não queremos isso.

Temos pessoas mais bem preparadas que eu pra explicar aqui. Falei isso, mas não quer dizer que eu domino.

Oss!

Offline Mestre Luciano

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 728
  • Votos: +0/-0
  • Treinando com afinco para lapidar o espírito.
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #6 Online: Junho 06, 2012, 23:04:23 »
Biancuzzi, e o que seria kime ? Definir em palavras talvez seja mais difícil do que mostrar na prática. Particularmente eu acharia muito produtivo se cada um pudesse falar de kime um pouco.

Já ouvi amigos graduados com DAN dizerem que KIME é aquele barulhinho característico do atrito da lona do Karate Gi....kkkkkkkkkkkkkkkk
ルチアーノ - Luciano - Karateca e Judoca.
Kyokai Karatê Dojo        www.kyokai.com.br

O Karatê deve ser treinado e não discutido. OSS

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #7 Online: Junho 07, 2012, 01:09:27 »
Oss

para descontrair a contração X relaxamento.....

como disse Mestre Luciano san :

" Já ouvi amigos graduados com DAN dizerem que KIME é aquele barulhinho característico do atrito da lona do Karate Gi....kkkkkkkkkkkkkkkk "

apenas dividindo em duas partes :

_____o barulhinho
     
                  e

_____marca de karate GI


 :o :o :o :o ::) ::) ::) ::) ::) :D :D :D :D :D :D :D :D :D :D


Oss
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline Marcilio Mosco

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 59
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #8 Online: Junho 07, 2012, 04:19:42 »
Kime vem do japonês 決める (kimeru), que quer dizer decidir, determinar. No karate kime é feito ao se contrair os músculos no momento do impacto, como o pessoal já explicou. Golpe vai relaxado, contração no fim do golpe lhe concede "kime". Acho que o uso do termo "kime" se refere ao fato que um golpe com kime tem um fim bem "determinado", ao contrário de um soco de boxe, digamos, em que o corpo do pugilista continua a trajetória mesmo após o ponto de impacto. Num golpe com kime isso não acontece.

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #9 Online: Junho 07, 2012, 10:36:55 »
Continuo afirmando. Manter este controle durante o kihon é mais fácil, No stress da luta (jyu ou shiai) é muito dificil. Uma tendencia naturlal do corpo é contrair-se. Imaginemos uma situação real, um assalto ou uma briga de boate. Naturalmente o corpo de contrai. Para evitarmos isso o espirito tem que se manter sereno o tempo todo.

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #10 Online: Junho 07, 2012, 12:01:09 »
Continuo afirmando. Manter este controle durante o kihon é mais fácil, No stress da luta (jyu ou shiai) é muito dificil. Uma tendencia naturlal do corpo é contrair-se. Imaginemos uma situação real, um assalto ou uma briga de boate. Naturalmente o corpo de contrai. Para evitarmos isso o espirito tem que se manter sereno o tempo todo.

Se fosse fácil, não seriam necessários anos e anos de treinamento para se formar um bom karateca. Acredito que numa situação de shiai ou até jyu isto seja "normal" se o karateca tiver muito tempo de treino. Já numa situação real (assalto ou briga) a coisa é mais complicada pelo stress do momento, mas não impossivel.
Karate Wado Ryu

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #11 Online: Junho 07, 2012, 17:18:19 »
 kime x Barulho x contração

Nunca estudei ou me foi explicado tecnicamente sobre o kime, me corrijam se estou errado, no meu entendimento seria o seguinte:
-Barulho: o som produzido pelo atrito da lona do kimono, acontece de qualquer maneira é só fazer com força e velocidade
-Contração muscular:A explicação do colega Bodhi esta correta, colocar o máximo de velocidade e procurar uma contração isométrica no final do movimento
- Kime: quando os músculos são contraídos da forma correta, o som é difente e não apenas barulheira, depende do tipo de kimono, um bom kimono ajuda a você auscutar a execução da técnica. Eu descrevo o som do kime como um "estralo' no final do golpe.

"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline Eros José Sanches

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 188
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #12 Online: Junho 07, 2012, 20:35:33 »
Osu, amigos!

Muito interessante, tanto o tópico como os comentários dos companheiros.

Concordo com a opinião comum que o relaxamento precede à tensão muscular, e a analogia com o "chicote" é interessante. Meu sensei sempre enfatizou "a corda com uma pedra na ponta", referindo-se a essa flexibilidade (corda) e a rigidez (pedra).

Bodhi e Gon já fizeram ótimas análises da questão cinesiológica dos movimentos.

Citando Nakayama-sensei em "O Melhor do Karate - Vol. 1", "O poder do Kime de uma técnica básica de Karate resulta da concentração máxima de força no momento do impacto, e isso, por sua vez, depende em grande parte da velocidade do soco ou chute" (grifo meu). Entendo a primeira como contração muscular e a segunda como relaxamento.

Com meus alunos sempre sou bastante chato (digo isso, devido às inúmeras repetições) do quesito relaxamento muscular.
Utilizo algumas técnicas nos treinos para buscar isso. Uma delas é a prática dos Kata lenta e relaxadamente, trabalhando a respiração (Kokyu), ou seja, expirar na conclusão da técnica e inspirar na transição do movimento). Monitoro o processo para chamar a atenção quando percebo contração desnecessária.

Em meu entendimento das técnicas do Karate, o relaxamento seguido de tensão é o único processo existente para eficiência do golpe. Barulho é apenas a consequência do golpe, pelo que não tolero batidas ao peito ou à cintura (utilizo treino para Shuto-uke, sem haver o contato da mão que faz o Iki-te com o peito).

Também estou curioso para ler a opinião dos Sensei do fórum.

Osu!
"A popularidade internacional alcançada pelo Karate-do é recente, mas essa é uma popularidade que os professores de Karate devem fomentar e usar com grande cuidado" (Gichin Funakoshi, 1956)

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #13 Online: Junho 07, 2012, 22:26:53 »
Quem eu já vi falando muito sobre essa forma de golpear (relaxada e por fim firme) é o sensei André Bertel!
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline julianoferreira

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 532
  • Votos: +0/-0
Re:Contração x Relaxamento
« Resposta #14 Online: Junho 08, 2012, 08:23:28 »
Pessoal, obrigado por responder.
a explanação do Bodhi ficou sensacional!
Tb gostei da analogia da corda e da pedra, vou "roubar" a idéia para a próxima vez que eu tiver que explicar para um aluno hehehehe


Aliás, Tsuki, que bom que você comentou por aqui, até pq um dos motivos de eu ter aberto esse tópico foi vendo aquele teu vídeo de kumite. Que comentei que você lutava "de lado"... ali notei bastante essa questão da necessidade de relaxar, principalmente os ombros.

Mas assim, olhando vídeos na internet eu noto que o pessoal que se dedica ao Shiai Kumite costuma fazer isso com maestria, ou pelo menos parece que faz. No entanto vídeos mais "tradicionais" isso não me parece ter muita ênfase. Sem entrar na eterna discussão, vocês tb tem essa percepção?

Hai!
Juliano