Autor Tópico: Em um reino tão tão distante  (Lida 1950 vezes)

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Em um reino tão tão distante
« Online: Fevereiro 04, 2009, 09:03:26 »
Na Terra do Katsumoto Sensei  ;D :o


Jaspion 'made in Ribeirão Preto' chega ao fim da carreira
Professor de kung fu criou história inspirada em séries japonesas.
Sem patrocínio, episódios deixarão de ser filmados.



Ribeirão City ficará em paz sem monstros que ameacem o cotidiano dos moradores no último episódio da série Insector Sun. No capítulo, o herói, Insector Sun vai acabar de vez com o seu maior inimigo, o monstro Shaken, e livrar a cidade do mal.

Com lançamento previsto para maio, o 12º episódio será o final da série, iniciada em 2000 pelo professor de kung fu Christiano Silva, de 30 anos. Morador da cidade de Ribeirão Preto, a 313 quilômetros de São Paulo - onde se passa a série -, Silva criou a história de Insector Sun em 1999 ainda em quadrinhos e, um ano depois, decidiu começar a filmá-la e divulgá-la na internet. Agora, nove anos depois está dando um fim à vida do personagem, pois em todo esse tempo nunca conseguiu patrocínio para a série.



Silva conta que gastou cerca de R$ 1 mil para fazer cada episódio. O dinheiro foi usado para confeccionar fantasias e cenários. Os atores são amigos, alunos de escolas de teatro da cidade e da academia onde ele dá aula de kung fu. Todos atuam como voluntários, sem receber nada pelo trabalho. Até dezembro do ano passado, Silva trabalhava também como webdesigner e tinha uma renda mensal que variava entre R$ 1.000 e R$ 1.500. Agora, só com o emprego de professor, recebe cerca de R$ 500 por mês. Ele mora em um conjunto habitacional com a mãe e tem que ajudar a pagar as contas de casa.

Cada episódio tem duração de 30 a 40 minutos e levou cerca de três meses para ser filmado. Isso porque os atores voluntários só podem atuar nos finais de semana, pois trabalham ou estudam nos dias úteis. É Silva quem filma, edita e divulga o filme.

“Só ganhamos algum dinheiro quando somos chamados para animar festa infantil com os personagens do Insector Sun, mas isso não é o foco do nosso trabalho”, diz, desanimado, o idealizador da série que terá de encerrar as aventuras do herói de Ribeirão City. “Estou triste, frustrado, mas consegui fazer sozinho os 12 episódios. As pessoas patrocinam tanta coisa e não querem investir num filme”, queixa-se. Se encontrar um patrocinador, Silva diz que continua a série.



O professor conta que teve a idéia de criar a série porque gostava muito dos seriados japoneses como Jaspion e Jiraya e queria fazer algo com características nacionais. O mocinho da série, Kri Lee, por exemplo, não tem emprego fixo e faz bicos para se manter como vários brasileiros. “Ele rala para sobreviver, não é como o Batman que é rico e resolve virar super-herói”, diz. Quando percebe que a cidade está ameaçada ele se transforma em Insector Sun para combater as forças do mal. Além de Shaken, o herói também enfrenta outros inimigos que mudam a cada episódio.

Calor

O nome do personagem, “insector”, foi inspirado no louva-a-deus, um estilo do kung fu, e o “sun” é uma alusão ao forte calor de Ribeirão Preto. Por causa desse calor, as filmagens geralmente são feitas no meio do ano quando o clima na cidade é mais fresco e os atores não ficam suando muito dentro das fantasias.

O mocinho é politicamente correto e não usa armas. Combate seus inimigos com os poderes de seu corpo como a capacidade de dar saltos de até 30 metros, um chute destruidor e um punho solar que dá força ao golpe com a mão. Seu automóvel é a moto insector turbo, que se movimenta sozinha para ir a seu encontro.

O fim da série deve deixar órfão o público infanto-juvenil que sempre acompanhava o episódio nas exibições em Ribeirão Preto e também os adultos que gostaram de ver um jaspion à brasileira. Os trechos dos filmes postados no YouTube foram vistos mais de 30 mil vezes.

 ::) ::) ::) ::) ::) ::)


OSS

Offline Vinteedois

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.425
  • Votos: +0/-0
  • I don't see dead people!
    • Música e Arte - Blog
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #1 Online: Fevereiro 04, 2009, 10:11:10 »
....
eita...
:D
DENUNCIE A PEDOFILIA! (disque "100")
www.musicaart.wordpress.com

("às vezes é melhor ficar calado e deixar que pensem que você é um idiota, que abrir a boca e não deixar nenhuma dúvida" - autor desconhecido)

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #2 Online: Fevereiro 04, 2009, 10:21:43 »
O cara é muito talentoso mesmo...e muito corajoso tambem.
Porém bem que ele podia pegar todos os Professores Picaretas da cidade, junta-los e colocar para lutar com o Insector Sun, que mataria todos eles....
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #3 Online: Fevereiro 04, 2009, 10:37:56 »
Olá!
Tive uma privilegiada informação,do produtor da série,que
desvenda a identidade secreta do Monstro Shaken.
Porém, foi a mim pedido sigilo absoluto,mas posso dar uma dica;
o ator é profundo conhecedor de Karate Shotokan,mora em Ribeirão,
é assíduo frequentador do nosso site,tem sua academia em Ribeirão,
é um notório ranzinza, meu Amigo e,as iniciais do seu nome são: R. S.
Sempre no anseio e esclarecer as novidades no mundo das celebridades.
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Lyoniki

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 61
  • Votos: +0/-0
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #4 Online: Fevereiro 04, 2009, 11:11:40 »
Sucesso na captação de recursos!

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #5 Online: Fevereiro 04, 2009, 12:25:36 »
Pedro,

Vc é estraga prazeres mesmo. Além de marcar os cursos ai em SP sempre uma semana antes dos meus agora revela minha identidade secreta?
Ainda bem que consegui esse novo emprego aqui..da so uma olhadinha..eu sou o grandão....
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline mrpowers000

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 57
  • Votos: +0/-0
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #6 Online: Fevereiro 04, 2009, 13:15:18 »
E não que é legal???







Oss!!!
« Última modificação: Fevereiro 04, 2009, 13:17:16 por mrpowers000 »

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
  • Votos: +14/-25
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #7 Online: Fevereiro 04, 2009, 15:03:03 »
Olá!
Caro Amigo Roberto,todos sabem, porém quero reinteirar em público que a amizade e o repeito que tenho por Vc.como pessoa e Karateca é muito maior do que qualquer sentimento competitivo ou de vaidades.
Assim sendo,essa históra que marquei treinos um semana antes dos seus,agindo  como desmancha prazeres, deve ser uma brincadeira que deixa meu carater e minha amizade comprometidos.
Sempre  antes de marcarmos  os treinos na Mushin, eu e o Carlão tomamos o cuidado para evitar esse tipo de coisa.
Tenha a certeza que nós da Mushin,sempre torcemos por Vc. e pelo sucesso dos seus treinos e encontros.E, se em alguns deles não compareci,foi por motivos de saúde e financeiros também.
Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #8 Online: Fevereiro 04, 2009, 20:50:57 »
Pedro,

Me desculpe se deixei essa impressão.
Falei em tom de brincadeira e vc sabe disso. Mas que vc ta me devendo um DVD e uma visita, ta mesmo!!!
Vc nao mpode falhar de novo aqui..sera o treino dos velhinhos...1 geraçao do Karate de SP, se vc nai vier nao vai ter graça nenhuma.
Só não pode enfartar aqui...se bem que depois do treino vou levar o pessoal para comer aquela costela no bafo que só tem aqui em Ribeirao.
Vamos ver se tem alguem que quebra o record de Okuda Sensei.
Ele comeu sozinho uma peça de mais de 1 kilo.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #9 Online: Fevereiro 05, 2009, 12:31:03 »
Sensei Pedro tem inveja sim e eu confirmo isso. Durante muitos anos seu personagem na tv fez enorme sucesso e hoje caiu completamente no esquecimento, as crianças não o reconhecem mais, os caches milionarios ficaram no passado e tudo que restou foram velhos albuns de fotografia mofados e algumas fitas vhs. Aceite sensei, tem gente que brilha hoje e sempre vai breilhar no show business, o senhos teve o seu momento, respeito os novos artistas.

"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline tak

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 38
  • Votos: +0/-0
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #10 Online: Fevereiro 10, 2009, 13:46:02 »
muito loko o video do green hornet.
mas n tinha uma serie nos anos 80 assim com o bruce lee?

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: Em um reino tão tão distante
« Resposta #11 Online: Fevereiro 10, 2009, 13:56:34 »
não tinha não. A serie é dos anos 60.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna