Autor Tópico: As posições no karate  (Lida 24998 vezes)

Offline Pablo Vinícius Smanioto

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 216
  • Votos: +3/-18
Re: As posições no karate
« Resposta #15 Online: Outubro 16, 2007, 13:18:02 »
Primeiramente Oss:

Existem várias explicações sobre o pq das bases serem de uma maneira no kihon e kata e depois na luta tornarem-se ligeiramente. São explicações desde aprendizagem de coordenação motora, exercício físico localizado, resistência e pq não estética.

Hitotsu n.18 de Sensei Funakoshi explica uma coisa muito importante:

HITOTSU - KATA WA TADASHIKU JISSEN WA BETSUMONO
(18) A prática de fundamentos deve ser correta, porém na aplicação torna-se diferente.


Se vc olharem bem atentamente, não há "duas bases" uma para katas e kihons e outra para kumite, é a mesma base apenas aplicada para duas situações diferentes.

Oss!!

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re: As posições no karate
« Resposta #16 Online: Outubro 16, 2007, 17:29:12 »
Oss

Excelente definição Pablo.

Digamos foi bem juridíca,achou na lei de Funakoshi Sensei a explicação mais razoavel e correta possível.

Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

thoryu

  • Visitante
Re: As posições no karate
« Resposta #17 Online: Outubro 16, 2007, 18:54:18 »
Yoko Geri, seja ele Kekomi ou Keage somente é possível em Kiba Dashi. Mesmo que o Karateca esteja em um outro Kamae na partida, tem passar por Kiba Dashi para aplicar o golpe. Na ida e na volta, mesmo que a transição seja feita no ar.

Outro exemplo seria o Kizami Mawashi Geri, que necessariamente passa por Kokutso Dashi, mesmo que em transição. Ou seja qualquer que seja a Base, quando vai ser aplicado, numa fração de segundo o Karateca vai para Kokutso, mesmo com a perna de ataque já no ar.

E por aí vai.

A lição que se pode tirar disso é que as Bases não são no Kumite estáticas como no Kihon, mas elas estão presentes dinamicamente.
não apresento mais exemplos para não cansar os colegas pois acho que fui entendido.

Ia me esquecendo . . .  O mais importante .... ë que no instante do impacto, ou seja na dissipação da força aplicada,.. que o Karateca  esteja em alguma Base estével, para que a mesma descarregue os esforços de resistência para o solo, via braço, ombro, tórax. guadril, perna, tornozelo,   . . .  e finalmente o SOLO. Aí é que sai um Golpe de KARATE.


É minha opinião, e cada um tem a sua. Oss Hai.
« Última modificação: Outubro 16, 2007, 19:07:58 por thoryu »

Offline Pablo Vinícius Smanioto

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 216
  • Votos: +3/-18
Re: As posições no karate
« Resposta #18 Online: Outubro 16, 2007, 22:12:05 »
Primeiramente oss:

Já vi Yoko geri dado com a perna da frente saindo diretamente do Fudo dachi é díficil e o golpe não fica as mil maravilhas mas é possível.

Quem já lutou em Tsuru Dachi? Ninguém, entretanto é uma base transitória e fazemos ela de um jeito ou de outro quando queremos bater o Yoko Geri com bom poder de penetração.

Existem muitas bases que nunca serão utilizadas como bases de para um kumite, mas faremos elas de maneira passageira e transitória.

Em tempo:

Muitos acham que somente o Karate possuem bases de luta estranhas como o Neko-ashi dachi, mas isso é enganoso pois vejam:

http://www.thaiboxing.com/images/sirisute.gif

Essa foto mostra o lutador de Muay Thai com uma interpretação diferente da base do gato (neko ashi) a diferença é que ele se encontra com o corpo virado mais lateralmente e com a base mais alta, mas vejam que ele apóia praticamente o peso do corpo na perna de trás, deixando a da frente na ponta do pé, puro neko-ashi dachi, as interpretações variam de arte para arte, mas todos usam o mesmo pé de gatinho.

Isso que é o legal, não somos diferentes, nem para mais e nem para menos, por isso não precisamos de desculpas ou afundarmos nossa cabeça na areia como avestruzes, devido a uma "suposta vergonha", por não estarmos na "crista da onda e da moda fashion".

Oss!

thoryu

  • Visitante
Re: As posições no karate
« Resposta #19 Online: Outubro 17, 2007, 18:02:45 »
Obrigado, Pablo por ter captado minha limitada capacidade de comunicação. Estamos de acordo em tudo, acredito.
Principalmente no que tange à que as bases - No Kumite - não partem Sempre do solo, se possível, partem so solo - Numa simbiose com o Karate Olímpico, mas têm que ACABAR em uma Base  NO SOLO  qualquer que seja esta base  ...

Isto é UM GOLPE DE KARATE.

Se não for isso,... é um simples golpe. Machuca? Machuca. Sangra? Sangra. Mas sem base na finalização do Golpe. Não é Karate. É qualquer outra coisa, menos Karate. Oss. Hai.

Complementando o meu post . .  . Um golpe de Karate é a diferença entre a vida e a morte, sua ou dos seus entes queridos. Quando se aplica i golpe, $%&!-se a mão, o punho, tudo tem que entrar com a maxima força e eficiência, visto que vidas estão em jogo.

Vou acabar caindo novamente na velha dicotomia  esporte x budo. Que $%&!.

Minha opinião. Cada um pode e deve ter a sua.
« Última modificação: Outubro 17, 2007, 18:20:04 por thoryu »

Offline fcsergio

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 335
  • Votos: +0/-0
Re: As posições no karate
« Resposta #20 Online: Janeiro 20, 2008, 19:58:31 »
"Yoko Geri, seja ele Kekomi ou Keage somente é possível em Kiba Dashi. Mesmo que o Karateca esteja em um outro Kamae na partida, tem passar por Kiba Dashi para aplicar o golpe. Na ida e na volta, mesmo que a transição seja feita no ar".

Thoryu, isso para mim é novidade. Talvez vc tenha se expressado mal.
Yoko Gueri pode ser aplicado em qualquer base, com mais ou menos dificuldade, sem passar por Kiba Dashi, basta ver nos katas (Heian Nidan e Yondan, Kankudai, Kanku Sho, Sochin)
O mais importante do Yoko Gueri é elevar bem o joelho frontalmente, rotacionar e projerar bem o quadril e a perna lateralmente, independente da base.
No video da luta do Sensei Kanazawa ele deu um Yoko no S. Enoeda de frente para ele e não passou em momento nenhum em Kiba Dashi...
Se eu estiver errado, por favor me corriga e me passe a referência (fonte) da sua informação, OK?
Será útil para todos.
Oss!
« Última modificação: Janeiro 20, 2008, 20:04:45 por fcsergio »

Lezon

  • Visitante
Re: As posições no karate
« Resposta #21 Online: Janeiro 21, 2008, 07:49:15 »
Estou absolutamente de acordo com o Fcsergio, pois o Yoko Geri se aplica de qualquer base, sendo certo que a grande maioria deles nem sequer são feitos em Kiba Dachi.

É evidente que eu estou falando em base do que praticamos no meu estilo, até porque também não utilizamos o Kiba Dachi, mas, mesmo assim, estou à vontade para dizer a técnica em questão se faz a partir de outra qualquer base. 

O gesto técnico do Yoko Geri no Shotokan, no meu estilo corresponde a um Sokuto Geri, e o Yoko Geri no Wado, corresponde a um Maegeri dado lateralmente.   

Hai!!!   Oss!!

Offline Troyman

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 667
  • Votos: +4/-16
Re: As posições no karate
« Resposta #22 Online: Janeiro 21, 2008, 11:32:02 »
OK.  Vamos analisar a técnica em detalhe.

O que vem a ser um "yoko-geri"?  A palavra "yoko" significa "lateral" e a palavra "geri" significa "chute".  Portanto, "yoko-geri" é todo e qualquer chute dado para o lado (direito ou esquerdo) do corpo.  Se vc bate com a perna subindo com o joelho e a canela voltados para cima e usando a bola do pé ("chusoku") ou o peito do pé ("haisoku"), então vc está aplicando o que no Wado-Ryu chamam de "yoko-geri".  Se vc bate com a perna subindo com o joelho e a canela voltados para o plano horizontal, partindo o pé do joelho da perna de base e projetando a faca do pé ("sokuto") ou o calcanhar  ("kakato"), então vc está aplicando o que chamam os outros estilos (Shorin-Ryu, Shotokan-Ryu, Goju-Ryu, etc.) de "yoko-geri".  Agora, o golpe pode partir de qq base, "heisoku-dachi", "musubi-dachi", "shizen-dachi", "moto-dachi", etc.  Quando as bases são mais altas, vc praticamente não precisa mudar a posição do centro de gravidade do corpo.  Nas bases mais baixas precisa haver uma transição para qq das bases mais altas para que o golpe seja executado, caso do "shiko-dachi", do "kiba-dachi" e, principalmente, do "zen-kutsu-dachi".  Observe-se que mesmo o "mawashi-geri" pode ser executado para frente (exigindo uma virada do pé de base de forma que acaba ficando em posição lateral em relação ao corpo) ou para o lado (não exigindo tanto assim a virada do pé de base).

Os termos "kekomi" e "keage" são contrações das palavras "keri-komi" (chute para a frente) e "keri-age" (chute para cima).  "Keri" significa "chute" e vem do verbo "keru" (chutar).  Os termos "mae-geri", "yoko-geri", "mawashi-geri", etc., utilizam a palavra "geri" com G, porque na língua japonesa a presença de um adjetivo na frente muda a eufonia da sílabana (kana), tornando-a de surda (Ka) para sonora (Ga).  No caso dos adjetivos acima a gente tem "mae" (frontal), "yoko" (lateral), "mawashi" (em arco), etc..  Por outro lado, assim como "te" significa "mão" e pode ser lido também como "shu" (daí a espada de mão ser dita como "shuto", já que "to" é espada, muito usado em "iaito" e "bokuto"), "ashi" significa "pé" e também pode ser lido como "soku", portanto, "sokuto" significa "espada de pé", "haisoku" é "peito de pé" e "chusoku" é "sola" ou "bola do pé".

Vale lembrar mais uma coisa:  nos estilos antigos de Okinawa não existia o "yoko-sokuto-geri", pois este foi uma invenção do filho de Funakoshi, Yoshitaka, posteriormente adotado pelos estilos de Okinawa.  Uma constatação disso é que, pelo menos no estilo Shorin-Ryu (e acho que também no estilo Goju-Ryu), não existe um único kata que use este tipo de chute, só "mae-geris" (exceção para a vertente Shorin-Kan do Grão-Mestre Shugoro Nakazato, que faz o Kusanku-Dai com "yoko-geri" ao invés de "mae-geri", mas acredito que foi uma modificação feita pelo Mestre, talvez para acompanhar a tendência vinda dos estilos da terra principal do Japão).  Apenas o novo kata "Ryuko" (Dragão no Céu e Tigre na Terra), criado pelo Grão-Mestre Yoshihide Shinzato, dentro da sua prerrogativa de Hanshi 10o. Dan, apresenta dois "yoko-geris", aplicados a partir da base "heisoku-dachi".

Saudações   ;)   8)
« Última modificação: Janeiro 21, 2008, 16:36:46 por Troyman »
ACTroyman
Zen Do-Kan (Filiada à IUSKF - Shin Shu-Kan)
RJ