Autor Tópico: NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!  (Lida 9150 vezes)

Offline Shaolin do Norte

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 606
  • Votos: +0/-0
NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Online: Abril 18, 2011, 15:50:20 »
Oss,

Pessoal,

 No domingo estive de papo furado com meu compadre (padrinho de minha filha) que é praticante e faixa preta de BrJJ.

E no papo claro, que lutas, sempre está na pauta. Na conversa falamos das técnicas que surpreenderam. Primeiro foi o nosso Jiu Jiutsu pegando os “strikes” totalmente desprevenidos. Depois o Karate do Lyoto e agora na minha opinião, o estilo cheio de inovações do Jonh “bones” Jones com suas cotoveladas, giros e etc.

Foi aí que me lembrei de alguns combates que fiz contra kickboxers tradicionais que em grande maioria, eram excelentes boxers e só. Nesse ponto, sem falsa modéstia, meu arsenal de golpes do Kung-Fu me dava uma certa vantagem sobre o cara que ficava em 90% no Jab e Direto...

Venho reparando que há pouca criatividade, até mesmo no Karate onde 99% do combate o lutador não usa mais que 3 tipos de golpes, Oi e Gyaku zuki e uns poucos Mawashisinhos... O próprio Lyoto em suas últimas lutas, limitou-se a esses golpes. O velho e bom Mae Gueri andava bastante esquecido até nosso Anderson Spider ressuscitá-lo na fuça do Belforth.

Acho que devemos praticar mais e com afinco aquilo que está menos em evidência. E falo também na movimentação no combate. No Kata Junro, Asai Sensei nos ensina os giros rápidos pelas costas e isso são algum artifícios que além de belos, pega o oponente desprevenido.

Shuto; Uraken; Haito; Toho; Tetsui (que aprendemos no Heian Shodan) e uchi, fora chutes como Mae gueri, Ushiro gueri e etc. são armas de um arsenal de uma tremenda eficiência.


      Gustavo

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #1 Online: Abril 18, 2011, 15:58:41 »
Muito bem observado prezado Shaolin,

Eu sempre questiono porque não treinar e porque não desferir golpes mais técnicos e supreendentes?

Realmente, na maioria dos dojos, se treina combinações para pontuar em detrimento de técnicas mais refinadas.

Acho que oitsuki é um dos golpes mais difíceis de se aplicar numa luta, e não vejo porque não treiná-lo a exaustão, mas como diz o seu título do tópico, o karatê não se resume a isso!

Um abraço!!!

Offline adelirbaldin

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 31
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #2 Online: Abril 18, 2011, 16:53:07 »
A vantagem sempre estará em fazer algo diferente.... sair do tradicional kisame, giaku quebra a rotina... Sempre me disseram que as técnicas de chute não eram muito usadas no kumite, pois os socos eram mais rápidos....

Discordo!!! Se vc treinar com afinco os chutes, eles poderão ser mais rápidos e eficazes do que socos.... e por si só, já quebrarão um paradigma....

Se me permitirem, segue um vídeo meu com algumas aplicações de chutes em kumites e sparrings...

Att.
Adelir


Visite nosso grupo no Facebook: Karate & Taekwondo & Krav Maga - Toledo PR

Offline erickdavi

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 119
  • Votos: +0/-0
  • Oss!
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #3 Online: Abril 18, 2011, 17:01:29 »
Eu particularmente utilizo bastante ashi barai, o soto gari e ipon seoi nage quanto tenho chance de me aproximar do adversário e levá-lo ao chão e em seguida finalizar. Gosto também de utilizar chutes giratórios como contra-ataque (Ushiro gueri e ura mawashi girando) principalmente se o adversário ataca com kisami ou Guiaku tsuki.
Geralmente em Jiu Kumite eu consigo aplicar mais facilmente esses golpes, principalmente as projeções, porém quando se trata de shiai, eu confesso que fico só no basicão mesmo.

julianoferreira

  • Visitante
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #4 Online: Abril 18, 2011, 17:33:33 »
"Sempre me disseram que as técnicas de chute não eram muito usadas no kumite, pois os socos eram mais rápidos.... "

Quem te disse isso provavelmente não sabe chutar hein... me soa como desculpinhas.

Bizarramente os golpes que mais gosto de aplicar e que aplico melhor não são nenhum dos três que você citou Shaolin. Uso bastante Kisame Uraken pegando no Deai, abuso dos ashibarai e meu chute preferido é o Ushiro Geri. Concordo contigo, que se ficar na mesmice rapidinho o oponente aprende a te neutralizar. Por isso que lutadores como o Spider, José Aldo, Jon Jones e até mesmo o Lyoto tem um grande diferencial. Você nunca sabe o que vai vir deles... uma vez vi uma entrevista com o Anderson Silva onde ele disse que tira golpes até de jogo de vídeo game, ele vê o golpe na luta, se achar que dá pra aplicar ele vai lá e tenta... o resultado não precisa nem ser comentado né?

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #5 Online: Abril 18, 2011, 17:46:53 »
Esse assunto é muito interessante, mas é aquilo que o André Bertel falou na entrevista que muita gente não encherga: até este karate dito tradicional é uma versão "chata" do karate esportivo. Ontem mesmo li uma entrevista de um cara que treinou com os maiores instrutores dos USA e descreveu o karate do mestre Nishiyama desta maneira.

Também é necessário tomar cuidado para não achar que todas essas coisas são necessariamente melhores que o clássico socão na cara.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #6 Online: Abril 18, 2011, 17:51:20 »
Oss,

Shaolin,

Acredito que os principais motivos para que a utilização destes eficientes golpes (dependendo do modo como se aplicam) do Karate-Do tenham entrado em decadência estejam relacionados com a visão competitiva desta arte marcial; com a imperícia de determinados tipos de instrutores (que não dominam/repassam aplicações efetivas); com a falta de prática, e; com a falta de conhecimento literário.

A visão competitiva desta arte marcial provoca, por si só, a exclusão de alguns movimentos extremamente estratégicos ao combate. Não por conta da imperícia ou pouco domínio por parte dos competidores (que em inúmeros casos, são bons de briga na "vera"), mas sim pela ineficiência do corpo de árbitros que não reconhecem determinadas aplicações. Sobre as competições, ainda existe uma questão mal solucionada: a permissão para utilizar o Haito. Na minha opinião, esta vedação é infundada, pois um soco indireto pode ser tão nocivo quanto um Haito, mas isto não vem ao caso.

Existem vários instrutores de Karate-Do que não conseguem ou não sabem utilizar determinados golpes e movimentos em lugares estratégicos e no tempo ideal. Óbvio que nem todos os movimentos existentes nos mais diversos Kata são facilmente compreendidos - até porque são várias interpretações, podendo todas estarem corretas dependendo da situação.

A falta de pratica também favorece para o desuso de certos golpes como o Uraken. No Dojo onde pratico Karate, trabalhamos (e isso é muito chato) diferentes tipos de aplicações para os mesmos golpes. Procuramos interpretar cada Kata e realizar aplicações (de forma direta, indireta, Mawashi, Ura, Hanmi, Kisame etc.). Isso contribui para que estes movimentos, na necessidade de aplicações, possam ser utilizados de maneira mais natural e precisa.

Um outro fator é a falta de leitura. Ora, existem muitos vídeos interessantes, com vários movimentos legais, bem precisos, mas será que estão acompanhados com uma tabela de articulações envolvidas na movimentação? Conjunto de músculos trabalhados quando desferimos tais golpes? Ou mesmo um histórico de como este movimento foi desenvolvido; em qual arma se espelhou? Compreender estas questões favorece ao nosso entendimento.

Gostei do tópico,
vamos desenvolvê-lo mais.

Oss.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #7 Online: Abril 18, 2011, 22:07:30 »
Na época em que eu competia (e já faz muito tempo, mais de 20 anos), gostava muito de usar Ashi Barai seguido de Gyaku Zuki ou Oi Zuki. Usava também bastante Mae-geri  chudan no deai, ou escorava em Mae geri e emendava um Uraken. Hoje em dia, já estou "descendo a ladeira", mas ainda faço meus jyu kumitês e ainda utilizo os golpes acima (e funcionam).

OSS
Karate Wado Ryu

Offline Gon

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 347
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #8 Online: Abril 18, 2011, 22:57:41 »
É muito importante ter uma boa variedade de golpes bem refinados, MAAAS, nao vamos nos esquecer que o feijao com arroz é o principal.

Certa vez o sensei Kazuo Nagamine falou em um curso "o ser humano tende a complicar, em vez de simplificar". Podem ver que os leigos se impressionam por chutes altos, por torçoes malucas, e afins.

O que não falta é cara que sabe dar voadoras e ushiro mawashis perfeitos, torçao, quebrar tabua, etc... mas na hora da luta, simplesmente nao tem timming, nao tem noçao de oportunidade, maai, não sabe se deslocar bem, etc.

Acho muito mais bonito um Gyaku que pega no timming perfeito, ou um tai sabaki com um bom ura ken, do que ficar dando ushiro, tobi geri, haito, de maneira meio aleatoria, sem nenhum deles acertar bem.

Não me entendam mal, acho essencial para o Karateca ter uma ampla variedade de golpes. Mas não vamos nos esquecer do básico!

Offline KarateSurfe

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 74
  • Votos: +0/-0
  • Hy there By Renato
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #9 Online: Abril 18, 2011, 23:02:19 »
OSS!!

De certa forma concordo com o Gon de que o arroz com feijão deve ser o carro certo, o problema é que nem sempre se faz direito o básico que dirá o comlicado.

OSS.                 
Oss, Renato Surfe and Karate

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #10 Online: Abril 19, 2011, 07:15:53 »
Oss adelirbaldin san

fala sério,além de meter um mawashi no nariz do preta,aquele abraço foi para sacanear o cara  ::) ::) ::) ::) ::)

tu é quiropratico tbém  :o :o :o :o  a coluna dele foi para o lugar na hora :D :D :D

Oss
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #11 Online: Abril 19, 2011, 09:42:26 »
Olá!
Karate não é só oizuki, guiako zuki e mae gueri, que são aplicações identicas.
Karate é estudar cada movimento de ataque ou defesa e reconhecer nas entrelinhas as suas variações.
Os golpes mais dificeis de aplicar corretamente são exatamente o oizuki e o mae gueri, assim como o mais dificil de ser bem executado é o Kata heian shodan, isso porque a sua
simplicidade esconde uma grande variação de outros ataques e defesas.
Vejam nos Katas mais adiantados.
De um oizuki tiramos dezenas de variações de outros ataques, assim como das defesas também.
É só estudar e praticar exaustivamente em Kihon os moviventos isolados dos Katas, e também fazê-los aplicando-os em kumites Gohon, ipon e jiu ipon, mas a maioria prefere praticar o jiu kumite, que na ansia de atacar e defender-se só usam o mais comum e primitivo como oizuki e mae gueri, além de prejudicar as formas e as bases .
Quando digo primitivo, não o digo que sejam fracos ou ineficases, apenas que são
os primeiros a nossa disposição para o desenvolvimento, pois eles bem executados, são letais para o adversário.
Experimentem usar golpes sem força e circulares.
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Golden Era

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 60
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #12 Online: Abril 19, 2011, 13:00:36 »
Eu ja acho o heian shodan o mais facil, ja que é o primeiro Kata do karate.Funakoshi ate mudou a seguencia, ja que antes o heian shodan era o segundo a ser aprendido. O primeiro era o heian nidan.tambem nao acho que oitsuki e maegeri sejam o mesmo golpe nao.um é de mão e o outro é de pé, portanto nunca poderia ser igual.
golpes circulares devriasm ser a segunda opçao, quando erramos os de linha reta,por exemplo quando atropelamos o individuo e erramos entao ai sim,usariamos um mawashi ou um uraken por exemplo.

Offline RicardoCosta

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.591
  • Votos: +2/-1
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #13 Online: Abril 19, 2011, 13:01:39 »
Brilhante, amigo Pedro.

OSS
Ricardo Costa
Máxima força, sempre!

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re:NÃO só de Oi Zuki vivi o meu Karate!
« Resposta #14 Online: Abril 19, 2011, 13:09:19 »
Eu ja acho o heian shodan o mais facil, ja que é o primeiro Kata do karate.

Mostrou que precisa conhecer muito mais sobre Karate.

Não leve a mal, pois pensava assim tbm e graças as explicações do Pedrão, do Carlão e dos varios Senseis aqui do forum.

Estou começando a saber o caminho que tenho que seguir no Karate.


OSS