Autor Tópico: Início da desgraça do karatê  (Lida 21723 vezes)

Offline Igatasu

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 72
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #45 Online: Fevereiro 17, 2010, 21:48:03 »
Por favor me definam o que é o combate real. É uma briga no meio da rua? Ë uma briga de trânsito? Ou é a guerra cotidiana que ocorre entre traficantes e polícia? Ou, é o combate que está ocorrendo hoje lá no Afeganistão, por exemplo?

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #46 Online: Fevereiro 17, 2010, 22:31:51 »
Prezado Igatasu,
sabe o que é honra, dignidade, moral? Então, quando um homem defende esses valores ele vai até as últimas consequencias, aí pode haver um combate real.
Oss
PS. poucos tem esses valores e muito menos tem culhão pra isso!!!
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 09:30:36 por DElia »
Ricardo

Dan

  • Visitante
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #47 Online: Fevereiro 18, 2010, 07:36:09 »
Aquele que vai enfrentá-lo uma 9 milímetros, ou qualquer outra arma, apesar não querem brincar com a sua vida seria melhor para pensar. Como eu disse, assim que um dos meus professores :

"É melhor correr os 100m do que jogar os idiotas-Ninjas !"

Acho que o verdadeiro problema é que o levantou e, no passado, está a serviço da eficiência que se ponha as transformações do corpo e da mente. Mas dura, afiado... a ser mais perigoso. Podemos agora quase completamente inversa da proposta : a pesquisa eficiência deve-se principalmente ao serviço do crescimento pessoal. A prática sincera, as mudanças físicas mentais e em mim, pois não contribuem para a minha estima, meu sentimento de bem-estar, a gerir o meu problemas cotidianos, a evolução positiva do meu caráter, minha compreensão do mundo ? Eles me ajudam a melhor viver e não matar melhor ?
O Karatê mudou de assunto. Antes, era aplicada a outro, e muito ruim para ele. Agora nós aplica-se a si mesmo. Se as técnicas ainda estão contribuindo para a defesa do indivíduo, são agora uma arsenal para fortalecer nossos corpos e nossas psique para nos dar força e equilíbrio e autocontrole... e não uma "pequena" guerra como pessoas que necessita de forte sensações por se deslocar a cabeça !...

Esse caminho não é auto-explicativo. Mesmo se o milagre, talvez, esta história é que a prática do Karatê de modo que nós ensinado e passado adiante, como ele vai se recuperar como um dom global assumindo a mesma dor, hematomas e lesões, porque eles fazem parte do lote, porque eles são um elemento de tudo o que pode nos transformar, nos ajudar a crescer e viver melhor...

Oss...
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 07:47:32 por Dan »

Offline Igatasu

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 72
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #48 Online: Fevereiro 18, 2010, 10:09:27 »
Tenho certeza que nos dias de hoje já não cabe mais colocar alguém na UTI por espancamento, pois depois você terá que esquecer das artes marciais tradicionais e usar a arte marcial moderna, um 38 no mínimo.

Offline Chicão1956

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 94
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #49 Online: Fevereiro 18, 2010, 10:12:46 »
Prezado Igatasu,
sabe o que é honra, dignidade, moral? Então, quando um homem defende esses valores ele vai até as últimas consequencias, aí pode haver um combate real.
Oss
PS. poucos tem esses valores e muito menos tem culhão pra isso!!!

Ótima definição.
Sensei tem sangue napolitano ou Siciliano, hehehehehehe....?? ;D
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 10:14:39 por Chicão1956 »

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #50 Online: Fevereiro 18, 2010, 11:43:39 »
Tenho certeza que nos dias de hoje já não cabe mais colocar alguém na UTI por espancamento, pois depois você terá que esquecer das artes marciais tradicionais e usar a arte marcial moderna, um 38 no mínimo.

Se o cara tem valores morais bem firmados, para defendê-los vale UTI, morgue, ... quem não faria isso para proteger sua família??? Essa é uma atitude de homem.
Quanto ao seu exemplo de "arte marcial moderna" ... até frouxos, fracos e viados podem usar um trinta e oito, mas nunca serão homens dignos.
Ricardo

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #51 Online: Fevereiro 18, 2010, 11:50:36 »
Prezado Igatasu,
sabe o que é honra, dignidade, moral? Então, quando um homem defende esses valores ele vai até as últimas consequencias, aí pode haver um combate real.
Oss
PS. poucos tem esses valores e muito menos tem culhão pra isso!!!

Ótima definição.
Sensei tem sangue napolitano ou Siciliano, hehehehehehe....?? ;D


Chicão,
o sangue é italiano, mas calabrês, um pouquinho "pior" do que os outros paesanos!
Vc conhece o lema: "É meglio vivere un giorno da leone che cento anni da pecora."? 
Oss
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 14:17:45 por DElia »
Ricardo

rapha.m.g

  • Visitante
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #52 Online: Fevereiro 18, 2010, 14:38:59 »
Citar
Me mostre só um praticante de MT e Kyokushin com mais de 60 anos e ainda treinando....

o shihan Isobe

Offline Igatasu

  • Jr. Member
  • **
  • Mensagens: 72
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #53 Online: Fevereiro 18, 2010, 16:22:48 »
Mestre Delia,

Este é o grande problema da utilização das artes marciais tradicionais, nos dias de hoje, fora do esporte.

Em sua perspectiva, por exemplo, você preferiria ter a honra e dignidade de invadir Tokyo lutando com sua coragem, mas perdendo mais de um milhão de vidas dos seus compatriotas (dentre deste grupo poderia estar um filho seu), ou simplesmente mandar uma bomba atômica em cima de mulheres e crianças e vencer a guerra sem nenhuma baixa de seus conhecidos, amigos e parentes (como seus filhos e netos)?
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 16:32:16 por Igatasu »

Dan

  • Visitante
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #54 Online: Fevereiro 18, 2010, 17:16:04 »
Apenas uma pequena parêntese antes da resposta de DElia (se ele quer responder obviamente)...

Engraçada por que niguem faz passiada quanto tem Karatê na frente da urgençia, sem duvido, mas tudo bem protesto e só por morto de rico... Nada neste mundo me faz parar quando tem um exemplo, entre muitos outros na favela de Korogocho, bastante perigosa na periferia de Nairobi, no Quénia, onde as mulheres mais velhas devem aprender as noções básicas de Artes Marciais para se defender dos ladrões. Toda semana, estes avós com idade entre 60 a 80 anos aprendem a proteger-se do assalto diário, roubo, tentativa de homicídio, etc...


Foto Tony Karumba/AFP ©

Oss..
« Última modificação: Fevereiro 18, 2010, 18:26:48 por Dan »

Offline Prof: Antonio Marcio

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 236
  • Votos: +0/-0
  • "Deus é Fiel"
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #55 Online: Fevereiro 18, 2010, 20:02:12 »
O karate que pratico é pesado e competitivo. Nada a ver !!!

Oss.
" Golpear com precisão significa definir mentalmente o golpe que irá se aplicar e colocá-lo em prática assim como foi planejado"
Miyamoto Musashi,Gorin no sho

Offline DElia

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 535
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #56 Online: Fevereiro 18, 2010, 20:55:51 »
Mestre Delia,

Este é o grande problema da utilização das artes marciais tradicionais, nos dias de hoje, fora do esporte.

Em sua perspectiva, por exemplo, você preferiria ter a honra e dignidade de invadir Tokyo lutando com sua coragem, mas perdendo mais de um milhão de vidas dos seus compatriotas (dentre deste grupo poderia estar um filho seu), ou simplesmente mandar uma bomba atômica em cima de mulheres e crianças e vencer a guerra sem nenhuma baixa de seus conhecidos, amigos e parentes (como seus filhos e netos)?

Prezado Igatasu,
como por mais de 3/4 de minha vida, 62 anos, tenho o Karatê comigo, simplesmente não me lembro como eu era antes de ser karateca, então não faço uma "utilização fora do Esporte", eu o uso por fazer parte da minha personalidade. Será que vc entende o significado de 47 anos fazendo a mesma coisa???
Quanto a sua pergunta, ela foge da minha dimensão de compreensão, não possuo grandeza suficiente para respondê-la.
Tudo isto para reafirmar que, continuo cuidando muito bem da minha família, da minha casa, buscando mantê-los em paz, mas sempre pronto para usar de todos os meios para protegê-los ... de todo e qualquer meio, e como não sou um atirador o melhor que tenho são socos e chutes.
Oss
Ricardo

Offline Leo Melo

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 1
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #57 Online: Fevereiro 18, 2010, 21:43:47 »
Vc conhece o lema: "É meglio vivere un giorno da leone che cento anni da pecora."? 
Oss

"Melhor viver 1 dia como um leão do 100 anos como uma ovelha".

Voto com o relator!
Oss

Dan

  • Visitante
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #58 Online: Fevereiro 18, 2010, 22:56:02 »
Prezados,

Comparadas neste ponto, concordo com DElia e alguns pessoas para proteger sua família. Pela minha parte, não há certos limites para cruzar. Coisas que devemos aprender a compartilhar. A vida não é um rio muito calmo, e ninguém está imune a acidentes da vida, eu diria que se eu fosse um tal horror o que violaria ou matar um dos meus filhos ou netos tomar um tiro de 357-Magnum entre os olhos, depois de 1 minutos para fazer suas orações. Agora, como havia 30 anos. Que Deus proteja o homem e sua família que ele nunca enfrentou esse fim. É uma cruz. E, a julgar ninguém tem esse poder. É uma terrível provação. O homem viu o inferno...

Oss...
« Última modificação: Fevereiro 19, 2010, 08:41:30 por Dan »

Offline akev

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 111
  • Votos: +0/-0
Re: Início da desgraça do karatê
« Resposta #59 Online: Fevereiro 19, 2010, 11:17:09 »
Caro HIGINO, vc bateu no ponto certo,  temos mesmo que criar competições que realmente atenda aos pontos q  vc  citou, tenho esse entendimento, só não entendo pq  tem grandes professores que  não  entram nessa luta com objetivo de resgatar o nosso verdadeiro Karatê, forte, treino duro , técnica apurada e não pancadaria. Isso é possível, agora fica a pergunta: pq  grandes professores preferem o Karatê Faz de conta ( faz de conta que é forte, faz de conta que ataca, faz de conta que defende, faz de conta que sabe karatê....).
 Desculpe o desabafo, + conheço vários faixas pretas que se encaixam nesse rol do faz de conta, que acham  que são os  caras e não são nada, não participam  nem de Kumitê, apenas ficam criticando, muito até dizem que meu karatê é da época dos dinossauros! + eu até gosto, pq sei que levo a sério oq faço, treino forte, me cobro muito. treino duro, jogo fácil!  oss...