Autor Tópico: Jyu-Kumite conte sua experiência,  (Lida 6439 vezes)

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Online: Janeiro 09, 2008, 13:35:48 »
Pessoal,

Bem primeiro vou esclarecer, tem que ser de verdade, não é o que contam por aí, só pode chudan, com controle, estou falando a vera, bate aonde quiser, com ou sem controle.

Depois de 20 anos de faixa-preta posso falar que nunca lutei desta maneira, o mais próximo foi no Campeonato Paulista Tradicional de 2007.

Para os novos do fórum vou contar a experiência:

Me senti numa situação de alto risco, meus adversários eram fisicamente bem mais fortes e seus golpes não eram para pontuar e sim derrubar, se não tivesse bem afiado em tai-sabaki e ukes, poderia ter parado no hospital, meus golpes também foram bem fortes, digo que jamais tinha aplicado daquela forma, depois de algum tempo do final dos combates fiquei com a consciência pesada, eu podia ter machucado alguém seriamente.

A experiência foi positiva e meu Karate foi aprovado, não em relação aos outros, para mim mesmo, autoconfiança aumentou muito e hoje em dia vejo que funciona, não por títulos ou medalhas conquistadas, mas ter saído ileso ou quase, de vários combates mais próximos do real.

Conta a sua experiência, como se sentiu em ter colocado seu Karate a prova, não vale dizer que luta sempre assim na academia por que é mentira, tem sempre aquela história só vale thudan, tem que controlar.

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #1 Online: Janeiro 09, 2008, 14:12:05 »
Pmax,

Vale Jyu-Kumite contra um não karateca na rua? ou só vale dentro da academia?


OSS

Lezon

  • Visitante
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #2 Online: Janeiro 09, 2008, 14:27:45 »
Amigo Pmax,

O que o meu amigo conta, fez-me voltar atrás no tempo e recordar tudo isso que disse e muito mais...

Recordo com saudade esses tempos, especialmente porque era muito mais novo, mas principalmente pela forma mais profunda e sadia com que conviviamos não só no Karate, como na sociedade em geral.

Todavia, deixe que lhe diga que, ao recordar o Jyu Kumite que fiz entre os meus 25 e  40 anos, não entendo lá muito bem como cheguei até aqui...só em recordar que os  meus bracinhos e as canelas das pernas ficavam em carne viva, até me arrepio e me assusto...Acredite que nem sei como consegui ficar direito...Mas era assim que todos naquela época treinavamos, forte e feio!!!

Então as demonstrações que faziamos era mesmo de arrepiar.

Bom, mas hoje vejo as coisas de outra forma, pelo que não deixaria nunca de treinar forte, mas fazendo-o de outro modo, mais consciente e mais  responsável.

Hai!!  Oss!!!
  

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #3 Online: Janeiro 09, 2008, 14:54:55 »
Lezon,

Treinar forte, sempre treino, to dizendo real, bater para derrubar, agora tenho certeza que não vou mais lutar nestes termos, já provei para mim mesmo o nível do meu Karate, não vale a pena entrar em outra competição destas, para ganhar uma medalha.

Uma coisa é lutar com amigos outra é a vera, sua experiência é bem mais verídica que a minha, você já participou de um conflito armado. Precisou do Karate ????

Simões,

Seria bom de Kimono, sei lá um exame de faixa, por exemplo.


Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #4 Online: Janeiro 09, 2008, 15:04:26 »
Pmax

To achando vc meio revoltado

quer luta real, confronto armado,  ;D

OSS

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #5 Online: Janeiro 09, 2008, 15:05:00 »
Simões,

Vale também algum momento de luta, sei lá  um golpe.

No meu primeiro exame para Shodan eu fui reprovado, merecia, pois era muito ruim, horrível, péssimo, irreconhecível.

No segundo mudei de professor, comecei a treinar com o Celso Rodrigues (Uriu), no Jyu-Kumite, estava revoltado e não queria ser novamente reprovado, mandei um Mauwashi Jodan que nocauteou meu adversário, nem precisei mais lutar, foi meu melhor Mauwashi até hoje, hehehe fui aprovado.

Lezon

  • Visitante
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #6 Online: Janeiro 09, 2008, 15:10:17 »
Caro Pmax,

Na guerra, enquanto lá estive, em 1968 e 1969, meu Karate foi uma G3, uma Uzi, uma Walter, uma faca de mato, umas granadas e racção de combate.

Depois disso e já na vida civil, infelizmente tive que usar algumas vezes o meu Karate, e saí-me muito mal, pois fiquei durante algum tempo com remorsos por ter causado estragos, talvez  desnecessários que, se fosse hoje, com certeza que as coisas seriam outras...

Sobre o Karate competitivo, as pessoas esquecem-se de uma coisa...a competição é curta. O Prestígio que se alcança com as vitórias que se conseguem e as taças que se ganham em Karate, são meras ilusões do ser humano. Passa esse tempo e depois?

Hai!!  Oss!!

  
« Última modificação: Janeiro 09, 2008, 16:56:49 por Jose Lezon »

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #7 Online: Janeiro 09, 2008, 15:27:30 »
Pessoal,

Nos tempos áureos do Karate, final da década de 80, meu irmão que era Faixa Marrom, muito bom, não é um destes 7.1´s de hoje.

Sempre gostamos de Mawashi Gueri, posso dizer que amamos este golpe e executamos com maestria, Campeonato Estadual da FKERJ (89/90 não lembro o ano), meu irmão foi lutar, moleque era bom, só não tinha cabeça, se descontrolava facilmente, mandou um Ashi Barai e depois completou com um Mauwashi Thudan com o adversário no chão já fora de combate, QUE LOUCO, acabou com as costelas do garoto, que foi levado de maca para o hospital, bem ele foi desclassificado, mas saiu cheio de moral.

Hoje nos torneios se algum golpe encosta no rosto, já se chama o medico, toma falta, etc ... não sou a favor de violência, mas que saudade daqueles tempos.



Samurai,

Estou nostálgico hoje, o Sasaki reformou o dojo da Lembukam, ficou Show, está de mais, me fez relembrar alguns bons momentos vividos dentro do Karate.



« Última modificação: Janeiro 09, 2008, 15:32:11 por pmax »

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #8 Online: Janeiro 09, 2008, 15:41:49 »
Acho que estou entendendo Pmax, tenho dois momentos distintos que posso compartilhar um foi ano passado (2007) que poderia ser comico se não fosse trágico o outro foi mais pesado.

No primeiro estava treinado entrada e para não treinar no vazio pedi a um amigo para ficar parado na minha frente, não era nem para encostar. Sei lá já tinha feito umas 10 entradas com bastante explosão, todas do mesmo tipo, e dormi não sei o que aconteceu, dei um gyaku no olho dele que abriu uma boca no supercílio, fiquei com a maior vergonha, o cara voltou no dia seguinte com o supercílio costurado, e todo mundo na academia ficou me sacaneando.

O segundo caso foi meio chato, acho que eu tinha uns 21 ou 22 anos era faixa verde ou roxa não lembro direito, fazendo kumite no final da aula, o outro mandou uma bomba na minha cara que abriu na maçã do rosto, fiquei baqueado por alguns segundos e depois parti para cima do cara com tudo, acabamos no chão e eu por cima, dei uns três socos na cara dele no chão, quando seguraram meu braço ainda dei uma cabeçada. Lembro que no dia seguinte com a cara costurada meu mestre falou que ficou preocupado de eu ter quebrado o osso da face porque o soco tinha sido muito forte.

O cara saiu da academia e eu nunca mais o tinha visto, a uns 3 ou 4 anos atrás estava em um onibus quando o cara subiu e me reconheceu na hora, não é que eu fiquei com aquela sensação estranha de parto para cima dele ou não, e ele ficou com a maior cara de medo, eu cheguei a levantar do banco, mas acabei desistindo. Não sei qual seria minha reação se o encontrasse de novo.

Essa acho que foi a única vez que perdi o controle e a única vez que estanquei a porrada total e irrestrita no dojo, mas o lance foi bem rápido não deu para muito, o pessoal separou logo.

Offline Juliana

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 151
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #9 Online: Janeiro 09, 2008, 18:57:41 »
Simoes, o engraçado da sua história, é que vc, até outro dia quando re-encontrou o cara, queria ainda reagir da mesma forma, de quando estavam na academia. Então foram duas vezes de descontrole e talvez mais uma se o encontrar de novo, já que mesmo sem a ação efetiva, a situação do passado ainda desperta em você um desejo de "resolver" aquela coisa interminada.
É difícil mesmo a situação entre treinar/lutar de verdade e o ponto certo de controle. Sei que algumas vezes o contato excessivo não é intenção, mas acaba acontecendo e todo mundo que pratique algum esporte de contato, tem que ter consciência disso. Outro caso é o contato maldoso, que é facilmente identificado. Acho que a gente não pode esquecer, que o respeito é um dos principais ensinamentos do karatê. Se você faz algo desrespeitoso com alguém, está indo contra aquilo que luta pra aprender. Obviamente que aqui não se encaixam casos de defesa pessoal...
Mas, como estamos todos aprendendo, em certos momentos fazemos besteira mesmo. O que importa nessas situações, é tirar delas uma lição que seja importante pro seu karatê. Também é difícil encontrar karatecas atualmente que saibam separar as coisas, acho que por isso o contato fica excessivamente controlado... Tudo depende dos praticantes, não dá pra generalizar... Oss!
"A inteligência é quase inútil para quem não tem outras qualidades." (Alexis Carrel)

Offline fcsergio

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 335
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #10 Online: Janeiro 18, 2008, 12:28:33 »
Nunca tive a oportunidade de treinar karatê não tradicional (esportivo) e tive de aprender apanhando e sofrendo, da maneira antiga. Quem reclama muito paga mais.
O que já quebraram em mim: já trinquei o osso escafóide da mão direita 2 vezes, os dentes da frente duas vezes (usei aparelho fixo), algumas costelas (vária vezes), o osso no nariz (nunca tratei), rompi o músculo da panturrilha (lesão de 12 cm e fiquei quatro meses sem treinar). Já fiquei no chão e passei mal várias vezes por porradas no abdome, no rosto, no saco e na garganta. Não tinha essa de luvas e protetores dentários.
Em adversários: já quebrei alguns dentes, algumas costelas, afundamento do osso malar (rosto), alguns dedos da mão de um rapaz que defendeu um chute com a mão aberta (ficaram cada um para um lado) e alguns descansaram um pouquinho no chão com porradas chudan ou socos jodan.
Nunca cheguei a perder a cabeça com nada do que ocorreu e considero que faz parte de um risco calculado previamente. Eu devolvi as porradas que levei com a mesma "sutileza" que recebi e pedi desculpas sinceras quando a culpa foi minha.
Acho que o mesmo já deve ter acontecido com a maioria dos karatecas mais antigos.
Lembro que na época que treinei com o Sensei Sasaki (ainda faixa marrom na década de '80) tinha de fazer sombra ou jyu-ippon com cada "pauleira".... O Ruy Tadaharu realmente batia muuuito forte quando queria, sem falar dos outros, como o Robson por exemplo (esse era mais camarada), Yohannes, etc...
No final foi bom, perdi o medo de apanhar e sentir medo (sem perder o respeito) de adversários maiores.


Offline Mancini

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 35
  • Votos: +0/-6
  • Mancini
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #11 Online: Fevereiro 29, 2008, 13:43:32 »
Meu nome é Matheus estou voltando a praticar por que meu pai me proibiu quando tinha 5 anos de idade e gostaria de saber se há competições por aí de jyu kumite que na minha opinião é a melhor representa o verdadeira karate, por favor me respondem abraçoss a todos

Offline Mancini

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 35
  • Votos: +0/-6
  • Mancini
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #12 Online: Fevereiro 29, 2008, 13:53:47 »
Meu nome é Matheus estou voltando a praticar por que meu pai me proibiu quando tinha 5 anos de idade e gostaria de saber se há competições por aí de jyu kumite que na minha opinião é a melhor representa o verdadeira karate, por favor me respondem abraçoss a todos eu queria deixar claro uma coisa faço karate para ter uma defesa pessoal e por quê tenhu prazer naquilo q faço e não quero ser um desportista se quisessse faria futebol,tenis vôlei etc mas não, QUERO SER UM LUTADOR UM KARATEKA

Offline Silas Fernandes

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 13
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #13 Online: Janeiro 29, 2009, 06:33:28 »
 :)Bom galera minha experiencia com jyu kumite foi no meu exame de faixa de verde pra roxa,eu axei muito legal apesar q não encontrei nada de muito novo pq ja fui praticante de muay thai boran e de boxe chines pelo kung fu garra de aguia q são lutas de contato antes de treinar karate.Talves seja por isso q não tenha me empolgado tanto ou sei la.penso q eu jyu kumite como toda a pratica de contato serve para avaliar e melhorar a resistencia e a guarda de absorção q pouco trabalhamos no karate ja q utilizamos mais eskisvas,de fato o jyu torna o karate mais completo pq ele acaba sabendo eskivar e absorver golpes o tornando mais versatil no entanto em momento algum creio q o jyu kumite seja um treino superior ao shiai por ser uma pratica de contato e q ele melhora nossa capacidade de c defender nas ruas.Muitas pessoas pensam q pelo fator de treinar qualquer pratica de contato se tornam lutadores mais eficientes mas a  coisa não é bem por ai.Pois situação de defesa pessoal é uma  coisa  completamente diferente tanto do shiai e do jyu ou de qualquer pratica de contato.creio q c o jyu for visto de uma maneira na qual vc o utiliza para melhorar sua resistencia e guarda de absorção ele c torna positivo,assim como shiai tambem é um otimo exercicio de maai e precisão. do caso contrario c hiper valorizarmos qualquer pratica nova como são o shiai e o jyu creio q estaremos fugindo do contesto e origen do karate,nenhuma dessa praticas é superior a outra são duas praticas de combate q vizam melhorar funções diferentes nos tornando karatekas mais habeis,como anteriormente so existia kata e bunkai creio q a real intenção de Gigo sensei ao criar o jyu como a de nakayama ao inventar o shiai foram para colaborar com a evolução e crescimento do karate e dos karatekas futuros vizando tornar nos tecnicas ainda mais eficientes doq as q eles ja tinham.Diferente dos outros artistas marciais a nivel tecnico o karateka precisa ter um divisor de aguas muito bom por assim dizer com relação as suas tecnicas.Agora competição de jyu eu só vi na kyokushin pois eles não aderem ao shiai kumite oq acaba gerando uma pikuinha muito besta por causa dos dois lados :'(
Kara nada haver é todo mundo karateka é muito triste ver o preconceito entre os karatekas uns com os outros pela sua forma de competição de kumite ainda mais sendo o kumite uma pratica ilusoria noq diz com relação a realidade pois afinal numa situação de defesa pessoal diferente do kumite onde os golpes são rapidos mas a avaliação para aplica-los e minuciosa na vida a coisa é muito rapida não c tem tempo para fazer duas coisas e sim apenas uma ou vc c defende ou vc intercepta ou vc corre c puder,não a pontos,não ha juizes,nao a medicos,nao a cumprimentos e nem medalhas ou trofeus a unica coisa q importa e sobreviver e c trata de apenas uma instante na maioria das vezes nao da nem pra preparar o kamae em situações de sobrevivencia,+faze oq né
tomara q um dia esse preconceito acabe e todo mundo do karate seja unido.Eu sou atleta de shiai mas sei q todas as tecnicas de karate residem no kata  e q o foco principal das tecnicas é o kata creio q o kata e o bunkai devem ser as unicas pratica hipervalorizas no karate com relação a tecnica o resto é um complemento para melhorar
espero q ninguem fike bravo rss OSSSS

Offline Puran

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 1
  • Votos: +0/-0
Re: Jyu-Kumite conte sua experiência,
« Resposta #14 Online: Maio 20, 2009, 11:04:04 »
Treino  karate  desde  os    7 anos e  já  presenciei  muita porrada , na  época  q  comecei lutar  os  campeonatos   ja  estavam    ficando  mais  leves, mas mesmo  assim ainda  tive  lulas violentas  , o karate  estava em uma fase de transição  para o  karate  que é hj (uma frescura  total,um jogo de espera espera,um não me toque) ,  não  sou  a favor da  violência  mais  hj em dia  o Karate  se transformou em um  esporte que leva o nome de uma  arte marcial.