Autor Tópico: Aluno mais graduado que o professor  (Lida 6062 vezes)

Offline Taveiros

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 66
  • Votos: +0/-0
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #15 Online: Novembro 11, 2010, 11:12:45 »
Prezado 22,

com todo respeito a o seu comentario:

Eu tenho um sério problema, que certamente vocês devem ter percebido: O problema é que comigo é oito ou oitenta.
(eu não consigo mudar essa forma de ver as coisas... é um defeito, eu sei...)

Então se é pra ser assim, eu sou mais de fazer igual ao Pedrão e tocar o $%&!-se pra essa $%&! de dan.

Ou é ou não é.

Sei lá...
calcinha de veludo ou bundinha de fora...

Quer saber? sou mais o Pedrão mesmo.. ele é que tá certo e que se $%&! o resto.
(pra mim já deu...)

Não sei se vc da aula, mais acho que no dia que vc tiver um aluno mais graduado que vc,
e ele não te respeitar como professor por causa da garduação e fizer questão de colocar vc atrás dele, vc vai enteder melhor.

OSS

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #16 Online: Novembro 11, 2010, 12:34:28 »
Roberto,

Parabéns pelo Rokudan...mais do que merecido.

abs.

Ari

A. HIGINO

  • Visitante
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #17 Online: Novembro 11, 2010, 12:46:57 »
OSS, Camaradas Katsumoto e Yama...

Concordo plenamente com a “atitude pessoal” adotada por vocês diante do antigo Professor, assim narrado pelo Camarada Okymoto.
Lembre-se que eu fiz uma narrativa similar sobre o meu professor.

No entanto, eu gostaria de lembrá-los que quando os Japoneses quiseram aumentar as suas graduações (DAN), primeiramente eles elevaram a graduação de O-Sensei Funakoshi ao 5º DAN, evitando assim que alguém fosse mais do que o Mestre enquanto vivo.
E como todos sabem, isto não aconteceu apenas uma vez!

Porque não fazer o mesmo aqui no Brasil, elevando a graduação destes Mestres citados e outros, já que muita gente boa aqui se considera independente das Entidades de Administração de Karatê?!

Entendam o meu posicionamento...
Se existem DAN’s que eles sejam ortogados a quem é de direito!
Seja por EXAME DE FAIXA ou por MERECIMENTO.


OSS...

A. HIGINO

  • Visitante
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #18 Online: Novembro 11, 2010, 12:48:28 »
Parabéns Sant’Anna Sensei pela sua Graduação!

OSS...

Offline João Carlos

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 127
  • Votos: +0/-0
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #19 Online: Novembro 11, 2010, 13:19:05 »
Se ficarmos presos aos títulos - Professor X Aluno - podemos sim ter problemas subjetivos interiores. Se respeitando cada situação de forma objetiva e na aula estiver participando um Sensei, como já disseram anteriormente, desde que o respeito seja dado a quem de direito e merecedor a aula pode e deve transcorrer naturalmente, até com muito mais qualidade se o Sensei compartilhar seus conhecimentos com os inicianntes.
Tenho até um exemplo real para tentar ilustrar melhor a questão.
Temos um Sensei 3º Dan - a título de explicação no Kyokushin obter Dans é uma tarefa bem complicada, tem de fazer exame e é muito puxado, os únicos que obtiveram Dan por merecimento foram os professores na epoca em que o Kyokushin completou 30 anos no Brasil e os dois atletas que obtiveram o título Campeão Mundial Absoluto... Sensei este com 52 anos de idade e 38 anos de efetivo Karate. Este Sensei teve sérios problemas de saúde, se não fosse a sua vida dedicada ao esporte estaria invalido, porem continua praticando seu Karate 6 dias por semana. Participa das aulas dos que foram seus alunos normalmente, apenas tendo a liberdade de auxiliar quem tenha necessidade, mesmo assim pede autorização ao Professor...Nos momentos apropriados (Seiza e agradecimentos) tem a sua posição respeitada. Normalmente

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.471
  • Votos: +1/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #20 Online: Novembro 11, 2010, 13:37:15 »
Oss,

Existem pontos de vista:

a) Há Karatecas de mesma entidade (Dojo, Federação, Escola) que se desvinculam e formam ou se inserem em novas organizações. Dentro desses novos ambientes, ganham hierarquia (se não forem presidentes) e fazem "carreira". Entretanto, quando estas pessoas desvinculadas voltam a se encontrar, jamais assumirão a estatura como se estivessem em suas organizações próprias; ao contrário, voltam ao princípio de como eram naquele tempo - ex.: um 5º Dan de uma organização "x" perante seu antigo colega, 4º Dan de uma outra organização "y", mas que quando se encontram, relembram seus verdadeiros lugares de formação, onde aquele 4º Dan, na verdade, foi professor do que é 5º Dan e, daí, esquecem suas hierarquias particulares para assumirem a verdadeira hierarquia (professor/aluno).

Espero que tenham me compreendido até aqui.

b) Agora, tendo como exemplo o que foi citado em "a", algumas pessoas não conseguem visualizar este padrão de comportamento, deixando os "Dan" subirem suas cabeças ao ponto de, mesmo apanhando em um simples Gohon Kumite de seus antigos professores ou "superiores", rotularem suas hierarquias...

... foi o que aconteceu no caso do Prof. Marcos.

Contudo, ele errou, pois se ele sabe que ainda tem potencial de ser examinador e não "examinado", deveria ele não ter aceitado essa submissão e simplesmente ter ignorado o fato de não estar associado ao ente federativo em questão. Só que, pela própria foto (uma imagem vale mais do que 1000 palavras), é notável o comportamento dos alunos - que pelo visto, pareceu sarcástico.

Oss.
« ltima modificao: Novembro 11, 2010, 13:38:49 por PSekiMG »
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #21 Online: Novembro 11, 2010, 13:54:47 »
Amigo 22, escrevi pra $%&!. :D
Eu acho que você é kohai de quem respeita, não de alguém com mais dans, como já citado no tópico.

Imagine a situação, que por sinal é BEM comum:
Você é terceiro Dan, e em um belo dia, chega um quarto dan no seu dojo pra visitá-lo, sem ter sido convidado. Não importa se ele foi graduado pelo Machida ou pelo Messias, é mais graduado. Quem vai dar aula? Geralmente o visitante, que ainda por cima é tratado com mais carinho que os nativos que dão duro todo dia. Muitas vezes o cara põe a metodologia vigente de cabeça pra baixo, mesmo sem nada pra ensinar de novo! E não venha me dizer que isso não acontece.
Temos duas opções:
- Aquele Dojo JÁ TEM um faixa-preta, não foi encontrado abandonado, então o visitante pode se alinhar e fazer o treino com os demais, ou ir embora.
- O visitante dar a aula, já que o dan importa mais. Já vi isso acontecer várias vezes. Neste caso se eu fosse seu aluno, arrumaria as malas.

Não importa como é politicamente por aí. Importa como tem que ser. Exame de Dan tem que ser um teste, e nada mais. Como te disse sobre minha trajetória no karate, mês que vêm faço exame pra shodan, e aquele marrom que eu tinha citado que quando entrei no dojo como faixa-laranja, agora é shodan. Meio está na mesma que o sr. Pedro, não se importa com a faixa e já recusou exame, mas não me importo, algum dia que me der na telha faço exame pra nidan e vou continuar sendo kohai dele. Posso dar alguns exemplos de gente mais reconhecida no mundo do karate, mas o que você perguntou é minha opinião.

Pra mim é faixa-preta de karate ou não, pessoa de respeito ou não. Por que me convém obviamente! Todas as posições na vida são uma questão de conveniência no final do dia. To nem aí pro Dan de ninguém desde que redescobri meu objetivo na arte marcial. A caminhada é minha e eu decido onde quero chegar, não vou esperar por ninguém caso queira reconhecimento de mais pessoas fazendo exames de faixa.

Dan serve pra sentar aqui ou ali na hora dos eventos oficiais de alguma comunidade, e geralmente não tem muito a ver com a habilidade ou o respeito que a pessoa realmente merece. Não importa meu dan, provavelmente não vou poder fazer um curso com o fujiro nakombi por não ser federado aqui ou lá, ou não vou ser respeitado de verdade por ter vindo do messias e não do machida, e por aí vai.

O jiu-jitsu, wrestling, kickboxing, e antes que sintam falta do budo, o kendo, desde sempre, estão 500 anos na frente do karate neste aspecto. Quando o dan importa menos, a pessoa procura mostrar quem é de verdade pois não tem onde se escorar. A hierarquia doentia deveria ser substituída pela da equipe esportiva onde ao invés de Sensei tem um bom instrutor. A relação de respeito é 100% VERDADEIRA. Falem o que quiserem, mas é assim.

No karate, um velho podre é reverenciado por ser UM VELHO PODRE, não por ser um cara legal, em muitos casos. Quando o cara não estiver mais em condições de mostrar trabalho de alguma forma, tem que se retirar pro treino fechado, valendo a pena, as pessoas vão respeitá-lo. Enquanto tiver o que mostrar tem que mostrar, através de alunos fortes e organização competente. Isso é inversamente proporcional ao sistema de Dans e o que ele carrega.

As pessoas usam o exame de dan pra tentar encontrar um lugar ao sol, mas se o Sensei for olschool, não vai importar nada lá dentro, vai ter aula como os demais, e se não estiver feliz vai treinar só com o yahara! Deixa o cara se testar nas outras organizações só demonstra a grandeza do Sensei.

Oss
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #22 Online: Novembro 11, 2010, 13:55:58 »
Dan é igual título de cavalheiro ou senhor feudal, mas no fim o que deveria nos importar é ter aulas com o melhor espadachim.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Ilson MSP

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 331
  • Votos: +0/-0
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #23 Online: Novembro 12, 2010, 00:23:49 »
Oss

    Lendo as postagens dos colegas, em vez de elucidar fiquei com mais dúvidas...
    De certa forma faz sentido o que foi postado no que diz respeito a cada um ir para uma entidade diferente, se quando estão no Dojo se respeitam como deve ser...

    Mas aluno avaliar seu professor isso não entra na minha pobre cabeça de jeito nenhum, to com o Yama, o maximo que posso fazer é servir de saco de pancadas e pronto, o causo do Farkkat é bem ilustrativo, ou se tem respeito ou não tem...

    Entretanto ficar discutindo aqui se os dans servem ou não aí é outra historia... Alias lembrei de mais uma, tem muito yudansha que só muda de federação (ou o que seja) porque lhe é prometido dans logo de cara, ou então vai para aquela onde se faz exame (fajutos) de dans de tres em tres anos, assim fica fácil passar o Sensei... E antes que alguem diga alguma coisa sei que, de jeito nenhum, esse é o caso das lendas vivas citados aqui neste tópico!

Oss

"Só sei que nada sei" (Sócrates)

Offline RicardoCosta

  • Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.591
  • Votos: +2/-1
Re:Aluno mais graduado que o professor
« Resposta #24 Online: Novembro 14, 2010, 07:29:17 »
Concordo com a posição do Katsumoto.

A questão não tem nada a ver com graduação, tem a ver com você saber quem você é e qual deve ser seu lugar.

A única coisa que não rola é quando chega um folgado que só por ser mais graduado que você acha que pode ser seu sensei. Não é sensei quem é mais graduado, é sensei quem tem autoridade de vida, história e karatê com você.

Ou, quando vamos a um treino ou curso, aonde está claro para todos que aquele instrutor é sensei naquela situação e ocasião. Mas se este mesmo instrutor vier treinar na academia do seu sensei, mesmo que seja mais graduado que seu sensei, ele não é sensei para você, exceto se o próprio sensei o convidar para assumir este posto.

OSS
Ricardo Costa
Máxima força, sempre!