Autor Tópico: Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?  (Lida 1378 vezes)

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Online: Fevereiro 28, 2013, 23:22:14 »
O Budo no Karate observa o Dojo Kun, Tode kun e o Niju kun, sem respeitá-los não existe Budo, nem tão pouco karate-do.
O Budo ensina “humildade”, se alguém considera sua arte, seu dojo, seu estilo ou a si mesmo SUPERIOR, certamente não é humilde e também não observa o niju kun que ensina: “Conheça a si próprio, antes de julgar o outro.”.
O Dojo kun prega “respeito acima de tudo”, quem segue este princípio, conseqüentemente também leva a sério o Niju kun quando afirma que “No Karate-do não existe atitude ofensiva.”. Um verdadeiro Budoca, jamais diminuiria a arte praticada pelos outros, por mais errado que o considere, usando termos como lixo, circo, balé, porcaria, pula-pula, etc. Mas procuraria “esforçar-se para formação do caráter” e em “conter o espírito de agressão”.
Ao final podemos refletir sobre o que buscamos neste caminho, pois cada um de nós temos diferentes interesses, lembremos o Tode kun: “Vós deveis decidir se o karate é para saúde ou para auxiliar nos deveres”,
Ética, humildade, respeito, cortesia e etiqueta são o mínimo que se espera de um verdadeiro KARATECA, mas falta Budo e sobra hipocrisia.

P.S.
Princípios ensinados por grandes mestres do karate-do: DOJO KUN (Kanga Sakugawa, 1733 - 1815), TODE KUN (Anko Itosu, 1834 - 1915) e NIJU KUN (Gishin Funakoshi, 1868 - 1957).
Oss!
Francinaldo Leite
 

"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.


Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #1 Online: Março 01, 2013, 09:46:57 »
Olá!
Caro Amigo,
O respeito é mutuo, a partir do momento em que
uma das partes acha que merece maior respeito
que a outra, é porque não existe o respeito.
Karate é Arte, e Arte é aquilo que fazemos
tendo como objetivo a perfeição.
 

Oss
Pedro
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline Pedro

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.859
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #2 Online: Março 01, 2013, 09:50:37 »
Em tempo:
Respeito não tem nacionalidade, posição ou
oportunidade. Respeito deve ser natural
ao ser humano.
Com o "Obi", amarre seu corpo ao seu espirito,e vai em frente.

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.443
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #3 Online: Março 01, 2013, 10:30:22 »
Oss,

Cabadapest,

Suas colocações, de certa forma, já me ocorreram numa época, mas atualmente observo que a doutrina do Karate-Do é muito rigorosa para ser inserida no âmbito cultural brasileiro, pelo que, de fato, preservo tais conteúdos e somente os revelo a quem faça por merecer. Karate-Do, ao menos para mim, é algo de valor inestimável, pois além de me oferecer ferramentas para auto-defesa, me instruiu a ser uma pessoa melhor. Embora todas as lições que eu tenha recebido/assimilado no Dojo emanaram de um Sensei tecnicamente inigualável, as demais vertentes da doutrina do Karate-Do, pois a prática psicofísica é somente uma delas, não serão compreendidas senão houver muito estudo e dedicação. Por sorte, existiram no Karate-Do grandes mestres que legaram conhecimento espiritual/filosófico para que a arte marcial fosse praticada em sua totalidade, como um instrumento para uma vida próspera, de virtudes e compaixão. Apesar de exaustivamente explicados por O-Sensei Gichin Funakoshi, exemplificados em sua autobiografia, estes preceitos que solidificam as bases do Karate-Do não são mais percebidos por maior parte dos Karatecas do mundo, pelo que as características esperadas por um artista marcial não são mais as mesmas: virtude, compaixão, esforço, dignidade, caráter... Honra! Infelizmente sou obrigado a concordar com muitos deste fórum quando dizem que tais valores não se aprendem no Dojo, pois são elementos intrínsecos da personalidade, mas que podem ser somados a prática do Karate-Do. Ou seja: arte marcial não é algo a ser ensinada aos que não tiverem, mesmo que mal lapidadas, as pedras necessárias à solidificação do Budo.

No Karate-Do, o bom torna-se melhor; o ruim torna-se pior. Há muitos sentimentos ruins que poderão ser exaltados caso o artista marcial não tenha qualidades específicas para compreender o Budo. De todos, o ego é o mais terrível e incorrigível sentimento que se possa ter e alimentar no Karate-Do, que deve, como preceito, ir além das portas do Dojo. Se ego cultiva, ego se colhe, seja dentro ou fora, onde quer que esteja. Não há cura para a cólera do ego, mesmo sob os escombros da ilusão. O cego por ego é infinitamente pior que o cego por falta de visão (em sentido literal).

A partir do minuto 2:48, por favor.

Destino Deportes HBO Sensei Taketo Okuda

Oss.
« Última modificação: Março 01, 2013, 10:39:17 por PSekiMG »
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.


Offline ToraNoMaki

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 434
    • http://www.kenshinkan.com.br
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #4 Online: Março 01, 2013, 10:58:24 »
Oss,

Falou tudo Pedrão! Amanhã estou aí com vocês...

Abraços meu amigo.

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.661
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #5 Online: Março 01, 2013, 11:00:24 »
Caro  PSekiMG,

Não concordo com a sua afiemação: "No Karate-Do, o bom torna-se melhor; o ruim torna-se pior." (parte em negito).
Acredito que o ruim, não prossegue no Karate-Do, simplesmente o abandona ou muda para algo parecido, mas não Karate-do.

Osu.
Karate Wado Ryu

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.443
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #6 Online: Março 01, 2013, 13:14:42 »
Osu,

Prezado GEM,

Sua observação é precisa e verdadeira, mas lamentavelmente compartilho com você a visão de um fenômeno que ocorre no Karate-Do, qual seja, a adequação da arte marcial aos valores pessoais em detrimento da real qualidade geral. Onde isso pode ser observado? Simples! Imagine que existem pessoas ruins, que não prosseguiriam no Karate-Do, mas que ao invés de simplesmente o abandonarem, deturpam a arte marcial em benefício próprio, destituindo o Budo e criando políticas de adequação para o público corrupto, que pela forma correta jamais poderiam amarrar em suas cinturas uma faixa preta, representação (equivocada no contexto brasileiro) de experiência e conhecimento. Pior quando instrutores, que de certa forma tiveram um certo grau de instrução com seus mestres, canalizam suas experiências para promover o "Karate-Do" sem suas características basilares aqui discutidas. O "fazer pela metade" dá margem para a degradação de qualquer seguimento, seja ele marcial, esportivo, religioso, político, jurídico,  empresarial etc. Embora essas novas visões deturpadas da nossa arte marcial não sejam consideradas por mim "Karate-Do", aquele que é predisposto a ruindade não hesitará em ser ruim. Em suma: o ruim vê no Karate-Do um modo de tirar proveito pessoal (oportunismo); o bom vê no Karate-Do um modo de agregar valores à vida.

De toda forma, estou aberto a discutir este ponto de vista, caso lhe seja de interesse GEM.

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.


Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.443
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #7 Online: Março 01, 2013, 16:12:03 »
Osu,

"Percam" o tempo de 13:54 de suas vidas, mas dêem uma olhadinha neste vídeo.



Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.661
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #8 Online: Março 01, 2013, 18:12:34 »
Caro PSekiMG,

Na verdade acho que compartilhamos da mesma opinião. O que quis enfatizar é que quem pratica o "mal" não pratica o Karate-Do e sim outra coisa.

Com relação ao vídeo, muito bom, mas nenhuma novidade para quem pratica o verdadeiro Karate-Do. ;)

Osu.
« Última modificação: Março 01, 2013, 18:37:03 por GEM »
Karate Wado Ryu

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.443
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #9 Online: Março 01, 2013, 18:17:20 »
Osu,

Caro GEM,

Traduziu tudo! :D :) ;)

O vídeo, de fato, é mais um sinônimo do pensamento que compartilhamos, mas chamou-me a atenção pelo fato de um outro instrutor, de outra arte marcial, comungar da mesma visão, pelo que seria fantástico haver maior união quanto ao pensamento entre os Karatecas.

Devaneio.

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Lino-do

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 252
  • "A Humildade precede a Honra"
Re:Tode Kun, Dojo Kun e Niju kun - Acabou o Budo no Karate-do?
« Resposta #10 Online: Março 04, 2013, 10:29:20 »
o respeito é algo que vc tem ou não tem, existem muitos praticantes de artes marciais que se consideram os melhores no que fazem, e isso foge totalmente oprincipio da arte e da caminhada em que se sempre temos algo para ensinar e sempre temos algo para aprender. São estes tipos de "PSEUDObudocas" que nos envergonham e desrespeitam os principios básicos das artes marciais que é elevar o espirito e desenvolvimento do carater do praticante.
excelente post, otimos comentarios, parabéns a todos.

Lino-Do...
"Quando o inimigo arma seu golpe, minha mão já está em seu pescoço, não para sufocá-lo, mas sim para impedir que seu corpo morto pertube a harmonia da natureza, ao cair pesadamente no solo"
                                                  Shiro Tanaka