Autor Tópico: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE  (Lida 10551 vezes)

Lezon

  • Visitante
REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Online: Junho 21, 2007, 22:34:30 »

Estou aqui há pouco mais de 8 meses neste lindo e maravilhoso país. É muito pouco tempo, mas já deu para tirar muitas ilações e chegar a conclusões. No que respeita ao Karate, a conclusão a que cheguei, é, infelizmente, bastante negativa para não dizer outra coisa mais forte…

Sou português, mas agora passei a residir cá, pelo que face ao que tenho observado, ouvido e lido, vive-se uma autêntica anarquia no Karate.  O assunto que ponho ao fórum é no sentido de tentar despertar todas as mentes deste país que gostam desta nossa arte para a sua triste realidade, e, fundamentalmente, para se desbravar o caminho da sua reestruturação e credibilização.

Em Portugal existe uma federação única que tem o estatuto de utilidade pública desportiva, portanto, a que tem o apoio governamental e que é reconhecida pela WKF e pelo COP- Comité Olímpico Português. Mas  isto não quer dizer que tudo está bem, longe disso, já que eu também não concordo com a sua forma de actuar em várias vertentes.  Aliás, eu concordo mais com o sistema Francês, o qual seria muito mais abrangente. Porém, eu ainda tenho outra perspectiva para o Karate no Brasil e que presumo eu, seria até mais consensual.

Mas ainda antes de o divulgar, gostaria de por este assunto à discussão do fórum para eu ir tendo conhecimento de todas as sensibilidades e, com elas, até melhorar o projecto que me parece ser mais adequado para resolver a questão.

Venha a discussão.

Hai!!!
Lezon   

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #1 Online: Junho 22, 2007, 08:20:01 »
Oss!

Caro Lezon,
A anarquia é uma das grandes qualidades do Brasil.....hehehe....pera ai...deixa eu colocar isso de outra maneira....
Nós brasileiros apreciamos muito nossa liberdade e geralmente quando temos uma opinião ela é forte e difícil de mudar. O que nos leva ao assunto das federações, sei que não falo por todos, mas por aqui não gostamos delas.

Creio que mais por descrença do que qualquer outra coisa, pois nos últimos tempos as federações presentes no Brasil se tornaram grandes comedoras de dinheiro que fazem pouco para o bem geral de seus participantes ou para o "engrandecimento do esporte" como eles adoram encher o peito para falar.

Do meu ponto de vista, que é bem limitado diga-se de passagem, a WKF foi a que mais contribuiu para o estado que vemos o karate hoje. É uma máfia realizando exames de 3 em 3 meses, distribuindo faixas a qualquer um que pagar, cobrando taxas absurdas, etc.

É claro que estou generalizando, conheço excelentes karatecas filiados a WKF, mas estou dicertando sobre a organização e não seus integrantes.


Outra questão que me vem a mente continuamente, essa união que todos dizem, é realmente necessária? Veja a capoeira por exemplo, nunca existiu uma organização formal ou qualquer coisa parecida e eles se dão muito bem. A diversidade é tão ruim assim?
Tive uma conversa parecida com meu Sensei quarta feira. A conclusão que cheguei é que esse problema que tanto discutimos é mais de conscientização do que qualquer outra cosia. O problema está nas pessoas comuns, que nunca tiveram contato com artes marciais e por ignorância tomam a palavra de picaretas como única verdade desconhecendo a diferença entre esporte e arte marcial.

Existe uma solução simples, mas de longo prazo, que é mostrar para o público o NOSSO lado da verdade. Não espere que a população te procure, que encontre sem querer sua academia, se vai ter uma comemoração na sua cidade participe e faça uma apresentação, se for ter um congresso prepare uma palestra sobre o Karate como Arte, etc.

Assim as pessoas irão gradativamente conhecer o outro lado, o nosso lado e saberão escolher com mais sabedoria.

Com relação as pessoas preguiçosas que escolhem o caminho mais fácil conscientemente, bem, não há muito que possamos fazer não é mesmo?
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Kaiko

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #2 Online: Junho 22, 2007, 09:07:05 »
Olá,

Sensei José Lézon, gostaria de saber do senhor sobre a J.K.F. Goju kai - Portugal ( http://www.akv.pt/goju/jkfgojukai.html ). Entrei em contato há algum tempo para conhecer a organização, fui bem tratado pelo Sensei Abel, mas opiniões de pessoas que conhecem mais profundamente, e que tenham um outro olhar sobre essas organizações acrescentam muito.

Obrigado.

OSS.

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #3 Online: Junho 22, 2007, 09:13:31 »
O que difere os EUA, a FRANÇA, a Inglaterra ou o Japão do Brasil da Africa, da Colombia ou da Argentina?

Resposta: organização

Organização difere o volei brasileiro do basquete brasileiro, difere empresas que crescem de empresas estagnadas.

Recentemente passou um programa especial sobre o guga no sportv ja tratando dele como ex jogador e todos que falaram inclusive ele foram unanimes em dizer que a federaçao de tenis desperdiçou completamente a era guga pois se concentrou em ganhar dinheiro momentaneo  ao inves de usar a imagem dele para aumentar a base de praticantes de tenis no país pois isso sim faz a modalidade crescer.

O karate precisa de organização que faça ele crescer, todas essas federaçoes esportivas no brasil estao tomadas por corruptos que se perpetuam no poder, a unica excessao é o volei alem do futebol que mesmo tendo corruptos se perpetuando no poder é um caso a parte porq futebol aqui não é esporte é religião. Vejam o caso do boxe, lamentavel, é o mesmo velho que toma conta daquilo a 200 anos, não ha nenhum evento serio de boxe no brasil.
No tenis os caras tiveram que escurraçao o corrupto de plantao se recusando a jogar a copa davis se ele nao saisse, no judo a familia mamedi se perpetuo no poder durante quanto tempo?
Me parece que o caso do karate é simplesmente identico

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #4 Online: Junho 22, 2007, 09:52:49 »
Oss!
Eu diria que a diferença é que não somos Estadonidences (não vamos ofender os mexicanos e os canadenses ou o resto do nosso continente chamando eles de americanos) alienados, nem Franceses metidos, nem formigas operárias japonesas, etc e etc. ( :P sacannnaaaagemmm)

O que funciona lá fora dificilmente funciona por aqui, brasileiro da um jeito de estragar tudo que coloca a mão, principalmente quando dinheiro está envolvido.
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Lezon

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #5 Online: Junho 22, 2007, 09:55:51 »
Olá Kaiko,

Antes de mais, quero observar-lhe que o tópico é reestruturar e credibilizar o Karate. Já agora aproveito para dizer e pedir desculpas por eu inicialmente ter escrito a palavra "credibilização" e hoje de manhã ia rectificá-la mas já o tinha sido. Sinceramente vos digo que tinha pensado que estaria certa em brasileiro...daqui em diante não me vou preocupar e vou escrever como sei. Agora vou então responder à pergunta que me foi feita.

Meu caro Kaiko, falar do Abel Figueiredo é para mim gratificante, não só pelo que representa e é, bem como pelo seu real valor técnico, científico e pedagógico, mas também porque somos amigos. Acredite que ele é uma das sumidades em Portugal na area da educação física e desportos de combate, sendo já reconhecido em Espanha e França. É até ao momento o director do departamento de foração da FNK-P - Federação Nacional Karate Portugal. É também um excelente  praticante de Goju-Ryu. Tem as funções que o Kaiko já sabe no que diz respeito à Goju-Kai e, para além dessas, ainda tem outras funções no Instituto Superior de Educação Física de Viseu, etc,etc...Além disso é um historiador nato do Karate, sabe que se farta! Dá gosto ouvi-lo.

Quanto à Goju-Kai Portugal eu a conheço muito bem, pois sou amigo de todos os seus componentes mais graduados, e já participei em estágios (cursos) com os mestres Japoneses que se deslocam a Portugal, tais como Muramatsu, Shiomi, e Fujiwara. Como representante da JKF Wado-Kai em Portugal, a JKF Goju-Kai convida-me sempre a participar nos seus eventos. Portanto, se o Kaiko um dia quiser algo da Goju-Kai Portugal, não hesite em me solicitar, ok?

Quanto ao tópico, eu estou tomando notas sobre tudo o que forem dizendo para depois eu  também dizer algo sobre ele.

Hai!!
Lezon        
    

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #6 Online: Junho 22, 2007, 09:56:31 »
dougqutc

Nao se engane, os americanos sao um povo fantastico, super criativos e super organizados, com muitos defeitos é verdade, mas com muita coisa pra ser copiada, nao se esqueça que a mesma nação que produziu bush, paris hilton tambem produziu jimmy hendrix orson welles, miles davis entre outros

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Lezon

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #7 Online: Junho 22, 2007, 10:10:15 »
Caro Kaiko,
Esqueci-me de lhe dizer que o Abel Figueirtado também é Doutorado em educação física e Desportos de Combate.
Hai!!!
Lezon

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #8 Online: Junho 22, 2007, 10:12:19 »
Hahahaha...com certeza Avi, é que eu nunca perco a oportunidade de tirar uma casquinha deles. Eu não lembro quem foi que disse mas é uma das frases mais bacanas que já ouvi sobre viver no exterior: "Lá fora é legal mas é uma $%&!, aqui no Brasil é uma $%&!, mas é muito mais legal, por isso eu voltei."

Então, apesar de eles terem seus méritos, diria que eles mais erraram do que acertaram, e a gente apesar de não ter nenhum mérito, acho que acertamos mais do que erramos, pelo menos até o nosso "adorável" gnomo alcoólatra se tornar presidente....  :-\
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Lezon

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #9 Online: Junho 22, 2007, 11:04:28 »
Caro Kaiko,

Abel figueiredo é mais exactamente doutorado em Motricidade Humana e Ciências do Desporto.
E agora vamos então esperar por mais comentários ao tópico.

Hai!!!

Lezon

Kaiko

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #10 Online: Junho 22, 2007, 11:16:55 »
Sensei José Lézon,

Fico muito contente em ouvir suas palavras, e saber de tamanha seriedade dessa organização. Me orgulho ainda mais em saber sobre o Sensei Abel, representante Gojuryu, pois esse estilo, o qual pratico, vem sendo muito mal tratado nos últimos anos. Pretendo, na primeira oportunidade, participar de algum seminário promoivido pela JKF, pois acho essa integração importante. Talvez eu vá à Europa em janeiro, e se as datas coincidirem, seria um prazer conhecer a instituição.

Acho que a questão nem foge muito do assunto proposto pelo Sr., pois falamos de modelo Francês, modelo Americano entre outras coisas, e creio que um modelo institucional de sucesso é um elemento a se agregar em uma reestruturação.

Agora, me permito a discordar do Avi quanto a organização estadunidense, ao menos ao que for relativo ao karatê. Lá, como já dito no forum, e não poucas vezes, toda forma de combate no qual se utiliza pernas e braços é karatê. Se um conceito básico é negligenciado, como seria possível organizar uma modalidade?
Não tenho a menor simpatia pelos EUA no que concerne a sua política externa. Reconheço, contudo, quando fazem algo organizado, e não faraõnico e imagético (resumindo, puro marketing). O karatê não é organizado nesse país mais efetivamente do que no nosso.


OSS.

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #11 Online: Junho 22, 2007, 13:10:06 »
oss kaiko

antes de mais nada gostaria de reforçar que temos treino amanha e voce coimo sempre é convidado de honra.

Quando eu disse da organização deles, eu me referi de modo generico e nao especialmente ao karate. Eles sao muito organizados e metodicos sim kaiko, sabem fazer coisas fantasticas e na minha opinião tem muita coisa pra ser copiada sim.

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Lezon

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #12 Online: Junho 22, 2007, 16:43:44 »
Amigos,

Depois de tudo o que foi dito, cabe-me agora a mim dizer mais qualquer coisa sobre o assunto.

Primeiramente devo dizer que lamento que o debate não tivesse tido sido ainda mais participado, já que ele limitou-se a ser abordado apenas por quatro de pessoas. Em certa medida me faz lembrar algo parecido com algumas situações ocorridas em Portugal, na época de 1988/89/90. Nestes anos, faziam-se reuniões entre os lideres das duas federações existentes a FKP, fundada em 1985 e a FKPDA fundada em 1986, bem como de alguns lideres associativos, entre os quais lá estava eu. Os anos seguintes foram anos de lutas políticas e de interesses.
 
Ambas as federações reclamavam e chamavam a si o interesse da modalidade, etc,etc, e o governo decidiu e muito bem, diga-se, dizer assim: “ meus amigos, ou vcs se entendem de uma vez por todas em formar uma única federação, ou então não há nada de nada para ninguém.” Mais palavra menos palavra, a conversa foi assim.

Bom, a partir daí começaram as conversações que culminaram com a dissolução das duas federações e, em 1991 foi criada a FNK-P – Federação Nacional Karate Portugal, a que hoje tem o estatuto e utilidade pública esportiva.

Bom, dada esta explicação, espero que surjam mais opiniões como se chegar a bom porto aqui no Brasil. 

Hai!!!
Lezon       

Offline Zkorpione

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 149
  • Votos: +0/-0
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #13 Online: Junho 22, 2007, 17:26:36 »
Opa, eu estou trabalhando nisso (devagar porque tenho outras coisa para fazer) também!
Aliás, foi logo após o Sr. ter escrito que a situação estava parecida lá em Portugal, mas que no fim deu certo que eu acreditei que aqui (com muito mais esforço) também possa dar certo.
Escrevi este post: http://www.karateca.net/forum/geral/vou-fazer-minha-parte/
Pretendo fazer minha parte!
Mas, veja bem, não é fácil, aqui no Brasil existem "forças de permanência" na política (li essa expressão num texto muito bom, mas não lembro qual senão eu recomendaria). Observe o caso de Renan Calheiros... do Mensalão... do Mensalinho... Roberto Jefferson... Sanguessugas... FHC... Collor... Lula... Operação Navalha... Operação Strike... no final acabam em pizza.
ISSO É UMA %*&&@#$!  >:(
« Última modificação: Janeiro 17, 2011, 12:18:49 por Renê »
Coração de Karateca não bate, faz ippon.

Lezon

  • Visitante
Re: REESTRUTURAR E CREDIBILIZAR O KARATE
« Resposta #14 Online: Junho 22, 2007, 17:42:04 »
Meu caro Zkorpione,

Vc diz:

" Opa, eu estou trabalhando nisso (devagar porque tenho outras coisa para fazer) também!
Aliás, foi logo após o Sr. ter escrito que a situação estava parecida lá em Portugal, mas que no fim deu certo que eu acreditei que aqui (com muito mais esforço) também possa dar certo."

Agora digo eu: Opa! Até que enfim que surge um comentário com um pouco mais de positividade! Claro que sim meu amigo, o que é preciso é não desistir. Eu já disse há dias atrás num tópico que já não me lembro qual, que o governo tomou aquela posição porquê? Porque meu amigo, de oito em oito dias aparecia no Instituto do Desporto, na altura, com conhecimento ao governo, um grande relatório sobre tudo quanto se passava de mau no Karate! Então foi a vez do governo se impor perante as constantes reclamações, as quais até continham depoimentos de pais de alunos, etc.etc..

Meu amigo, não basta dizer, há que agir.

E sabe que mais? Não é só no Brasil que existe corrupção, não pense isso não, em todo o mundo isso é uma praga, só que há que lutar e estar bem atento.

Abraço
Hai!!!
Lezon