Autor Tópico: “IMPULSO E ALICERCE”  (Lida 16843 vezes)

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #15 Online: Fevereiro 23, 2011, 00:04:39 »
Oss,

Estive me contra-argumentando: sendo o eixo do movimento o calcanhar, as pessoas que cometem o grave deslize em avançar frontalmente (num Gohon Kumite, por exemplo) virando para o lado a região do Koshi do pé dianteiro antes da movimentação estariam... Corretos?

Oss.


PSekiMG

Não, estariam errados!
O deslocamento ocorre com os dedos do pé tracionando na primeira metade do passo, desde o início do movimento, e na segunda metade, a partir da passagem da perna que vem se deslocando à frente, há uma transição de função, e os dedos do pé passam a empurrar.

Oss
Ricardo

A. HIGINO

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #16 Online: Fevereiro 23, 2011, 00:13:47 »
OSS...

Perfeita a sua explicação D’Elia Sensei!

Ainda em consonância com a resposta do “D’Elia Sensei” posto aqui 02 vídeos interessantes, mas antes gostaria de salientar que não devemos justificar os nossos erros usando como espelho os erros de grandes mestres, pois os mesmo também estão sujeitos a erros, muitas vezes cometendo os mesmos erros que haviam nos corrigido.
...........................

NIHON KARATÊ-DÔ KYOKAI (JKA)

Apenas dêem a devida atenção aos pés: Giro (pivô), deslocamento, impulso e aterrissagem (Koshi).
Tirem as suas próprias conclusões.


JKA ANTIGA



JKA MODERNA
« ltima modificao: Fevereiro 23, 2011, 00:19:13 por A. HIGINO »

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.470
  • Votos: +1/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #17 Online: Fevereiro 23, 2011, 01:07:54 »
Oss,

D'Elia Sensei,

Muito obrigado pela sua resposta! ;D :D ;)

-//-

Citar
Estive me contra-argumentando: sendo o eixo do movimento o calcanhar, as pessoas que cometem o grave deslize em avançar frontalmente (num Gohon Kumite, por exemplo) virando para o lado a região do Koshi do pé dianteiro antes da movimentação estariam... Corretos?

Esta questão me ocorreu no intuito de firmar o consentimento de que não se pode afirmar ser o calcanhar o eixo do movimento (até porque também aprendi que os dedos são os responsáveis por "prenderem o corpo ao chão").

Para quem não conseguiu visualizar o que eu quis dizer com a situação em destaque, observem o primeiro movimento do atacante neste vídeo: http://goo.gl/VKroL (ele dá uma "ajeitadinha" no pé dianteiro antes de desferir o ataque).

-//-

Até aqui eu concordei com as funções do Koshi, enumeradas e exemplificadas com muita precisão pelo colega A. Higino...

... mas me bateu uma ligeira dúvida (teórica) ao rever alguns vídeos, entre eles um do Kanazawa Sensei e outro do Osaka Sensei, dispostos respectivamente abaixo:





Observem que o Kanazawa Sensei utiliza da mesma movimentação utilizada pelo Pinto-San na execução do primeiro movimento do Heian Shodan. Já o Osaka Sensei inicia seu Kata utilizando-se do Koshi para firmar-se ao chão.

-//-

Adiante, um fato que me coloca mais próximo dos argumentos do A. Higino é facilmente observado quando um iniciante começa a ser introduzido ao Kata Heian Shodan. Ao tentarem se deslocar do 17º movimento (Migi Oi Zuki - Zenkutsu Dachi) para o 18º movimento (Hidari Shuto Uke - Kokutsu Dachi) utilizando-se do calcanhar, acabam se desequilibrando justamente por conta dos dedos dos pés não estarem procurando se prender ao chão!

Outro movimento (entre vários) que torna-se difícil de ser controlado quando se utiliza dos calcanhares como eixo rotatório é o 40º movimento do Gankaku.

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.470
  • Votos: +1/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #18 Online: Fevereiro 23, 2011, 01:17:15 »
Oss,

Minha última postagem estava sendo desenvolvida quando o colega A. Higino publicou a sua. Peço que reconsiderem algumas das minhas colocações em face do que foi disposto pelo colega quando disse: "[...] não devemos justificar os nossos erros usando como espelho os erros de grandes mestres, pois os mesmo também estão sujeitos a erros, muitas vezes cometendo os mesmos erros que haviam nos corrigido".

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline bruno_leite

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 416
  • Votos: +0/-0
  • Espírito Inabalável...
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #19 Online: Fevereiro 23, 2011, 08:21:38 »
Em nosso movimento natural, o calcanhar serve como base de apôio, o koshi como ponto secundário e os dedos como estabilizadores. Acredito que o mesmo se aplica ao karate.


Edit.: Achei este link muito interessante sobre a biomecânica do pé e tornozelo: BIOMECÂNICA PÉ E TORNOZELO

Oss.
« ltima modificao: Fevereiro 23, 2011, 08:32:40 por bruno_leite »
"A victória depende da habilidade que temos em distinguir as vulnerabilidades, naqueles que pensam que são invulneráveis."
Gichin Funakoshi

A. HIGINO

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #20 Online: Fevereiro 23, 2011, 09:04:59 »
OSS...

Excelente material Camarada “Bruno Leite”!

No entanto, ali estão tratando de “passadas andando” não correndo.

É como já foi comentado, se você desloca-se em base andando então deve-se usar o calcanhar, no entanto se você desloca-se em base correndo velozmente utiliza-se o Koshi como ocorre nos 100 metros rasos do atletismo.
Em ambos os casos são movimentos naturais do corpo.
Qual a diferença entre os 02 deslocamentos?!
Para o Karatê-dô só serve mover-se em velocidade.


OSS...

A. HIGINO

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #21 Online: Fevereiro 23, 2011, 10:09:08 »
OSS, Camarada PSekiMG...

Quando eu fiz o curso com Kanazawa Sensei ele enfatizou que durante a movimentação em base deveremos segurar o chão com o Koshi, esse foi um excelente curso!
No entanto assistindo certos vídeos dele nota-se claramente ele cometendo os erros que havia nos corrigido no curso.
Aí o que se deve fazer?!
É como dizia G. Funakoshi O-Sensei: “O sábio imita as qualidades e evita os defeitos”.
...................

Outra coisa...

Utilizando a observação feita pelo Camarada Gustavo Cayres sobre corre descalço ou calçado, vale salientar que o calçado de quem pratica os 100 metros rasos do atletismo, nesse tipo de sapatilha tem apenas 05 cravos todos na área correspondente ao Koshi, como se fossem os dedos do pé e obviamente com as mesma função – segurar o chão.


OSS...
« ltima modificao: Fevereiro 23, 2011, 10:10:47 por A. HIGINO »

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.470
  • Votos: +1/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #22 Online: Fevereiro 23, 2011, 10:17:08 »
Oss,

Higino-San,

Perfeitamente!

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #23 Online: Fevereiro 23, 2011, 10:35:48 »
Nas mudanças de direção o eixo é sempre feito com  o calcanhar e os dedos dos pés não perdem o contato com o chão, apenas a enfase esta no calcanhar que esta com a maior parte do peso do corpo. Na passada a frente o Koshi toca primeiro, para tras, o calcanhar chega primeiro e nas viradas o calcanhar é que comanda.
Osaka ensina assim no Honbu Dojo e nao acredito que eles estejam errados.
ELES SAO OS MESTRES.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Danielsamurai

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 94
  • Votos: +0/-0
  • Pinto Karate Cast, seu podcast sobre karate!
    • PINTO KARATE DOJO
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #24 Online: Fevereiro 23, 2011, 12:03:07 »
Citar
, aonde tudo o que aprendi sobre “impulso, alicerce e eixo de movimentação dos pés” está em desacordo com o que o Camarada Pinto ensina nesse tópico.

Pelo que eu vi, você tembém aprendeu a mesma forma que  a minha, e até congitou qu eos sensei que lhe explicaram o contrário estaria errados. Logo o que eu  falei no meu blog não  está em desacordo com que você aprendeu, está sim, em desacordo com o que você tomou por certo no final da história.
O qu eeu aprendi e falei no blog, estpa de acordo  com os ensinamentos de todos o smeus sensei e cursos que fiz na época do tradicional e atualmente na JKA - Japão. inclusive no curso com Tanaka Masahiro sensei em 2009.
Interessante o que você falou, mas da forma que você descreveu minhas explicações, parece que eu digo que deve se girar no calcanhar sem ter contato pleno da sola do pé com o solo,o  que não é verdade.
Por enqaundo confio mais  segurar um zenkutsu dachi tendo como apoio a parte mais sólida que faz a ligação  da origem da força ao alvo ( o calcanhar).
Desculpe se os meus vídeos foram de encontro ao que você entendo por certo, mas seria errado eu ensinar o contrário do que aprendi sem nenhuma razão ou embasamento que me convencesse.
Oss!
O Homem se mede pela palavra  e não pelo tamanho
押忍 ! Oss!

A. HIGINO

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #25 Online: Fevereiro 23, 2011, 13:56:36 »
OSS, Camarada Daniel e a Todos Karatê-Dôkas...

Há uma diferença muito grande em mudar simplesmente porque lhe disseram para mudar e em mudar porque finalmente compreendeu do porque deveria mudar.
Não sou daqueles que vão com a “onda” do momento, passei muito tempo estudando, treinando e tentando provar que o que agora defendo estava errado.
Mas contra fatos não há argumentos!
Por isso aceitei a verdade.
O que postei até o momento são “fatos” Científicos da Biomecânica das Articulações aplicados em movimentos voluntários no Karatê-Dô, fáceis de serem comprovados, basta testar!
Ao contrário daqueles que se limitam apenas a reportarem que o Mestre “X” e “Y” fazem assim logo é o correto a se fazer.
....................

Mais um fato Científico:
Quando saímos da inércia em um deslocamos veloz a primeira parte do pé que sai do chão é o calcanhar.
Isto é inquestionável!
Isto independe se o movimento é para frente, para os lados ou “girar avançando” (como é o caso em questão do 1º Kata).
Nós Karatê-Dôkas mantemos o calcanhar no chão durante esse “giro avançando” devido a necessidade de continuarmos interagindo com o solo, seja para manter o equilíbrio ou se necessário travar rapidamente a base.
.......................

Refutem os meus argumentos com fatos, não com arrogância impositória!
Se a JKA está agora ensinado isto, ela está indo no caminho oposto ao da Ciência que estuda a Biomecânica do ser humano.

Lastimável saber que o autoritarismo oligárquico da NKK está suplantando a razão e a ciência.


OSS...

Offline André125

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 140
  • Votos: +0/-0
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #26 Online: Fevereiro 23, 2011, 14:14:57 »
OSS, Camarada Daniel e a Todos Karatê-Dôkas...

Há uma diferença muito grande em mudar simplesmente porque lhe disseram para mudar e em mudar porque finalmente compreendeu do porque deveria mudar.
Não sou daqueles que vão com a “onda” do momento, passei muito tempo estudando, treinando e tentando provar que o que agora defendo estava errado.
Mas contra fatos não há argumentos!
Por isso aceitei a verdade.
O que postei até o momento são “fatos” Científicos da Biomecânica das Articulações aplicados em movimentos voluntários no Karatê-Dô, fáceis de serem comprovados, basta testar!
Ao contrário daqueles que se limitam apenas a reportarem que o Mestre “X” e “Y” fazem assim logo é o correto a se fazer.
....................

Mais um fato Científico:
Quando saímos da inércia em um deslocamos veloz a primeira parte do pé que sai do chão é o calcanhar.
Isto é inquestionável!
Isto independe se o movimento é para frente, para os lados ou “girar avançando” (como é o caso em questão do 1º Kata).
Nós Karatê-Dôkas mantemos o calcanhar no chão durante esse “giro avançando” devido a necessidade de continuarmos interagindo com o solo, seja para manter o equilíbrio ou se necessário travar rapidamente a base.
.......................

Refutem os meus argumentos com fatos, não com arrogância impositória!
Se a JKA está agora ensinado isto, ela está indo no caminho oposto ao da Ciência que estuda a Biomecânica do ser humano.

Lastimável saber que o autoritarismo oligárquico da NKK está suplantando a razão e a ciência.


OSS...


Contra fatos realmente não existem argumentos, quando aprendi a movimentação básica do karatê me foi ensinado com aquela analogia já citada do tigre quando se movimenta e  que a movimentação parte do relaxado com o peito do pé para o tenso que busca a afirmação da base pressionando os dedos contra o chão.

Dan

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #27 Online: Fevereiro 23, 2011, 15:09:10 »
Daniel tem demonstrado na sua vídeo, o problema do apoio, de sua transferência cinética, dos princípios e ações dos movimentos em Kata mas que pode ser tambem em Kumite que podem se desenvolver em duas formas:

- Por desequilíbrio;
- Para transferência de massa;

[...] a aplicação destes dois princípios é diretamente relacionada à velocidade de execução e de equilíbrio (todos os equilíbrios e desequilíbrios trazidos no jogo para se mover). Seu desafio é gerenciar a oposição de distância.

A energia cinética (E) de um móvel é igual a metade do produto da sua massa (m) pelo quadrado da sua velocidade (v), seja E = ½ mv 2.

Portanto, no Karatê, trabalhamos incansavelmente e mobilizar a nossa velocidade, tanto quanto possível, todo o corpo de cada técnica, impulso do Hara para a frente, em Tsuki ou Geri. Temos que admitir que no Karatê, a noção de deslocamento é um componente de uma relação conflituosa para executar as técnicas empregadas no ambiente tático. Mudança pode ser um componente da Arte mas não faz nada para fazer uma seqüência de técnicas de tipo no local ou por exemplo em deslocamento. Trabalhar sobre uma técnica também deve ser está trabalhado em seus movimentos (esquivando-se, entre outros). Mova-se passar de um estado inicial a um estado final. Por conseguinte, como o nosso movimento de estudo realizado por Daniel Pinto San e argumentado por varias de aqui é em primeiro lugar é estudar e ficar humilde:

- Faça-elementos de ligação a partir de uma posição para outra, com uma manifestação de trilha motor;

- Aprender a gerir a distância, dependendo de seu estatuto: atacante/defensor;

- Aprender a acompanhar (.... em deslocamento longe ou curta);

- Avaliar a distância de abertura entre uma técnica de pé/punho (este é um objetivo educacional, por exemplo), e calcular a coincidência: cibla/técnica que o alvo não é necessariamente parado. Diz-se que nesse caso a ação é télécynética;

- Construir o melhor compromisso entre a distância/precisão/velocidade/respeito dos critérios de desempenho técnico e física e adaptada à morfologia física de cada um das pessoas.


Em conclusão, a gestão emocional da oposição é um fator que contribui para a execução das seqüências de ataques e defesas mesmo seja em deslocamento. A seqüência de defesa ideal é Go No Sen. Os assaltos convencionais visam reduzir as seqüências do Go No Sen e Sen No Sen e, assim, adaptar uma melhor compreensão da metodologia da aplicação funcional do apoio e de sua translação da massa e dos funcionais dos deslocamentos mesmo seja em Kata ou Kumite.


Oss
« ltima modificao: Fevereiro 23, 2011, 15:31:42 por Dan »

Offline Danielsamurai

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 94
  • Votos: +0/-0
  • Pinto Karate Cast, seu podcast sobre karate!
    • PINTO KARATE DOJO
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #28 Online: Fevereiro 23, 2011, 18:35:41 »
Citar
Refutem os meus argumentos com fatos, não com arrogância impositória!
Se a JKA está agora ensinado isto, ela está indo no caminho oposto ao da Ciência que estuda a Biomecânica do ser humano.

Lastimável saber que o autoritarismo oligárquico da NKK está suplantando a razão e a ciência.


OSS...

Desculpe a minha arrogância, estudarei mais pois ainda sou novato no karate e sobre o autoristarismo da jKA, na verdade isso me foi ensinado na ITKF.
« ltima modificao: Fevereiro 23, 2011, 18:54:16 por Danielsamurai »
O Homem se mede pela palavra  e não pelo tamanho
押忍 ! Oss!

A. HIGINO

  • Visitante
Re:“IMPULSO E ALICERCE”
« Resposta #29 Online: Fevereiro 23, 2011, 23:27:59 »
OSS, Daniel...

Esse termo “arrogância impositória” não refere-se a você como indivíduo, pois acredito que a sua pessoa certamente deva ter modos deveras polidos.
Esse termo é usado quando utilizamos “títulos” para impor o nosso pensamento.
Por exemplo:
Quando uma pessoa tenta desmerecer o comentário de outra pessoa ao insinuar que sabe mais por ser formada, ter pós-graduação, doutorado, etc., sabendo ela que a outra pessoa não tem nenhuma formação superior.
Isso é usar “títulos” para desmerecer o comentário da outra pessoa durante uma discussão.
Outro exemplo:
É quando durante uma discussão como esta, uma pessoa busca sobrepor a sua opinião ao da outra pessoa ao dizer que aprendeu isto e aquilo com o mestre “Y”, “X” e “S” e que é “faixa preta pela NKK”, que é discípulo do mestre “fulano de tal da JKA”, etc.

Isto é o que vulgarmente chamamos de “arrogância impositória”.


Saudações!