Autor Tópico: Jiujtsu  (Lida 8251 vezes)

Offline TaeKwonDo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 713
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Online: Julho 24, 2006, 05:51:06 »
OSS
O unico golpe mortal do jj é o estrangulamento(mata leão) o resto dá no maximo uma subluxação coisa que se for a vera não incapacita ninguem, doi mas não mata nem nocauteia.O que vcs acham disto?

Neto110

  • Visitante
Jiujtsu
« Resposta #1 Online: Julho 24, 2006, 07:22:45 »
Cada tem sua estrutura e objetivos.

Causar lesões que impeçam de continuar a luta é um meio de acabar e vencer a luta, concorda?

A luta citada não se propõe a matar seus adversários, mas vencer a luta, uma filosofia específica do conde Koma e nunca negada por ele neste sentido.

Desconheço os fundamentos da arte que se pratica no Brasil e anacronicamente se chama JJ brasileiro (anacronicamente porque usa termos japoneses, técnicas japonesas redescobertas no Brasil (porque já existiam antes), teve um Mestre Japonês mas ainda sim consegue ser chamada de brasileira...a única coincidência é que lá como aqui ela floresceu sob os auspícios de uma família de nobres - entendida aqui a situação de berço favorável: embaixador é nobre para mim, e para vocês?)

O karate é uma arte que surgiu numa ilha ao sul do Japão criada por camponeses para defender suas vidas e patrimÔnio. Os seus adversários estavam armados e eles naõ podiam andar armados, eram soldados e a lei, ou seja se naõ matassem seus adversários eles voltavam com mais colegas e você estava morto.

O karate não tem nada a ver, em sua origem, com competições e vitórias por critérios subjetivos, o critério era sobreviver, se sobrevivesse venceu.

Se treinamos karate é porque os embates foram vencidos.

Agora, o karate na atualidade perdeu muito (ainda bem) desta característica e cada vez mais gente está aprendendo os movimentos do karate e cada vez menos gente está ciente de sua origem histórica como cultura do movimento dentro de outra cultura mais ampla, havendo o forte movimento de inseri-la na marra em nossa cultura ocidental imediatista mutilando o que naõ parece caber ou combinar com a "modernidade" que é mais retrocesso cultural que qualquer outra coisa porque naõ é fundamentado no aprimoramento mas no tornar fácil e acessível para consumo pelas massas e pela mídia.

Azar o nosso que temos que ver nossa arte ultrajada assim. Sorte a de quem manteve o espírito crítico o bastante para poder perceber isto tudo.

Offline TaeKwonDo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 713
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #2 Online: Julho 24, 2006, 08:49:16 »
OSS
As lesões que podem ser causadas as articulações não impedem realmente de continuar uma briga(não digo vale tudo porque os juizes param a luta a briga que eu me refiro é na rua e sem regras sem juizes lutando até a morte).O unico artificio que os jj podem usar é o mata leão,triangulo e similares para matar o resto depende do kimono e o armlock ou leglock não impedem um cara com o sangue quente e adrenalina a mil de continuar uma luta.O que vc pensa sobre isto?

Offline Juan (opasto)

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 416
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #3 Online: Julho 24, 2006, 11:39:40 »
Neto,

Não sei qual a real história do karate, mas uma das versões que conheço, diz que Sakugawa, Matsumura, Itosu e Azato eram todos funcionários do Castelo de Shuri. Itosu era secretário do Rei de Okinawa, Azato era assessor do Rei, Sakugawa e Matsumura tinham cargos militares. Eram da classe nobre de Okinawa chamada de keimochi. Todos os mestres da linhagem que originam o Karate Shotokan e o Kobudo são dessa classe, inclusive Funakoshi.

Mesmo no Japão o Karate sempre foi elitizado. No princípio com os intelectuais e posteriormente com as universidades.

Curiosamente no Brasil o karate faz muito sucesso nas baixas classes sociais. Fui assistir 2 ou 3 campeonatos da CBKI, um deles era Campeonato Brasileiro e essa constatação era bem nítida. Não sei se nas outras confederações ou se nos demais países isso se repete.


Quanto ao jj acho que depois de ter alguma articulação luxado vc fique bem mais mancinho e mais sujeito a ter o pescoço estrangulado ou, se quiser, de pagar seu banquinho e sair de fininho....
OSS!
Juan Claudio Martin

Neto110

  • Visitante
Jiujtsu
« Resposta #4 Online: Julho 24, 2006, 11:57:07 »
Boas considerações opasto

Você citou os mestres da arte, mas aonde eles aprenderam? A arte era popular. Ao menos é a história que tenho acesso.

Sobre a fala do TKD: na rua, todos sabemos que naõ há como prever nenhum resultado: não há regras para serem atendidas ou seguidas. Jà vi um rapaz ser "detonado" por uma tijolada que ele nem imaginou fosse ocorrer naquela altura da luta.

O inesperado não pode ser contabilizado.

Não desvalorizo nenhuma arte ou artista marcial mas não saio por aí desafiando ninguém e os desafiantes eu trato como a lei pede que se trate, principalmente proque não sou lutador profissional e, se fosse, minha bolsa seria muito cara para inibir que os "esquentadinhos de plantão" ficassem me desafiando de graça pela internet.

Os goles do JJ tem seus méritos e problemas, os nossos idem. Qualquer coisa falada fora disto é balela de quem deveria estar treinando e naõ ficar tentando provar algo que naõ tem tanta certeza para os outros.

Offline TaeKwonDo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 713
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #5 Online: Julho 24, 2006, 18:46:41 »
OSS
Eu não estou desafiando ninguem nem muito menos querendo comparar artes marciais eu apenas estava querendo passar e discutir pensamentos que eu tenho.Realmente o colega opasto tem rasão com um membro incapacitado será mais facil ser estrangulado eu não tinha visto a coisa por este lado mas não há como negar que golpe mortal no jj só os de estrangulamento que podem ser utilizados sem kimono.Na rua eu ja soube até de um traficante que tomou um tiro de calibre 12 no pé e saiu correndo sobre o cotoco que restou do pé (na adrenalina e com drogas na mente)e veja que o pé dele foi arrancado imagine se fosse uma chave de pé com o espirito certo vc tiraria de letra.Mas eu não estou afim de testar esta teoria :lol: gosto do jj mas eu tenho esta critica assim como eu tenho de todas as artes marciais.Eu não tenho certeza de nada graças a deus não sei nem se amanhã eu estou vivo e eu não tenho a pretensão de provar nada a ninguem apenas de trocar ideias e aprender o que puder.Mais uma coisa eu posso falar eu já torçi alguns pescoçinhos de jiujtero por ai :twisted: posso ter dado sorte ou não?

Offline NijuShiho

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 26
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #6 Online: Julho 25, 2006, 14:34:09 »
Pela amor de DEUS, essa que as tecnicas do JJ foi redescobertas no Brasil foi boa, O jj classico(japones) foi adapitado pelo mestre Helio Gracie(camo se calocasse "alavancas" nas tecnicas ) possibilitando uma pessoa mais fraca ganhar de uma mais pesada e forte. Criando assim o Gracie JJ. Sobre os golpes é incrivel a engenuidade de vocês

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #7 Online: Julho 25, 2006, 14:56:58 »
O NASCIMENTO DO GRACIE JIU-JITSU
Carlos, o mais velho de cinco irmãos, ficou tão fascinado com as técnicas de Maeda que, em 1925, inaugurou a primeira Academia Gracie de Jiu-Jitsu no Rio de Janeiro, Brasil.

Hélio, irmão mais mocó de Carlos, era frágil fisicamente e costumava desmaiar quando exercia qualquer atividade física. Seu médico o aconselhou a evitar qualquer tipo de exercício. Como resultado, Hélio costumava se sentar ao lado do tatami e observar Carlos dar aula. Fez isso durante alguns anos.

Um dia, quando Hélio tinha 16 anos, um estudante chegou para a aula, mas Carlos não estava, e Hélio disse: “Meu irmão não está, mas se quiser, posso explicar as técnicas para você. Tenho observado meu irmão por tanto tempo que já memorizei todos os movimentos.”

Hélio mostrou todos os movimentos ao estudante. Estava tão excitado e entusiasmado em satisfazer o aluno que quando Carlos chegou e se desculpou por estar atrasado, o aluno disse: “Tive uma aula com seu irmão e se não se importar prefiro continuar a ter aula com ele.”

A partir daquele dia, Hélio se tornou instrutor e logo depois estava ensinando a maioria das classes, enquanto Carlos ficava cada vez mais envolvido com o desenvolvimento da Gracie Diet e com o gerenciamento das carreiras de lutadores de seus irmãos.

Apesar de seu pequeno porte e de pesar somente 140 libras (cerca de 64 quilos), Hélio se tornou o cérebro por trás do desenvolvimento do Gracie Jiu-Jitsu, adaptando as técnicas do Jiu-Jitsu japonês de modo que dependessem somente em alavancagem, em vez de força e explosão. Ele era motivado por determinação constante de encontrar meios eficazes de enfrentar qualquer aspecto possível de uma luta real.

Atrevendo-se a se distanciar do tradicional estilo japonês, começou a experimentar, modificar e aperfeiçoar técnicas simples que seriam eficazes independente de estatura.

Foi assim que desenvolveu seu estilo de Jiu-Jitsu. Apesar do Gracie Jiu-Jitsu ser descendente do antigo estilo japonês, as diferenças são bastantes aparentes. Muitos dos aspectos japoneses da arte, que dependem de bravura e movimento firme, foram abandonados, deixando somente técnica pura.


fonte :http://www.graciemiami.com/portugues/brazil.htm

Neto110

  • Visitante
Jiujtsu
« Resposta #8 Online: Julho 25, 2006, 17:38:48 »
NIjushiho, uso referênicas históricas para minhas afirmações. Se você tem outras referênicas, ficarei feliz em mudar minhas falas.

O colega já postou uma referência, indique as suas.

Offline NijuShiho

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 26
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #9 Online: Julho 25, 2006, 17:56:25 »
Cara eu falei tudo resumidamente, qualquer lutador bem informado sabe a historia do JJ brasileiro, não é preciso "colar" .

Neto110

  • Visitante
Jiujtsu
« Resposta #10 Online: Julho 25, 2006, 18:06:45 »
Não entendi a questão da ingenuidade então, explique novamente.

Offline NijuShiho

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 26
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #11 Online: Julho 25, 2006, 20:07:32 »
Neto110 que você faria se a luta fosse para o chão ?

Neto110

  • Visitante
Jiujtsu
« Resposta #12 Online: Julho 25, 2006, 20:31:42 »
No meu conceito, a luta acaba antes de ir para o chão. Mas tive aulas de JUDO. Todos karatekas de minha academia, de certa faixa em frente treinavm chão. Eu nunca gostei mas sabia me virar lá.

Hoje, mesno não gostando, estou comprando um tatame para a academia para os novatos aprenderem a cair.

Offline Shaolin

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 119
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #13 Online: Julho 25, 2006, 21:24:12 »
Um artista marcial aprende golpes que necessitem a menor quantidade de energia e menor tempo pra derrotar o oponente, afinal arte marcial, arte de guerra. Com um golpe o cara dorme. Mas caso a luta vá pro chão, no kung fu shaolin do norte tb tem técnicas de chão, fora as torções e os pontos de pressão. Certamente se a luta fosse para o chão eu daria algum golpe em um ponto crítico e te botaria fora de combate.

Offline TaeKwonDo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 713
  • Votos: +0/-0
Jiujtsu
« Resposta #14 Online: Julho 26, 2006, 09:45:13 »
OSS
A familia gracie soube fazer mais propaganda com vale quase tudos comprados do que realmente revolucionar o jj por que hoje em dia nenhum deles bota a cara nos vale tudos?porque os oponentes hoje são mais fortes e não são bobos treinam chão mais como rota de fuga caso em pe fiquem em desvantagem.Os gracies botam esta braba que o menor pode vencer o maior mais não é isso que ocorre na ultima investida deles o Sakuraba mostrou o que eles são um bando de fracotes que atualmente sabem o mesmo que os outro e se botarem a cara vão entrar na porrada.Como podemos constatar com o Rickson que vive de caô pedindo bolsas milhonárias para lutar porque sabe que vai entrar no cacete e quer pelo menos garantir a grana ou viver da fama já que ninguem vai pagar.Mas voltando ao tópico eu praticaria submission que é sem kimono ali e o chão realidade pois na rua vc não vai estar de kimono embora saibamos que na rua se for pro chão o colega do cara vai te dar muito chute na cara o negócio é definir a luta em 5 segundos e nisso as artes marciais de verdade fazem muito bem.Eu ja vi e não vou mentir brigas de rua um contra um que foram pro chão e ninguem entrou mas tambem vi lutas que o cara não conseguiu levar pro chão e foi pro hospital como tambem verdadeiros combates em pé onde foi trocação pura até um cair e demorou cerca de 4 minutos de socos na cara sem parar,mas na grande maioria das vezes vc só tem pouquissimo tempo antes que te separem(boates,bares e similares).Então é mais facil vc usar uma luta de pé do que de chão(na pratica só funciona bem no vale tudo por que as regras favorecem).