Autor Tópico: Nishiyama - inspiração para Bruce Lee  (Lida 1855 vezes)

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Online: Janeiro 04, 2014, 11:59:17 »
Vou transcrever um trecho do livro do 'tarado' Harry Cook- Shotokan - A Precise History (paginas 270 - 271) 1* edição:                                                                                           Pode parecer como uma surpresa saber que o grande iconoclasta das artes marciais Bruce Lee foi fortemente influenciado pelo Shotokan durante seus anos de formação nos EUA.   O primeiro aluno americano e instrutor assistente Jesse Glover reporta que uma vez ele acompanhou Lee à um torneio de judô da Força Aérea Americana realizado em Tacoma, Washington.  Hidetaka Nishiyama  e seu assistente, um segundo dan, deram uma demonstração de Shotokan e de acordo com Glover, foi a demonstração de técnicas de chutes do Nishiyama o "fato principal que mudou o conceito de chutes de Bruce Lee".   Nishiyama fez um kata " com um tipo de beleza e graça que estou  até hoje sem ver igual. Depois do kata, ele demonstrou técnicas individuais. Primeiro, eles anunciavam o que o Nishiyama iria fazer, e dar a razão para determinado movimento. Então ele faria o movimento em duas partes. A primeira parte era feita em 'camera lenta', para que todos pudessem observar o que iria ser feito.  A segunda parte seria feita na velocidade máxima e era muito difícil de visualizar. A parte mais impressionante da demonstração era o controle que o Nishiyama demonstrava quando executava chutes crescentes em direção à cabeça do ajudante dele (*provavelmente mawashi-gueris).    Ele sem esforço algum parava o seu pé no nível da cabeça de seu ajudante e ficava com o pé parado  naquela altura enquanto a pessoa que anunciava a demonstração explicava a finalidade daquele determinado golpe.  Daquela mesma posição ele retraía a perna e disparava novamente o chute parando a uma polegada da têmpora do seu ajudante. Essa foi a maior demonstração de controle corporal que eu ja tinha visto .Não somente eu estava impressionado, mas Bruce também estava.  Depois da demonstração, Bruce foi conversar com o Nishiyama. Ele nunca disse o que eles conversaram mas mais tarde eu vi o Nishiyama mostrando alguns movimentos para o seu ajudante que pareciam com alguma coisa que o Bruce faria. Ele estava demonstrando aqueles movimentos de uma maneira que parecia que ele não estava pensando (ou concentrando) muito no  que estava fazendo.  Bruce nunca disse o que aconteceu entre ele e o Nishiyama e eu nunca perguntei. Uma coisa que eu tenho certeza é que o Bruce estava impressionado com os chutes de Nishiyama porque ele veio falando à respeito disse no caminho todo de volta para casa.  Nishiyama  e seu controle do corpo foi o que teve mais efeito em Bruce.....

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #1 Online: Janeiro 04, 2014, 12:07:32 »
....Quando vc observava o Nishiyama mover as suas pernas vc desejava se mexer da mesma maneira. Quando nós voltamos da demonstração, a única coisa que o Bruce falava era em desenvolver controle nas pernas dele. Ele começou a treinar naquela noite mesmo almejando desenvolver o mesmo tipo de "focus' e controle que nós tinhamos testemunhado na demonstração. Ele estava determinado à desenvolver a flexibilidade e força que o Nishiyama tinha nas suas pernas.   Bruce adquiriu todos os livros disponíveis em como treinar e dar flexibilidade as pernas e dedicava inumeras horas por semana à pratica de chutes.

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #2 Online: Janeiro 04, 2014, 12:10:21 »
Jesse Glover foi o primeiro a ser autorizado por Bruce Lee à ensinar em nome dele.   Parece que morreu em 2012.
« Última modificação: Janeiro 04, 2014, 12:37:50 por Nippon »

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #3 Online: Janeiro 04, 2014, 13:56:58 »
Bruce Lee foi uma grande inspiração pra mim quando comecei a treinar, e o mestre NIshiyama, mais ainda, pois tive a oportunidade de participar do curso com ele aqui em Poa ainda na faixa amarela, em 2005. Inclusive estou criando um blog de karate onde em meu primeiro post descrevi o que foi ensinado no curso.
Bruce Lee foi com certeza a pessoa mais influente da história nas artes marciais... era muito inteligente e desprendido de dogmas. Treine o que funciona pra você e descarte o que não for prático,  dizia.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline J.Lezon

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 897
  • Votos: +4/-8
  • José Lezon, Prof.Karate Wado-Kai
    • www.karate-wadokai.com
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #4 Online: Janeiro 04, 2014, 18:32:49 »
Jesse Glover foi o primeiro a ser autorizado por Bruce Lee à ensinar em nome dele.   Parece que morreu em 2012.

Talvez quisesse dizer " Bruce Lee a ensinar " e não Bruce Lee  ( à ) ensinar...
Technical Director of  Karate-do Wado Portugal Association, and Generel Manager JKF Wado-Kai of Portugal
and International Technical Director of Brasilian Karate-do Wado-Kai Association - Examiner oficial JKF Wado-Kai - 7º.Dan

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #5 Online: Janeiro 04, 2014, 20:25:00 »
Sim, talvez. Com certeza cometi vários erros de português quando traduzi o texto acima.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #6 Online: Janeiro 04, 2014, 20:55:16 »
Apesar de ja comhecer essa estória, nao acredito que era o Nishiyama, pois a perna NUNCA foi o forte dele. Talvez fosse Okazaki, que era sim, o melhor chutador da JKA na epoca e sempre participava das demonstracoes com NIshiyama.De qualquer maneira, nao deixa de ser curioso.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #7 Online: Janeiro 04, 2014, 22:44:46 »
Apesar de ja comhecer essa estória, nao acredito que era o Nishiyama, pois a perna NUNCA foi o forte dele. Talvez fosse Okazaki, que era sim, o melhor chutador da JKA na epoca e sempre participava das demonstracoes com NIshiyama.De qualquer maneira, nao deixa de ser curioso.
 
« Última modificação: Janeiro 04, 2014, 22:52:35 por Nippon »

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #8 Online: Janeiro 04, 2014, 22:57:33 »
Sim, fica a dúvida no  ar. Mas considerando que a demonstração foi no Estado de Washington, portanto era bem mais perto da area do Nishiyama, que morava na Califórnia. Ja o Okazaki mora na Philadelphia, umas 6h distante de avião.     Mas sera que o Nishiyama não conseguiria fazer uma demonstração daquelas?  Imagino que qualquer um que tivesse treinado na JKA la no Japão teria habilidade suficiente para fazê-lo. Nunca vi o Nishiyama pessoalmente, portanto não conheci a habilidade de chutes dele.

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #9 Online: Janeiro 04, 2014, 23:03:58 »
Okazaki x Nishiyama

Offline Lourival Silva

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 429
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #10 Online: Janeiro 06, 2014, 09:56:49 »
Eu também sou admirador do Bruce Lee.

E na minha opinião, assim como ele influenciou muita gente ele tambem certamente foi influenciado por muitos artistas marciais.

No tocante ao karate basta observar os filmes sobre demonstrações e etc... ele estava sempre cercado de pessoas trajando o velho e bom karate gi.

OSS

Offline Makoto

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 25
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #11 Online: Janeiro 10, 2014, 18:23:56 »
Bruce Lee foi para mim uma inspiração para os treinos na minha infância, já na fase da adolescência procurei ler e pesquisar quase tudo que pude encontrar sobre a arte marcial  criada por ele o  Jeet Kune Do, que também é uma metodologia e conceito aplicável a qualquer arte marcial.

Quanto a ele ter ficado impressionado com a demonstração de Nishiyama Sensei, não somente o seu aluno Jesse Glover afirma isso, mas vários de seus alunos. Fato era que Bruce tinha vários amigos e alunos Karatecas, só para citar alguns: Louis Delgado, Mike Stone, Joe Lewis, Dan Inosanto que praticava Kempo Karatê, esses estiveram com Bruce antes dele se dedicar ao cinema, outros,  Robert Baker, Bob Wall, Jimmy Kelly, já na fase que ele estava no cinema.

Ao que me parece ele tinha muito mais receptividade de karatecas americanos que eram mais abertos a suas idéias, do que seus compatriotas chineses, Bruce Lee era um critico ferrenho do tradicionalismo, ou adesão cega a ortodoxia nos treinos de arte marcial, para ele arte marcial tinha que ser funcional em situação de combate, e uma expressão honesta do ser, tem um bom livro que fala sobre isso, é do autor John Little, o nome do livro é "Bruce Lee Jeet Kune Do - Bruce Lee's Commentaries on the Martial Way", tem o prefácio da sua esposa e um dos seu alunos diretos Ted Wong, este livro é considerado como o melhor conteúdo já reunido dos documentos pessoais de Bruce Lee, tem muito de sua visão sobre arte marcial, alguns sites na internet de praticantes e pesquisadores  de Jeet Kune Do  já estão colocando o livro traduzido para apreciação, vale dar uma olhada, eis alguns trechos:

“Arte Marcial, como toda a arte, é a expressão do ser humano. Algumas tem sabor, outras são lógicas (talvez sobre determinadas situações exigidas), mas a maioria das artes marciais são uma mera realização de uma espécie de mecanismo de repetição de um padrão fixo.

Isso é o mais saudável, pois viver é expressar e para tal você tem que criar. A criação nunca é uma mera repetição. Lembre-se bem meus amigos, que todos os estilos são feitos pelo homem, e o homem sempre é mais importante que qualquer estilo. Estilos concluem, os homens crescem.

Arte Marcial é definitivamente uma ética expressão da dinâmica do corpo humano. Mais importante que isso é a pessoa quem está expressando a sua alma (seu verdadeiro ser). Arte Marcial é um desdobramento do que cada um é - suas raivas, seus medos - e ainda em todas essas tendências humanas naturais (em toda sua experiência, e pós ela depois de tudo), a qualidade de um artista marcial está em - no meio de todas estas comoções ainda ser ele mesmo”. 

“Arte Marcial inclui todas as artes combativas como Karatê, Judô, Kung Fu ou Boxe Chinês, Aikido, Tae kwon do, e eu poderia ir e dizer o nome de todas as artes. Mas em uma forma combativa de luta, quero dizer, algumas delas tornaram-se esportivas, mas outras não. O que pretendo expor é que, algumas delas, por um instante que for, chutam a virilha, desferem golpes de dedo nos olhos e coisas desse tipo.

Infelizmente, agora no Boxe as pessoas só podem socar. No Judô as pessoas só estão autorizadas a projetar. Eu não desprezo estes tipos de artes marciais. O que quero dizer é que encontraram um jeito de criar formas rígidas que são as diferenças entre os clãs, e o mundo da arte marcial é quebrada como resultado disso. O outro é fraqueza, quando os clãs são formados, o povo do clã vai realizar o seu tipo de arte marcial como uma única verdade, e não se atrevem a reformá-las ou melhorá-las. Assim eles estão confinados em seu próprio mundo minúsculo."

“Finja inferioridade e encoraje a arrogância dele - técnica de enganar - ação - algumas vezes - cabisbaixo! A arrogância corrompe. Se você está entre esses que não podem entender os perigos, então, inerentes em combate, como tais perigos que você também é inseguro ou simplesmente incapaz de entender os modos vantajosos de lutar. Toda a arte marcial é simplesmente uma expressão honesta do corpo, com muitas decepções no caminho.”

“Eu não acredito, pessoalmente, na palavra estilo. Por que? porque ao menos que nós tenhamos um outro grupo de seres no planeta que sejam estruturalmente diferentes de nós, dai sim poderia haver um estilo de luta diferente. Por que isso? porque, basicamente, somos feitos da mesma estrutura (dois braços e duas pernas). A infelicidade são os rótulos de que o Boxe é apenas com as mãos e o Judo somente projeções. Deixo claro que não estou criticando-as, preste bem atenção - os estilos fazem com que a arte marcial seja separada e consequentemente as pessoas também. Os fundadores dos estilos apenas partiram com uma hipótese em sua época, no qual hoje tornou-se uma verdade religiosa. As pessoas que vão para isso, tornam-se o produto do estilo. Não importa como você é, qual a sua estrutura e como é feito. Você entra no estilo e logo se torna aquele produto, aquele rótulo. Pra mim, isso não é bom.”
 
“As polêmicas vindas dos tradicionalistas - A maioria deles (os instrutores de artes marciais tradicionais) se aproximam como um cachorro teimoso. Quero dizer que a atitude deles é de dizer: "Bem, 200 anos atrás foi ensinado assim" - então...você sabe, mantendo esse tipo de atitude você nunca crescerá, pois aprender é uma descoberta sem fim; uma constante procura. Considerando que se nós seguirmos o velho método, é uma mera repetição contínua do que foi desenvolvido há anos atrás.

Os professores tradicionais dizem, "se seu oponente fizer isso, então você faz isso e aquilo outro". Enquanto você está se lembrando de todas as dicas, o outro cara estará te matando!”

“Se comprometer com um estilo tradicional de arte marcial é o caminho do artista marcial irracional, escravizado, mas inspirar-se na arte marcial tradicional e alcançar novas alturas é o caminho do gênio.”

OSS!
Makoto - Ismael O. Nascimento - Okinawa Goju Ryu

Offline Nippon

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 88
  • Votos: +0/-0
Re:Nishiyama - inspiração para Bruce Lee
« Resposta #12 Online: Janeiro 11, 2014, 20:44:14 »
Provavelmente o aluno mais conhecido de Bruce Lee foi o Daniel (Dan) Inosanto, pelo que eu li foi ele quem ensinou o B. Lee a manusear os nunchaku. Ele aparece naquele filme em que o B. Lee sobe uma torre e em cada andar luta com um oponente diferente, sendo que no ultimo andar ele luta com o Kareen Abdul-Jabbar, grande jogador de basquete americano. Inosanto  aparece em alguns filmes do Steven Seagal também.     Fiz um curso de 3 dias com o D. Inosanto la por 1993, em Princeton, NJ.