Autor Tópico: Japão Vs Brasil - Anos 80  (Lida 17967 vezes)

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #30 Online: Agosto 28, 2009, 13:46:26 »
Olá!
No fim do ano tem de novo.
É só aparecer, e quem não quiser ir, que se $%&!.
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Jdias

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 32
  • Votos: +0/-0
    • Seishin Karate-Do Kyokai
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #31 Online: Agosto 29, 2009, 11:30:48 »
O vídeo em questão é de campeonato  realizado no Egito, em 1983 semi final  a equipe do Brasil, (composta por; Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz),a equipe Brasileira  conseguiu um bom resultado (4º lugar) pois a equipe do Japão (campeã mundial) naquele ano era considerada praticamente  imbatível, (composta por atletas do porte de  (Mori,Yahara,Yamamoto,Imamura,Yokomichi,) o chefe da delegação japonesa era Tanaka Sensei.

É bom ressaltar, que esse resultado, foi um grande feito,para o Brasil, e poderia ter sido melhor (3º lugar) foi uma equipe que não contou com os melhores valores daquela época, a inscrição teria sido feita de ultima hora, e os atletas foram para competir apenas no individual, em virtude de três atletas se ferirem deixamos de disputar o terceiro lugar com o Egito. Portanto essa equipe merece todo o respeito, pelo feito.
Oss!

Po Pessoal, vamos manter o nível. Quanta bobagem.
Não dá para comparar o Karate dos anos 70 e 80 com o Karate de hoje.
Falar dessa turma "Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz", acrescento Delia e outros, antes de que qualquer palavra devemos dizer um Oss bem longo, fazer uma reverência e assim sim se começar a dizer alguma coisa.
Essa turma levou o nome do Karate para o mundo.
No Rio vinham japoneses ver o Ronaldo lutar.
Quem quer fazer essa comparação absurda é que não conhece o karate que se praticava naquela época.
Eu comecei um pouquinho mais tarde (1973), estou com 51 anos continuo lutando (Jyu Kumite) e quando encosto um pouquinho mais forte em um garoto de 20, 30 é uma reclamação só.
Se você força um pouco o treino eles desistem.
Prefiro poucos karatecas (como era antigamente), do que muitos que não seguram a faixa na cintura.
Precisamos mudar a mentalidade dos treinos. O que se vê hoje em muitas academias não é karate, mas sim atletas que dão socos e pontapés dizendo que faz karate.
Quanto ao Lyoto, conheci seu pai. Ele tem um karate de verdade, não duvidem.
Fico muito feliz em observar nas poucas vezes que entro por aqui que karatecas como Delia e outros ainda estão com o karate vivo e podendo passar algumas de suas experiências para todos nós.
Eu tenho mais de 30 anos de karate no Dojo e continuo aprendendo sempre.
Oss!
Joil

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #32 Online: Agosto 29, 2009, 11:42:03 »
O vídeo em questão é de campeonato  realizado no Egito, em 1983 semi final  a equipe do Brasil, (composta por; Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz),a equipe Brasileira  conseguiu um bom resultado (4º lugar) pois a equipe do Japão (campeã mundial) naquele ano era considerada praticamente  imbatível, (composta por atletas do porte de  (Mori,Yahara,Yamamoto,Imamura,Yokomichi,) o chefe da delegação japonesa era Tanaka Sensei.

É bom ressaltar, que esse resultado, foi um grande feito,para o Brasil, e poderia ter sido melhor (3º lugar) foi uma equipe que não contou com os melhores valores daquela época, a inscrição teria sido feita de ultima hora, e os atletas foram para competir apenas no individual, em virtude de três atletas se ferirem deixamos de disputar o terceiro lugar com o Egito. Portanto essa equipe merece todo o respeito, pelo feito.
Oss!

Po Pessoal, vamos manter o nível. Quanta bobagem.
Não dá para comparar o Karate dos anos 70 e 80 com o Karate de hoje.
Falar dessa turma "Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz", acrescento Delia e outros, antes de que qualquer palavra devemos dizer um Oss bem longo, fazer uma reverência e assim sim se começar a dizer alguma coisa.
Essa turma levou o nome do Karate para o mundo.
No Rio vinham japoneses ver o Ronaldo lutar.
Quem quer fazer essa comparação absurda é que não conhece o karate que se praticava naquela época.
Eu comecei um pouquinho mais tarde (1973), estou com 51 anos continuo lutando (Jyu Kumite) e quando encosto um pouquinho mais forte em um garoto de 20, 30 é uma reclamação só.
Se você força um pouco o treino eles desistem.
Prefiro poucos karatecas (como era antigamente), do que muitos que não seguram a faixa na cintura.
Precisamos mudar a mentalidade dos treinos. O que se vê hoje em muitas academias não é karate, mas sim atletas que dão socos e pontapés dizendo que faz karate.
Quanto ao Lyoto, conheci seu pai. Ele tem um karate de verdade, não duvidem.
Fico muito feliz em observar nas poucas vezes que entro por aqui que karatecas como Delia e outros ainda estão com o karate vivo e podendo passar algumas de suas experiências para todos nós.
Eu tenho mais de 30 anos de karate no Dojo e continuo aprendendo sempre.
Oss!
Joil


O que na sua opinião faz pessoas de uma decada especifica serem mais viris e aguentarem mais porrada? é alguma coisa que colocava na agua?

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline Jdias

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 32
  • Votos: +0/-0
    • Seishin Karate-Do Kyokai
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #33 Online: Agosto 29, 2009, 11:49:31 »
Oss! Avi.

Se você ler o que escrevi atentamente vai perceber que eu não disse que os karatecas de antigamente eram mais viris, mais fortes, mais ágeis, mais valentes, ou seja lá o que você quer insinuar.
O que disse e volto a dizer é que o karate que se treina hoje, em algumas academias, não tem nada a ver com o karate que se treinava naquela época. A forma de treinar hoje é se adequar a uma regra de tomar cuidado com o adversário, não pode bater, controle o seu golpe.
Karate é uma luta e como luta é treinada para nocautear o adversário, ou mesmo impossibilitá-lo de uma reação e uma nova agressão.
Trata-se de uma luta de explosão e velocidade, onde devemos atingir um ponto específico com uma parte específica do corpo, da maneira mais veloz e contundente possível. Isso não se adequa aos treinos esportivos.
Leia novamente o que eu escrevi que vc verá que não escrevi querendo fazer comparações de épocas ou idades, mas sim de treinamento.
Oss!
Joil

Offline KATASHOTOKAN

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 873
  • Votos: +0/-0
  • KARATE-DO só quem pratica sabe a força que tem
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #34 Online: Agosto 29, 2009, 12:03:00 »
O vídeo em questão é de campeonato  realizado no Egito, em 1983 semi final  a equipe do Brasil, (composta por; Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz),a equipe Brasileira  conseguiu um bom resultado (4º lugar) pois a equipe do Japão (campeã mundial) naquele ano era considerada praticamente  imbatível, (composta por atletas do porte de  (Mori,Yahara,Yamamoto,Imamura,Yokomichi,) o chefe da delegação japonesa era Tanaka Sensei.

É bom ressaltar, que esse resultado, foi um grande feito,para o Brasil, e poderia ter sido melhor (3º lugar) foi uma equipe que não contou com os melhores valores daquela época, a inscrição teria sido feita de ultima hora, e os atletas foram para competir apenas no individual, em virtude de três atletas se ferirem deixamos de disputar o terceiro lugar com o Egito. Portanto essa equipe merece todo o respeito, pelo feito.
Oss!

Po Pessoal, vamos manter o nível. Quanta bobagem.
Não dá para comparar o Karate dos anos 70 e 80 com o Karate de hoje.
Falar dessa turma "Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz", acrescento Delia e outros, antes de que qualquer palavra devemos dizer um Oss bem longo, fazer uma reverência e assim sim se começar a dizer alguma coisa.
Essa turma levou o nome do Karate para o mundo.
No Rio vinham japoneses ver o Ronaldo lutar.
Quem quer fazer essa comparação absurda é que não conhece o karate que se praticava naquela época.
Eu comecei um pouquinho mais tarde (1973), estou com 51 anos continuo lutando (Jyu Kumite) e quando encosto um pouquinho mais forte em um garoto de 20, 30 é uma reclamação só.
Se você força um pouco o treino eles desistem.
Prefiro poucos karatecas (como era antigamente), do que muitos que não seguram a faixa na cintura.
Precisamos mudar a mentalidade dos treinos. O que se vê hoje em muitas academias não é karate, mas sim atletas que dão socos e pontapés dizendo que faz karate.
Quanto ao Lyoto, conheci seu pai. Ele tem um karate de verdade, não duvidem.
Fico muito feliz em observar nas poucas vezes que entro por aqui que karatecas como Delia e outros ainda estão com o karate vivo e podendo passar algumas de suas experiências para todos nós.
Eu tenho mais de 30 anos de karate no Dojo e continuo aprendendo sempre.
Oss!
Joil

Não entendi nada,mandar manter o nivel e citar meu comentário,sempre elogiei e elogio o karate dos anos 70 e 80.

repito meu comentário:  equipe do Brasil, (composta por; Ronaldo Carlos o “Ronaldão”,Ugo Arrigone Robson Maciel,Johannes Freiberg,Laerte Ferraz),a equipe Brasileira  conseguiu um bom resultado (4º lugar) pois a equipe do Japão (campeã mundial) naquele ano era considerada praticamente  imbatível, (composta por atletas do porte de  Mori,Yahara,Yamamoto,Imamura,Yokomichi,) o chefe da delegação japonesa era Tanaka Sensei.

Esse resultado, foi um grande feito,para o Brasil, foi uma equipe que não contou com os melhores valores daquela época,Portanto essa equipe merece todo o respeito, pelo feito.

è bom ressaltar que temos hoje também excelentes karatecas.
um abraço Osssssssss!
« Última modificação: Setembro 19, 2009, 14:09:31 por KATASHOTOKAN »
“O propósito supremo do KARATE-DO não está contido na vitória, nem na derrota de adversários, mas, no aprimoramento do caráter, da personalidade e da honra de seus praticantes."

Offline Jdias

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 32
  • Votos: +0/-0
    • Seishin Karate-Do Kyokai
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #35 Online: Agosto 29, 2009, 12:13:15 »
Katashotokan,

O erro agora foi meu.
Eu citei a sua fala como exemplo de fala, não para criticar, desculpe.
Peguei a sua fala porque, justamente, vc falou bem dos nomes que eu queria falar, aí apenas, com preguiça (rs), fiz a sua citação.
Concordei com vc e fiz um adendo.
Oss
Joil

Offline KATASHOTOKAN

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 873
  • Votos: +0/-0
  • KARATE-DO só quem pratica sabe a força que tem
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #36 Online: Agosto 29, 2009, 12:54:58 »
Katashotokan,

O erro agora foi meu.
Eu citei a sua fala como exemplo de fala, não para criticar, desculpe.
Peguei a sua fala porque, justamente, vc falou bem dos nomes que eu queria falar, aí apenas, com preguiça (rs), fiz a sua citação.
Concordei com vc e fiz um adendo.
Oss
Joil
Valeu garoto (no bom sentido, temos praticamente a mesma idade) parabéns pela humildade, rima com o verdadeiro karate, que seguimos, grande abraço amigo, fica com DEUS, Oss!
“O propósito supremo do KARATE-DO não está contido na vitória, nem na derrota de adversários, mas, no aprimoramento do caráter, da personalidade e da honra de seus praticantes."

Offline Jdias

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 32
  • Votos: +0/-0
    • Seishin Karate-Do Kyokai
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #37 Online: Agosto 29, 2009, 14:05:04 »
Katashotokan,

O erro agora foi meu.
Eu citei a sua fala como exemplo de fala, não para criticar, desculpe.
Peguei a sua fala porque, justamente, vc falou bem dos nomes que eu queria falar, aí apenas, com preguiça (rs), fiz a sua citação.
Concordei com vc e fiz um adendo.
Oss
Joil
Valeu garoto (no bom sentido, temos praticamente a mesma idade) parabéns pela humildade, rima com o verdadeiro karate, que seguimos, grande abraço amigo, fica com DEUS, Oss!

Obrigado pelo entendimento, pelo garoto, pelo amigo e fica com Deus também.
Oss!
Joil

oswaldovb

  • Visitante
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #38 Online: Agosto 29, 2009, 14:11:51 »
Tudo bem que eles eram bons, mas nenhum deles foi campeão mundial como a Marilia Cecilia, na verdade bicampeã mundial na década de 90, e recentemente ganhou mais um titulo mundial no estilo Shotokan. De quebra, Maria Cecília entrou para o Guiness-Book como a primeira latino-americana a conquistar títulos dentro do Japão, berço do karatê e no resto do mundo.
« Última modificação: Agosto 29, 2009, 14:51:01 por oswaldovb »

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #39 Online: Agosto 29, 2009, 17:37:33 »
Tudo bem que eles eram bons, mas nenhum deles foi campeão mundial como a Marilia Cecilia, na verdade bicampeã mundial na década de 90, e recentemente ganhou mais um titulo mundial no estilo Shotokan. De quebra, Maria Cecília entrou para o Guiness-Book como a primeira latino-americana a conquistar títulos dentro do Japão, berço do karatê e no resto do mundo.

Realmente, a Cecília é uma grande e incomparável campeã!
Tive a honra e o prazer de tê-la como atleta, por diversas vezes, treinando em equipes que estive como técnico.
Oss
Ricardo

Offline Jdias

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 32
  • Votos: +0/-0
    • Seishin Karate-Do Kyokai
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #40 Online: Agosto 29, 2009, 18:19:43 »
Cecília começou a treinar com o Eraldo Soares aqui no Rio de Janeiro.
Na faixa verde, ou laranja, se bem me recordo, veio treinar na academia Samurai, onde eu e o Eraldo treinávamos e começou a sua trajetória.
Foi campeã carioca com a faixa verde, fez exame e ganhou a roxa.
Entrou para a seleção carioca e para o torneio regional em Araguari passamos ela para faixa marrom para dar mais presença no koto. Mais uma vez ela não decepcionou e ganhou.
Depois no Brasileiro de 88, estivemos mais uma vez juntos na Seleção, e ela foi campeã brasileira e depois foi a preta.
Depois disso foi para São Paulo e hoje está de volta ao Rio.
Cecília é um expoente no Karate Feminino Nacional.
Conheço muito bem a história dela, pois parte dela eu também ajudei a construir.
Oss!
« Última modificação: Agosto 29, 2009, 18:22:26 por Jdias »

Offline Farkatt

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 603
  • Votos: +0/-0
    • Bubishi - observatório das artes marciais em Pernambuco e no Brasil
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #41 Online: Agosto 29, 2009, 21:08:48 »
concordo com o que Jdias escreveu nos últimos tópicos.
É também importante repetir que não são os karatecas de hoje, ou da wkf, ou da interestilos que são "ruins"... como o JDias falou, o treinamento é diferente, o objetivo é outro, a meu ver contrário ao bom karate, mas enfim...

não podemos esquecer que existem muitos bons karatecas e/ou atletas capazes de fazer frente aos bons que treinavam karate de verdade a umas décadas atrás... eu mesmo conheço uns 3 ou 4 que treinam tipo "oficial" wkf, com todas as regras, mas que são perfeitamente capazes de lutar de igual pra igual com qualquer um "das" antigas... mas confesso que cada vez mais estão ficando raros... geralmente são karatecas que continuam a tradição de família ou que tem laços com esses "mais antigos"... infelizmente a imensa maioria dos mais novos já não vai ser capaz de lutar o verdadeiro karate... são os que treinam de tenis, que nunca bateram makiwara e que colecionam medalhas nos campeonatos "oficiais" mas nunca tiveram o queixo deslocado sem que o adversário tivesse sido penalizado...
pior que muitos não são culpados por isso. Eles nunca nem souberam como é que é karate de verdade, e para os cartolas que lucram com o lado esportivo, quanto menos souberem, melhor...

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #42 Online: Agosto 29, 2009, 21:12:29 »
Cecília começou a treinar com o Eraldo Soares aqui no Rio de Janeiro.
Na faixa verde, ou laranja, se bem me recordo, veio treinar na academia Samurai, onde eu e o Eraldo treinávamos e começou a sua trajetória.
Foi campeã carioca com a faixa verde, fez exame e ganhou a roxa.
Entrou para a seleção carioca e para o torneio regional em Araguari passamos ela para faixa marrom para dar mais presença no koto. Mais uma vez ela não decepcionou e ganhou.
Depois no Brasileiro de 88, estivemos mais uma vez juntos na Seleção, e ela foi campeã brasileira e depois foi a preta.
Depois disso foi para São Paulo e hoje está de volta ao Rio.
Cecília é um expoente no Karate Feminino Nacional.
Conheço muito bem a história dela, pois parte dela eu também ajudei a construir.
Oss!


Sr.,
apenas ratifiquei sua afirmação ... só comentei um fato verdadeiro e real.
Parabéns pela sua participação!!!
Oss
Ricardo

Offline Leco

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 155
  • Votos: +0/-0
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #43 Online: Agosto 29, 2009, 21:23:58 »
Estava vendo no youtube alguns kumites e vi o campeonato mundial entre Japão vs Brasil, com todo meu respeito a equipe do Brasil, o Japão "atropelou" os brasileiros, tem lutador brasileiro que não se mecheu, só tomando bomba......
O própio Johannes com aquele tamanho todo não desferiu um só golpe, só levou bomba de um japa bem menor que ele, pensei que o Brasil quando se confrontava com o Japão lutava de igual para igual, mas estava enganado.....

Abaixo o linck:



Ugo estava machucado
A equipe foi feita na última hora.
E por último mas não menos importante. Ronaldo na primeira luta, tirou o japa do chão com um gyaku no peito. Se observar bem, verá que o video foi colocado por uma japones..... ;)

oswaldovb

  • Visitante
Re: Japão Vs Brasil - Anos 80
« Resposta #44 Online: Agosto 29, 2009, 22:16:25 »
Da safra nova também não podemos esquecer de Douglas Brose que foi campeão do OPEN dos EUA, o campeonato mais difícil das Américas, e também campeão mundial no WORLD GAMES, lá na China, onde fez a final contra um chinês. Também a mulher dele, a Lucélia é digna de nota, pois é a única mulher que tem um tricampeonato nos Jogos do Pan em esportes individuais.