Autor Tópico: Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do  (Lida 11716 vezes)

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Online: Julho 20, 2013, 23:20:19 »
Prezado colega visitante do karateca.net,

   Se você entra neste fórum por amor a uma arte marcial que já praticou, chegou até aqui via alguma pesquisa do Google, pesquisou o que quis e continuou no fórum porque interessou-se por outras coisas que o(a) fez lembrar de bons tempos de sua vida praticando o karatê, mas que se acha fora de forma ou pensa que seja inviável praticar, permita-me contar-lhe algumas coisas.

   Um grande amigo nosso machucou-se hoje num incidente completamente bobo. Poderia ser no futebol tamanha a coincidência da colisão que ele narrou. Esse nosso amigo ainda tem algumas quinquilharias no porão pra botar pra fora. Dentro daquele coraçãozinho ainda bate a pulsação de um guerreiro.

   A vontade dele de ainda lutar é parecida, ao meu modo de ver, com aquela que o Rocky sentiu aqui....
   Caso não apareçam legendas em português, clique no envelope (aquele ícone que fica entre a engrenagem e o balão) e selecione "Português".

   

   Fim da primeira parte.
   Leia o próximo post.

[]´s
BigBoy

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Resposta #1 Online: Julho 20, 2013, 23:28:18 »
   Então, se você se identificou com isso, sente a saudade de voltar a praticar um karatê que lhe proporcionou grandes momentos em outras fases de sua vida, tem um filhinho que quer iniciá-lo no karatê e está buscando aquela faixa verde, roxa que não cabe mais na sua cintura.... hehehe
pode estar achando que lhe falta a jovialidade pra praticar.

   Quer que eu te conte um segredo? Sua força continua a mesma!
   Eu levanto a mesma quantidade de peso que levantava quando era mais jovem. Pra falar a verdade, levanto mais.

   Portanto, basta adaptar o que você tem de melhor. Segue um exemplo de quem só tem a força pra dar.

   

   Veja o tópico que nosso colega Shodo criou chamado "Alto Nível" e veja um post do colega Felipe Andrade.

   Volte pro karatê, amigo. E depois venha contar pra nós seu relato.
   E você, amigo visitante que nunca praticou karatê, leia os comentários do vídeo postado pelo colega Shodo (lá no youtube): há pessoas que iniciaram com 50 e que obtiveram a preta com 63!

   Bom, o recado está dado.

   Ficamos no aguardo.

[]´s
BigBoy

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.452
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Resposta #2 Online: Julho 22, 2013, 21:24:16 »
Osu,


Caro visitante,


O amigo BigBoy está coberto de razão. Precisamos que você volte ao Karatedo o mais rápido possível, mesmo que alguém tenha lhe dito ser "tarde demais". Por favor, assista ao vídeo abaixo e continue a ler esta postagem.





Se você realmente quer algo, nada o impedirá de realizar tal conquista, pois esta já foi obtida, primeiramente, em sua mente, motivo pelo qual basta apenas que agora seja, de fato, concretizada.

Não há motivos para contar quantas quedas ou ascensões você terá. Cair e levantar é algo inerente ao Caminho, motivo pelo qual abandoná-lo o continuá-lo é o que realmente importa.

Um vez no Caminho, não existe essa de ganhar ou perder, pois os objetivos do Karatedo são muito maiores do que estas duas condições. Ganha-se sempre quando estamos no Caminho e perde-se sempre quando nos desviamos dele.

No Karatedo não há nada que seja tão difícil que você não consiga fazer, mas também não há nada que possa ser considerado tão superficial ao ponto de negligenciá-lo: tudo deve ser valorizado.

Desta forma, um passo no Karatedo para que já conseguiu caminhar quilômetros pode não parecer nada, mas para quem está retornando ou iniciando ao Caminho significa tudo, motivo pelo qual todos passarão a te admirar e respeitar.


Se você leu nossas postagens e se identificou, não perca tempo! Volte aos seus treinos e compartilhe conosco suas experiências.


Estamos aguardando.



Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Lourival Silva

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 429
  • Votos: +0/-0
Re:Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Resposta #3 Online: Julho 23, 2013, 10:54:43 »
Embora tenha voltado aos treinos há + ou - 4 anos (estava com 45 anos e sedentário) vou falar para incentivar outros depoimentos.

Em minha casa existe um muro grande e alto coberto com trepadeiras, fiz assim porque alem de achar bonito acho que não incentiva a pichação. Porem tem que ficar podando de vez em quando. E toda vez que eu ia fazer esta atividade (entre outras) sentia forte dores no peito (devido ao condicionamento ruim) e por causa disto parava várias vezes para me recuperar, bastava subir uma pequena escada ou andar um pouco mais rápido já ficava ofegante.

Minha esposa sempre me alertava dizendo para eu fazer algum tipo de exercício em academias para melhorar minha condição de física e eu dizia que a única coisa que poderia fazer eu me mover seria o karate (que já havia treinado um pouco quando estava com uns 17 anos de idade) mas que me achava velho demais para isso - sabia que iria ter que enfrentar um treino muito forte e também a garotada no tatame uma hora ou outra e por ser karate de contato isto poderia não ser tão simples enfim...

Depois de muita reflexão, e vislumbrar que tipo de saúde eu poderia ter no futuro sendo sedentário resolvi dar uma chance a mim mesmo (e aos médicos caso venha a precisar deles algum dia) e resolvi voltar aos treinos.

Hoje com 49 anos reduzi o peso do meu corpo em 18 kilos e o muro que era um drama hoje se tornou apenas mais uma "rotina no escritório"; faço a poda das trepadeiras na metade do tempo, não fico parando para não morrer. Subir escadas, correr e etc... virou uma coisa normal. Os kumites na academia que geravam receios, hoje na verdade, se mostraram coisas normais...bato e apanho do jeito que deve ser.

Estou bastante satisfeito e surpreendido com os resultados, parar não faz parte dos meus planos.

O depoimento esta bem resumido mas acho que passa a ideia.

O desafio se inicia em nossa mente, em nossos corações...o restante é consequência.

P.S Engraçado são os comentários das pessoas que percebe as mudanças...já me perguntaram o que ando tomando; respondo que além de vergonha na cara como feijão com farinha rs.

OSU!


 

Offline muluk

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 242
  • Votos: +0/-0
    • clube do karate
Re:Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Resposta #4 Online: Julho 23, 2013, 11:09:03 »
Legal mesmo esse depoimento. Aqui na academia, tenho metade dos alunos entre jovens e crianças e a outra metade de pessoas de 37 e acima de 40 que treinavam quando adolescentes e retornaram aos treinos. Muitos estavam preocupados mas se desenvolveram. um em especial com 40 na época voltou como vermelha e hoje é faixa roxa.

Esse grupo de pessoas quer treinar por diversas razões: forma, mais disposição, etc... mas o que mais os traz de volta, é a paixão pelo karate e isso motiva-os. Sem contar que também recebo quarentões que nunca praticaram e que hoje se mantém em treinos regulares.
Luis Fernando dos Reis
Faixa preta 2ºDan
www.facebook.com/luisfernando.reis1

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.661
  • Votos: +0/-0
Re:Procura-se Voluntários à Prática do Karate-Do
« Resposta #5 Online: Julho 23, 2013, 17:19:11 »
Minha faixa etária é parecida com a do Lourival e do Bigboy (faço 47 anos no próximo mês de Dezembro) e a história também, porém com algumas diferenças.

Na segunda da metade de 2008 voltei a treinar depois de mais de 15 anos parado. No meu caso, eu já praticava outras atividades físicas e o retorno foi pela vontade de voltar ao karate mesmo. Aproveitei que na época meu filho (então com 15 anos) queria iniciar uma arte marcial e combinei com ele que se fosse karate eu treinaria junto.
                                                                   
Acabei muando de estilo, do Shotokan, onde havia parado no 1o. kyu, para o Wado onde treino até hoje e me graduei shodan, no final de 2009.

Lá onde treino existem várias pessoas que começaram a treinar depois de "velhos" ou que retornaram como eu.

Hoje em dia não vejo mais como ficar sem treinar meu karate. O pouco tempo que tenho disponível para o mesmo é aproveitado da melhor foma possível.

Se você tem vontade de iniciar ou retornar à prática do karate, não perca mais tempo, procure o dojo mais próximo e venha ser mais um karateca feliz.

Oss
Karate Wado Ryu