Autor Tópico: Técnico ganha luta???  (Lida 3599 vezes)

oswaldovb

  • Visitante
Técnico ganha luta???
« Online: Junho 17, 2008, 21:02:53 »
Alto rendimento no karatê-do foi o que o último campeonato brasileiro de Karatê mirim, infantil e infanto-juvenil revelou. O nível técnico dos atletas cresceu muito. Foi comum ver muitas das lutas apresentarem um nível técnico nivelado bem por cima. O resultado foram placares apertados por empates. O desempate veio pela atuação diferenciada dos técnicos.


Técnicos bons de karatê são raros no mercado. Para ser um bom técnico é preciso ter conhecimento em Karatê, é claro, experiência em combates, um conhecimento tático e fundamentalmente visão antecipada. Conhecer karatê é fundamental, mas para surpresa de muita gente algumas mães abnegadas de tanto acompanharem seus filhos em competições adquiriram um conhecimento tremendo. Na final do torneio classificatório da FKERJ para composição da seleção do Rio de Janeiro pude ver uma mãe a beira do kotô dando instruções e fazendo de sua filha campeã.


Geraldão o técnico mais conhecido do Brasil

No Brasil o técnico Geraldão é sem dúvida o mais famoso dos técnicos. Ele foi responsável pela vitória da seleção brasileira no último pan-americano que foi realizado na Venezuela. Ele também levou o Brasil a sair vitorioso nos jogos do Pan Rio 2007.


Ulysses um dos técnicos mais vitoriosos no karatê-do nacional

Jaime Pinto e Ulysses Ferreira da seleção do estado do Rio de Janeiro formam a dupla mais vencedora do Karatê-do nacional. Outro técnico que apresenta grande destaque é o Genival Ferreira da seleção brasileira e também da seleção carioca.


Genival Ferreira a esquerda com Hacgawa tetracampeão mundial em kata equipe

Genival é simplesmente o melhor técnico de kata do Brasil e foi o responsável pela locação do Brasil no mapa mundi do Kata. Por causa dele o Brasil está entre os 5 melhores do mundo.


Jayme Pinto um ganhador de medalhas em campeonatos brasileiros

Um dos principais motivos do grande sucesso do Rio de Janeiro no karatê-do está na entrada do primeiro clube de Karatê-do que investe na modalidade. Trata-se do Vasco da Gama cujo presidente, o conhecido Eurico Miranda, é um grande fã de karatê e chama seus atletas de meus meninos.


Varella com seus pupilos medalhistas do Pan

O grande responsável pelo sucesso vascaíno também passa pela figura de um simpático técnico chamado Manoel Varella. Um técnico de muita competência e que leva os treinamentos a um nível bem elevado.


José Roberto a maior revelação do Brasil no ano de 2008

Atualmente o técnico que se pode definir como o “cara” fez nada mais nada menos que dois tri campeões brasileiros no último Campeonato que foi realizado em Vitória da Conquista. Vindo de uma família humilde e que não o apoiou na prática do Karatê-do ele não se destacou como lutador. Segundo ele mesmo sofria com a falta de timing.


Aprendeu tanto com seus erros que sabe como ninguém ensinar os caminhos das pedras para os atletas mais jovens. Trata-se de José Roberto Braga um amante do karatê-do. É um detalhista. Sem nenhum apoio fez de seus dois atletas e filhos os principais karate-kas do Rio de Janeiro das categorias de base.


Quando os clubes e federações finalmente abrirem os olhos e descobrirem que técnico faz Sambon a caça aos técnicos será aberta e José Roberto será com certeza, juntos com os outros citados, um dos mais requisitados. O mercado está aberto e o investimento com certeza vai gerar um retorno muito alto.

http://www.karatedasmeninas.com/2008/06/tcnico-tambm-faz-sambon.html

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #1 Online: Junho 18, 2008, 10:14:07 »
Alto rendimento no karatê-do foi o que o último campeonato brasileiro de Karatê mirim, infantil e infanto-juvenil revelou. O nível técnico dos atletas cresceu muito. Foi comum ver muitas das lutas apresentarem um nível técnico nivelado bem por cima. O resultado foram placares apertados por empates. O desempate veio pela atuação diferenciada dos técnicos.


Técnicos bons de karatê são raros no mercado. Para ser um bom técnico é preciso ter conhecimento em Karatê, é claro, experiência em combates, um conhecimento tático e fundamentalmente visão antecipada. Conhecer karatê é fundamental, mas para surpresa de muita gente algumas mães abnegadas de tanto acompanharem seus filhos em competições adquiriram um conhecimento tremendo. Na final do torneio classificatório da FKERJ para composição da seleção do Rio de Janeiro pude ver uma mãe a beira do kotô dando instruções e fazendo de sua filha campeã.

Meus amigos,

Que ninguém duvide que os técnicos também ganham e nem é preciso estar aqui a explicar  os porquês...

Eu vim responder ao tema apenas porque me saltou à vista algo que gostaria de ser esclarecido.

A dado passo, diz-se que mães abenegadas adquirem conhecimento e uma delas até foi determinante a dar instruções junto de um Tatami, fazendo com que sua filha fosse campeã.

O que eu quero saber é se essa mãe é treinadora de Karate, será? Se é tudo bem, mas se não é, como pode uma mãe e/ou outra pessoa qualquer, sem ser o treinador da atleta, estar junto do Tatami a dar instruções?

Gostaria de ser esclarecido.     
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Antoine

  • Visitante
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #2 Online: Junho 18, 2008, 15:30:47 »
Minha intervenção pode parecer confusa, mas peço paciência e esforço no entendimento.

Alguns Karatecas não desvinculam o Karate de suas vidas, do bater no despertador pela manhã ao capotar no sono de noite.

Ou seja, acordam com Karate e desligam com o Karate.

Outros fazem outras divisões, tipo agora estou Karate, agora não estou Karate. Agora respondo ao que o Técnico determinou, agora não é para reagir segundo aqueles parâmetros.

Quando técnico ganhar qualquer coisa que seja, está decretada a morte da prática, seja ela qualquer for, de Futebol na copa a porrinha na saída do Bingo, incluindo Artes Marciais, em especial o Karate.

Quem ganha ou perde é quem compete. Técnico às vezes ajuda e na maioria das vezes atrapalha. Oss.

Pra quem for contestar, esclareço que os competidores competem para serem serem escolhidos e os técnicos são "indicados". Oss de novo.




Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #3 Online: Junho 18, 2008, 18:21:12 »
De facto não é toda a gente que sabe ser confusa...

No Karate como em todas as modalidades em que haja treinador, é evidente que as vitórias são de quem as disputa na prática, mas sempre com a PERCENTAGEM do seu treinador.

Posso afirmar que em muitos momentos, muitas vitórias houve que elas foram consequência e determinadas por indicações técnicas e visão do seu treinador, e falo por experiência própria.

Mas o que eu quero nese momento, é ser esclarecido sobre a questão da mãe da atleta que foi campeã.

Aguardo...

<<Editado pelo moderador>>
« Última modificação: Junho 20, 2008, 01:29:40 por Renê »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline jion

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 101
  • Votos: +3/-2
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #4 Online: Junho 18, 2008, 18:39:22 »
na minha visão tem que se ver se o técnico é o sensei do karateca ou, como na maioria das vezes em seleções, apenas técnico mesmo.
 se for o sensei acho que pode ter uma grande parcela na vitória por pelo conhecimento que tem de seu pupilo, agora, se não for esse o caso acho que oq é mais comum é atrapalhar pq pode insistir ao atleta que faça algo que não seja de sua caracteristica.
 pra finalizar, o sensei que tiver total conhecimento de seu aluno tem sim capacidade pra faze-lo sair de situações desfavoraveis, oq simplesmente um técnico não tem.

Offline Antonio Pêcego

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 560
  • Votos: +6/-3
  • 1985 no RJ, soltando a perna em exame para shodan
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #5 Online: Junho 19, 2008, 00:54:13 »
Quem ganha a luta é o karateca, podendo o técnico com a sua experiência e conhecendo o seu assistido, melhor orientá-lo para ganhar essa ou aquela luta orienando-o taticamente.

Há um hábito de se coroar os técnicos, mas se esquecem muitos que estes pegam os karatecas já formados pelos seus professores, estes sim é que deveriam não ser esquecidos, mas sim sempre lembrados.

Oss !!! Hai !!!
Momo
"Conhecer os outros é sabedoria, conhecer a si próprio é Iluminação." Lao-Tzu

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #6 Online: Junho 19, 2008, 10:11:40 »
Amigo António Pêcego,

É evidente que tem toda a razão no que disse sobre os técnicos que pegam nos atletas que  são alunos de outros. Neste caso, o percentual mais elevado das vitórias continua a ser dos atletas, mas também dos seus professores directos, e muito pouco dos técnicos da selecção que os recebem.

Durante 15 anos que orientei como treinador os meus alunos em competição, posso dizer que o percentual das vitórias esteve sempre bem distribuido, sendo certo que em muitos momentos houve grandes vitórias por indicações que por mim foram transmitidas na hora.

Modéstia à parte, mas é muito gratificante ouvir da boca do Atleta/Aluno que muitos combates tinham sido ganhos por mim. Isso me incentivava ainda mais, mas isso não me fazia por em bicos dos pés, penso que entendem...

É evidente que tem de existir uma grande simbiose entre Aluno/Professor e que raramente é possível conseguir-se entre um técnico que não seja professor do Atleta/Aluno.  Quem conhece as potencialidades e as fraquezas do Atleta/Aluno é o seu professor do dia a dia. 

Mas outros pormenores há que são muito importantes para muitas vezes determinar uma vitória num combate.Quando por vezes o Atleta/Aluno os ignora, o combate acaba muito naturalmente perdido.

Hai!  Oss!
Mota: continuo sem saber se aquela mãe é ou não treinadora... 
« Última modificação: Junho 19, 2008, 10:15:26 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #7 Online: Junho 19, 2008, 11:54:40 »
Oss Lezon Sensei


se a mãe é treinadora ou não,não sei mas que por várias causas as pessoas que não são técnicos ou representes de suas academias estão sempre dentro das quadras pertubando bem de perto,e qdo um árbitro pega no pé e impõe a regra,é transtorno geral. >:(

Também se não for,manda o técnico andar, que ela fez o papel melhor :D :D

Oss
alberto.
yama-Alberto S. Almeida

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #8 Online: Junho 19, 2008, 13:14:48 »
Olá Amigo Yama,

Pois é, sendo verdade que qualquer pessoa vai para as quadras dar os seus "palpites" que não seja o treinador, isso é puramente inadmissível.

Lá, no outro lado de lá do atlântico, só o treinador do Atleta pode estar na quadra, no lugar que lhe está reservado, e deve estar vestido de fato de treino, o qual deve possuir identificação do clube e/ou associação do Atleta.

Foi por isso que eu fiz questão de perguntar sobre a mãe, pois, pela resposta do amigo Yama, era isso que eu estava mais ou menos à espera, o que é lamentável, a ser verdade, como é óbvio.

Hai!  Oss!!
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline retsudo tanaka

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 299
  • Votos: +2/-2
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #9 Online: Junho 19, 2008, 13:39:41 »
Há dois meses vi um pai tentar interromper o andamento de uma competição, interpelando mesa e árbitros pois não concordavam com as bandeiras dadas ao adversário do filho na disputa de kata.

Vi, em treinamento de seleção estadual, o técnico dar uma recomendação e o pai de uma criança chamá-la de lado e mandar fazer diferente.

Já vi o lutador mandar o juiz central ir "tomar no ..." e sair do koto por não aceitar a marcação.


« Última modificação: Junho 19, 2008, 13:42:11 por retsudo tanaka »

Offline jion

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 101
  • Votos: +3/-2
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #10 Online: Junho 19, 2008, 15:48:39 »
 sou totalmente contra pais darem instruções aos filhos seja treino ou competição.
  aqui em minas meu sensei que tb que costuma ser coordenador de tecnicos em eventos da fmk proibiu os pais de serem tecnicos de seus filhos.
 em caso de pai que nem professor de seu filho for este deve ficar só observando seja treino, ou apenas apoiando seja numa competição

Offline Jose Fernando Pimentel

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 272
  • Votos: +5/-5
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #11 Online: Junho 19, 2008, 16:49:28 »
Pais em campeonatos são, muitas vezes, um problema sério. Quantas e quantas vezes estava arbitrando com pais dependurado na arquibancada aos berros, mandando seus filhos fazerem o impossível, táticas erradas, dizendo os maiores impropérios aos juízes, nos chamando de ladrão e nos interpelando sobre a derrota de seus filhos. Isso quando não mandam os filhos darem porrada porque o árbitro não está dando ponto. A questão educacional vai para o inferno. Aprender a ganhar e perder ? Nem pensar.

Agora, técnico eu já vi ganhar sim. Eu mesmo fui técnico de um amigo meu em um campeonato carioca no qual ele se sagrou campeão. Mas para isso tem que ter um entendimento grande entre os dois. Enquanto eu "lia" a luta e a cada iame lhe passava as coordenadas do que fazer, da parte dele havia uma capacidade e frieza de execução muito grande.

É uma situação em que o técnico "pensa" com calma por não estar lutando, enquanto o atlléta tenta executar sem questionamento as instruções. Quando essa cumplicidade ocorre, os resultados são muito bons.

Oss.   

oswaldovb

  • Visitante
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #12 Online: Junho 19, 2008, 16:56:13 »
Caro Lezon,

A garota em questão é Larissa Correia do Rio de Janeiro. A Mãe dela trabalha de delegada na academia em que a filha treina. E, ultimamente esta mãe tem atuado como ténica da filha nas competições estaduais, para isso teve que fazer curso de técnica. No último campeonato brasileiro ocorrido em Vitória da Conquista, a garota se tornou campeã brasileira. Claro que a mãe teve que se contentar em assistir da arquibancada a vitória da filha, pois não faz parte da comissão técnica da seleção carioca.

Antoine

  • Visitante
Re: Técnico ganha luta???
« Resposta #13 Online: Junho 19, 2008, 17:54:51 »
Pode ser que eu esteja tendo uma leitura muito restrita e literal do enunciado do tópico,

Mas A seleção de futebol da copa se 70, ouvia tudo que o Saldanha dizia. Depois que o Saldanha saiu e entrou o Zagalo, e aceitou o médici enfiar jogadores na Seleção, eles ouviam o que o Zagalo tinha para dizer de dia e de noite, no quarto de Hotel combinavam o que iam fazer na hora do jogo.
Ou alguém acha que o Zagalo ia dizer para aquele time o que eles tinham que fazer?

Resumindo, Pode haver vitória sem técnico.
Apenas com técnico sem o atleta, não existe nem sequer competição, quiçá vitória.

Outro exemplo o Palmeiras com Luxemburgo 1a fase. Ganhou tudo. Quando foi se meter a ser técnico da Seleção e perdeu quase todas e foi rapado fora rapidinho.
Já no volei, onde o técnico é praticamente um jogador de fora da quadra, eu diria que ele tem relevância. Mas igualmente não adiantaria gritar orientações ao vento. Oss.