Autor Tópico: Karate Jutsu para Karate Do  (Lida 10727 vezes)

A. HIGINO

  • Visitante
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #30 Online: Dezembro 12, 2011, 23:25:54 »
OSS...

Realmente sem o tatame a coisa complica para o treinamento de quedas.
Quando treinamos voltados a queda, vez por outra ha alguma lesão devido o piso ser duro. Algumas vezes treinamos no DoJô Militar que tem um tatame de qualidade.
Estamos pleiteando para o próximo ano conseguir um tatame de 9x9m. Aí a coisa vai melhorar 100%.

No entanto, mesmo com o tatame, é importante treinar também em piso duro para não perder a ambientação.

OSS...

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #31 Online: Dezembro 13, 2011, 08:32:45 »
Acho que sempre é bom ter pelo menos o tatame de encaixe, que pode ser montado e desmontado de acordo com a necessidade do dojo! Mesmo não usando quedas, quase sempre acontecem tombos feios no kumite. Eu sou supeito pra falar pois gosto muito do nage waza associado ao karate. Se depois da queda ainda tivesse uns 05 segundos para finalizar com uma chave ou estrangulamento, eu acharia melhor ainda!! kkkkk!! Mas acho que tô quererndo demais!!!
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline bcabrera

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 245
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #32 Online: Dezembro 13, 2011, 10:44:06 »
Acho que sempre é bom ter pelo menos o tatame de encaixe, que pode ser montado e desmontado de acordo com a necessidade do dojo! Mesmo não usando quedas, quase sempre acontecem tombos feios no kumite. Eu sou supeito pra falar pois gosto muito do nage waza associado ao karate. Se depois da queda ainda tivesse uns 05 segundos para finalizar com uma chave ou estrangulamento, eu acharia melhor ainda!! kkkkk!! Mas acho que tô quererndo demais!!!
]

vai trocar de 6 em 6 meses...

Se for investir em tatame faça da maneira correta...o tatame do tipo " quebra cabeça" para o karate é fatal, os deslocamentos e paradas bruscas tipicos destroem os fragéis dentes. dinheiro jogado fora..vai por mim.
Com relação a treinar sem tatame..eu particularmente ja vivi os 2 lados treinei e lecionei na Vila Olimpica do Salgueiro durante anos, onde o local de treinamento normalmente era uma quadra de futsal de cimento, ou uma quadra de society ( pois é terra e pedrinhas). 18 pretas treinando e os ashibarais e osotogaris rolavam solto...e a gente sempre treinou ukemi. Hoje eu treino num CT super moderno com tatame pra todo lado e continuo com a mesma ideia e didática.Mesmo se não houvesse ainda sim trabalharia os ukemis de maneira constante. ( Faço ukemi todos os dias antes de começar o treino mae, ushiro e yoko ukemi) Entendo que quando se trabalha com clientes que pagam caro deve prezar-se um pouco mais pela integridade, pois muitas vezes a questão do direito do consumidor é colocado em teste. Estamos falando de artes marciais , mas ainda sim é um serviço prestado.

grande abraço

OSS
Se eu parecer confuso ou com medo, posso estar em DEAI. A verdade nunca saberá...
Siga no Twitter: @bruno_cabrera

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #33 Online: Dezembro 13, 2011, 12:08:09 »
Nosso tatame é feito de raspas de pneu coberto por lona. É o melhor.
Hoje em dia ninguém quer treinar em parquet e chão de cimento. Principalmente aqui que é muito frio no inverno.
Estes dias treinei em um dojo em uma academia, onde encaixam o tatame antes de cada treino. Além de ser uma porcaria treinar naquilo, é uma perda de tempo.
« Última modificação: Dezembro 13, 2011, 13:07:30 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #34 Online: Dezembro 13, 2011, 13:25:36 »
Quando0 eu treinava karate praticamente nenhuma academia tinha tatame, era no chão duro mesmo. Fui treinar em uma academia com tatame quando treinava com uma equipe de MMA. O tatame foi feito com lona de primeira qualidade e não era muito macio, ideal para a maioria dos exercicios que eram praticados.
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline Andretta

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 276
  • Votos: +0/-0
  • "E a vida segue ensinando... todos os dias."
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #35 Online: Janeiro 25, 2012, 03:58:37 »
O problema do Karate não são os “mistérios” que envolvem a arte, mas sim questões políticas (interesses) que sempre estiveram em jogo desde início do reconhecimento desta nobre arte da oriunda da pequena Okinawa por parte do grande Japão.

Uma coisa é certa... Gichin Funakoshi-sensei tem todos os méritos em ter jogado e vencido este jogo... obviamente não estava só... contava com muitos outros mestres de Karate (Tô-de... na realidade) que tinham grande relevância na época. Bem como, com a ajuda de Jigorô Kanô-sensei (que é uma figura impar para o reconhecimento do Tô-de no Japão) apoio sem o qual ele também não teria chegado a lugar algum.

Antes de tentar colaborar com os colegas do fórum com alguma informação que talvez venha a ter relevância, temos que entender algumas coisas:

1º O Karate não é uma arte marcial tradicional japonesa;

2º Em Okinawa o idioma falado antigamente não era o idioma japonês;

3º Os costumes de Okinawa, bem como o povo, eram considerados estrangeiros por parte dos japoneses;

4º Nenhuma das mudanças feitas na arte neste período inicial (de transição) foi feita por livre e espontânea vontade... todas foram IMPOSTAS pela Dai Nippon Butokukai;

5º A história que nos contam hoje sobre o Karate é uma história criada para japoneses ver;

6º Não podemos esquecer que a expressão Tô-de podia ser lida Karate em japonês (embora isto não seja certo quando falamos em Nihongo correto).

Etc... (tem tanta coisa que não cabe enumerar... os 6 itens acima são suficientes para meu propósito nesta postagem)

Vamos às questões:

QUANDO O KARATÊ JUTSU TEVE SUA NOMENCLATURA MODIFICADA PARA KARATÊ DO e o PORQUÊ?!
OSS
Não há como precisar qual o período exato em que ocorreu a mudança, mas com certeza foi em algum momento entre 1929 e 1934. Em uma de suas publicações (de 1943) Funakoshi-sensei afirma “Em Okinawa, sempre usávamos os termos Te e Tō-de. Foi depois que me transferi para Tōkyō que meus alunos e eu começamos a usar o termo Karate-dō”... mas a data não consta.

Sabe-se que em 1934 o Karate foi reconhecido como arte marcial verdadeira pela Dai Nippon Butokukai... o que deixa claro que neste ano as IMPOSIÇÕES já haviam sido aceitas/cumpridas. Porém, diz-se que até 1936 em Okinawa se relutava para aceitar tais mudanças.

O por quê... é mais simples de responder...

Política... pura e simples... Japão e China em pé de guerra na época... ensinar uma arte marcial chamada “mãos chinesas” em terras nipônicas estava fora de qualquer questão. Ah... a mudança do nome também era uma das EXIGÊNCIAS da Dai Nippon Butokukai.

Algum Karateca pode se dizer instrutor de KARATE JUTSU???
OSS
Não... nenhum Karate-ka pode dizer que pratica Karate-jutsu... por dois motivos básicos:

1º O Karate nunca foi um Jutsu (Jutsu = arte tradicional japonesa) e

2º... mesmo que tivesse sido... os Jutsu foram extintos na Era Meiji, 1868.

Obviamente, eu e acredito todos neste fórum entendem o que este ou aquele instrutor quer dizer quando falam em Karate-jutsu... querem dar uma conotação de arte marcial funcional com aquela eficiência que outrora (no campo de batalha) foi marca registrada da arte. Porém, em meu ponto de vista, metem os pés pelas mãos... porque acabam dando o impressão que não conhecem a história da arte que praticam e que não acompanharam a evolução histórica da arte.

O primeiro livro de Funakoshi era TOTE-JUTSU, depois mudou o nome para karate do.
Vejamos a evolução dos termos nas obras do mestre Funakoshi:

Ryūkyū Kenpō Tōde [琉球拳法唐手], Novembro/1922.

Rentan Goshin Tōde-jutsu [錬胆護身唐手術], Março/1925.

Karatedō Kyōhan [空手道教範], Maio/1935.

Em 1922, Funakoshi-sensei escreve unicamente “Tōde” no título de seu livro... este é o ano de sua primeira apresentação oficial no Japão e ele expõem a arte tal qual trouxe de Okinawa. Aqui vemos que o Karate (Tōde) não era um Jutsu.

Em 1925, já vacinado (para não dizer pressionado) ele acrescenta o Jutsu ao nome, sob influência japonesa obviamente.

Em 1935, um ano depois do reconhecimento oficial do Karate... surge então o nome Karatedō oficialmente em uma de suas obras.

No Japao, sempre foi karate do.
Discordando da afirmação “No Japao, sempre foi karate do”... vemos que no Japão a evolução foi Tōde, depois Tōde-jutsu e finalmente Karatedō.

karate Jutsu é coisa de Brasileiros.
Eu diria mais... é coisa de ocidental... que não conhece a evolução histórica das artes marciais praticadas no Japão, pois infelizmente já me deparei com este termo em sites de diversos países e línguas... falta de pesquisa não é exclusividade nossa!

Duas dúvidas: seria Tote ou Tode ?
Oss!!
Kanji lidos separadamente:
唐 [Kara]
手 [Te]

Kanji lidos em conjunto:
唐手 [Tōde]... o correto mesmo seria 唐手 [Tōshu], mas isso não vem ao caso aqui.

1 - Funakoshi modificou de karate jutsu para karatedo seguindo conselho de Jigoro Kano. O modo de vida Samurai tinha acabado, e as artes marciais estavam sendo aceitas mais como caminho de vida do que artes de guerra e luta. Desta maneira karatedo, judo, aikido e kendo são os gendai budo, ou budo novos, que supostamente tem como foco o crescimento do ser humano mais do que simples prática bélica. Os koryu budo são os estilos antigos, como jujutsu, kenjutsu, karatejutsu, etc, que tinham como objetivo principal ensinar defesa mesmo antes de qualquer outra filosofia, pois a filosofia do guerreiro naquela época (do samurai) era o bushido.
Vias marciais, ou Budō, passaram a ser treinadas como modo de vida... OK.

Karatedō, etc... etc... fazem parte das Gendai-budō (vias marciais modernas)... OK.

“Koryu budo” não existe... o correto é Koryū Bujutsu (escolas antigas de artes marciais).

O Karate nunca foi um Koryū Bujutsu... a mudança de Gendai-budō para Koryū Bujutsu aconteceu em 1868... O Karate chegou ao Japão em 1922 e só foi reconhecido em 1934. E, além disso, compõem as Koryū Bujutsu somente aquelas artes originadas e ditas tradicionais do Japão (que são 18 na realidade) e o Karate, como eu já disse antes... não é uma delas.

Assim usam KERI WAZA ou Geri Waza.
Fluentes na lingua Japonesa podem esclarecer melhor do que eu.
Não sou fluente na Língua Japonesa, mas essa eu sei...

蹴技 KERI-WAZA [けりわざ] (quêri-uádzá): “técnicas de chutes”

GERI-WAZA não existe em KARATE-DŌ [空手道] quando utilizamos japonês correto!

Quando colocado como 2º Kanji em uma expressão 蹴 KERI fica com o som mais fraco, ou seja, GERI. Exemplo: 前蹴 MAE-GERI [まえげり] (máê-guêri): “chute para frente”

O mesmo acontece com:

突技 TSUKI-WAZA [つきわざ] (tsúqui-uádzá): “técnicas de socos”

ZUKI-WAZA não existe em KARATE-DŌ [空手道] quando utilizamos japonês correto!

Quando colocado como 2º Kanji em uma expressão 突 TSUKI fica com o som mais fraco, ou seja, ZUKI. Exemplo: 直突 CHOKU-ZUKI [ちょくずき] (tchô$%&!-dzúqui): “soco direto”

E com:

立方  TACHI-KATA [たちかた] (tátchi-cátá): “bases”, “posições”, “posturas”

DACHI-KATA não existe em KARATE-DŌ [空手道] quando utilizamos japonês correto!

Quando colocado como 2º Kanji em uma expressão 立 TACHI fica com o som mais fraco, ou seja, DACHI. Exemplo: 閉足立 HEISOKU-DACHI [へいそくだち] (rrêssô$%&!-dátchi): “posição de pés juntos”

Saudações,
Denis Andretta.
"Sem me importar em atacar (combater) e com determinação, remar em direção à ilha marcial (das artes marciais) é uma alegria." (MABUNI, Kenwa)

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #36 Online: Janeiro 25, 2012, 11:37:55 »
caro amigo Bodhi,

Pode ser TOTE ou TODE, tanto faz...
Assim usam KERI WAZA ou Geri Waza.

Fluentes na lingua Japonesa podem esclarecer melhor do que eu.

Sem contestações, mas conheci um japonês que me falou que a tradução de geri = $%&! em japonês.

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #37 Online: Janeiro 25, 2012, 11:40:13 »
caro amigo Bodhi,

Pode ser TOTE ou TODE, tanto faz...
Assim usam KERI WAZA ou Geri Waza.

Fluentes na lingua Japonesa podem esclarecer melhor do que eu.


Sem contestações, conheci um japonês que disse que a tradução de geri = $%&!. O nome certo é keri. Na época treinando com Uriu fiquei sem graça de perguntar.

Offline Andretta

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 276
  • Votos: +0/-0
  • "E a vida segue ensinando... todos os dias."
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #38 Online: Janeiro 25, 2012, 11:53:49 »
Sem contestações, mas conheci um japonês que me falou que a tradução de geri = $%&! em japonês.

Quase lá... até tem a ver com "$%&!"... mas não é a tradução literal.

GERI [下痢] diarréia.

 ;D
Denis Andretta.
"Sem me importar em atacar (combater) e com determinação, remar em direção à ilha marcial (das artes marciais) é uma alegria." (MABUNI, Kenwa)

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #39 Online: Janeiro 25, 2012, 12:19:20 »
 Se karate-do é uma evolução do karate jutsu (pois tem lado filosófico) o que os senhores diriam de uma infeliz declaração de Yahara sensei de que o karate nao tem filosofia.

 Senhores, salvo engano o karate jutsu não tem kata. E na minha opinião foge da essência da arte.

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.351
  • Votos: +2/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #40 Online: Janeiro 25, 2012, 15:17:03 »
Citar
o que os senhores diriam de uma infeliz declaração de Yahara sensei de que o karate nao tem filosofia.

Olá Shodo,

O Yahara está certíssimo, karate não tem filosofia, o conteúdo está em quem ensina e o que ele ensina (formação do professor) e não na arte marcial. Essa sapiência toda está mais para o currículo oculto do professor do que a arte propriamente dita.

Abs,

Ari – Santos/SP

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #41 Online: Janeiro 25, 2012, 17:49:46 »
O Karate não tendo filosofia, o Judô, o Aikidô, o Kendô, tb não têm. Cresceram sobre alicerces muito fortes. Se fosse somente pelo aspecto físico o boxe, a luta-livre, o savate tb poderiam ser consideradas artes marciais? O que o Dojo-kun representa para o karate então?

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #42 Online: Janeiro 25, 2012, 20:46:23 »
nao representa nada. Foi feito pra os GAIJIN acreditarem que eles, Japas, tem Educação.
Na verdade, os japas tem sim, Educação, só os Professores de Karate japoneses é que não tem.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #43 Online: Janeiro 25, 2012, 21:03:34 »
Oss,

Acredito que para o Karate-Do o Dojo-Kun não represente nada. Contudo, são informações extremamente válidas para um Karateca se tornar melhor. Acredito também que tais regras devem ser apresentadas ao aluno por seu instrutor, mas somente isso, pois a partir dali, cada palavra se tornará inútil se houver necessidade de repeti-las como algo a ser aprendido na marra, como tabuada (hoje mais não, né? Nunca decorei 8x7, KkK). Eu mesmo limito minha instrução a poucos preceitos. Na verdade, apenas um.

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Andretta

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 276
  • Votos: +0/-0
  • "E a vida segue ensinando... todos os dias."
Re:Karate Jutsu para Karate Do
« Resposta #44 Online: Janeiro 25, 2012, 21:21:55 »
Dojo-kun representa para o karate então?

 :D Dōjōkun significa literalmente "As instruções do local do Caminho", onde:

道 DŌ [どう] (dô): Caminho, Via.
場 JŌ [じょう] (djô): Local, lugar.
訓 KUN [くん] (cún): Instruções.

Como todos nós já estamos acostumados a não traduzir a palavra Dōjō, porque sabemos onde é, assim sendo, por Dōjōkun entenda-se "As instruções do Dōjō [道場]".  ::)

O Dōjōkun são as instruções, as diretivas padrão de determinados estilos de artes marciais deixadas pelos seus respectivos mestres como um guia de comportamento dos seus praticantes.

Contudo, a preocupação dos mestres em deixar instruções éticas/morais para os praticantes não é garantia de engajamento por parte dos mesmos.  :'(

Sendo assim, alguns irão guiar suas vidas baseados nas instruções do Dōjō e outros irão dizer que isto tudo é bobagem e que no “Karate não há filosofia”...

Quem está certo? ???

Eu diria que ambos... pois o Karate é um “Caminho” e cada um escolhe como trilhá-lo...

Saudações,
 ;) Denis Andretta.
"Sem me importar em atacar (combater) e com determinação, remar em direção à ilha marcial (das artes marciais) é uma alegria." (MABUNI, Kenwa)