Autor Tópico: Dicas para superar o baixo astral  (Lida 929 vezes)

Offline Gon

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 347
  • Votos: +0/-0
Dicas para superar o baixo astral
« Online: Setembro 20, 2011, 01:31:49 »
Após aquele dia longo, agitado ou monótono, você chega no dojo e antes do aquecimento já sente que não ta no seu estado mais energético, ao longo do aquecimento percebe que não é o melhor dia.

As vezes há dias em que falta inspiraçao, concentração, enfim, dias em que o cara não ta tao empolgado.

Hoje mesmo, por mais que eu quisesse treinar, a auto-critica e a falta de concentração dava um desanimo, a sensação de que estava fazendo tudo errado, a falta de energia. Sentia a amarga frustração de querer estar ali treinando, e de fato estar mas não conseguir treinar direito, por mais que quisesse. Tem dias em que o cara ta mesmo no mundo da lua, ou simplesmente cansado.

Suponho que todos aqui passam ou já passaram por essa situação, em que falta aquele ânimo, ou que existe ânimo mas o cansaço e a desconcentração involuntária prejudica.

Alguém tem dicas pra driblar essas adversidades psicologicas?

Oss!

Offline Andrews Moura

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 175
  • Votos: +0/-0
  • Nunca, nunca desistas...
Re:Dicas para superar o baixo astral
« Resposta #1 Online: Setembro 20, 2011, 02:03:18 »

Alguém tem dicas pra driblar essas adversidades psicologicas?


Caro Gon, minha psiquiatra me passou um antidepressivo muito bom ::), não lembro o nome  no momento mais vou procurar o contado dela  ;D


Brincadeiras a parte a dica é:

Falta inspiração então se Inspire.
Está cansado, então se supere.
Está sem concentração, procure manter sempre o Foco.

Karate – Do é isso, é superação.

Uma coisa que tenho notado por experiência própria é que é muito fácil treinar quando tudo está favorável e estamos 100% bem, o complicado é quando não estamos, mais força,tenha um objetivo e procure se superar a cada treino(ou dia).

Já vi algumas pessoas que pararam de treinar dizendo que não agüentavam porque o treinamento é chato e muito repetitivo, mais por experiência afirmo que se estou a chutar 100 mae gueri com cada perna ou executar 500 ou 1000 socos,  nenhum golpe  é igual ao outro, cada um é uma historia.

Outra dica que dou é procurar sempre variar as rotinas de treino.


Oss
"Tenha coragem de seguir o que seu coração e sua intuição dizem. Eles já sabem o que você realmente deseja. Todo resto é secundário" (Steve Jobs)

Offline bcabrera

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 245
  • Votos: +0/-0
Re:Dicas para superar o baixo astral
« Resposta #2 Online: Setembro 20, 2011, 03:21:24 »
Mesmo os lutadores profissionais de MMA que sao hoje os atletas mais bem condicionados a atividades extremas, apresentam estas queixas. Extremamente normal, cansaço...stress do dia a dia ( mesmo que o seu cotidiano seja treino) o que nos leva a continuar é a vontade de superar tudo isso. Freud falava em linhas grossas que o ser humano é movido pelo " Tesão" que tem nas coisas. Minha solucao..tente quantificar o seu treinamento, assim poderá ver o seu resultado. Exemplo quando se esta num regime brabo...o q te motiva são os kilos que voce vai perdendo..agora qdo comeca a perder pouco ou se vc ganha peso, ja pensa em desistir etc. Quantifique!! Seja em tempo, qtos rounds eu consigo aguentar de makiwara, qtos movimentos eu fiz por semana...etc

Acho que desta forma poderá ver o resultado acontecendo e  desta forma se motivar.
Minha história pessoal.Eu já fui atleta um dia e me considerava um atleta decente, treinava 2 periodos por dia  quase 40 horas semanais tinha 85 kg com 6 % de gordura. rodava circuito de karate e kickboxing e tive alguns titulos nacionais e internacionais, patrocinios ( coisa rara hj em dia) bolsa atleta etc e Quando parei de competir em 2 anos ganhei 25 kg ( a alimentação acompanhou o ritmo , o treinamento nao...coisa nao muito rara em ex-atletas). Fiquei uns 2 anos sem colocar um gi. Quando voltei, imagina que eu nao fazia nem 10% que eu fazia. Ha um ano e  meio atras entrei no exame pra faixa marrom de um colega antigo de treinamento o qual nunca foi adversário difícil no kumite nos áureos tempos. Foi frustrante lutar com ele e sentir tamanha dificuldade...Desmotivei?....deveria mais isso me fez repensar minha rotina e voltar para os treinamentos . Hoje  mesmo bem acima do meu peso ideal, me sinto mais disposto pra treinar ( mesmo somente 2 vezes na semana)...principalmente quando se tem Anderson Silva, Rodrigo Minotauro e Junior Cigano no tatami ao lado..rs Hoje sinto que parei de treinar na hora certa. Tenho 4 filhos e uma vida profissional de sucesso. Minha sugestao: Nao leve sua auto critica tanto a serio!!!

Hoje me superei...quase um testemunho de igreja...rs

Grande abraço

OSS
Se eu parecer confuso ou com medo, posso estar em DEAI. A verdade nunca saberá...
Siga no Twitter: @bruno_cabrera