Autor Tópico: Calibre 12, munições e afins  (Lida 14756 vezes)

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Calibre 12, munições e afins
« Online: Maio 05, 2011, 09:22:23 »
Procurando não estragar o tópico que originou a discussão resolvi criar este aqui para esclarecer algumas coisas. Não estou em disputa pessoal com quem quer que seja, somente não vou aceitar que venham aqui falar bobagens e ficar quieto. Acho que é obrigação de todos os que possuem condições para tal fazer com que aqueles que procuram o fórum tenham informações confiáveis para consultar aqui. É só isso.

Sobre o cidadão super-expert em todas as áreas eu me enganei. Achava que ele somente queria valorizar os seus conhecimentos mas descobri que mesmo quando houver prova em contrário ele vai sustentar sua opinião.  Argumentação ridícula, risível. 


Abaixo disponibilizo as informações, quem tiver interesse que leia.
Abraços,
Rodrigo

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Calibre 12, munições e afins
« Resposta #1 Online: Maio 05, 2011, 09:34:15 »
Extraído da apostila da CBC, Manual de aperfeiçoamento profissional.


Cartuchos de Caça

O cartucho de caça é um tipo de munição de fogo central destinado ao uso em espingardas, ou
armas de alma lisa. Embora possam ser carregados com projéteis singulares (balotes), são mais
frequentemente carregados com projéteis múltiplos - constituídos de esferas de chumbo que são
disponíveis em diversos diâmetros.

Os componentes de um cartucho de caça são:

Estojo - Composto de uma base metálica (1) com acabamento latonado e de um tubo de plásticos
(2).

Espoletas - As espoletas (7) utilizadas no carregamento dos cartuchos de caça são do tipo Bateria nº 209 para os calibres 12 a 28 e nº 50 para os 32 e 36. Estas espoletas também são Antioxid, não mercúricas e não corrosivas.

Buchas - As esferas (bagos)(5) de chumbo são impelidas pela carga de pólvora (3) com o auxílio de uma bucha(4).

Chumbo (5) - Os dados relativos ao número , diâmetro e quantidade de bagos por 10 gramas são apresentados na
tabela abaixo.

Pólvora G) - Nitrocelulósica de base simples, em formato de disco, produzidas pela própria empresa.


Abraços,
Rodrigo

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Calibre 12, munições e afins
« Resposta #2 Online: Maio 05, 2011, 09:37:50 »
Extraído do livro Tiro de Combate Policial: Uma abordagem técnica (edição esgotada):

A munição CBC para espingarda calibre 12 utiliza um balote de chumbo do tipo Foster, pesando 24,8 gramas (382 grains) com bucha plástica, possuindo velocidade do projétil de 420 metros por segundo, o que garante uma energia na boca do cano de 1613 libras-pé.
[...]Em casos especiais, como em situações onde é imperativo o controle de tumulto e se faz necessária a utilização de munição não letal, é empregado o cartucho calibre 12 anti-motim, ou o cartucho calibre 12 com balotes de borracha.
O cartucho calibre 12 anti-motim possui uma carga de projeção mais leve, e os balins são de borracha, de formato esférico. Tal munição tem a característica de ser letal se for utilizada a uma distância de 1 a 2 metros, contendo energia suficiente para perfurar alvos de papel a 25 metros de distância, mas já apresentando grande perda de energia do projétil nos primeiros metros após deixar o cano.

Acho que ainda se encontra o livro mais novo dos mesmos autores, Tiro policial: técnicas sem fronteira. Trechinho sobre o uso de munições calibre 12 anti-motim:

IMPORTANTE: O emprego do cartucho anti motim em distâncias inferiores às estipuladas pelo fabricante causará grave lesão ou a morte da pessoa atingida.

Abaixo, montei tabela com os dados para as variadas munições no calibre 12. Quem tiver maior curiosidade pode procurar no material da CBC e da Condor pra conferir a precisão das informações e corrigir se for o caso. Os dados de velocidade e energia são medidos na boca do cano.

Calibre   Projétil   Peso(g)   Velocidade (m/s)   Energia (Joules)
12          3T, SG    32,0              400                          2560
12            Balote    24,8              420                          2187
12          Borracha
            “três esferas”
                AM-403 A   4,5 (cada)      247                           131
12         Borracha
             “tarugo único”
                  AM-403    12,0              110                            72












Abraços,
Rodrigo

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Calibre 12, munições e afins
« Resposta #3 Online: Maio 05, 2011, 09:43:38 »
Sim, perdi meu tempo fazendo isso. Mas não posso ficar quieto diante de um cidadão que se diz especialista em Controle de Distúrbios Civis e fala o que falou. Iria pentelhar vocês umpouco mais com informações sobre balística mas acho que já ficou claro o bastante. Abaixo alguns links pra fundamentar o que eu disse. Pode ser que, além de eu não saber nada, também a CBC, a Condor e os demais autores não saibam também.


http://www.cbc.com.br/municoes/muni_policial/index.php?
http://www.cbc.com.br/userfiles/manual_de_aperfeicoamento_profissional.pdf
http://www.condornaoletal.com.br/
http://pt.scribd.com/doc/34465850/Estudo-Das-Granadas-Pel-Bravo
http://www.operacoesespeciais.com.br/alternativatatica.php?item=3#2

Os autores do livros citados são os oficias da BM do RS, Erico Marcelo Flores, Gerson Dias Gomes e Alexandre Voss de Oliveira.
Abraços,
Rodrigo

julianoferreira

  • Visitante
Re:Calibre 12, munições e afins
« Resposta #4 Online: Maio 05, 2011, 10:31:24 »
É... ficou bem claro.
Brigas a parte, achei bem interessante a pesquisa Rodrigo.
Nunca tive a oportunidade de ler a respeito, e só vi esse tipo de munição ser usada uma vez, nos "estudantes" de florianópolis protestando pelo aumento das passagens de ônibus huhuhu

Um abraço!

Juliano

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re:Calibre 12, munições e afins
« Resposta #5 Online: Maio 06, 2011, 21:36:05 »
Ué, o sabe-tudo não apareceu aqui pra iluminar com seu conhecimento sem fim? Estranho...
Abraços,
Rodrigo