Autor Tópico: Marcialidade  (Lida 7224 vezes)

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Marcialidade
« Online: Maio 01, 2012, 12:42:17 »

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #1 Online: Maio 01, 2012, 13:03:24 »
Muito bom!

Obrigado Shodo!

Osu!
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #2 Online: Maio 01, 2012, 13:07:16 »
Pontos para refletirmos do vídeo:

1´57´´: we emphasize "the one-punch-knock-out" aspect
        nós enfatizamos soco para nocaute.


2´03´´: at a normal competition, speed tends to be the factor that is emphasized
        em uma competição, a velocidade tende a ser valorizada


2´11´´: However, speed plus a deadly attack is the kind of strong karate we aim for
        contudo, um ataque mortal somado à velocidade é o tipo de karatê que nós temos por objetivo

[]´s
BigBoy

Offline Gon

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 347
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #3 Online: Maio 01, 2012, 13:25:04 »
Em resumo, a ideia passada é de que o foco principal do karate é ser um instrumento letal de defesa pessoal, e que a competição desenvolve alguns aspectos dessa área (como velocidade, necessária pra eficiência) embora não todos.

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #4 Online: Maio 01, 2012, 13:47:23 »
A marcialidade é o que dá sentido a prática do karate, competindo ou não. Porém temos que ressaltar alguns pontos de nossa contemporaneidade:

- Vivemos numa época em que usar artes marciais para se defender na rua é arriscar a própria vida e o futuro de toda família, ou seja, não temos como arriscar;
- Também não temos a opção de praticar uma atividade que no outro dia você chegue no trabalho com o rosto transfigurado ou desdentado, para muitos de nós faltar por lesão no esporte ou chegar com olho roxo é caso de demissão;

Por consequencia, com relação a questão da marcialidade, podemos ter um momento aproximado de um combate real através do treinamento de kumite na academia ou participando de competições, ou alguém ta disposto a brigar na rua, reagir a assalto, entrar numa rinha de mma?

Oss!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Marcialidade
« Resposta #5 Online: Maio 01, 2012, 14:06:39 »
Não acho que hoje em dia seja mais perigoso que antigamente.
No RS todo mundo andava armado e arrumar briga por aí era certeza de morte pra alguém.
Pode ser que nos grandes centros a educação tenha se degenerado a ponto de não existir possibilidade de andar por aí sem medo de ser assaltado e até morto, mas não é exatamente aí que o karate, tanto do ponto de vista físico quanto espiritual se faz mais necessário? Até porque não é sempre que o oponente está armado.  A maioria das vezes vem na porrada mesmo.
Lembro de uma entrevista do Sensei Machida falando que quando era jovem no japão, precisava ter o karate afiadíssimo caso arrumasse problemas, pois geralmente aparecia alguém com uma faca.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #6 Online: Maio 01, 2012, 14:29:22 »
Não sei se é mais perigoso ou não, mas quem disse que não reagir também não é arriscado? Quem foi que comprovou que a não reação é melhor na maioria dos casos? Na prática, não é bem assim.
Abraços,
Rodrigo

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #7 Online: Maio 01, 2012, 14:41:59 »
Não acho que hoje em dia seja mais perigoso que antigamente.
No RS todo mundo andava armado e arrumar briga por aí era certeza de morte pra alguém.
Pode ser que nos grandes centros a educação tenha se degenerado a ponto de não existir possibilidade de andar por aí sem medo de ser assaltado e até morto, mas não é exatamente aí que o karate, tanto do ponto de vista físico quanto espiritual se faz mais necessário? Até porque não é sempre que o oponente está armado.  A maioria das vezes vem na porrada mesmo.
Lembro de uma entrevista do Sensei Machida falando que quando era jovem no japão, precisava ter o karate afiadíssimo caso arrumasse problemas, pois geralmente aparecia alguém com uma faca.

Recentemente li em um livro que até mesmo atualmente no Japão é mais comum pessoas armadas de faca do que de arma de fogo.

Bom, se no RS é assim desde sempre, acho que no Rio a coisa só vem piorando. Em relações a assaltos temos as estatísticas crescentes, mas acho que estamos falando também de "confusões de rua" onde tem sido bem comum ver uma puxada de arma.

Não sei se parecia que eu tinha fogo nos olhos  ;D, mas eu estava conversando calmamente  ::) sobre vagas para carros na rua, quando fui supreendido por um puxada de armas, em duas ocasiões ( no período de 18 anos). (As situações foram bem contornadas sem maiores desfechos, alías um dessas pessoas transtornadas era um coronel que se achava dono de um estacionamento público que ficava nas imediações de uma escola militar.... :D :D :D)

Além disso já presenciei um disparo em discussão banal de transito.... E também um cara que pintou a minha casa (ex pqd, a cada dia cada parede era uma nova "missão") me contou que enfiou a arma na boca de um mauricinho pq tomou uma fechada na avenida.

É a SELVA !! Piscou dançou....e essa lei do desarmamento é uma furada...

Onde cabe o Karate nessas situações ? Para mim em ter a frieza e calma para reagir de modo a manter a própria integridade, ou melhor, em antecipar as situações. Caso ocorra o inevítavel (um enfrentamento) o desfecho é completamente imprevisivel, sabendo Karate, boxe ou qq outra coisa....(dissem que Krav magda é bom para desarmar.. ;D ;D ;D)

______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #8 Online: Maio 01, 2012, 14:46:50 »
Não sei se é mais perigoso ou não, mas quem disse que não reagir também não é arriscado? Quem foi que comprovou que a não reação é melhor na maioria dos casos? Na prática, não é bem assim.


Eu acho que as estatísticas dizem isso, considerando a população em geral.

Em particular esse vídeo é bem chocante e triste.

______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #9 Online: Maio 01, 2012, 14:47:52 »
Eu tive uma interpretação diferente deste vídeo.

   Minha interpretação: conforme expus aqueles trechos que o coronel japonês explica, é possível atingir-se um karatê forte através:
  • da competição que hoje baseia-se em quem atinge mais
    rapidamente o colega competidor opositor, combinada com
  • práticas de kihon e kata voltadas ao combate mortal.

[]´s
BigBoy

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #10 Online: Maio 01, 2012, 15:06:41 »
Eu tive uma interpretação diferente deste vídeo.

   Minha interpretação: conforme expus aqueles trechos que o coronel japonês explica, é possível atingir-se um karatê forte através:
  • da competição que hoje baseia-se em quem atinge mais
    rapidamente o colega competidor opositor, combinada com
  • práticas de kihon e kata voltadas ao combate mortal.

[]´s
BigBoy

Também interpretei como o Bigboy e o Gon. Achei muito boa a mensagem. Me disvirutei do tema, pois me lembrei de outras coisas...

Alías esse vídeo poderia estar na capa do Karateca.net, para não haver mais discussões sobre Karate real x Karate de competição... :D :D :D :D
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.239
  • Votos: +1/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #11 Online: Maio 01, 2012, 15:16:45 »
   Pronto. Foi você, nem eu nem o Shodo quem escrevemos sua mensagem. Vamos ver a reação. rs...

   Conhecendo "ciberneticamente" o perfil de posts do Shodo, desconfio que era esta a mensagem.

    :)

   Mas sim, o vídeo que você postou me lembrou do seguinte: creio que uma real formação no karatê, pelo contrário, deve nos condicionar a não reagirmos com mais tranquilidade do que um leigo, ao sermos abordados.

[]´s
BigBoy

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #12 Online: Maio 01, 2012, 15:44:23 »
   Pronto. Foi você, nem eu nem o Shodo quem escrevemos sua mensagem. Vamos ver a reação. rs...

   Conhecendo "ciberneticamente" o perfil de posts do Shodo, desconfio que era esta a mensagem.

    :)

   Mas sim, o vídeo que você postou me lembrou do seguinte: creio que uma real formação no karatê, pelo contrário, deve nos condicionar a não reagirmos com mais tranquilidade do que um leigo, ao sermos abordados.

[]´s
BigBoy


KKKKKK Big boy.

A intenção era justamente essa. Este é o karate que devemos treinar na academia. Karate de competição é outra parada.Quanto ao Budo esse sim, nos acompanha em qq tipo de treino.  Mas a minha intenção sempre foi esta e coronel definiu tudo em poucas palavras.

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #13 Online: Maio 01, 2012, 16:31:48 »
Não existem estatísticas sobre a questão, Bodhi. É uma questão que virou verdade de tanto repetirem. Não defendo a reação sempre, mas a passividade sempre também não é solução.

Pra mim o vídeo só comprova o que sempre achei: pra rua, karate e judô são muito melhores que jj.
Abraços,
Rodrigo

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:Marcialidade
« Resposta #14 Online: Maio 01, 2012, 17:10:00 »
Vamos cuidar para que o tópico não vire esportivo x tradicional de novo.

Repetindo:
A marcialidade é o que dá sentido a prática do karate, competindo ou não.

Só acrescentando ao que já foi traduzido pelo amigo Bigboy:

"However, speed plus a deadly attack is a kind of strong karate we aim for, especially in the old days when hand-to-hand existed, we feel that karate is a weapon in this situation."
"Entretanto, a velocidade mais um ataque mortal é um tipo de karate forte buscamos, especialmente nos velhos tempos, quando a mão-de-mão existiam, nós sentimos que o karate é uma arma nessa situação."

Segundo o próprio sensei, a velocidade (a mesma encontrada nos golpes de competição também comentado) somado a um ataque mortal é o tipo de karate forte que buscamos.
É uma questão de lógica:
A potência dos golpes depende da força e da velocidade [potência = (força x distância)/tempo], portanto golpes de competição também são potentes.

Acho que o que disvirtua a questão da marcialidade não é a COMPETIÇÃO, mas a CONCEPÇÃO.
-Quando se treina somente técnicas pontuáveis;
-Quando se deixa de treinar o karate(kihon+kata+kumite) e só treina para os campeonatos;
-Quando se abandona os princípios e valores do Budo, agindo como fosse o Kleber, Neymar ou Maradona do futebol(com todo respeito), etc.

Agora se o cara é atleta profissional, não tem como treinar o karate de dojo mesmo, assim não ganha competição de alto nível. Mas também achar que um atleta desses é "bunda mole" é pura ignorância.

Oss!



"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.