Autor Tópico: kobudo  (Lida 3205 vezes)

Offline deshi

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 97
  • Votos: +0/-0
  • Karatê-Do meu modo de vida!
    • http://www.karatevirtual.kit.net
kobudo
« Online: Abril 30, 2006, 19:03:26 »
o que vcs axam sobre a relação entre karate e kobudo

um completa o outro?,

karate sem kobudo não é karate?

por que e tão dificil axar professores capacitados nessa arte?

karateka não precisa de kobudo?
ww.karatevirtual.kit.net

Offline Zkorpione

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 149
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #1 Online: Maio 01, 2006, 15:29:51 »
Vejo Kobudo/Kobujutsu como uma arte marcial muito interessante e quase (senão) irmã do Karate.
Não o pratico, mas cada qual é cada qual, ou seja, se alguém quiser praticar outra arte paralela para complementar ou implementar sua arte, por mim não há preconceito. Se houvesse um na minha cidade talvez eu faria um periodo experimental pra ver se eu gostava...
Coração de Karateca não bate, faz ippon.

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
kobudo
« Resposta #2 Online: Maio 02, 2006, 09:35:55 »
Caro amigo,

Vamos por parte:

1) o que vcs acham sobre a relação entre karate e kobudo ?
O surgimento do kobudo surgiu da necessidade dos nativos de Okinawa poderem se defender dos invasores que teimavam em invadir a ilha e como existia uma lei que proibia o uso de armas por parte da população e o conhecimento das tradições de lutas ou seja do “TE” e/ou “Okinawa Te”  não eram por si só suficientes o  kobudo conseguia equilibras as coisas.
Naquela época portanto o kobudo era um necessidade.

2) um completa o outro?,
No meu caso o Kobudo complementa o karate.

3) Karate sem kobudo não é karate ?
Em Okinawa encontramos pessoas que apenas treinam o kobudo e não se interessam pelo karate e vice-versa, mas quem sabe o karate tem muito mais facilidade no aprendizado do kobudo.

4) por que e tão difícil achar professores capacitados nessa arte?
A maioria dos mestres de karate que vieram ao Brasil são originários do Japão (ilha central) e lá Mestre Funakoshi não consegui popularizar o kobudo assim como o karate. O primeiro professor a ensinar kobudo no Brasil foi Mestre Akamine (goju ryu) e quem continuou seu trabalho foi Mestre Shinzato (shorin ryu). Tanto Mestre Akamine quanto Shinzato são de Okinawa e lá a tradição do ensino do kobudo é muito grande.

5) karateka não precisa de kobudo?
Esse pensamento depende do professor. O que falo sempre para os meus alunos e que eles procurem aprender o máximo que puderem e vejam o que serve e não serve para eles e aperfeiçoem o que aprenderam  e também que saber não ocupa espaço.  

Oss,

Ari - Santos/SP

madjimbull

  • Visitante
Re: kobudo
« Resposta #3 Online: Maio 19, 2006, 13:38:17 »
Acredito que as tecnicas de Kobudo devem sim acompanhar a pratica de Karatê, apesar de que Karatê quer dizer luta com as maos vazias logo sem qualquer tipo de armas, apesar de que o treinamento com Katanas ,Tonfas, Nuntchacos de duas e tres partes devem partir dos praticantes interessados portanto dever se tornar autos de data. procurando intercambios com outras artes maciais, mas com isso não seram tecnicas originalmente do Karatê mas sim " genericas...OSS!!!!!

Offline funakoshi

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 40
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #4 Online: Maio 21, 2006, 18:35:18 »
ah na minha cidade nao tem ssa arte mas queria concerteza praticala,fiz seis meses de aikido e achei muito importante para o meu karate .oss

Offline Juan (opasto)

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 416
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #5 Online: Maio 27, 2006, 10:20:58 »
Houve uma grande conexão entre Kobudo e Shotokan.
O Kobudo foi desenvolvido em Shuri, assim como o Shuri-te, e tem os mesmos mestres em comum. No kung-fu, alem das técnicas sem armas, existem uma quantidade grande de armas militares. Essas armas eram ilegais em Okinawa. A classe nobre de Okinawa (keimochi), da qual todos os mestres de Shuri (inclusive Funakoshi) faziam parte, continuaram essa tradição substituindo as armas chinesas pelas armas  do kobudo. Eles não viam karate e kobudo como artes separadas, mas como sendo partes da mesma arte. A maioria dos estilos de karate que derivam de Shuri estudam o kobudo, mas no Shotokan é bem raro.

No dojo Shotokan, antes da segunda guerra, tinha as armas do kobudo e existem fotos de Funakoshi fazendo katas de bo, sai e tonfa nesse período. No entanto, após a guerra, todas as artes marciais foram proibidas pelo exercito americano que ocupava o Japão. Com a intenção de retornar com as aulas de karate, Nakayama mostrou as autoridades americanas que o karate era uma arte sem armas, similar ao boxe chinês ou ao tai chi chuan. As autoridades foram investigar se realmente eles não usavam espadas ou armas proibidas. Aparentemente Nakayama se assegurou que nenhum dos estudantes de karate usassem as armas e deste momento em diante eles nunca mais as usaram.

Shinken Taira foi um dos primeiros alunos de Funakoshi antes da guerra. Taira estudou sete anos (1922-1929) supervisionado diretamente por Funakoshi. Taira se entusiasmou muito com os katas de kobudo e se tornou o "Pai do Kobudo Moderno".

Isso explica porque os praticantes de Shotokan tem grande facilidade em aprender kobudo. Os katas foram criados pelos mesmos mestres de Shuri-te e o "Pai do Kobudo Moderno" aprendeu a arte com Funakoshi.

Foi apenas um acidente da historia que tirou o kobudo do shotokan. Muitos  afirmam que o shotokan tradicional é incompleto sem ele. Guerreiro precisam compreender as armas.

Atualmente, para defesa pessoal, o kobudo deve incorporar "armas" que estejam ao nosso alcance nos dias de hoje. São exemplos disso canetas, celulares, cintos, bolsas, pastas, guarda-chuva, etc.


Texto "porcamente" traduzido do livro Shotokan's Secrets, de Bruce Clayton que cita como fontes: Tetsushiro Hokama (History of Okinawan Karate); Patrick McCarthy (Classical Kata of Okinawan Karate)
OSS!
Juan Claudio Martin

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
kobudo
« Resposta #6 Online: Maio 29, 2006, 16:11:30 »
Mais um texto de Kobudo extraído do livro "BUBISHI" por Patrick McCarthy.

"Durante os 270 anos de ocupação militar de Okinawa, evoluíram tradições de combate de diferente gêneros, alguns dos quais aplicavam o princípio de defesa pessoal com uma variedade de utensílios domésticos. Em grande parte devido a este fenômeno, evoluiu o Kobudo. Durante a ocupação, haviam pechin que viajaram até Satsuma. Evidentemente, enquanto lá, algumas destas pessoas foram instruídas em jigen-ryu ken-jitsu (a metodologia de combate do samurai de Satsuma), e, assim fazendo afetaram a evolução dos métodos de combate nativos de Okinawa ao voltarem á sua pátria. Em Okinawa, raramente esta teoria é discutida, e ainda a tradição do kobudo diz que o rokushaku bo-jitsu (a arte de usar o bastão de 1,80 m)de "Toudi" Sakugawa Chikudun Pechin Kanga e Tsuken Chikudun Pechin koura (1776-1882) não apareceu antes que eles voltassem a Okinawa, após estudar em Satsuma. Entre os muitos Pechin que fizerama jornada do Reino Ryukyu para Satsuma durante a última parte do século dezenove esta Matsumura Chikudun Pechin Sokon. Mais conhecido como "Bushi" Matsumura, ele se tornou conhecido como o Miyamoto Musashi do Reino de RyuKyu. De muitas formas, Matsumura é considerado o "bisavô" do karte que apareceu em torno de shuri. matsumura primeiramente foi instruido nas teradições de combate nativas de Okinawa sob a atenção de "Toudi" Sakugawa e depois, enquanto servia como agente de segurança para três consecutivos reis de Ryukyu, estudou em Fujian e Satsuma. Estudando também com o mestre de kung fu Iwah. Recebendo seu menkyo (certificado de instrução) de Jigen-ryu ken-jitsu de Ijuin Yashichiro, matsumura foi responsável pela sintetização dos princípios pedagógicos da Jigen-ryu e das tradições de combate chinesas e nativas de okinawa que ele também estudou. Assim fazendo, matsumura estabeleceu a base para um gênero de defesa pessoal que apareceu em torno do distrito do castelo, que em 1927 era conhecido como Shuri-te (mãos de Shuri). Depois de aposentar-se do serviço público, matsumura começou a ensinar seus princípios de defesa pessoal na aldeia de Sakiyama, Shuri. Seus principais discípulos foram: Azato Anko (1827-1906), Itosu Anko (1832-1915), Bushi Ishimine (1835-89), Kiyuna Pechin (1845-1920), Sakihara Pechin (1833-1918), Matsumura Nabe (1850-1930). Tawada Pechin (1851-1907), Kuwae Ryosei (1858-1939), Yabu Kentsu (1866-1937), Funakoshi Gichin (1868-1957), Hanashiro Chomo (1869-1945) e Kyan Chotoku (1870-1945). No oitavo volume da enciclopédia japonesa Nihon budo Taikei, há uma passagem interessante que oferece uma explicação das origens das tradições de combate do Reino de Ryukyu. A passagem explica que o senhor Shimizu instruiu Togo Bizen no Kami Shigetakata (1602-59), diretor da segunda geração da jigen-ryu, a ensinar táticas de defesa pessoal aos fazendeiros e camponeses em Satsuma. isto foi realizado para o caso de, numa invasão, estes fazendeiros poderem agir como uma linha clandestina de defesa pessoal para sua pátria. Esta tradição não guerreira foi disfarçada em forma de dança folclórica chamada jigen-ryu Bo Odori, e incorporava o "jo" (bastão de 1,0 m) contra espada; rokushaku bo contra lança; e disciplinas separadas que empregavam o eiku (remo de barco), kama (foice), shakuhachi (flauta), e outros utensílios. Este fenômeno ilustra claramente como os princípios de combate fora engenhosamente aplicados aos utensílios relativos às atividades diárias e então tornaram-se uma tradição do povo, igualmente a herança de combate civil de okinawa quase um século antes. O período Satsuma foi de grande crescimento e desenvolvimento para o karate-do e kobudo de Okinawa. porém o caráter e forma fundamentais destas tradições de combate deveriam sofre mudanças mais radicais depois que Okinawa tornou-se parte do Japão, com sua orgulhosa herança guerreira."

NOTA EXPLICATIVA O Bubishi é um livro que foi transmitido de mestre para discípulo em Okinawa por gerações. Originalment foi escrito em chinês e utilizado o dialeto de Fujian e compilado mais de dois séculos em Okinawa. Existem três Bubishi a saber:
1- traduzido para o Japonês por Tahiko Otsuka hanshi 9º dan da Gojukensha karate-do Renmei;
para o inglês
2- Patrick MacCarthy (versão apresentada)
3- George Alexander


Oss,

Ari - Santos/SP

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #7 Online: Maio 29, 2006, 16:21:21 »
Ari

e quando vc vai terminar a quarta versão do Bubishi em portugues ???


OSS

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
kobudo
« Resposta #8 Online: Maio 29, 2006, 16:46:13 »
Samurai,

Já está todo traduzido e revisado............só falta publicar....................


Oss,
Ari - Santos/SP

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #9 Online: Maio 29, 2006, 16:53:53 »
Ari,

Estou no aguardo ......



OSS.

Offline tzuki

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 248
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #10 Online: Maio 29, 2006, 17:07:31 »
Opa!!!

Estamos no aguardo, hehehee!!!

Valeu!!
"Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder." Abrahan Lincoln

****...Jeff....****

Offline Kirynoo

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 110
  • Votos: +0/-0
    • http://
kobudo
« Resposta #11 Online: Maio 29, 2006, 17:14:47 »
Oss!

Tenho interesse neste livro. a tradução p/ o Brasileiro e o Ingles.

Kirynoo
Oss!

Offline Maximus-Decimus

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 137
  • Votos: +0/-0
    • http://eusoueunemmaisnemmenos.zip.net
kobudo
« Resposta #12 Online: Maio 29, 2006, 17:55:44 »
Primeiramente Oss:

Sempai Ari, quando o senhor for publicar este livro me avise, pois tenho muito interesse em adquiri-lo.

Oss!
orruptio Optima Pessima - A corrupção dos melhores é a pior.

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
kobudo
« Resposta #13 Online: Maio 30, 2006, 10:15:59 »
Olá Pessoal,

O Bubishi é um livro que apareceu em Okinawa e não tem autor ninguém sabe como apareceu.  Foi passado de mestre para discípulo e compilado a mão e pode ter havido distorções a medida que foi sendo copiado. A conclusão segundo estudiosos e pesquisadores e que esse livro faz parte de um tratado que versa sobre vários temas e foi retirado as partes que interessavam referente a arte marciais.  O Bubishi é um “Manual de Preparação Militar” e está dividido em quatro partes:

1- História e filosofia,
2- Medicina chinesa e farmacologia fitoterápica,  
3- Pontos vitais, e
4- Técnicas de combate

Muitos afirmam que uma parcela significativa do Karate-do Kyohan de Funakoshi foi copiada do Bubishi. Para se ter uma idéia do valor desse livro na época o Mestre kenwa Mabuni  escreveu no livro “Kobo Jizai karate Kempo no kenkyu”  (referindo-se ao Bubishi) “Fazendo uma cópia de um livro chinês de kempo que meu venerado mestre Itosu havia também copiado, eu usei o Bubishi em minhas pesquisas e guardei-o como um tesouro secreto”. E em 1934 Mabuni foi o primeiro mestre a tornar público o Bubishi.  

Oss,

Ari – Santos/SP

Ps.Vou pensar no assunto...............hehehehehehehe

Offline rsantos

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 57
  • Votos: +0/-0
kobudo
« Resposta #14 Online: Maio 31, 2006, 14:48:13 »
oss galera ja li alguma coisa sobre o bubishi e realmente no livro karate kiohan tem varias tecnicas de nague waza adotadas p mestre funacoshi. entre outrs tecnicas. tipo kubiwa . oss ate outra oportunidade.