Autor Tópico: Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979  (Lida 2553 vezes)

Offline Leco

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 155
  • Votos: +0/-0
Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979
« Online: Março 03, 2011, 22:44:21 »
Oss!

Algumas revistas dos anos 70, gentilmente cedidas por um amigo karateca, me chegaram as mãos. Estou colocando em alta resolução.
Bons treinos!
Leco








Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.351
  • Votos: +2/-0
Re:Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979
« Resposta #1 Online: Março 06, 2011, 13:05:40 »
O impressionante não foi o tigrão ganhar o campeonato brasileiro daquele ano, mais como ele cabia e conseguia dirigir o Fiat 147 que tinha na época.

Não entendi o que o repórter quis dizer quando falou que o Ennio passou 2 anos no curso de kenshusei no Japão e não melhorou sua técnica. Parece absurdo essa afirmação.


Ari - Santos/SP

Offline Leco

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 155
  • Votos: +0/-0
Re:Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979
« Resposta #2 Online: Março 06, 2011, 13:46:20 »
Não entendi o que o repórter quis dizer quando falou que o Ennio passou 2 anos no curso de kenshusei no Japão e não melhorou sua técnica. Parece absurdo essa afirmação.
Ari - Santos/SP

Talvez a performance dele neste campeonato, não tenha sido a que se esperava dele, justamente por ter passado dois anos no Japão.
Campeonato é fogo. Algumas vezes você está na ponta dos cascos, outras não sai nada. Acontece com qualquer um.

Oss!

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re:Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979
« Resposta #3 Online: Março 06, 2011, 15:15:51 »
Lembro muito bem, da performance do Ennio como a do Tigrão, já que ocupei o cargo de técnico e entrei como atleta na equipe, treinei diretamente com os dois por um mês, sentindo então, toda a pressão do que era lutar com um e com o outro ... Por outro lado, o Ennio e eu treinamos juntos, sem interrupção, por 5 anos e na sua volta senti um cara que lutava empregando mais estratégia.
O Tigrão não  saiu na equipe e foi campeão no individual, com uma jornada excepcional.
O Ennio era visto como o virtual campeão, como isso não ocorreu (como citou o Leco) houve esse comentário do repórter.
Oss
Ricardo

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re:Revista Dô - Campeonato Brasileiro de 1979
« Resposta #4 Online: Março 06, 2011, 17:40:01 »
Obrigado Leco ... é de emocionar.

Comecei no Karate 1982, com Wanderley Wargas da Kobukan Campeão Carioca de 82. Inesquecível estes tempos, hj são vários Brasileiros uma zona total, regulamentos que beneficiam atletas e prejudicam Karatecas.

Neste tempo o que prevalecia era o Karate ... podia haver problemas com arbitragem, como sempre, mas reconhecia quem era bom.

Nos últimos 10 anos que morei no Rio treinava com o Celso Rodrigues, também presente nesta reportagem, grande professor e meu amigo.

As vezes dá vontade de entrar numa maquina do tempo e dar uma espiada nestes campeonatos ...
« Última modificação: Março 06, 2011, 18:06:52 por pmax »