Autor Tópico: política no karatê shotokan  (Lida 5283 vezes)

Offline older

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 28
  • Votos: +0/-0
política no karatê shotokan
« Online: Março 18, 2006, 17:20:54 »
Oi pessoal!

Estou fazendo uma pesquisa sobre a parte política do karatê shotokan, parte histórica (quando começou e porque começou) e como funciona nos dias de hoje no Brasil. Se alguém tiver alguma matéria a respeito e puder me indicar ou enviar eu agradeço.


OSS!!!!

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
política no karatê shotokan
« Resposta #1 Online: Março 18, 2006, 19:19:12 »
Caro Older,

No maior respeito a vc, com tanta coisa interessante pra gente conversar aqui e vc quer informaçoes sobre a Politica do Karate???
Estamos numa $%&! só por causa dela, os administradores do Karate Brasileiros estão mais sujos do que pau de galinheiro e vc vem pedir uma explicação para isso??
A resposta é facil,mas vou usar um pensamento de Maquiavel para responder a sua pergunta.

"Se vc quer aprender sobre como tornar-se um criminoso, entre para a Politica. Ela é a maior fabrica de criminosos que existe".
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Hapli-Komo-Leu

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 605
  • Votos: +0/-0
    • http://
Politica
« Resposta #2 Online: Março 18, 2006, 19:30:50 »
OSS!
Politica é realmente a escola do crime!
 OSS! Hapli

Offline older

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 28
  • Votos: +0/-0
política no karatê shotokan
« Resposta #3 Online: Março 20, 2006, 19:54:09 »
Caros colegas,

Deixem eu esclarecer melhor:

Trata-se de uma pesquisa, um trabalho, não é só porque não gostamos de algo, que vamos deixar de estudá-lo, dessa forma não iremos compreendê-lo, se vocês já têm uma opinião formada deve ser porquê já discutiram o assunto, quero ter a mesma oportunidade para ter a minha própria opinião, aqueles que realmente puderem me ajudar....


OSS!

Neto110

  • Visitante
política no karatê shotokan
« Resposta #4 Online: Março 20, 2006, 20:16:31 »
Não existe muita coisa escrita a respeito de política, mesmo porque política é o que não foi dito, os motivos ocultos por trás da ação.

Recomendo que se concentre, por exzemplo em interpretar a história da CBK, por exemplo tentnado entender o que ocoreu e os motivos alegados e os motivos por trás do que foi alegado.

É assim que os analistas políticos fazem para interpretar o que nososs políticos fazem.

Offline RicardoCosta

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.591
  • Votos: +2/-1
política no karatê shotokan
« Resposta #5 Online: Março 21, 2006, 07:11:56 »
É isso mesmo....

A sugestão do Neto é o caminho para você. O que você precisa fazer é uma pesquisa histórica do porque surgiu as várias ramificações no Brasil, a partir de uma única que era a NKK. Não tenho sugestões de nada escrito, pois não conheço um trabalho acadêmico nessa área. Aqui no fórum o que você pode fazer é pesquisar os títulos dos postados, pois já falamos sobre isso várias vezes.

Oss. :wink:
Ricardo Costa
Máxima força, sempre!

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.475
  • Votos: +5/-2
política no karatê shotokan
« Resposta #6 Online: Março 21, 2006, 08:52:54 »
É facil assim:
Havia um grupo inicial, como todo grupo haviam os bons e os ruins. Como os ruins não ganhavam nada (não conquistando alunos novos), resolveram sair e abrir uma nova federação. Como os ruins eram maioria, essa nova federação tinha mais filiados, mas ai a mesma coisa aconteceu e foi aberta uma terceira................depois de 20 anos imaginem na $%&! que ficamos.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Neto110

  • Visitante
política no karatê shotokan
« Resposta #7 Online: Março 21, 2006, 18:14:28 »
Gustavo, esta sua história é a versão contada para as criancinhas de colo, a versão que conheço só é liberada para se contar para maiores que 35 anos.

Se fosse assim que se formaram as outras organizações, Gustavo, eu estaria na CBK. Não foi assim.

Vou deixar a colega apresentar o resultado de suas avaliações para postar alguma coisa.

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.475
  • Votos: +5/-2
política no karatê shotokan
« Resposta #8 Online: Março 21, 2006, 18:28:14 »
Só tem uma saida, que é a formação da Super Liga de Karate, que alias não é ideia minha e sim do Miguel e do Leandro.

As melhores academias de cada estado se juntariam e fariam seus Campeonatos Regionais e Brasileiro e $%&!-se o resto.

Neto como tenho 33, daqui a 2 vc me conta rs.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Luiz

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
política no karatê shotokan
« Resposta #9 Online: Março 21, 2006, 19:21:49 »
É isso ai Gustavo...

Participei da criação de tudo isso e compartilho até hoje com essa idéia, pena que tudo que for criado exclusivamente para o bem do karate sem politica e sem fins lucrativos exige maior dedicação de seus participantes, causando até prejuizos financeiros. No inicio até tinhamos um intercambio a nível nacional, hoje a liga sobrevive de poucos guerreiros.
Mas pensando bem....melhor assim.

OSS...
"Aqui se cultiva o corpo e a mente"

Neto110

  • Visitante
política no karatê shotokan
« Resposta #10 Online: Março 21, 2006, 20:55:46 »
Gustavo... mentir é feio... o nariz cresce.OU o Takeushi tinha turmas de jardim na academia dele?

Offline Dabul

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 17
  • Votos: +0/-0
política no karatê shotokan
« Resposta #11 Online: Março 22, 2006, 11:13:28 »
Olá amigos karatecas,
vcs estudantes mais antigos da arte do karate, ainda no ambito de politica, como avaliam a "DIRETORIA TECNICA" fundadora da FPK, q foram,ASSOCIAÇOES FUNDADORAS:
Associação Matsumi de Karate e Judô.
Associação Butoku-kan de Karate;
Associação D'Elia de Karate;
Associação Augusta de Karate e Judô;
--->Diretoria Técnica: Yasuyuki Sassaki, Zenji Matsumi, Antonio Gomes Martins, Ennio Vezulli, José Ricardo Ortiz D´Elia.
(FONTE: FPK)

Analisando no que se tornou os campeonatos da FPK nos dias atuais,onde na minha modesta opiniao,as tecnicas foram deixados meio q de lado.

Abraço a todos...

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
política no karatê shotokan
« Resposta #12 Online: Março 22, 2006, 12:53:04 »
Caro Dabul,

Essa diretoria tecnica fundadora da FPK foi a mais competente em termos técnicos.Os melhores Karatecas do país, no auje de suas carreiras estavam dentro dele, como Ennio, Ricardo Delia, Matsumi, Gomes entre outros. Deixou saudades.
A diferença daquela
época para hoje é que os dirigentes de hoje não treinam Karate, ficam atrás das mesas fazendo politica, enquanto que todos os diretores do passado antes de tudo eram Karatecas praticantes. 8O
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

marascas

  • Visitante
política no karatê shotokan
« Resposta #13 Online: Março 22, 2006, 12:56:40 »
A solução mais simples é todo mundo invadir a CBK e recriar uma só federação, dividida internamente apenas por ligas ou departamentos técnicos de: 1. KARATE DE CONTATO, 2 KARATE ESPORTIVO e 3 KARATE TRADICIONAL... mais que essas 3 não precisa. Existe algum outro tipo de Karate qua não seja o "esportivo, tradicional ou contato"? Não, fora esses 3 ramos, o resto é cuisa de picaretagem e interesse político...

Offline RicardoCosta

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.591
  • Votos: +2/-1
política no karatê shotokan
« Resposta #14 Online: Março 22, 2006, 13:10:19 »
Eu só conheço um Karatê: Budo.

O resto é invensão. Quando as competições começaram na NKK eram para verem a efetividade e eficiência dos treinos. No começo era impossível ser um campeão em competições sem ter um Karatê Budo forte. Em minha opinião temos que deixar essas papagaiadas para lá. Só precisamos de uma Federação ou associação que possa reconhecer os diplomas dados a nossos alunos. O restante tem a ver com a gente mesmo. Nós é que escolhemos o que queremos ensinar. E quem quiser aprender karatê para valer que nos procure, quem não quiser que procurem outros. Em minha opinião o que Yahara Sensei fez é o que devemos fazer. Sábado tem reunião sobre a BKN.
Vamos formar uma escola forte de karatê.

Oss.
Ricardo Costa
Máxima força, sempre!