Autor Tópico: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO  (Lida 9173 vezes)

Offline Luiz

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #15 Online: Abril 23, 2008, 10:49:35 »
Pedro, tenho certeza que vamos discordar em alguns pontos mas também concordaremos em alguns.

Eu também participei muito de competição em tempos passados e sou completamente contrário ao que vejo hoje, porém como eu já disse várias vezes, tudo são fases, eu não quero hoje competição pra mim, mas porque não me serve mais não quer dizer que não tenha proveito para os mais novos.

Concordo muito com o que o Geraldo diz, que muita coisa tem que ser mudado, que poderia haver uma tolerancia maior em tsuzi-Jodan e principalmente na disciplina.

Discordar do modo que está se realizando as competições hoje é uma coisa, discordar da competição dentro do Karate é outra.

E já sei também que você vai dizer, "Se você quer competir, então f...."

OSS...
"Aqui se cultiva o corpo e a mente"

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.858
  • Votos: +14/-25
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #16 Online: Abril 23, 2008, 11:30:43 »
Olá!
Então,para não perder o costume,quem quiser competir que o faça mas nao diga que aquilo que vai fazer é Karate.
E vão se $%&!!
Oss!
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 903
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karatewadokai.altervista.org
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #17 Online: Abril 23, 2008, 11:31:37 »
..E eu volto a questionar:

Porque as pessoa snão podem conviver?

O Karate desportivo é uma coisa, e o Tradicional é outra, ora bolas...

Cada pessoa fará aquele que lhe interessa, mas o que é intolerável é que não possam coabitar umas com as outras.

Não se esqueçam que todos aprendem uns com os outros, e a convivência poderá clarificar as coisas e melhorar até os dois lados. E querem saber mais? Acho até que as pessoas do tradicional têm muito que aprender em muitos aspectos com certa envolvência que o Karate desportivo proporciona. Duvidam? Eu não.

Como o Luiz diz, podemos discordar das coisas, do modo como se realizam as compteições, etc,etc, mas podemos muito bem conviver todos e separar bem o que é competição e o que é tradicional. Um organismo só deve ser o suporte das duas vias e assim fortalecer ambas.

Como as coisas estão, é que está tudo ERRADO e é mau para todos!!!

Acordem senhores...

Hai!
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan e 8º.Dan ABKW

Neto110

  • Visitante
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #18 Online: Abril 23, 2008, 12:39:13 »
Só vejo problemas quando algumas colocam sua felicidade na necessidade do outro fazer o que estes alguns acham mais acertado e reclamam quando ele resolve seguir seu livre arbítrio.

Offline katsumoto

  • Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #19 Online: Abril 23, 2008, 12:47:54 »
Cada vez que vejo uma competição de Karate(Qualquer que seja)  da vontade de dormir. Isso sem falar na atuação dos arbitros.
Acho que numa competição de Karate deveria haver NOCAUTE. DEsta forma entraria quem fosse realemnte Karateca, os fracos não teriam nem coragem, a exemplo do Vale Tudo.
Ai teriamos os Karatecas corajosos e os profetas.....
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 903
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karatewadokai.altervista.org
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #20 Online: Abril 23, 2008, 13:08:23 »
Amigo Augusto,

Resposta científica e inteligentemente evasiva... ;)

Quanto ao comentário do Katsumoto, é somente a sua opinião.

Hai!!
« Última modificação: Abril 23, 2008, 13:11:02 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan e 8º.Dan ABKW

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.858
  • Votos: +14/-25
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #21 Online: Abril 23, 2008, 13:16:03 »
Olá!
Amigo Lezon,embora eu encha o saco quando o assunto é competição,eu convivo e muito bem com quem quer que seja,até mesmo com os chatos deste site.
rsrsrsrsrs.
Aprender com quem se convive tudo bem,eu estou sempre aprendendo,agora, aprender alguma coisa de Karate competição, está bem longe da realidade.Isso seria
uma afronta aos Professores que tive, e ainda tenho.
E, quando o Augusto fala em livre arbitro,tudo bem,mas que esse livre arbitrio não comprometa a imagem daquilo que eu faço.
$%&!,eu já falei que quem quiser fazer o XXXXXX de competição,que faça,mas não use o nome de uma Arte Marcial como o Karate,inventem outro nome.Assim não comprometem a imagem do Karate,pois um dos motivos que acham o Karate uma luta fraca,é o que vêm nas competições.
Mas não vou mudar a minha opinião a respeito,e como já falei que se $%&! a competição,pois o meu Karate eu pratico como eu bem entender e com quem eu quiser.
rsrsrsrsrs
"VOU CONTINUAR A ENCHER O SACO" convivendo bem com as pessoas mesmo elas não querendo conviver comigo.
rsrsrsrsrsrsrsrsr
Oss!
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 903
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karatewadokai.altervista.org
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #22 Online: Abril 23, 2008, 13:30:38 »
Amigo Pedro,

A sua opinião eu a respeito e  tem todo o direito seguir na íntegra a sua linha de pensamento, mas também não se deve esquecer o mesmo em relação aos que pensam diferente.

Mas agora também me ocorreu algo que até acho muito interessante. Sendo certo que a grande maioria dos tradicionalistas admiram ou admiravam o Sensei Nakayama, que na minha ótica foi até uma das pessoas mais importante no Karate Shotokan, quiçá a mais importante, ele foi um dos baloartes, a par de Ohtsuka, a levar o Karate à competição.

Será que este seu desejo é o único que todos os tradicionalistas não concordam e/ou não concordaram com ele? É só uma pergunta..

Hai!
« Última modificação: Abril 23, 2008, 13:32:35 por J.Lezon »
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan e 8º.Dan ABKW

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.858
  • Votos: +14/-25
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #23 Online: Abril 23, 2008, 13:43:50 »
Olá!
Caro Lezon,O Nakayama foi um bom Karateca,um gigantesco aglutinador e
um grande mestre em desenvolver, modernizar e ensinar o Karate,porém um pésimo
homem de marketing.
Não é porque ele foi o Nakayama, aprimorou o Karate que ele acertou na sua divulgação.
Oss!
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 903
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karatewadokai.altervista.org
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #24 Online: Abril 23, 2008, 15:10:59 »
Pois é caro Pedro, como homem de markting que é, deu uma resposta inteligente...

Todavia, deixou uma abertura para eu poder mais uma vez dizer que neste mundo em que vivemos, a não ser Aquele muito bem sabemos, ninguém é detentor da verdade.

Por tal motivo, cada um deve seguir o que a sua consciência lhe ditar.

Hai!
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan e 8º.Dan ABKW

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #25 Online: Abril 23, 2008, 15:53:24 »
O ponto de discordância que vejo nos pró e contra a competição, não é pela competição em si, mas pelo  modelo de competição adotado e pela forma como está sendo conduzida. Se no Japão todos os grupo conseguem se aturar e até conviver bem dentro da JKF, porque nós não conseguimos  ?


Ari - Santos/SP

Neto110

  • Visitante
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #26 Online: Abril 23, 2008, 16:34:42 »
Lezon, minha resposta expressa o que penso, só isto.

Não podemos impor às pessoas nossos modelos.

Destaco que usei a primeira pessoa do plural, me incluindo.

Eu não gosto de muita coisa que vejo por aí, mas só tenho meu silêncio e meu apoio para mostrar do que gosto e do que não gosto.

Não concordo com muita coisa que o autor do livro escreveu, mas entendo porque ele escreve: ele é candidato a treinador, vai ser acolhido pelo sistema. Não nem um pouco interessante para ele questionar o sistema que pode dar a ele dividendos depois.

Meu descontentamento (nem posso falar em oposição) com as competições não tem origem no karate em si, mas no que imagino saber serem as consequências da aplicação na prática da filosofia do esporte de alto rendimento. Só isto.

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 903
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karatewadokai.altervista.org
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #27 Online: Abril 23, 2008, 18:05:39 »
Ok caro Augusto.

Tal como disse o Arivaldo, porque razão no Brasil as pessoas não fazem o mesmo que no Japão? Lá, na terra do Karate, eles se aturam, porque não aqui?

Por exemplo, em Portugal como já disse em tempo, existe a FNK-P que é a única reconhecida pelo governo e pelo COP. O pessoal do tradicional tem a sua própria federação e vive às suas custas e está filiada na ITKF.
 
No entanto, todos os seus membros, quer sejam dirigentes e /ou atletas, estão também filiados na FNK-P, e sabe porquê? Porque para além de competirem nas provas, precisam da FNK-P para obterem reconhecimento legal perante as leis do país, já que todos os cursos de treinadores que têm 4 categorias e de árbitros são os únicos válidos.

Todos os ginásios (Academias) e/ou qualquer instalação desportiva aonde se ministre uma actividade seja ela desportiva ou tradicional, tem de ter um director técnico devidamente reconhecido.No caso de Karate é só a FNK-P que pode fazer tais cursos.

Claro que isto aqui parece impossível de fazer. Então muito menos um modelo como o francês, assim como o espanhol. Mas por favor não me digam que o país é muito grande que já sei disso há muito tempo...

Hai! 
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan e 8º.Dan ABKW

Antoine

  • Visitante
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #28 Online: Abril 23, 2008, 22:26:15 »
Humildemente volto a instistir nas idéias do meu post anterior neste tópico;

Uma coisa é participar de uma Competição de Karate
Outra coisa é participar de Karate de Competição.

E gostaria de me manifestar sobre a organização do Karate de Porutgal;

Parace que a $%&! da Ditatura de lá não acabou... Se forçam o Karate de lá a se organizar da forma que o Governo de lá quer,  imagino o que não fazem com o Sindicalismo trabalhista ou patronal, e organizações da sociedade civil em geral. Caramba.

Se eu fosse o Pessoal da ITKF de Portugal, ia pra outro país, pra clandestinidade, sei lá.

Qual a vantagem deser reconhecida pelo Governo ou pelo Comite Olímpico de Portugal?

O Karate pode ser uma $%&! ,.... Mas se for reconhecido pelo governo e pelo comite olímpico, se torna Karate de qualidade? E se o Karate não tiver pretenções Olímpicas, Não merece existir? Estranho.

Oss.



Neto110

  • Visitante
Re: II-KARATE-BUDO E ALTO RENDIMENTO
« Resposta #29 Online: Abril 23, 2008, 22:37:49 »
Concordo com sua reflexão, Antoine, no quesito competição.

Sobre a questão do controle governamental de outros países, eu vou omitir minha opinião entre outros motivos, porque não conheço.

E Lezon, sobre "aturar" o outro, não vejo dificuldade nenhuma dos que se afastaram da organização que se diz reconhecida pelo comitê olímpico (a maioria dos karatekas, diga-se de passagem) em relacionar-se com a organização "olímpica", já o contrário não é verdade.

Acho legal ler estas reflexões, mas, não vejo como implementá-las. As confederações não dão vantagem nenhuma para as associações sérias, aliás, pelo contrário.