Autor Tópico: A MARCA...  (Lida 1059 vezes)

Offline Dan (Guy)

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 14
  • Votos: +0/-0
A MARCA...
« Online: Outubro 06, 2013, 15:21:42 »
Mesdasmes, Messieurs,

Eu denuncio Alto e Acima o que acontece no Karatê do Brasil há muitos anos em nome do pretexto chamado "Cultural" do "Comprimento Nazista" em toda argumento de competição BRASILEIRA como "Juramento do Atleta" ... hà limites a não ultrapassar !!!

Lamentável e vergonhoso !!!

Guy Sahri

https://scontent-b-ams.xx.fbcdn.net/hphotos-prn2/q71/s720x720/1186319_725626300787210_2081884268_n.jpg

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:A MARCA...
« Resposta #1 Online: Outubro 06, 2013, 17:58:57 »
Não é coisa do karate, no Brasil faz-se o juramento assim em outras modalidades também. É uma questão cultural sim, pois nosso povo felizmente não consegue perceber a relação com o cumprimento nazista, para nós é apenas um gesto com o braço. Não que sejamos insensíveis ao assunto, apenas não tem significado porque não vivemos aqueles horrores.
Mas gostei da pontuação, sempre que tiver oportunidade corrigirei o movimento:



OSS!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:A MARCA...
« Resposta #2 Online: Outubro 06, 2013, 20:08:53 »
Osu,

O Karatedo possui suas próprias formalidades, motivo pelo qual qualquer gesto que a descaracterize é considerado desnecessário e incômodo, pelo menos para mim.

Maior parte dos brasileiros são papagaios: apenas repetem! Neste sentido, não sabem o que estão fazendo ao erguer o braço direito com a palma da mão paralela (ou levemente inclinada) ao chão. No caso trazido pelo Sensei Guy, percebe-se a prática do cumprimento nazista, que por sua vez copiou a saudação romana (assim como copiou a suástica budista/taoísta). No caso trazido pelo colega Cabadapest, nota-se a postura de juramento romano, utilizada em vários seguimentos no Brasil: acadêmico, jurídico, político etc.

Ao certo, o Rei no Karatedo se dá pela reverência curvada, tanto em pé como de joelhos (a depender da ocasião), prática originada na China, onde a doutrina do comportamento social foi amplamente difundida por Confúcio. Neste sentido, minha opinião é de que se vão fazer um evento de Karate (sem Do), que tentem manter a tradição ao invés de cometerem a estupidez de repetirem as saudações nazistas.

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:A MARCA...
« Resposta #3 Online: Outubro 06, 2013, 21:33:11 »
Concordo totalmente com o Cabadapest. Para os brasileiro este gesto não tem a conotação nazista. Trata-se apenas de um juramento. Concordo que devemos mudar a posição das mãos, para não dar esta impressão ao outros povos, onde pode ter este significado. Mas acho um exagero querer associar isto ao nazismo.
Karate Wado Ryu

Offline muluk

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 242
  • Votos: +0/-0
    • clube do karate
Re:A MARCA...
« Resposta #4 Online: Outubro 07, 2013, 07:54:44 »
Não podemos associar tudo a ponta de faca, esse gesto existe antes mesmo do nazismo, inclusive é usado em tribunais, como jura de falar somente a verdade. Nosso mundo está cheio de gestos simbólicos. Se olharmos por um lado radical, então não deveriamos nem utilizar o cumprimento japonês em nossos dojos, afinal, este povo protagonizou as maiores atrocidades em campos de concentração na china sob seu comando.
Luis Fernando dos Reis
Faixa preta 2ºDan
www.facebook.com/luisfernando.reis1

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:A MARCA...
« Resposta #5 Online: Outubro 07, 2013, 09:48:18 »
Não podemos associar tudo a ponta de faca, esse gesto existe antes mesmo do nazismo, inclusive é usado em tribunais, como jura de falar somente a verdade. Nosso mundo está cheio de gestos simbólicos. Se olharmos por um lado radical, então não deveriamos nem utilizar o cumprimento japonês em nossos dojos, afinal, este povo protagonizou as maiores atrocidades em campos de concentração na china sob seu comando.

O comprimento Japones já existia a centenas ou milhares (?) de anos antes da escalada militar que troixe consigo todo tipo de atrocidades contra Korea, China, Taiwan e outros povos. Se for levar por esse lado, nao podemos usar comprimento algum, pois os Europeus, de onde descende boa parte de nossa CUltura, tbm nunca foram  santos.
O comprimento nazista foi copiado por Hilter para ser uma das marcas do 3º Reich. Existe uma grande diferença aí.
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:A MARCA...
« Resposta #6 Online: Outubro 07, 2013, 10:42:36 »
...
pois nosso povo felizmente não consegue perceber a relação com o cumprimento nazista, para nós é apenas um gesto com o braço. Não que sejamos insensíveis ao assunto, apenas não tem significado porque não vivemos aqueles horrores.
...


Anauê é um vocábulo de origem tupi, que servia como saudação entre os indígenas e de brado. É uma palavra com conteúdo afetivo que significa: "Você é meu irmão".1

Com o Movimento Integralista foi incorporada como saudação oficial entre seus integrantes. Mais precisamente na "Era Vargas" no governo que ficou conhecido como "governo provisório" (1930 a 1934) seguindo o modelo fascista italiano foi criada a Ação Integralista Brasileira(AIB) que vestiam uniforme com camisas verdes e desfilavam pelas ruas como tropa militar, gritando a saudação indígena: Anauê! (em tupi, "você é meu irmão"). Era um movimento sem distinção racial e econômica, como a própria saudação demonstra, já que é um vocábulo de origem tupi, contrariando a crença popular de que este era um movimento eurocêntrico.


fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anau%C3%AA

   Acredito que nosso povo sabia sim o que era o facismo, embora fosse anunciado, como diversos grupos skinheads o fazem, ser um grupo desprovido de preconceitos raciais.

[]´s
« Última modificação: Outubro 07, 2013, 10:44:48 por BigBoy »