Autor Tópico: Diário de treinamento de um karateca...  (Lida 19590 vezes)

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.667
  • Votos: +1/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #15 Online: Dezembro 16, 2011, 08:59:47 »
No último campeonato que fui ver, um mês atrás, só tinha mawashi, ura mawashi, kizami tsuki e gyaku tsuki. Golpes como ura ken, haito, kage tsuki e outros, são permitidos na WKF?? O Morote gari tbm é permitido??

Tsuki, 

O ura ken é permitido, já haito e morote gari não são. Tenho dúvida sobre o kage tsuki. Mas se quiser a informação mais completa, sugiro procurar no site da WKF, pelas regras de competição.

OSS
Karate Wado Ryu

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #16 Online: Dezembro 16, 2011, 11:32:04 »
Prezado Gem,

Em que parte da regra, explicita que não se pode aplicar haitô (dúvida mesmo), pois li por alto para entender as regras, e não vi nada explicito sobre proibição de golpes com mão aberta.

Não obstante a esse questionamento, o artigo 44 a 46, se fala em nocaute!

No artigo 21, diz que na categoria senior, pode se admitir até golpe leve tocando a garganta.

no artigo 55, diz que se vc lançar um oponente ao solo, o juiz deve esperar 3 segundos para que o outro tente pontuar, e ainda tem a expecificação no artigo 78.

e sinceramente não vejo nada que proiba o haito...

Se puder me ajudar a entender seu comentário, agradeço, pois conhecer as regras me ajudará  a fazer um grande trabalhao

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #17 Online: Dezembro 16, 2011, 11:39:11 »
Ouvi dizer que foi proibido por haver menos controle neste golpe. Que bobagem.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +1/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #18 Online: Dezembro 16, 2011, 11:53:35 »
Acabei de ler o regulamento da WKF e não fala nada de restrição a golpes com a mão ou a tipos de nage waza permitidos.



"Ippon (1 Ponto)
é atribuído por:

1. Qualquer soco (tsuki) executado a qualquer das sete áreas
pontuáveis.
2. Qualquer golpe (uchi) executado a qualquer das sete áreas
pontuáveis"

"Uma técnica com Boa Forma diz-se quando as suas características lhe conferem
eficácia provável dentro dos parâmetros conceptuais do karate tradicional."

E sobre nage waza, não fala qual não é permitida, mas fala que quedas com pivô acima do quadril tem que ser dadas sem soltar o oponente ao solo, de maneira perigosa.

O morote gari tem seu pivô exatamente no quadril!
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +1/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #19 Online: Dezembro 17, 2011, 17:46:08 »
Droga!!

Apesar das regras mnão dizerem nada, conversei com um sensei ontem, que era faixa roxa quando eu treinava karate. Segundo ele, só é permitido kizami, gyaku, e uraken.

PORCARIA!!! Fiz apenas um treino e estou começando a desanimar!!
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #20 Online: Janeiro 12, 2012, 23:49:39 »
Meu treinamento está continuando firme e forte...

Ainda estou dando muita ênfase a parte muscular, devido ao longo tempo sem fazer um trabalho tão específico de musculação e alongamento.

Dentro do trabalho técnico não pude evoluir muito, pois como voltei de férias no trabalho, não consigui voltar para o trabalho técnico com meu sensei, mas tenho feito um trabalho solitário, onde tenho trabalhado alguns movimentos que considero interessantes para meu biotipo e estilo de lutar.

Tenho trabalhado muito a parte de base, movimentação em base de combate, além de trabalho de fundamentos. Ainda estou longe do que desejo, mas estou caminhando...

As vezes bate um desânimo, mas estou na peleja...rsrs

Um abraço a todos!!!

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #21 Online: Janeiro 13, 2012, 08:14:10 »

As vezes bate um desânimo, mas estou na peleja...rsrs

Um abraço a todos!!!

Sem desânimo. Vida de atleta é dura, e todo o dia é vencer um desafio, superar uma lesão, o cansaço psicológico, etc.

Mas o fenomeno do overtraining é comum, no entanto ele pode ser confundido com um "desanimo" que deve ser superado. Por isso é importante alguem administrando toda a preparação, e vc realizar a ingesta adequada e a suplementação.

Particulamente eu acho que se vc esta se dedicando mais do que 2-3 horas por dia e 5-6 vezes por semana deveria procurar um profissional com visão macro do seu treino. Pq o professor de musculação vai dizer que vc precisa fortalecer...e por aí vai.

Mesmo que não tenha tempo para trabalhar com um treinador pessoalmente, vc pode trabalhar a distÂncia. Como ex-atleta da canoagem trabalhei com planilhas por muito tempo, dando feedback por email e telefone ao treinador que também ficava ciente das atividades desenvolvidas com o técnico. Funciona.

Oss!



______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #22 Online: Janeiro 13, 2012, 09:37:17 »
Prezado Bodhi,

Muito elucidativo seu comentário...

Pergunta: Poderia eu estar sofrendo com efeitos de overtraining com 1 mês e meio de treinamento? Pode me explicar melhor o que é o overtraining que tanto se fala mas que pouco se explica para o público.

Quanto a carga...

Estou trabalhando em treinamentos diários de 3 horas em média, tentando não tornar algo que me tire de minha família... não tem como ser um ATLETA... mas tô com essa média aí... 2 horas de trabalho muscular e aeróbico (meia hora), e 1 hora de fundamentos (karatê)...

Pergunta: Estou seguindo as orientações do professor de musculação, que sugeriu um trabalho focado no fortalecimento muscular e queima de gordura nessa primeira fase, uma vez que estava bem fora de forma (1,90 de altura e 108 quilos, IMC de 26). Você como profissional da área, acha que está ruim?

Na segunda fase do projeto, que vai começar no final de janeiro, quem vai conduzir meus treinos será meu sensei que é personal training também. O que acha? Um profissional de educação física que trabalha karatê também... No planejamento que fiz, eu achei legal... gostaria de sua opinião...

Quanto aos suplementos...

Confesso ao amigo que sou meio preconceituoso quanto ao assunto... poderia dar uma breve explanação sobre o tema?

Obs.: O objetivo deste tópico é esse mesmo, trocar idéias sobre métodos de treinamento, de modo público para tirar as minhas dúvidas e de outros que possam estar tendo as mesmas dificuldades, e através dos meus objetivos alcançados, traçar uma boa linha de treinamento para quem acompanha este tópico.

Obrigado!!!

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.244
  • Votos: +1/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #23 Online: Janeiro 13, 2012, 10:22:12 »
Prezados,

Inspirado no tópico "Diário de um joelho", estarei colocando aqui, o dia a dia (não necessariamente todos os dias) do meu novo projeto.

Deixem que eu explique!

Muitas vezes se discutiu aqui no Karateca.net, como as competições são um jogo de pula-pula sem eficiência, de que shiai de competição não é karatê... isso pelos defensores dos tradicionalistas... também muito se discutiu sobre a eficiência das técnicas do karatê mais tradicional, até mesmo questionou-se algumas vezes a eficácia das técnicas contidas nos katas, de que o karateca mais tradicional é duro... isso pelos defensores dos competidores.

Pensando nisso, resolvi me testar e provar que ambos estão certos e errados...rsrsrsrs

Estou entrando num processo de treinamento de médio a longo prazo (no máximo 1 ano), onde eu, um karateca basicamente tradicional, estarei trabalhando cárdio, flexibilidade, explosão muscular, além de técnicas de karatê contidas nos katas e nas técnicas mais tradicionalistas desta arte marcial, para provar aos amigos tradicionalistas como Sensei Pedro, Higino, Katsumoto e outros, que é possível lutar uma competição lutando KARATÊ, e provar para os amigos mais esportistas (não sei se essa seria a palavra mais correta) que é possível lutar uma competição em alto nível lutando KARATÊ, usando técnicas contidas nos katas e no próprio karatê.

Para começar, entrei hoje numa academia de musculação que também tem estrutura para treinamanento de lutas como saco de pancadas, boneco, tatame e outros apetrechos. Fiz uma série de adaptação muscular de mais ou menos uma hora e meia, com mais 30 minutos de alongamento, e 1 hora de treinamento de fundamento de kisame, guiako, mae-gueri, e mawashi gueri e heian shodan.

Entendam amigos, não estou tentando desafiar ninguém, só encontrei nessas discussões do fórum uma motivação para melhorar meu karatê e minha saúde, e desejo inclusive que os amigos me ajudem com dicas de treinamento e tudo que possa me ajudar a provar que os tradicionalistas estão certos e errados, e que os mais modernos também estão certos e errados.

Um abraço a todos...

Obs.: este tópico estarei acompanhando regularmente,e quem quiser se juntar a mim basta colocar sua rotina de treinamento aqui.



Alexander,

   Eu não conseguia responder este tópico na época da criação porque meu note abria o navegador, mas não me deixava postar tópicos, fossem eles na forma de formulários ou memorandos (que é o caso aqui do fórum). É como ficar numa mesa redonda com esparadrapo na boca. Agonizante. Daí o tópico saiu da home-page e eu me esqueci. Não sou especialista em nada, mas tenho muita curiosidade nestes trabalhos como o seu: relatos ao longo das atividades. O resultado é um mero detalhe.

   Mas aí vai o meu pitaco.

   (i) Bom, se você é do tradicional e treina em alguma academia tradicional aí em Salvador, minha primeira sugestão é você confessar este projeto pro seu sensei devido ao que irei escrever a seguir.

   (ii) Primeiro passo dado, ele mesmo, seu sensei, poderá recomendar um colega dele, filiado à CBK, que costuma participar de campeonatos. Se este professor leva suas equipes para campeonatos, grandes chances haverá de ser também um árbitro, o qual come com farinha todas as dúvidas sobre regras, caso existam.

   (iii) Muitos professores da CBK são também formados em Ed. Física. Logo, se este professor pertencer a este subconjunto, poderá preparar para você um trabalho não só de musculação, mas COMPLETO: piscina, pesos, elástico, rotinas em parques, etc. Não se esqueça: o trabalho de musculação para o karatê é diferente de hipertrofia e diferente de quem quer "cortar" (definição). Portanto, é um trabalho meio diferente, tipo aquele que o Bodhi citou lá no CT (mas como é no Rio de Janeiro...).

   (iv) Tal professor, pertencente às considerações (ii) e (iii) sabe de cabeça estas questões envolvendo calendários, inscrições e outras coisas afetas à competição. É se entregar à programação que ele proponha. E o melhor: você fica diante de DATAS para testar seus avanços.

   (v) Bom, financeiramente você suspenderia suas atividades de uma academia de Tradicional, passaria a pagar a academia "CBK" e a academia de musculação (se for daquelas "poderosas" tem piscina).
 
   Sob estes parâmetros, suas preocupações voltarão somente aos treinos, à alimentação e à suplementação, o que já é um "aperreio" ("não é bolinho" pro povo do sudeste).

   Agora, Alexander... tudo bem, o papo com os "tradicionalistas" pode ter motivado você a buscar um resultado neste projeto.... mas confesse: "tem algumas coisas aí nesse porão"? Para responder a esta pergunta, com emoção, você precisa primeiramente ser meio véio (data de nascimento abaixo de 1970). Esta frase foi dita no Rocky 6, quando o Rocky confessa que ainda queria fazer uma lutinha e aquilo o incomodava. Quem assistiu à série "Rocky - O Lutador" I, II, III (IV e V podem descartar) na época... e curtiu, quando ouve aquela musiquinha tocar, fica atacado. O Júnior Cigano usa esta música quando entra no octógono.

   Bom, minhas "coisas de porão" do ponto de vista do karatê, hoje em dia, é vencer a mim mesmo: a) excesso de peso e doenças decorrentes dele; b) conhecer ao vivo algumas figurinhas aqui do fórum em encontro (não vou começar a citar porque a lista aumenta a cada dia. Você é um); e c) adquirir os conhecimentos de faixa roxa também do Goju Ryu.

   Como falei, é só um pitaco. Que você obtenha os resultados que espera, seja qual for o cominho que adote ou já tenha adotado!

[]´s
BigBoy

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #24 Online: Janeiro 13, 2012, 10:47:04 »
Prezado Bodhi,

Muito elucidativo seu comentário...

Pergunta: Poderia eu estar sofrendo com efeitos de overtraining com 1 mês e meio de treinamento? Pode me explicar melhor o que é o overtraining que tanto se fala mas que pouco se explica para o público.

Quanto a carga...

Estou trabalhando em treinamentos diários de 3 horas em média, tentando não tornar algo que me tire de minha família... não tem como ser um ATLETA... mas tô com essa média aí... 2 horas de trabalho muscular e aeróbico (meia hora), e 1 hora de fundamentos (karatê)...

Pergunta: Estou seguindo as orientações do professor de musculação, que sugeriu um trabalho focado no fortalecimento muscular e queima de gordura nessa primeira fase, uma vez que estava bem fora de forma (1,90 de altura e 108 quilos, IMC de 26). Você como profissional da área, acha que está ruim?

Na segunda fase do projeto, que vai começar no final de janeiro, quem vai conduzir meus treinos será meu sensei que é personal training também. O que acha? Um profissional de educação física que trabalha karatê também... No planejamento que fiz, eu achei legal... gostaria de sua opinião...

Quanto aos suplementos...

Confesso ao amigo que sou meio preconceituoso quanto ao assunto... poderia dar uma breve explanação sobre o tema?

Obs.: O objetivo deste tópico é esse mesmo, trocar idéias sobre métodos de treinamento, de modo público para tirar as minhas dúvidas e de outros que possam estar tendo as mesmas dificuldades, e através dos meus objetivos alcançados, traçar uma boa linha de treinamento para quem acompanha este tópico.

Obrigado!!!

Oss Alexander,

É sempre um prazer contribuir, até porque acho que aprendemos mais nesse momento tb.  Vou responder abaixo dos seus comentários.


Pergunta: Poderia eu estar sofrendo com efeitos de overtraining com 1 mês e meio de treinamento? Pode me explicar melhor o que é o overtraining que tanto se fala mas que pouco se explica para o público.

Não sou a pessoa certa para definir overtraining, que aliás não é fácil diagnosticar. Atletas e treinadores com algum tempo de relacionamento acertam melhor quando o atleta entrou em overtraining. No entanto existe uma série de "sintomas" que são usados para reconhecer. Gosto muito do livro:

http://www.manole.com.br/loja/produto-183996-3669-biologia_do_esporte_7_edicao

Que é básico, cobre vários temas fundamentas, e não tãoo técnico como outros. Na internet vc pode encontrar várias definições, mas eu acho que esse livro vale pelo seu todo.

Arrisco dizer que não acredito que vc possa estar entrando em overtraining com tão pouco tempo, mas pode estar havendo uma sobrecarga por falta de uma programação geral.

Quanto a carga...

Estou trabalhando em treinamentos diários de 3 horas em média, tentando não tornar algo que me tire de minha família... não tem como ser um ATLETA... mas tô com essa média aí... 2 horas de trabalho muscular e aeróbico (meia hora), e 1 hora de fundamentos (karatê)..
.

Se vc esta treinando 5-6 por semana esta com um ritmo forte. E deveria buscar o apoio de um profissional para equilibrar seu treino. Na minha vida toda de atleta trabalhei em macrociclos, meso, etc (no livro acima fala sobre ciclo). O treinamento em artes marciais  nunca foi tão profissionalizado como  nos desportos, então o pessoal não tem o habito de trabalhar em ciclos.

No Brasil, mesmo o pouco que eu acompanho de MMA, ainda estão "descobrindo" as coisas. Pq a Arte Marcial tem o peso das valências diferente: a técnica tem um peso muito grande e uma multiplicidade de valências são requeridas. Então enquanto um atleta na maior parte dos esportes olimpicos deve dedicar o começo do seu macrociclo para fazer um grande trabalho de base aeróbica, nas AM talvez o começo do macrocilco deva ter uma outra ponderação. Novamente não sou a pessoa ideal para falar de treinamento profissional em AM, mas pela minha experiência no esporte, vejo que o pessoal esta tateando, mas estão progredindo a passos largos, devido o fenomeno do MMA. Me deparei com o livro abaixo recentemente numa livraria, não li ainda, mas pareceu atualizado em alguns aspectos, quanto ao que tenho praticado e visto no CT Minotauro.

o livro: Treinamento de Força Para Esportes de Combate
Autor: Magalhães, Franklin
Editora: Icone


Pergunta: Estou seguindo as orientações do professor de musculação, que sugeriu um trabalho focado no fortalecimento muscular e queima de gordura nessa primeira fase, uma vez que estava bem fora de forma (1,90 de altura e 108 quilos, IMC de 26). Você como profissional da área, acha que está ruim?

Eu tinha certeza que o professor de musculação teria sugerido isso! A questão é: qual é o ponto certo para vc passar para outra fase? O que será feito na próxima fase ? Ele até pode ter as respostas, mas ele entende bem seus objetivos finais...? E se não entende, o treino atual não poderia ser melhor explorado e otimizado?

Não sou profissional da área. Cursei a faculdade e trabalhei com atletas de natação mmmuitoas anos atrás, mas acabei me formando em outra área. O que sei é da minha vivência como atleta de remo e canoagem(me "aposentei" em 2006, depois de quase 20 anos competindo...), que não são esportes "profissionais" (no sentido de se sustentar, então fazia por amor mesmo. Tinha um ou outro patrocinio dependendo da época, mas sempre insuficientes para viagens internacionais...essa é uma parte triste do esporte no Brasil).

Quanto a sua pergunta sobre o peso: na verdade o percentual de godura é um indicador melhor. De qq forma, ainda que vc esteja acima, pela sua altura não esta muito acima a ponto de estar trabalhando apenas condicionamento e força (alías que tipo de força? Força resistência? Força máxima...? Vc esta investindo tempo, então vale a pena investir para fazer o melhor. Existem muitas possibilidades até mesmo no treinamento de força. Por isso eu não me arrisco a falar muito, pq eu sei que eu não sei muita coisa sobre treinamento. Na verdade poucas pessoas sabem bem o assunto, mas elas bem são acessiveis)

Na segunda fase do projeto, que vai começar no final de janeiro, quem vai conduzir meus treinos será meu sensei que é personal training também. O que acha? Um profissional de educação física que trabalha karatê também... No planejamento que fiz, eu achei legal... gostaria de sua opinião...

Essa parece uma idéia melhor do que apenas o professor de musculação orientando  no início. No entanto é dificil dar uma opinião sem saber a experiência que ele tem com treinamento profissional (não que vc será um profissional, mas pela carga de treinos que vc esta se dispondo vc pode montar um treinamento dirigido para suas metas: exemplo, competição importante em agosto, vc deve estar no polimentos na(s)semana(s) anteriore(s) e não "treinando adoidado")

Quanto aos suplementos...

Confesso ao amigo que sou meio preconceituoso quanto ao assunto... poderia dar uma breve explanação sobre o tema?

Com uma carga grande de treino o nível oxidativo do organismo aumenta, junto com o catabolismo. No repouso há o anabolismo. Vc pode melhorar a relação entre catabolismo e anabolismo com suplementos (isso não tem nada a ver com anabolizantes, nunca usei e sou totalmente contra).

Exemplos de algumas suplementos que já tive/tenho contato. Não estou indicando nada. Somente um médico ou nutricionista pode avaliar a necessidade de cada um. Abaixo são apenas exemplos.

Suplementos anti-oxidativos: vitamina C, E.
Para ajudar a imagrecer através de mecanismos fisiologicos saudáveis: picolinato de cromo.
Para melhorar a disposição: Coenzima Q10 (Ubiquinol, muito importante também para quem toma remédio para colesterol, pois as estatinas inibem produção dessa substancia no corpo).
Para quem tem problemas de "junta" que nem eu Condoritina com GLucosamina.

Para evitar perda de massa magra se estiver muito puxado o ritmo: Whey Protein (Recomendo o Allmax, testado pelo pessoal da USP).  O Whey de qq forma pode ser usado mesmo quando o treino não estiver tão intenso, mas eu o acho imprescindivel. Particularmente não tolero lactose, então os Whey isentos de Lactose são uma boa fonte de proteina que uso.

Um polivitaminico para a saude geral: Ultraman da vitamin World (tipo um Centrum para atletas).

Particularmente não gosto de pré treinos, que é uma moda do momento (Jack3d nem pensar hein!!). Mas o NOS ou o Endurox, tem um efeito muito bom em treinos provas de resistencia. Eu remava maratona oceanicas (25 a 35 km dependendo da prova), então tomada a cada 15 minutos. Fazia muita diferença. O NOS tem creatina, que numa prova dessa ajuda como fonte de ATP ("energia rapida").

Creatina também é um suplemento bom, mas deve ser ciclado de acordo com a fase do seu treino. Novamente um bom preparador se faz necessário aqui. Pode até ser um suplemento dispensável depedendo de como as coisas estiverem indo.

Se vc não estiver em um regime de treinos com cargas altas a maior partes dos suplementos realmente não são necessários. Uma boa alimentação resolve. Agora 6 vezes por semana, com pelo menos 3 horas diárias, por muitos meses ou anos... eles ajudam . Nesse caso o certo, ou melhor, o minimamente certo é vc procurar um ortomolecular ou nutricionista, que também irá pedir exames completos e fara um acompanhamento.

Obs.: O objetivo deste tópico é esse mesmo, trocar idéias sobre métodos de treinamento, de modo público para tirar as minhas dúvidas e de outros que possam estar tendo as mesmas dificuldades, e através dos meus objetivos alcançados, traçar uma boa linha de treinamento para quem acompanha este tópico.

Obrigado!!!


Como falei estou aqui aprendendo também!

Concluindo: um apoio de um profissional com experiência em treinamento (e se ele for do Karate melhor ainda) é muito importante para, não somente otimizar, mas também evitar lesões que vão ficando muito provaveis quando nos submetemos a regimes de treino grandes. (Eu sou apenas ex-atleta (para mim isso soa como colecionador de problemas de junta :), então sei que o treinamento precisa ser dirigido por algum profissinal, pois tentando administrar sozinho perdi muito tempo... )


Oss!
« Última modificação: Janeiro 13, 2012, 11:20:00 por Bodhi »
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline KATASHOTOKAN

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 873
  • Votos: +0/-0
  • KARATE-DO só quem pratica sabe a força que tem
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #25 Online: Janeiro 13, 2012, 11:17:08 »
Prezado Bodhi,


Pergunta: Estou seguindo as orientações do professor de musculação, que sugeriu um trabalho focado no fortalecimento muscular e queima de gordura nessa primeira fase, uma vez que estava bem fora de forma (1,90 de altura e 108 quilos, IMC de 26). Você como profissional da área, acha que está ruim?


Obrigado!!!
Oss! Gostaria de sanar uma dúvida, para esse peso (108) e essa altura (1.90) esse IMC (26) estaria correto, ou o correto seria 29, grato.

Oss!
“O propósito supremo do KARATE-DO não está contido na vitória, nem na derrota de adversários, mas, no aprimoramento do caráter, da personalidade e da honra de seus praticantes."

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #26 Online: Janeiro 13, 2012, 11:48:02 »
Acho válido os métodos que tem adotado. Mas pergunto o seguinte: vc pretende ser um atleta de kata ou kumite. São dois "formatos" bem diferentes.Se vc quiser pegar massa muscular pra ficar igual ao Ryu do Street Fighter, esqueça as competições. Karateca com corpo de fisiculturista só em desenho animado. Faça somente um trabalho de fortalecimento muscular, corrida e se puder natação e muito uchi-komi (entradas) com parceiros variados (pesos e velocidade). Usei estes métodos quando era juvenil e obtive excelentes resultados, porém, treinava karate normal (kihon,kata e kumite) 3 vezes oor semana e nos outros dois dias era só uchi-komi.

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #27 Online: Janeiro 13, 2012, 11:57:55 »
Acho válido os métodos que tem adotado. Mas pergunto o seguinte: vc pretende ser um atleta de kata ou kumite. São dois "formatos" bem diferentes.Se vc quiser pegar massa muscular pra ficar igual ao Ryu do Street Fighter, esqueça as competições. Karateca com corpo de fisiculturista só em desenho animado. Faça somente um trabalho de fortalecimento muscular, corrida e se puder natação e muito uchi-komi (entradas) com parceiros variados (pesos e velocidade). Usei estes métodos quando era juvenil e obtive excelentes resultados, porém, treinava karate normal (kihon,kata e kumite) 3 vezes oor semana e nos outros dois dias era só uchi-komi.

Fisiculturismo tem um treinamento bem especifico, do qual eu não entendo nem de longe. O treinamento de força global, core, etc...tem sido usado por muitos atletas de luta. O Anderson Silva ou o Jon Jones são fisiculturistas? Não. São fortes ? Muito. Treinam força? Sim.

No Karate e nas AMarciais em geral que não se tem essa cultura. Essa é a questão da falta de profissionalismo no treinamento de AMarcias, como se não fosse, antes de mais nada, uma atividade física.

Um dos filhos do Sensei Delia (se não estou enganado) é um dos desenvolvedores do treinamento CORE no Brasil. Um dos pontos de partida para treinamento de força aplicado ao combate. Tecnologia nova (não tão nova, mas bastante recente) e de ponta.

Quanto a parte especifica vc esta totalmente certo. Montar a programação de acordo com a necessidade de treino das valências, olhando para um objetivo especifico é justamente a questão mais importante.

Oss!
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.667
  • Votos: +1/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #28 Online: Janeiro 13, 2012, 13:07:39 »
Caro Bodhi,

Da sua resposta (completíssima por sinal) ao Alexander, pincei a seguinte frase:
Para quem tem problemas de "junta" que nem eu Condoritina com GLucosamina.

Poderia ser mais específico? Alguma marca ou nome comercial?
Devido à minha idade (mais de 40 :'() tenho problemas deste tipo (ainda não cheguei no ponto de "junta tudo e joga no lixo"...hehehehe ;D).

Oss
Karate Wado Ryu

Offline sato1

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 69
  • Votos: +0/-0
Re:Diário de treinamento de um karateca...
« Resposta #29 Online: Janeiro 13, 2012, 13:30:42 »
Fisiculturismo tem um treino específico para apenas hipertrofia.
Repetições com uma carga não muito grande comparada ao halterofilismo, mas feitas bem devagar. Já no powerlift a explosão é o que conta.

Ganha-se massa, mas não vai conseguir encostar em um karateca rápido, como muitos não encostavam no Machida um tempo atrás. Bom para carregar caixas, péssimo para karate, não serve pois não desenvolve nenhuma explosão muscular.
O que o karateca necessita são treinos de potência. Os lutadores treinam assim.

Para o amador apoios, barras, paralelas e abdominais parecem ser mais que suficientes e são saudáveis e grátis, o resto poderá te deixar travadão.