Autor Tópico: Quebrando dogmas  (Lida 4621 vezes)

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.471
  • Votos: +1/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #15 Online: Outubro 27, 2009, 16:41:41 »
Oss,

Karate-do, tanto para japoneses como para não nipônicos, é como abrir uma torneira: ao abrirmos demais, fechamos um pouco; ao fecharmos demais, abrimos um pouco - o importante é regular o fluxo. Entretanto, quando não há o que sair pela torneira, o que esperar?

-//-

Particularmente, penso que entender o significado de "contrair" e "expandir", em todos os sentidos do Karate-do, não seja uma tarefa fácil. Creio também que ensinar é tarefa pior ainda, mas isso é apenas uma escolha, não precisa fazê-la se não se sentir apto.

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #16 Online: Outubro 27, 2009, 19:03:05 »
Vinteedois,

As “apertadas” que me referi não é para arrancar dente de ninguém, é apenas você fazer com que o outro mostre medo nos olhos (as vezes não precisa nem tocar nele para isso).

Seria muito bom se todos nós seguíssemos regras de boa conduta, disciplina, e fossemos bem educados, não só dentro do dojo, mas também em nossas vidas privadas. Conheço várias pessoas do fórum, participei do encontro em Santos em 2007 ou 2006??, de treinos na Mushin, no dojo dos Senseis Ari e Yama, e vários outros participantes já foram a Kyokai, posso garantir que todos são bem educados, disciplinados e respeitosos.

Todos que entram na Kyokai são tratados com respeito, já recebemos senseis internacionais como o Sensei Koike, Sensei Scott Langley, Sensei Alan Campbell e senseis brasileiros como o Sensei Roberto Santanna, Sensei Paulo Góes, Sensei Hugo Arrigone, Sensei Flávio Costa (outros estão devendo a visita), me arrisco a dizer que em alguns países somos referencia no Brasil, não só pelo nosso karate, mas também pela nosso disciplina, respeito e boa educação.

È com muita tristeza, que li sua afirmação, dizendo que na sua academia e nas que você conhece não há pessoas com disciplina, respeito e ou comprometimento, espero que você não se inclua nesse rol.

OSS
« ltima modificao: Outubro 27, 2009, 19:13:23 por Simoes »

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.475
  • Votos: +5/-2
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #17 Online: Outubro 27, 2009, 19:20:00 »
Isso tudo é mentira. Esses caras só querem dar porrada na gente.

Fui na Kyokai, porrada.
Fui na Mushin, porrada.
Fui no Getulio, porrada.
Fui no Roberto Santana, porrada.
Fui no Kawamura, porrada.

Aliás vai ter treino nesse fim de ano?
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.423
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #18 Online: Outubro 28, 2009, 08:44:13 »
Olá Simões!

 

Obrigado pela resposta!

Bom... não foi bem isso que eu quis dizer. Nem foi isso que eu disse...

 

Eu disse: “o que mais tem hoje em dia nas academias, são pessoas desrespeitosas”... “o que mais tem”.. não “o que só tem”... lógico, pois aí como você citou, eu também estaria no meio da banda podre. Seria um tiro no meu próprio pé!

 

Tem respeito ainda... tem... mas cada vez tem se tornado mais raro... mas tem.



é possível observar mais demonstrações de respeito nas  relações que envolvam senseis e senpais...



a rapaziada nova, tá realmente uma desgraça, cada vez mais "péla saco", cada dia qeu passa mais cheia de frescura..



Mas aí chegamos a pergunta: "O que é respeito?"



Respeito é falar Oss?

Chegar na academia, cumprimentar e apertar a mão do professor?

Cumprimentar os visitantes?

Saber citar o dojo kun?

Ficar em heiko-dachi?



nhé... isso aí é mole!

Respeito pra mim é treinar com vontade, ouvir as coisas que o professor diz, tentar por em prática nos treinamentos as dicas, seguir as instruções, obedecer de verdade...

respeito pra mim é aquilo que vem de dentro pra fora.. e não o inverso, aquelas regras impostas...



Mas esse capitalismo, essa relação promíscua de professor/karate/aluno/dinheiro vem cada vez mais destruindo qualquer tipo de respeito. (na minha visão cara.. não sou o dono da verdade..).



O cara pensa: eu pago, ele tem que ensinar.



E pra mim não é assim.. pra mim "treino de karate" "novidades do karate" o aluno tem que conquistar o direito de aprender (seqvme).



aí quando eu tava falando ali em cima "o aluno tem que ouvir o que o professor diz"... é que tem vezes no começo, durante ou no fim da aula, você observa alguma coisa e então para o que tá fazendo, fala fala fala, explica pra turma toda algo sobre aquilo que você observou, diz por exemplo: a importância de fazer um alongamento bem feito.. ou pro filho da $%&! não usar bermuda por baixo do karate-gi que prejudica os movimentos... fala pro viadinho a importância da faixa e que é preciso amarrá-la bem a cintura antes de começar o treino, pra não ficar a faixa caindo no chão o tempo todo, que deixar a faixa cair no chão é um desrespeito (com ele mesmo até)... ou então diz não abaixa a guarda, proteja-se, preserve-se, cuidado com o rosto, não vai igual maluco pra dentro do cara...



E aí quando tu vai ver.. o cara faz exatamente tudo que você falou pra não fazer...

vai treinar de bermuda (aí não consegue dar um mawashi geri), amarra a faixa frouxa, abaixa a guarda, faz gracinha, rebola, toma um porradão na cara e fica com o nariz sangrrando, tu tem que parar o treino pra ficar dando assistência pro imbecil, e quando não levar pro médico... e depois tem que ficar ouvindo toda aquela ladaínha quando não dos pais dele, ou se for adulto ouvir ladainha dos pais das crianças ou até mesmo ouvir conversa besta do próprio marmanjo.. enfim.. só $%&!.. só pica...



Aí é o que eu tava falando.. quando ficam nessas palhaçadinhas, eu boto pra correr, chamo no esporro mesmo, sou ignorante pra $%&! e que se fodam... Essa $%&! é karate!

E se vier com esse papo de "direitos humanos" (que essas $%&! agora tá na moda).. quer direitos humanos então vai pra cadeia! lá é qeu tá cheio disso...



Mas aí, Simões, minha vontade era a de meter a porrada mesmo!



Eu só meti a porrada em um aluno até hoje...

Agente começou a treinar mais ou menos na mesma época... eu era amarela quando ele entrou...

então prossegui treinando e o maluco parou na verde... e $%&!-se.. eu continuei... então, belo dia, eu já na preta, e dando aula, ele tinha voltado a treinar também... então o cara se achou, e começou a falar $%&!.. dizendo que eu isso, eu aquilo, que eu era preta e o $%&!, mas que ele me meteria a porrada assim mesmo, porque eu sou um $%&!... falou essa $%&! na minha cara, e tinha mais uns 5 alunos vendo o bagulho todo... eu não tive dúvidas... chamei geral pra dentro da academia (ele e os alunos que estavam presenciando aquilo).. baixei as portas... pra poder bater com vontade calcei as luvas.. e na boa, eu vi o pânico na cara dele.. ele começou a querer arregar.. eu falei "já era cara! agora tu vai ter que me espancar, fazer tudo qeu você falou, porque senão eu vou te meter a porrada"... E vou te falar mesmo.. arregacei a cara dele de porrada aquele dia, o maluco saiu chorando... a rapaziada qeu tava lá vendo ficou horrorizada, e então, desde esse dia, pessoal tem medo de mim... respeito não, só medo.



Depois o carinha veio falar que tava só brincando... mas pra mim isso não é brincadeira qeu se faça, chamar ninguém de bundão, e dizer qeu qualquer um dá porrada, ainda mais se esse cara for mais graduado que você.. ainda mais se esse cara for faixa preta...

Enfim... pra mim o episódio acima justificou uma apertada.. na verdade não foi uma "apertada" foi sessão espancamento mesmo, pra esculachar o cara, ridicularizar ele mesmo, pra largar de ser otário.



Mas eu acho que agora tanto eu te entendi, como acho que você me entendeu!

Oss!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #19 Online: Outubro 28, 2009, 13:25:11 »
Vinteedois,

Todo praticante de karate tem que ser orientado, sempre há algo para aprender, eu tenho 40 anos de vida e 23 de karate, aprendo todo dia e quero aprender mais. Concordo com você que o aluno deve querer aprender, mas o professor também deve querer ensinar, o karate é difícil leva tempo para aprender, muita técnica, muita regra, muito suor, sangue e lágrimas, e em todo esse trajeto o professor tem que orientar o aluno, porque se ele desistir, não espere que o aluno consiga sozinho, ele não vai.

Outra coisa, o medo sim ele existe, no karate estamos sempre no fio da navalha, mas o que vai realmente fazer sua relação com os alunos durar por muitos anos de maneira sadia e prazerosa é eles terem respeito e sobre tudo admiração por você, com apenas medo eles já já vão embora.

P.S.: Uma dica (siga se quiser), não se refira a seus alunos utilizando palavrões, nem de brincadeira.

Offline KATASHOTOKAN

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 873
  • Votos: +0/-0
  • KARATE-DO só quem pratica sabe a força que tem
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #20 Online: Outubro 28, 2009, 14:02:32 »
Vinteedois,

Todo praticante de karate tem que ser orientado, sempre há algo para aprender, eu tenho 40 anos de vida e 23 de karate, aprendo todo dia e quero aprender mais. Concordo com você que o aluno deve querer aprender, mas o professor também deve querer ensinar, o karate é difícil leva tempo para aprender, muita técnica, muita regra, muito suor, sangue e lágrimas, e em todo esse trajeto o professor tem que orientar o aluno, porque se ele desistir, não espere que o aluno consiga sozinho, ele não vai.

Outra coisa, o medo sim ele existe, no karate estamos sempre no fio da navalha, mas o que vai realmente fazer sua relação com os alunos durar por muitos anos de maneira sadia e prazerosa é eles terem respeito e sobre tudo admiração por você, com apenas medo eles já já vão embora.

P.S.: Uma dica (siga se quiser), não se refira a seus alunos utilizando palavrões, nem de brincadeira.
Oss, muito oportuno essa palavras, bem como a dica, pois karate, é igual a matemática (infinito) "quem pensa  que muito sabe, nada sabe"
Oss!
“O propósito supremo do KARATE-DO não está contido na vitória, nem na derrota de adversários, mas, no aprimoramento do caráter, da personalidade e da honra de seus praticantes."

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.423
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #21 Online: Outubro 28, 2009, 14:38:10 »
P.S.: Uma dica (siga se quiser), não se refira a seus alunos utilizando palavrões, nem de brincadeira.

Oss!
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #22 Online: Outubro 28, 2009, 21:59:00 »
Citar
Mas esse capitalismo, essa relação promíscua de professor/karate/aluno/dinheiro vem cada vez mais destruindo qualquer tipo de respeito.

Onde eu treino essa relaçao é secundaria em relação aos valores que estao aqui sendo discutidos e talvez por isso não aconteça o que acontece na academia do 22.
Acho tambem que o fato de na academia do 22 os praticantes serem de um patamar sócio cultural inferior essas coisas aconteçam. O problema do Brasil não é a taxa de juros, é a educação.

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline Felipe Andrade

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 685
  • Votos: +0/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #23 Online: Outubro 28, 2009, 22:29:03 »
desisto desse forum...
Furimukeba Tiisana Kinou, Me wo agereba Mugen no Ashita

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #24 Online: Outubro 29, 2009, 09:54:38 »
Oss

 ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ??? ???

Oss
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.423
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Quebrando dogmas
« Resposta #25 Online: Maro 03, 2010, 09:52:21 »
(...)
Acho tambem que o fato de na academia do 22 os praticantes serem de um patamar sócio cultural inferior essas coisas aconteçam. O problema do Brasil não é a taxa de juros, é a educação.
(...)

A primeira vista faz sentido... mas não sei se é esse o fator primordial, a questão do "sócio cultural inferior"..

Nem sei se isso é uma exclusividade daqui...

Pois como diria aquela canção da Bailarina: "procurando bem, todo mundo tem defeitos..."
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)