Autor Tópico: A dificuldade de achar um Karatê Tradicional  (Lida 861 vezes)

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Online: Novembro 22, 2016, 10:45:09 »
OSS!
Boa tarde!
Na minha prática de Karatê, à uns 6 anos mais ou menos, que tenho dificuldade de encontrar um dojô de Karatê tradicional aqui em Campinas.
Comecei, quando não sabia de nada, numa academia filiada a FPK, mas logo vi que não era isso que eu buscava. Depois achei uma academia filiada a FPKT aqui em Campinas, a única. Treinei a maior parte do tempo lá, mas devido ao sensei ser de idade avançada e isso estar afetando o treino tive que sair. Treinei um ano Goju com um colega que me indicaram aqui no blog, mas infelizmente ele retornou para o país dele e tive que parar novamente.
Enfim, fica a minha tristeza devido à impossibilidade de treinar um Karatê de verdade numa cidade com mais de um milhão de habitantes, enquanto estas artes moderninhas tem em cada esquina, igual boteco. Minha única solução possível será ir na cidade vizinha, Paulínia, numa academia de Kyokushin.
OSS! Fica meu desabafo e a constatação de como o Karatê tradicional está morrendo.

Offline Himura IOGKF

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 12
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #1 Online: Novembro 22, 2016, 11:48:35 »
...
« Última modificação: Novembro 29, 2016, 11:14:16 por Himura IOGKF »

Offline flavio jr

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 1
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #2 Online: Novembro 22, 2016, 13:57:48 »
Sinto que com a expansão esta cada vez mais banalizado o karatê ensinado em alguns locais. Infelizmente alguns colegas ao atingirem a fx preta,
já acham que automaticamente viraram sensei, e passam a ministrar aulas sem a menor capacidade. Isso gera um karatê deformado, sem base, sem história
e visando apenas a competição e o lucro.

Offline Nelson Junior

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 123
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #3 Online: Novembro 26, 2016, 15:15:16 »
isso e uma triste realidade que vem se extendendo ao longo dos anos. =:(

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #4 Online: Novembro 27, 2016, 10:17:55 »
Osu.

flavio jr,

A arte marcial FOI E ESTÁ sendo banalizada por conta de oportunistas, pessoas que somente visam o lucro sem sequer confiarem naquilo que fazem. Não é culpa dos faixas-pretas recém admitidos que, por exemplo, o Shotokan está do jeito que está: uma piada. Salvo redondo engano, o próprio Juichi Sagara Sensei, apesar das inúmeras qualidades e ser uma pessoa importante no Karate-Do brasileiro, não possuía aval quando começou a ensinar, mas nem por isso seus ensinamentos foram desqualificados. Aliás, sequer precisaria de aval, compreende? Contudo, quantos faixas-pretas 5º Dan (sem contar os faixas-pretas coral zebrada que existem por ai) não estão subvertendo a arte marcial em prol de alguns trocadinhos? De algumas "mamatas" federativas?

Platão,

Se você está sentindo que não encontrará o estilo de Karate-Do que realmente deseja praticar, mas há a possibilidade de treinar Kyokushin de forma mais tradicional possível (se assim compreendi), aconselho agarrar tal oportunidade sem peso na consciência. Aqueles que trinaram Goju, Shito ou mesmo Shotokan sentem estranheza no Kyokushin, mas é realmente questão de costume. Acredito que aprendendo a coisa da forma correta, com um Sensei dedicado e que, acima de tudo, tenha todo respeito pela arte marcial, certamente será gratificante.

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #5 Online: Novembro 28, 2016, 21:20:28 »
PSkiMG

Embora o Kyokushin não seja considerado um Karatê tradicional, pelo menos os caras treinam igual homem, não ficam saltitando igual "bambi" e não ficam só dando golpe bonito no ar. Os caras são pauleiras e efetivos. É o que me resta. Ano que vem vou atrás disso.
OSS e abraço!

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #6 Online: Novembro 30, 2016, 17:58:59 »
Osu,

Platão,

Tradicional, tradicional, tradicional... Acredito que nem o Tode seja, uma vez que temos origens marciais no Kalaripayattu indiano. Ocorre que tal termo (assim como olímpico, oficial, astral, cósmico) atualmente soa como "gourmetização" da arte marcial, compreende? KkK! Que seja o que você comentou: pauleiro e efetivo! A "bambificação", por exemplo, do Shotokan se expande a cada dia e, mesmo os mais tradicionais Dojo, tendem ao pulinho com luvinhas. Daí me vem a questão quando me deparo com isso: não é melhor Tai Chi Chuan? Pelo menos a pessoa não se engana, kkk! Lembrando que embora seja leve, se aplicado com rigor não se difere muito do que se pratica no Kung Fu.

Boa sorte em sua busca!

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #7 Online: Novembro 30, 2016, 22:21:52 »
Não quero denegrir a imagem de ninguém, mas todas as academias de karatê em Campinas treinam desse jeito.



Agora vocês entendem do que estou falando né!?

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #8 Online: Novembro 30, 2016, 22:42:48 »
Este é um tema recorrente desde que comecei a comentar neste site (em 2011) e pelo que li, já era antes. Sempre controverso e polêmico.

No meu entender o problema não são os treinos do tipo do vídeo postado, mas sim o fato de fazer somente este tipo de treino. Ou também se treinar somente com este objetivo.

Os treinamentos com fins desportivos têm benefícios comprovados como: aprimoramento da parte aeróbica, da velocidade, agilidade, enfim do condicionamento físico em geral.

Hoje mesmo fizemos um pouco, cerca de 20 minutos, e depois fomos treinar outras técnicas.

Infelizmente, a baixa qualidade dos professores ("Senseis") acaba levando a esta degeneração do karatê, uma vez que é bem mais fácil ficar enganando neste "pula-pula" do que ensinar técnicas mais sofisticadas.

Osu.
Karate Wado Ryu

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #9 Online: Novembro 30, 2016, 23:50:53 »
 REFLEXÃO SOBRE O "TRADICIONAL" DO KARATE:

A Invenção das Tradições.
 
Existe uma distinção entre o costume e as tradições.
Também existem: a tradição genuína e o que é a tradição inventada.
As tradições genuínas são as que surgiram e que se tornam difíceis de localizar num período limitado de tempo – às vezes coisa de poucos anos apenas – e se estabeleceram com enorme rapidez, ou seja, não existe a possibilidade de se chegar onde começou tal tradição.
Já por tradição inventada, ele caracteriza como conjunto de regras, que se estabelecem através da repetição, podendo essas regras ser de natureza ritual ou simbólica, conseguindo, através dessa repetição, uma continuidade com relação ao passado. (HOSBAWN & RANGER, 1997)

Se formos tomar estes conceitos para definir o Karate tradicional, chegamos a seguinte constatação:
O Shotokan é tradicionalmente inventado, com marcos bem visíveis na história, como a modernização promovida por Funakoshi e depois com a esportivização de Nakayma.
Minha preocupação reside em saber que o Caratê meramente esportivo (a exemplo do vídeo postado por Platão) já pode está estabelecendo uma tradição.
Daí eu chamo atenção para o seguinte, será que o "treinamento tradicional" com base, defesas e golpes firmes, makiwara, jyu kumite, nos moldes dos anos 70 não dá resultado em competição? Eu particularmente acredito que essa molecada do vídeo levaria muita desvantagem em qualquer regra (shobu ippon ou sanbon), portanto não é uma questão de ser "esportivo" e sim de querer ter academia cheia com uma aula "divertida", sem comprometimento em uma preparação para um combate real. Até mesmo porque nos dias de hoje não dá para pensar em descer o cacete em bandido como nos 80 e 70's.

OSU!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #10 Online: Dezembro 01, 2016, 10:10:44 »
O mais revoltante é como esses caras da WKF, CBK e FPK se tornaram representantes do karatê devido a maior quantidade de academias, uma organização maior e ainda mais agora por estarem nas Olimpíadas.
Os caras destruíram o Karatê e ainda postam vídeos com ditos de Funakoshi, tradições e história de Okinawa. Na boa isso é revoltante.
O karatê foi destruído por dentro.
OSS!
« Última modificação: Dezembro 01, 2016, 10:13:04 por Platão »

Offline pauloricardo

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 25
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #11 Online: Dezembro 01, 2016, 21:02:13 »
Que tristeza que sinto vendo um vídeo desses. Que pena que o karate esteja nessa situação. Qualquer aluno comum de um mma ou de algum muai thay desses da vida, com 6 meses de treino, encheria de porrada esses faixas preta. Admiro muito o kyokushin, se o amigo puder fazer faça, bem que eu queria, mas não tem na minha cidade. Recomendo os amigos que pesquisem e assistam no YouTube o vídeo com o seguinte título : 1954 historia karate shotokan vídeo raro. Este vídeo possui 30minutos, que ao assistir acalentou meu coração e minha alma. E fiquei com saudades de uma época que nunca vivi, e possivelmente nunca terei a oportunidade de viver algo parecido, onde o karate vivia, nessa época o karate vivia,tinha existência, meus amigos. Hoje o karate está escondido em alguns lugares, só se revela através de algumas poucas pessoas. Eu não sei como, não sei quando, mas prometo a mim e aos amigos que amam o karate que ainda farei o que estiver em meu alcance para levantar o karate. Espero que Deus me ajude nesse caminho, pois tenho para mim essecompromisso como um projeto de vida. Um grande abraço

Offline PSekiMG

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.456
  • Votos: +0/-1
  • Não existe atitude ofensiva no Karate ― Shoto.
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #12 Online: Dezembro 01, 2016, 22:30:40 »
Osu.

Platão,

Compreendo perfeitamente seu posicionamento e poderia citar inúmeras academias que praticam esta modalidade que francamente me recuso denominar Karate-Do.

Cabadapest

Tradição (do grego traditio) significa entregar, transmitir. Doutro modo, cultura na antropologia engloba tudo aquilo que o homem desenvolveu ao longo do tempo enquanto membro de uma sociedade. Neste sentido, poderíamos dizer que como produto cultural, aquele Karate-Do atualmente em extinção fora desprezado pela "escolha" da sociedade, cujas preferências optaram pela transmissão de uma modalidade que, para nós, não representa aquilo que compreendemos por Karate-Do.

Botando de lado as perspectivas, concordo que atualmente as pessoas buscam modalidades "divertidas" para chamarem de arte marcial, embora não estejam ou sejam capazes de encarar um treino verdadeiro de Karate-Do, cuja experiência atualmente resta detida somente em poucos lugares. Confesso que tive um enorme privilégio de treinar num dos melhores momentos em um Dojo, com Sensei, não numa academia com um instrutor de pulinhos. Tradicionalmente falando, aquilo que me fora legado como cultura do Karate-Do advém de gerações retilíneas, sem ramificações colaterais, restando para mim a quinta linha sucessória no Shotokan desde G. Funakoshi O'Sensei, M. Nakayama Sensei, T. Okuda Sensei, F. Araújo Sensei. Existem outros Sensei que não são próximos desta linhagem, mas por treinarem intensamente, passaram a pertencer ao ciclo da tradição por afinidade. Nada adiantaria, diante de ambos os casos, prezarem pelo título egoico de "sucessor" ou "tradicional" aderindo aos modelos imposto pela maioria canguru.

"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente".
Jiddu Krishnamurti.

pauloricardo

Estive por algum tempo numa cruzada muito parecida com a sua. Infelizmente as ofertas sedutoras das federações, incluindo sua autonomia e prestígio diante de órgãos governamentais, restaram vencedoras, motivo pelo qual preferi me isolar e treinar na medida do possível somente com quem valoriza o Karate-Do da forma como tradicionalmente fora transmitida desde G. Funakoshi O'Sensei. Logicamente, algumas alterações ou interpretações contemporâneas acrescentaram modernidade à arte marcial. Contudo, jamais se deve se afastar dos postulados mais consolidados, cuja felicidade nos brinda por uma vasta literatura em termos de Karate-Do. Somos realmente afortunados por termos livros, vídeos entre outras possibilidades dentro do Karate-Do. Apesar disto, incentivo o nobre colega de fórum a buscar suas verdades para levantar esta arte marcial. Dentro das minhas limitações, mas no que for preciso, pode contar comigo.

Osu.
A força física sem respeito nada mais é que força bruta, e para os seres humanos não tem nenhum valor ― Shoto.

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #13 Online: Dezembro 02, 2016, 10:51:52 »
A decadência técnica e moral do Karate não se restringe aos esportistas, é só digitar "karate tradicional" no youtube e você pode entender a que me refiro:







"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:A dificuldade de achar um Karatê Tradicional
« Resposta #14 Online: Dezembro 02, 2016, 14:42:50 »
Cabadapest

Não estou aqui para defender federações, pois se visse algo horrível da Tradicional ou JKA falaria, mas não vi nada de tão ruim assim nos vídeos postados. Só o primeiro vídeo, que parece ser de Portugal, é um lixo. O restante não são nenhuma primazia, tipo Yahara Sensei, mas parecem estar no caminho e fazerem os movimentos e golpes certinhos. O terceiro vídeo, inclusive, parece que é de um cara campeão pela JKA, que treina com o Viniciu Anthony, um cara bom por sinal.
Qual o problema com os vídeos postados?
OSS!
Obs: Não sou contra competições, mas sim contra um Karatê com a finalidade última voltada para competição.
Abraço!