Autor Tópico: Teoria da conspiração?  (Lida 731 vezes)

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Teoria da conspiração?
« Online: Julho 18, 2013, 19:29:18 »
Nunca fui partidário de tais teorias, mas acho que não é mais teórico. A coisa tá virada do avesso.





Aquilo que era possível ver desde o início começa a ficar claro pras pessoas. Vejam o vídeo, onde o óbvio é dito:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2013/07/pacto-para-nao-usar-gas-em-atos-nao-deu-certo-diz-comandante-da-pm-rj.html


Pra fechar, a educação, civilidade e inteligência andam em alta aqui em Porto Alegre:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=KtHccsTAul8#at=155

Aqui está a página referida, pra entenderem o que houve:

http://polibiobraga.blogspot.com.br/2013/07/este-e-o-tipo-de-gauchos-que-juiza.html
Abraços,
Rodrigo

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:Teoria da conspiração?
« Resposta #1 Online: Julho 19, 2013, 11:08:05 »
   Achei interessante a palestra/aula do Yuri. Só achei que ele forçou a barra ao citar Sun Tsu. Existem livros anarquistas que detalham fase a fase cada uma destas ações. Não sei quais são. Confiei num papo de bar que tive há tempos com um colega "camarada". Porém penso que seja um movimento natural do ser humano ir em direção ao caos quando não governado. Não acredito que haja uma única fonte que lance iniciativas orquestradas ao longo do tempo.
   
   A busca por bruxas do passado da época da ditadura através da famigerada comissão da verdade - que rapidamente passou a só investigar oficialmente casos somente dos militares (e não dos insurgentes) - foi invenção não do PT, mas da Dilma, em específico. Ela que durma com as consequências disto.

   A distorção do conceito de estado laico para estado ateu e, atualmente estado caçador de religiosos: pra mim, isso inicialmente foi ideia da gestão em torno da presidência. Porém, as consequências que isso desencadeou, já recebeu "n" fontes incitadoras e fugiu do controle.

   Orientação sexual: idem ao parágrafo anterior.

   Enfim, creio que estejamos indo para uma das duas direções a seguir:
  • O país vive o caos, entra em colapso, endivida-se, reergue-se e aprende a lidar com essa democracia jovem de vinte anos;
  • ou um novo "líder", falador, de discurso comovente, toma o poder. E no outro dia uma nova versão do facismo (simpática aos credores internacionais) é implantada.

   Temos participação nisso. Jovens de 16 a 20 anos são filhos de quem nasceu lá por volta de 1965 a 1975. Nunca vi em toda a minha vida tamanha "repulsa" pelos filhos como atualmente. Ouço em programas supostamente conduzidos por intelectuais, formadores de opinião, que "estão loucos" para que as férias acabem, para terem "uma trégua dos filhos. Vou a hotéis e os pais largam os filhos com os monitores às sete da manhã e os pegam novamente às dez da noite. Não é uma ou outra família que conheço que permite aos seus filhos terem computador nos quartos e neles ficarem pendurados quase oito horas diárias vendo e fazendo o que bem entendam.
   E agora ficamos chateados com o que estamos vendo? Pera lá...

[]´s
Big