Autor Tópico: Sindrome da Meia Noite em Paris  (Lida 765 vezes)

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Sindrome da Meia Noite em Paris
« Online: Maio 31, 2013, 09:11:02 »
Vcs viram o filme? Pois é maravilhoso e retrata bem o que está acontecendo com os praticantes de karate.

Nós achamos que em 70 era melhor, todos gostariamos de ter treinado com Kanazawa, Enoeda etc.. e esses provavelmente com Itosu e com sei lá quem.

O saudosismo é inerente ao ser humano, principalmente quando o passado é charmoso.

Os campeonatos que vi, havia um médico/preta chamado Dr. Chico, pois bem ele ficava ao lado do koto, costurando as bocas depois da luta, metendo um esparadrapo e preparando o cara pra próxima, caso fosse o vencedor. PQP, que selvageria, mas criava um clima de coisa sobrehumana que incentivava a nós mais jovens a querer prosseguir e chegar naquele estágio.

Imagina eu ser colega de turma de Nakayama, Nishiyama, Kanazawa, Enoeda, Takeuchi.........ia meter a porrada nessas japinhas todos. Sou muito maior, se treinasse igual eles tavam ferrados.
« Última modificação: Maio 31, 2013, 13:50:52 por Gustavo-RJ »
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Marquinhos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 537
  • Votos: +0/-0
  • Hatsu Un Jin Do
    • Marcos Piolla Pugnax Animation
Re:Sindrome da Meia Noite em Paris
« Resposta #1 Online: Maio 31, 2013, 11:43:21 »
Eles tiveram muita sorte! Escaparam por pouco...
Marcos Piolla - OSS!
--------------------------------------
空手道は礼に始まり、礼に終る事を忘れるな。
"Karate-Do começa e termina com respeito"
Shoto - Funakoshi

Offline Lino-do

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 252
  • Votos: +0/-0
  • "A Humildade precede a Honra"
Re:Sindrome da Meia Noite em Paris
« Resposta #2 Online: Junho 01, 2013, 09:04:05 »
OOOO SE ESCAPARAM, SORTE DOS JAPAS NÃO TEREM TOPADO COM NOSSO CARISSIMO Gustavo-RJ.

gOSTARIA DE LER NO LIVRO DE Kanazawa SOBRE A EXPERIENCIA DE LUTAR COM BRASILEIRO E 'LEVAR PORRADA".


OSS!
"Quando o inimigo arma seu golpe, minha mão já está em seu pescoço, não para sufocá-lo, mas sim para impedir que seu corpo morto pertube a harmonia da natureza, ao cair pesadamente no solo"
                                                  Shiro Tanaka

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Sindrome da Meia Noite em Paris
« Resposta #3 Online: Junho 02, 2013, 10:13:28 »
 :D :D :D :D

O phoda mesmo é quando é uma nostalgia hipócrita de uma geração atual de cartolas, para manter o status quo. Muito comum nesse universo do Karate Brasil.

Então existem saudosismos e "saudosismos"....

Alias a própria palavra TRADICIONAL já diz muita coisa, não ...?  ;) :D :D :D :D :D

« Última modificação: Junho 02, 2013, 10:15:33 por Bodhi »
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:Sindrome da Meia Noite em Paris
« Resposta #4 Online: Junho 02, 2013, 10:48:02 »
   O filme tem 1:30h e estou vendo-o em "sessões de 30 minutos".

   Gustavo, foi a patroa que te botou pra ver esse filme, né? Woody Allen, coisa e tals, filme Zen... quando acabar de ver comento.

                    ----------**************------------

   Há um colunista da Gazeta do Povo chamado Cid Destefani, que escreve faz 1248 domingos, uma coluna chamada "Nostalgia".

   Certa vez ele disse que a gente alega que "como era bom", mas que na verdade, inconscientemente, faz menção a tais tempos pelo puro fato de termos sidos jovens à época.

   Lendo tal mensagem, escrita num dia em que ele estava comentando de uma iniciativa num parque daqui - e comentando de forma ácida - fiquei meio descontente com ele.

   Depois fiquei mais sereno e pensativo.
   Acho que o que ele escreveu estava correto.

[]´s
Big

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re:Sindrome da Meia Noite em Paris
« Resposta #5 Online: Junho 02, 2013, 11:17:03 »
Aquele tempo não era melhor, nós que éramos melhores naquele tempo. ;D

Eu continuo achando que antigamente era melhor, só não sei se estou certo.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ