Autor Tópico: Fim de carreira....  (Lida 5956 vezes)

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Fim de carreira....
« Online: Junho 21, 2006, 10:48:52 »
Ontem, recebi um telefonema de um amigo do Karate me informando que ele acabou de encerrar sua carreira no Karate do,devido a falta de apoio e consideração de muitos daqui do País Privada.
Isso não seria nada demais senão pelo fato de que ele foi o 2º no Brasil a concluir o famoso Curso de Instrutores da JKA do Japão, ficou lá treinando e ensinando por 5 anos.
Foi o Brasileiro que mais tempo treinou ma Matriz da JKA. Suportou todo o tipo de castigo físico imaginavel,mas não suportou a falta de apoio de dirigentes do Karate Brasileiro.
NUnca teve apoio de nenhum mestre daqui, e literalmente, conquistou seu espaço sózinho por aqui.
Disse-me que vai continuar treinando AM, mas decidiu-se pelo Jiu Jitsu BRasileiro e que nunca mais quer vestir um Karate-Gi para treinar o Karate.
Vai abrir um restaurante e trabalhar na area gastronomica.
Fico aqui pensando se é o começo do fim para todos nós.
Está difícil manter o Dojo, somente pelo gosto de treinar Karate. Os alunos sumiram, não existe consideração nenhuma pela nobre arte.
Os alunos reclamam que não tem dinheiro, porém para cerveja e balada não existe crise.
Lamentável a situação que o SAPO BARBUDO deixou o nosso país chegar.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Emma

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 68
  • Votos: +0/-0
Fim de carreira....
« Resposta #1 Online: Junho 21, 2006, 11:36:19 »
É triste mesmo... Mas não adianta pôr toda a culpa só no SAPO BARBUDO. Vai ver que o karate não era mesmo pros alunos que reclamavam do dindin e gastavam com a bebedeira e balada.

marascas

  • Visitante
Fim de carreira....
« Resposta #2 Online: Junho 21, 2006, 13:03:58 »
Não sei, mas acho que Karate não está evoluindo junto com a sociedade e tecnologia dos novos tempos, por isso temos poucos alunos. O que precismao fazer eu ainda não descobri, mas estou a procura...

Offline Luiz

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
Fim de carreira....
« Resposta #3 Online: Junho 21, 2006, 13:57:13 »
Katsumo é muito triste ver uma pessoa como ele desistindo do karate... :(

Estamos mesmo chegando ao fundo do poço...

OSS...
"Aqui se cultiva o corpo e a mente"

Offline Maximus-Decimus

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 137
  • Votos: +0/-0
    • http://eusoueunemmaisnemmenos.zip.net
Fim de carreira....
« Resposta #4 Online: Junho 21, 2006, 13:59:19 »
Primeiramente Oss:

O negócio é não tentar fazer o Karate como negócio, sei que isso pode soar como ofensa, mas há semanas atrás por telefone tive uma conversa com meu Sensei de Karate e ele explicou que hj ele não vive mais do Karate, tem um emprego normal em uma empresa de sua cidade e apenas com ajuda de seus alunos mais velhos e mais alguns todos alugaram uma sala não muito grande e lá fizeram seu dojo, ele apenas tira da contribuição dos alunos as depesas de aluguel, água e luz do Dojo de resto ele apenas ensina o bom Karate aos mais chegados.

Ensinar o Karate pelo prazer de passar uma grande arte marcial e filosofia as pessoas essa deveria ser o mote do Karate, tentar ganhar dinheiro com o Karate é realmente frustante.

Oss!
orruptio Optima Pessima - A corrupção dos melhores é a pior.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Fim de carreira....
« Resposta #5 Online: Junho 21, 2006, 14:12:00 »
Caro Maximus,

Ser Profissional de Karate é uma escolha.
Se o cara tem tempo para se dedicar a outro emprego, não é Profissional de Karate... Apesar de que hoje em dia, as pessoas estão mesmo sem opção. O cidadão tem que estudar e treinar Karate o dia todo.
Karate como bico é o fim da picada,,,prefiro mudar de país.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

marascas

  • Visitante
Fim de carreira....
« Resposta #6 Online: Junho 21, 2006, 14:30:19 »
Concordo com o Katsumoto.

Eu sempre desejei largar tudo e apenas ensinar Karate. Estou fazendo isso aos poucos, hoje em dia, 1/2 da minha renda já é apenas das aulas que ministro fazendo o que mais amo: KARATE.

Offline Hapli-Komo-Leu

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 605
  • Votos: +0/-0
    • http://
Viver do karate
« Resposta #7 Online: Junho 21, 2006, 14:53:36 »
OSS!
Este mês o aluguel da Mushin foi pago,com as contas de agua,luz e iptu.
Sabem o que aconteceu?
A conta do Carlão no banco,ficou no vermelho!
Eu vivo da publicidade,o Carlão vive de outra fonte de renda,porisso para nós,o karate que aprendemos vamos continuar treinando e,se não tiver mais nenhum aluno amanhã na Mushin,vamos rachar o aluguel eu e o Carlão,para continuar treinando.
Infelizmente é assim.E até hoje eu me pergunto se não será bem melhor.
OSS!
Pedro

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Fim de carreira....
« Resposta #8 Online: Junho 21, 2006, 15:39:51 »
Infelizmente, quem quiser continuando trabalhando com o karate, precisa ter uma atividade paralela. Se não acaba quebrando.................e poucos conseguem sobreviver e as vezes pior ainda causando sofrimento a sua família. Mas, quem é o nosso amigo que encerrou seu ciclo no karate ?

Oss,

Ari - Santos/SP

Offline RicardoCosta

  • Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.591
  • Votos: +2/-1
Fim de carreira....
« Resposta #9 Online: Junho 21, 2006, 16:32:47 »
Bom, amor o Karatê, mas não vivo dele e nessa altura de minha vida, acho que não vou viver, mas meu filho deseja viver de karatê. Meu conselho foi que fizesse uma faculdade de educação física e utilizasse essa como um recurso para complementação de sua sobrevivência. A verdade é que os bons tempos em que um Dojo ficava aberto das 7 da manhã as 10 da noite, com alunos para todos os horários de treino, eu peguei essa época, como muitos aqui, já foram e não sei se voltará. Continuarei treinando karatê porque amo karatê, tento ter um Dojo para apoiar meu filho, mas imagino a angustia que deve ser para aqueles que querem viver do karatê.
Oss.
Ricardo Costa
Máxima força, sempre!

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Fim de carreira....
« Resposta #10 Online: Junho 21, 2006, 17:36:21 »
O caminho é esse mesmo Ricardo...........fazendo Educação Física amplia mais o leque de opções e continua dentro da área (karate).  

Oss,

Ari - Santos/SP

Offline Kirynoo

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 110
  • Votos: +0/-0
    • http://
Fim de carreira....
« Resposta #11 Online: Junho 21, 2006, 17:44:43 »
Oss!

Infelizmente esta é nossa realidade!

Há muitos que no Brasil, optam por ensinar a um grupo pequeno dividindo as contas ou tirando o capital pra bancar o Karatê de outra fonte de renda.
Acredito que assim, somente treinam as pessoas que realmente interessam pelo Karate.  O Comércio de Artes Marciais, está em declinio há algum tempo.  Bons tempos em que se podia ir ao Dojo a qualquer horário e lá teriamos parceiros pra treinar.
Com a mudança de rotina e velocidade das mudanças e necessidades de todos, temos que adptarmos à condição atual, e praticar o Karate que nos foi ensinado.
Lamento grandemente a perda de pessoas que lutaram a vida toda pelo Karate, e que desgostam com as atitudes de todos que nem ao menos reconhece o seu trabalho e esforço pra levar o Karate adiante.

Oss!
Kirynoo

Offline Maximus-Decimus

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 137
  • Votos: +0/-0
    • http://eusoueunemmaisnemmenos.zip.net
Fim de carreira....
« Resposta #12 Online: Junho 21, 2006, 18:09:26 »
Primeiramente Oss:

Citar
Caro Maximus,

Ser Profissional de Karate é uma escolha.
Se o cara tem tempo para se dedicar a outro emprego, não é Profissional de Karate... Apesar de que hoje em dia, as pessoas estão mesmo sem opção. O cidadão tem que estudar e treinar Karate o dia todo.
Karate como bico é o fim da picada,,,prefiro mudar de país.[/quote]


Citar
OSS!
Este mês o aluguel da Mushin foi pago,com as contas de agua,luz e iptu.
Sabem o que aconteceu?
A conta do Carlão no banco,ficou no vermelho!
Eu vivo da publicidade,o Carlão vive de outra fonte de renda,porisso para nós,o karate que aprendemos vamos continuar treinando e,se não tiver mais nenhum aluno amanhã na Mushin,vamos rachar o aluguel eu e o Carlão,para continuar treinando.
Infelizmente é assim.E até hoje eu me pergunto se não será bem melhor.
OSS!
Pedro



Sensei Katsumoto:

Não é levar o Karate como bico isso verdadeiramente eu não penso...penso que o Karate deve ser ensinado a pessoas que queiram se comprometer em treinar e se aperfeiçoar, eu não quero me decepcionar com o Karate pelo fato de que o mesmo não consegue render uma maneira digna de vida, coisa que o Karate em nada te haver com esta situação, ser professor de Karate ou qualquer outra Arte Marcial séria é quase sinônimo de viver na pendura.

Assim concordo com o Sensei Hapli, treinar Karate pelo prazer e gratificação em treinar ele, sem esperar retorno de ganhos materiais e sim ganhos físicos e espirituais, é assim que eu penso.

E Sensei Hapli na sua última linha pensamento acredito que o senhor esteja correto mesmo. Karate não é pra qualquer zé mané.

Oss!!
orruptio Optima Pessima - A corrupção dos melhores é a pior.

Offline TaeKwonDo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 713
  • Votos: +0/-0
Fim de carreira....
« Resposta #13 Online: Junho 21, 2006, 21:08:34 »
O que eu vejo em todas as artes marciais é o declinio.No nosso amado pais o povo é burro e ignorante so atendem a midia e hoje em dia a midia só fala de Muay Thai e jiujitsu atravez de canais e diversas revistas e eu falo de cadeira isso é tudo bobagem o jiujitsu se vale do tempo que os gracie fizeram o nome em vale tudo arranjados porque atualmente eles e os lutadores de jj estão tomando pau de lutadores que lutam em pé e se dizem ser do Muay Thai que por sua vez se comparado a uma arte marcial não passa de um grão de areia numa ampuleta.

Com tudo isso eu quero dizer que a possivel solução para o problema atual das artes marciais seja em primeiro plano mudança de regras de competição tirando os pontos criticados por todos (vou dar exemplo do Taekwondo para não sofrer retaliações.Deveriamos liberar todos os golpes que treinamos em competições,rasteiras,joelhadas,socos no rosto,torções,projeções e um pouco de chão)feito isso acabariamos com todas as federações , confederações ,e estilos criando uma federação uma confederação e um estilo ai sim trabalhariamos na divulgação.E só ai teriamos a nossa arte marcial do coração forte renovada e sem problemas.
Embora seja devaneio meu isso seria lindo e acabaria com todos os problemas que passamos hoje em dia.

OSS!

Neto110

  • Visitante
Fim de carreira....
« Resposta #14 Online: Junho 21, 2006, 21:10:34 »
Em qualquer modalidade, o desafio é resistir às pressões contrárias, que sempre existirão, seja representadas pelas adversidades pessoais, seja representadas pelas adversidades sociais, no nosso caso, concentradas na figura do nosso ilustradíssimo (é ironia, gente, ele é esperto e muito mal acompanhado só) presidente.

Conheço professores que vivem de karate e ganham bem mais que eu em minha atividade profissional, e o Kyrinoo conhece também, pois é do mesmo estado que ele.

Os sacrifícios que ele teve que fazer só ele sabe, o projeto de vida dele para alcançar a situação atual, ele sabe, mas tenho certeza que ele só passou a viver de karate após um momento de vida.

Acredito que temos que ter planos e projetos para nosso karate e nossa vida profissional como temos nossa estratégia para os combates. Lutadores são treinados em fazer desvantagens virarem vantagens e a situação econÔmica e política é volátil demais para se contar com ela estável a longo prazo.