Autor Tópico: Defesa Pessoal e Artes Marciais  (Lida 1348 vezes)

Offline fabiopeart

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 525
  • Votos: +0/-0
Defesa Pessoal e Artes Marciais
« Online: Setembro 22, 2006, 15:40:28 »
Parte I

Existe uma polêmica muito forte em torno do que é um estilo de defesa pessoal e o que é exclusivamente arte marcial, ou vice-versa. Raramente pessoas envolvidas à área se entendem quanto a este assunto. Por se tratar de um estudo pouco explorado e muito polêmico achei por bem explana-lo aos interessados.
Arte é a capacidade natural ou adquirida de pôr em prática os meios necessários para obter um resultado; ou ainda, a capacidade que um homem tem de pôr em prática uma idéia , valendo-se da faculdade de dominar a matéria.
Marcial é relativo a militares ou a guerreiros; ou ainda, da, respeitante à, ou próprio da guerra; bélico.
Podemos então deduzir que Arte Marcial é a capacidade do homem dominar a guerra através de seus atributos naturais ou adquiridos. Onde se subentende que guerra tem o sentido de combate corpo a corpo. Concluindo então que Arte Marcial é a capacidade do homem dominar o oponente no combate corpo a corpo.
Defesa é o ato ou forma de repelir um ataque; resistência; resguardo, proteção.
Pessoal é aquilo que é relativo ou pertencente a pessoa; individual.
Concluímos então que Defesa Pessoal é o ato de proteger a pessoa individualmente, ou a auto-proteção.
A maioria das pessoas acreditam não haver diferença entre ambos; seja em teoria ou na prática. E você, o que acha? Pense e conclua por si. Posteriormente leia a continuação deste artigo; mas primeiro analise!

Parte II

A maioria das pessoas, inclusive praticantes de artes marciais e treinandos de defesa pessoal acreditam não haver diferença entre ambos; seja em teoria ou na prática.
Analisando os dados, refletindo sobre o assunto, e levando em consideração o que vemos e vivemos, chega-se à conclusão de que Arte Marcial e Defesa Pessoal se assemelham em alguns pontos, mas cada qual com suas peculiaridades.
Realmente as Artes Marciais foram criadas e muito empregadas nas guerras. Porém devemos ser cautelosos ao julgar o que são Artes Marciais, pois aos olhos da maioria das pessoas, somente, e tão somente, Karatê, Kung-Fu e Judô fazem parte desta família; tendo suas ramificações menos conhecidas como o Jiu-Jitsu, Muay Thai, Hapkidô, Aikidô, e algumas outras seguindo "no vácuo" para os menos alienados ao assunto.
Agora analisemos: será que hoje havendo uma guerra alguma destas artes acima mencionadas servirá para os combatentes aplicarem nas batalhas e confrontos corpo-a-corpo? Acho pouco provável. Lembre-se que as guerras da época em que a maioria destas Artes Marciais foram criadas era muito diferente. Realmente funcionavam para sua época, onde armas pesadas eram catapultas e os combatentes realmente ficavam horas "brigando". Hoje seja para a guerra nos campos de batalha ou para enfrentarmos guerras urbanas decorrentes da violência em que vivemos a realidade é outra. Devemos ser efetivos e rápidos num ataque ou contra-ataque, senão morremos! Naquela época não se atacava pelas costas, isso era desonroso, e hoje? Naquela época numa briga de rua, a briga era somente entre dois desafiantes, os demais somente observavam, e hoje? Naquele tempo num assalto roubava-se os bens de alguém, hoje se rouba a vida; mesmo que não haja reação. É, .....mudou! Mas as Artes Marciais acima mencionadas mudaram? Com certeza não; aliás um ponto forte das Artes Marciais é o tradicionalismo.
Dando continuidade então a análise, chamo sua atenção para a observação de uma evolução nas Artes Marciais; onde existem as, se é que podemos denominá-las assim, Artes Marciais Tradicionais que possuem uma visão conservadora de seu tempo; as Artes Marciais Pós-Tradicionais, que sofreram pequenas alterações pela geração de mestres seguinte; as Pré-Modernas, que simbolizam o começo do desvinculo ao tradicional, com datas de criação deste século; e finalmente as Artes Marciais Modernas, fundamentadas num mundo mais violento e na necessidade de sobrevivência urbana, adaptando suas reações às leis de legítima defesa vigentes e ao imediatismo dos marginais; cada qual seguindo a realidade de seu tempo de criação. As Artes Marciais que visam a Defesa Pessoal hoje são certamente as criadas nos últimos anos, pois se deve obrigatoriamente possuir uma atualização das técnicas e conceitos, filosofia e metodologia de ensino, o que é o caso do Kombato por exemplo. Deve-se adaptar a Defesa Pessoal e a Arte Marcial com a realidade encontrada nas ruas e campos de batalha, utilizando-se do ou no mínimo conhecendo o modus operandi do oponente/inimigo.
Para finalizar, tudo depende de como se vê as coisas. Afinal, não existe regra alguma para definir critérios de avaliação de até onde uma Arte Marcial é uma forma de Defesa Pessoal e até onde a Defesa Pessoal é uma forma de Arte Marcial. Se enxergarmos Artes Marciais como uma só coisa, então esta se difere de Defesa Pessoal. Pois poucas são as Artes Marciais aplicáveis à violência atual. Vendo no entanto as Artes Marciais por fases conforme sua data de criação, podemos dizer então que as Artes Marciais Modernas são formas de Defesa Pessoal. Isso não afirma que as demais Artes Marciais não servem como Defesa Pessoal, somente reflete sua desatualização e talvez ineficiência para a atual realidade.
Não estou incentivando com isto a extinção das Artes Marciais Tradicionais e a glória das Artes Marciais Modernas, apresento fatos tão somente.
E lembro também: existiriam as Artes Marciais Modernas sem a criação das Tradicionais? Qual seria a base das Artes Marciais Modernas se não através do estudo realizado pelas Tradicionais? Note que é de suma importância esta hierarquia evolutiva; e devemos muita coisa que hoje sabemos aos que entregaram suas vidas nos campos de batalha, aplicando técnicas que hoje treinamos em academias, centros desportivos e quartéis.
Um exemplo curioso: Você sabia que o Full Contact/Kick Boxing/Chute Boxe (os três são basicamente a mesma coisa com nomes distintos) nasceu do Karatê? É verdade! Pergunto: Tem alguma coisa a ver um com o outro? Se você disser que sim estará sendo no mínimo irônico. Podemos concluir então que o Full Contact é uma evolução do Karatê. E certamente que outras artes criadas posteriormente ao Full Contact são sua evolução; seguindo assim por diante. Enxergue como quiser, aceite como quiser, mas isso é lógica!
Nada é para sempre, nada é imutável; e portanto devemos ser adaptáveis às novas realidades também. Pois somente assim sobreviveremos!

Fonte: http://www.sotai.com.br/defeart.htm
---------------------------------------------------
Karate ON

Offline fabiopeart

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 525
  • Votos: +0/-0
Defesa Pessoal e Artes Marciais
« Resposta #1 Online: Setembro 22, 2006, 15:41:46 »
OSS PESSOAL !!!

Eu achei o site interessante.  Existem outros artigos lá que valem apena dar uma verificada.

Espero que vocês comentem sobre o texto acima, pois acho que passa pela cabeça de todos, até mesmo os leigos em AM.

OSS
---------------------------------------------------
Karate ON

Offline ToraNoMaki

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 434
  • Votos: +2/-0
    • http://www.kenshinkan.com.br
Artigo
« Resposta #2 Online: Setembro 22, 2006, 16:58:05 »
Oss.

Na minha opinião o texto começa bem e termina mal. Houve uma confusão, uma mistura de assuntos.

Na minha humilde opinião defesa pessoal é uma parte das Artes Marciais. Treinar defesa pessoal em detrimento dos outros aspectos da arte é como um aluno estudar apenas química ou física em detrimento do português, geografia, etc.

O que quero dizer com isso é que, muito embora o combate faça parte do treinamento de uma Arte Marcial, não é o principal motivo desse. Principalmente o Karate-Do. A prática da Arte Marcial tem consequências muito mais profundas, desde o aperfeiçoamento das capacidades motoras, reflexo, raciocínio, controle físico e emocional, etc, até a compreensão de aspectos não físicos, não materiais. Mais aí já é um assunto para outro tópico.

Já com relação a evolução das AMs, o próprio Funakoshi era defensor dessa tese. Realmente as artes evoluem, sofrem modificação, o Mestre modificou, aprefeiçoou e encorajou seus seguidores a fazê-lo também, mas a essência do Karate esta lá, intacta.

Se pensarmos em defesa pessoal, principalmente aqui no eixo RJ - SP, deveríamos todos largar as AMs e procurar cursos de tiro.

Eu penso nas AMs, principalmente no Karate-Do, como uma forma de aprimorar o meu corpo e mente e, como consequência, ser capaz de defender-me em diferentes ocasiões, fisicamente ou não.

Oss.

Offline fabiopeart

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 525
  • Votos: +0/-0
Defesa Pessoal e Artes Marciais
« Resposta #3 Online: Setembro 24, 2006, 01:58:31 »
OSS ToraNoMaki

Concordo com suas palavras.  Acho que o caminho é por aí.

É assim que vou aprendendo.

OSS
---------------------------------------------------
Karate ON