Autor Tópico: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio  (Lida 6353 vezes)

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Online: Maio 31, 2007, 10:03:38 »
Resumo da Entrevista com Sensei Peté por Maria Camarão.
José Manuel Machado Gomes Pacheco, mais conhecido por “Peté” Pacheco, é uma
das referências máximas do Shotokan em Portugal. O mais alto graduado
nacional pela JKA – 7º dan. Treinador de Nível III , treinou e conviveu com
nomes como Nakayama, Kanazawa, Enoeda, Miyazaki e muitos outros. Esteve
durante duas longas estadias no Japão. Frequento o curso de Instrutores da
JKA e tem laços familiares no Japão.
Do alto dos seus 57 aos vemos um homem que tem muito para ensinar, sobretudo
a gentileza, a afabilidade e o saber estar para o fazer. Este é José Manuel
Machado Gomes Pacheco, ou “Peté”.
Quando começou a praticar karaté?
- Comecei a interessar-me pelo karaté nos finais dos anos 60. Estava no
ISCEF. Instituto vizinho da Casa da Mocidade Portuguesa, onde tinha começado
a ser dado Karate por três instrutores, Afonso Lopes Vieira, Virgílio Cunha
e Carlos Antunes Pereira. O Afonso era meu colega em Económicas e levou-me a
treinar lá, ficando eu, a pouco e pouco, com o “bichinho” no corpo e
conduzindo-me para uma opção de vida.
Como foi a sua viagem para o Japão? É verdade que se contam várias
peripécias…
- Em 72 parti para o Japão, juntando a escolha feita, á necessidade de
viajar e ver outros locais. O facto do Karate vir do Japão levou-me
entusiasticamente para lá acompanhado pelo Afonso e o Vilaça Pinto.
Não fomos directamente; ainda andámos na Bélgica uns meses a trabalhar e a
ganhar dinheiro para uma passagem aérea para Tóquio. Claro que houve muitas
peripécias por que passámos. Elas até começaram logo na concepção da viagem,
que programámos que se faria de carro até Tóquio. Imagine-se!
Em Bruxelas, treinávamos no Dojo do Sensei Miyasaki, na Rue Lesbroussard,
ajudámos a construir os seus makiwaras, participámos nas festas alegres que
lá se faziam, passeávamos e divertíamo-nos nas pequenas ruas perto da Grand
Place. No dia de Natal desse ano parti o carro do Vilaça, que acabou por vir
a Portugal vendê-lo. Fomos para Genk, na zona flamenga, onde conhecemos
gente maravilhosa (Sergio Gneo, Dirk Heene, Mauricio, Bruno, Heins e outros)
com quem treinávamos, estivemos alojados num motel de estrada mafioso e a
trabalhar com neve e de cabelos rapados na construção civil, a demolir
prédios. Com esse dinheiro e entretanto com o resultante da venda do Rover,
comprámos os bilhetes na Aeroflot com destino a Tóquio.
O que fazia para se sustentar no Japão?
- No Japão para me sustentar comecei por dar explicações particulares de
inglês ao mesmo tempo que trabalhava como barman e acabei por vender
gravuras francesas e acessórios como colares, braceletes e outras bugigangas
na rua.. Trabalhava à tarde e à noite e treinava durante manhãs até à hora
de almoço e à tarde quando não trabalhava.
E onde ficavam instalados?
Em 1972 tínhamos tido um estágio com o Sensei Kanazawa, o meu ídolo da
altura que me tinha marcado com a sua execução da nijushi-ho. No final do
estágio, como resposta à nossa pergunta da possibilidade de treinar no
Japão, disse-nos que poderíamos dormir e treinar no Hoitsugan Dojo do Sensei
Nakayama. O Dojo tinha um espaço para se poder dormir, uma cozinha pequena,
uma casa de banho, e o local de treino e que ainda existe; o “Hoitsugan” e
que significa “o lugar da Esperança”.
Todas as manhãs, às 7 e meia, tínhamos uma hora de treino com o Sensei
Nakayama e, imagine-se com o Sensei Kanazawa ao nosso lado a treinar em
conjunto com um grupo de forasteiros de nacionalidades diversas.
Após o pequeno-almoço íamos de comboio para Suidobashi, onde ficava a Sede
da JKA para outro treino. Depois almoçávamos, quando havia dinheiro, quando
não havia geralmente comíamos arroz (risos). A partir das 5 da tarde íamos
trabalhar. Quando não tínhamos trabalho de tarde, aproveitávamos para
treinar no dojo do mestre Kanazawa

Como foi o regresso a Portugal?
- O nosso regresso escalonado, primeiro do Vilaça Pinto em 1974, do meu 1975
e do Afonso Lopes Vieira em 76, permitiu-nos aplicar em Portugal os
conhecimentos adquiridos nos 3 locais onde mais tínhamos praticado. No
Hoitsugan Dojo tínhamos “bebido da fonte” com o Sensei Nakayama, na Sede da
JKA tínhamos passado pelo treino puro de Karaté JKA, no Dojo do Sensei
Kanazawa tínhamos experimentado o seu Karate, muito particular.
Como resultado deste ensino, surgiu a partir do Centro de Karate do Liceu
Pedro Nunes uma nova geração de karatecas portugueses vindos da antiga Casa
da Mocidade da Almeida Brandão, com uma grande base técnica que se espalhou
por diversos Dojos no País e que se constituíram em 1975 como Associação a
ASKP.
Nos princípios de 1977, e devido ao facto de eu ter sentido de que ainda era
muito novo para ensinar, regressei a Tóquio e ingressei, com a autorização
do Sensei Nakayama, na famosa classe de Instrutores da Japan Karate
Association, onde permaneci sem interrupção durante 3 anos.de instrutores da
JKA.



Fonte : Sensei Arivaldo
Enviei um e-mail para o Sensei Peté e me autorizou a postar a foto no kareteca.net e quem quiser ler a entrevista completa com o  Sensei feita pela Maria Camarão e só
entrar no site do http://ekarate.wordpress.com/ . Acho que essa foto nem o
Ennio tem.............espero que gostem.


Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #1 Online: Maio 31, 2007, 11:19:39 »
Valeu Samurai, foi bem rápido.......

O Sensei Peté é Presidente e responsável pela JKA de Portugal, e pelo que vi paraece que eles estão mais organizando em termos de JKA do que nós. Notem que o Ennio está com a mão quebrada .......para variar ..............................


Oss,

Ari - Santos/SP

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #2 Online: Maio 31, 2007, 12:17:04 »
Li a entrevista toda no site, gostei muito.

Não estou vendo a foto aqui no karateca.net mas no ekarate deu para ver essa e outras.

Muito obrigado por partilhar ela com a gente Ari e Samurai.


OSS

Offline Avi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.933
  • Votos: +2/-1
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #3 Online: Maio 31, 2007, 12:23:41 »
oss Ari sensei

O problema dessas historias que voces postam desses treinamentos na jka do japão é que deixam a gente com agua na boca pô!

Treinar no japão com nakayama e kanazawa. morar no dojo, imagina as histórias... e de quebra sair pra xavecar aquellas japinhas todas a noite...

oss
"Permanecer no Eucarístico, em silêncio, espera e adoração, lapidando almas para Ele."

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #4 Online: Maio 31, 2007, 14:36:12 »
Ari,

Adorei a entrevista, muito legal !!!

Principalmente a que fala do Shobu-ipon 100% apoiado !!!

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #5 Online: Maio 31, 2007, 15:40:17 »
O Sensei Peté tem muita história para contar.............assim como Carlão, Pedrão, Ennio e outros e o que precisamos e fazer eles falarem.................

Pô Samurai, foi só elogiar hein..........a foto não abri no karateca.net.............rsrsrsrsrsrssrsrsrsrsrs


Oss,

Ari - santos/SP

 

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #6 Online: Junho 01, 2007, 08:03:04 »
Aqui pra mim esta abrindo normal, segui os passo que o Rene postou usando o picasa google.
Atualize a pagina ( F5 no teclado) ou veja as configurações em ferramentas, opções de internet, avançada, Microsoft VM, todos os itens tem que estar ativados .

OSS

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #7 Online: Junho 01, 2007, 10:32:37 »


Pronto tai a foto.

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #8 Online: Junho 02, 2007, 01:49:48 »
Oss

Gostei muito da entrevista do Sensei Peté,esses parceiros dele ainda estão por aí dando muito trabalho ???

Ele pelas declarações está.

Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

Lezon

  • Visitante
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #9 Online: Junho 06, 2007, 15:39:46 »
O Sensei Peté é um dos "dinossauros" da Karate em Portugal. Ele temmuito conhecimento do Karate em geral e é ume expert no seu estilo Shotokan. Creiam
que se tem muito a aprender com ele, nos quais eu me incluo.

Ambos partilhamos a nossa vida de karateca e sempre nos demos com respeito e admiração, e hoje nos tornamos bons amigos. Muitas vezes ele brincando me dizia, eh pá, porque não vens para o Shotokan?!... Podem crer que é bom conversar com ele. Um abração pró meu Amigo Peté!

José Lezón

Offline Maria_C

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 9
  • Votos: +0/-0
    • eKarate
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #10 Online: Junho 08, 2007, 08:32:06 »
Que curioso que cite essa entrevista com o sensei Peté, porque afinal está no ekarate "esse projecto" vil que brevemente será suplantado po outro...muito melhor.

Agora, já que veio meter a colher entre "marido e mulher" sensei Lezon, também lhe digo que sou boa no que faço e não perdou-o faltas de ..amizade? Será? Portanto não arraste o nome do meu site por aí, que eu retribuo-o a mesma educação.

Maria Camarão
Ekarate

Lezon

  • Visitante
Re: Sensei Peté Pacheco curso com Sensei Ennio
« Resposta #11 Online: Junho 08, 2007, 19:36:20 »
Cara Maria Camarão,

No ekarate também comentei a entrevista do sensei Peté, tal como o fiz neste blog.
Longe de mim causar algum ressentimento com a outra situação, pelo que me apressei a dar-lhe explicações.

Penso pois que tudo está esclarecido e que da minha parte assunto está encerrado.

Saudações
José Lezon