Autor Tópico: Programa de ensino  (Lida 3307 vezes)

Neto110

  • Visitante
Programa de ensino
« Online: Setembro 05, 2006, 17:16:44 »
Cada professor tem suas particularidades, mas gostaria de saber quais as 5 coisas que ensinam primero para um iniciante que naõ tem nenhuma noção de karate ou arte marcial.

Isto sempre me intrigou.

Offline Yahara

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 14
  • Votos: +0/-0
    • http://
Programa de ensino
« Resposta #1 Online: Setembro 05, 2006, 18:25:23 »
1. Etiqueta no Dojo.
2. Fechar a mão.
3. posiçõe básicas
4. tzuki
5. erguer o joelho para maegueri.

Oss.
icardo Costa Máxima forçca, sempre

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Programa de ensino
« Resposta #2 Online: Setembro 05, 2006, 18:32:26 »
Oss Netto Sensei

como sempre tenho pequenos iniciantes,médios e adultos começo com:

  --como adentrar no dojo.
  --postura de sentar.
  --ritos iniciais.
  --dojo kun em japonês e português de Funakoshi Sensei e Shinzato Sensei.
  --aquecimento,crianças: um pouco de tudo
                        adolescentes e adultos globalizado.
  --kihon-começo parado e com o tempo vou evoluindo.
  --kumite-gohon kumite.
  --katas - básicos.
  --todos os rituais de fim de treino.
Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

Offline Yahara

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 14
  • Votos: +0/-0
    • http://
Programa de ensino
« Resposta #3 Online: Setembro 06, 2006, 09:33:18 »
O Yama, assim não vale, você colocou 9 e não 5.
 :lol :lol:  :lol:
Oss
icardo Costa Máxima forçca, sempre

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Programa de ensino
« Resposta #4 Online: Setembro 06, 2006, 10:06:38 »
Oss Ricardo Sensei

Me empolguei,o assunto me é interessante,isto me ajuda a pensar, apesar de queimar os poucos neurônios que tenho.

Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Programa de ensino
« Resposta #5 Online: Setembro 06, 2006, 10:37:56 »
Oss
 Com o detalhe não trabalhamos competição propriamente dita,ela faz parte do aprendizado,vai participar quem quiser estimulo, mas não obrigo, nós não obrigamos nenhum aluno a ganhar medalhas elas vem com o amadurecimento e as vezes sorte pois chaves em competição podem dar:poucos adversários,by,pegar os melhores em final, e etc.

Oss
alberto/Santos.
yama-Alberto S. Almeida

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.357
  • Votos: +2/-0
Programa de ensino
« Resposta #6 Online: Setembro 06, 2006, 10:53:17 »
A primeira atitude que tenho com o aluno que está começando e ter uma longa conversa e saber qual a sua expectativa quanto a aprendizagem do karate e o que ele acha que o karate vai oferecer e o que espera aprender. Diante de suas respostas vou explicar o que é o karate (segundo meu ponto vista) e esclarecer que não vai sair dali uma pessoa invencível e nem vai pegar bala com os dentes, subir paredes, lutar no MMA, PRIDE, K1 e essas coisas do gênero. Posso até sugerir que procure outra atividade ao invés do karate. As vezes é melhor ter um amigo fazendo outra atividade do que ter um aluno insatisfeito treinando com você.

Depois de tudo isso se ele ainda quiser treinar.........................................

1- Kihon,
2- kata,
3- kumite

Oss,

Ari - Santos/SP

Offline Luiz

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
Programa de ensino
« Resposta #7 Online: Setembro 06, 2006, 11:03:32 »
Não sei se to ultrapassado mais ainda não sai do:

Se for jovem com alguma vitalidade física:

Aquecimento tradicional separado com um faixa colorida mais experiente.
Após em pé aprender a fechar o punho.
Em pé com os dois pés paralelos, extender os braços com o punho virado pra baixo e flexionar com o cotovelo bem fechado e punho para cima.
Depois alternado aprendendo a socar na altura tchudan....
Depois em pé, pés juntos, joelhos flexionados, braços extendidos e abertos para dar equilíbrio, levanta bem um joelho, executa mae gueri sem abaixar o pé, 10 repetições cada perna (varias vezes)
Abdominal com as pernas flexionadas e alguem segurando como apoio nos pés.
Senta de forma correta com as pernas cruzadas sem colocar as costas na parede e assiste até o final da aula que está participando.

Se não tem condições físicas somente faz aquecimento no primeiro dia

OSS...
"Aqui se cultiva o corpo e a mente"

Offline Hapli-Komo-Leu

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 605
  • Votos: +0/-0
    • http://
Também me intriga
« Resposta #8 Online: Setembro 06, 2006, 11:07:44 »
Olá Neto
Tbm. me intriga o início.
Já há muito,venho pensando e acho que cada caso é um caso.
Adultos,crianças,mulheres etc.
Uma das maneiras boas de ensinar no início,acho eu,é mostrar que uma posição basica como o zenkutsu,não é nada mais do que o seu próprio andar natural,só que mais baixo.Assim,vem junto,o movimento de cintura.
Isso é apenas um exemplo,pois existem técnicas,como por exemplo:
ensinar crianças a dar sôco,sempre no início,sentadas em seiza.
È muito dificil escrever essas técnicas,o melhor mesmo seria criar um treino para trocarmos idéias.
Muito bom esse post,poderemos aprender técnicas novas que não nos tenha ocorrido.
Oss!
Hapli

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
Programa de ensino
« Resposta #9 Online: Setembro 06, 2006, 11:23:43 »
Quando eu inicie meu treinamento, na época os iniciantes faziam um treino separado de pelo menos um mes, onde apos o aquecimento treinavamos apenas tsuki seiken e age uke em kiba dashi e mae geri saindo de zenkutsu dashi. treino rapido de quarenta minutos no maximo depois saiamos do Dojo e entrava a turma toda, os iniciantes ficavam sentados apenas observando o treino, para ter noção de como seria mais adiante.

Uma das primeiras coisas que aprendi é que para ser um bom praticante, primeiro devemos ser bons observadores.

OSS

Offline fabiopeart

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 525
  • Votos: +0/-0
Programa de ensino
« Resposta #10 Online: Setembro 06, 2006, 11:27:41 »
OSS

Vamos falar de iniciante como um todo.  Acho que, enquanto você está passando um Kata (Heian Shodan) para um iniciante, é sempre interessante passar para o aluno qual será a aplicação para aquilo no futuro.

Outra coisa interesante é ensinar ao aluno como treinar em casa o giro do quadril com as bases (plantas do pé) firmes no chão.

OSS
---------------------------------------------------
Karate ON

Kaiko

  • Visitante
Programa de ensino
« Resposta #11 Online: Setembro 06, 2006, 11:45:54 »
Olá pessoal,


As condutas a serem seguidas pelo praticante novato são explicadas logo que inicia seus treinamentos, antes de pisar no tatame.
No caso da técnica, em nosso dojo separamos os novatos sem qualquer noção de karatê em um local do tatame. A partir daí um graduado, a pedido e sob supervisão do Sensei passa o básico para este (s) alunos, ou seja:

- Fechar a mão para evitar alguma lesão;
- Noções de posiciomamento do punho e destaque do seiken para execução dos socos;
- O treino do socos em si – jodan tsuki; chudan tsuki, guedan tsuki, com a explicação de sua mecânica (movimentação, hikite) e os termos em japonês;
- Ao sentir a segurança no aluno, passamos às defesas básicas – jodan uke, chudan uke, guedan barai. Tudo, claro, com explicação terminológica e de aplicação;
- Após a assimilação do aluno, treinamos as execuções dos golpes na base zenkutsu dachi, raras vezes em alguma base shiko dachi;

- Os chutes, passamos mais a mecânica, de como manter o pé de apoio firme, sem levantar o calcanhar,  flexionar a perna de apoio, o que destacar em um mae geri e em um mawashi geri.


Este processo dura enquanto for necessário para que o aluno adquira segurança nos movimentos, e claro, tudo muito básico. A partir daí, começa todo o processo de treinamento dos kihons (parado, e depois com os passos), outras bases, etc. A evolução acontece gradativamente.


OSS

Offline Simoes

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 621
  • Votos: +4/-0
    • http://www.kyokai.com.br
Programa de ensino
« Resposta #12 Online: Setembro 06, 2006, 15:02:04 »
Me lembro que quando começei a treinar com meu velho e querido sensei Edu, eu treinava em uma aula que começava as 7:30 da manhã, com isso esta aula era praticamente uma aula particular pois, pelo horário quase sempre eu era o único aluno.

Estas  primeiras aulas ficaram gravadas muito fortemente em mim porque a turma de faixas brancas que treinava a tarde ficou bem defasada de mim pois eles já faziam o primeiro kata e outros movimentos que o sensei não me ensinava, na época fiquei muito triste pois achei que o sensei não me achava bom o suficiente para treinar como os meus colegas treinavam, e o mais estranho é que parecia que ele tinha mais apreço por mim do que pelos outros.

Com o tempo fui deixando de treinar no horário das 7:30 e passei a treinar a tarde com os outros, mesmo que para mim fosse mais complicado, pois podia acompanhar meus colegas e não ficar mais “defasado”. Uma coisa na época que não dei muita importância era que mesmo eu conhecendo menos katas (apenas o shodan) e não fazendo todos os kihons que meus amigos faziam, eu era visivelmente melhor, mais técnico do que eles, achava que era maior aptidão para o karate e quando fazia kihon ippon então, a diferença era muito grande, associei isso ao fato de só ter feito kihon ippon com o sensei até aquele momento.

Depois de anos quando já estava graduado e o sensei já nem dava mais aulas, comprei o livro do sensei Nakayama (Best Karate) não me lembro se o volume 1 ou 2 (tenho que ver em casa) e li o treinamento para iniciantes que ele mostra no livro, reparei então que o treinamento que inicial que meu sensei me deu era exatamente o treinamento que o sensei Nakayama descrevia no livro, semana a semana, sem tirar nem por.

Hoje me arrependo de ter pensado mal do sensei, e realmente ele devia ter um apreço maior por mim do que pelos outros, muito do meu karate acredito que veio deste treinamento, e uma coisa é certa, de todos os que começaram na faixa branca comigo, apenas uma mulher se graduou como eu, ela parou de treinar, mas concordo que para uma mulher treinar ininterruptamente até os 40 anos, é muito mais difícil do que para o homem.

Offline fabiopeart

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 525
  • Votos: +0/-0
Programa de ensino
« Resposta #13 Online: Setembro 06, 2006, 15:12:07 »
OSS

Uma pergunta para vocês mestres:

Em uma turma de alunos, mais específicos os faixas brancas; vocês por um acaso já sabem quem terá um bom futuro no karate?

Já conseguem definir quem leva jeito pra coisa?

Vocês conseguem ensinar com vontade de ver aquele(s) aluno(s) aprender, passando todo o seu saber com paciência?  Ou é uma rotina assalariada para fins de sobrevivência e aptidão pela profissão?

Veja bem, não estou julgando ninguém?  São só simples perguntas de um "San" mais novo.

OSS
---------------------------------------------------
Karate ON

Offline Luiz

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.124
  • Votos: +1/-1
Programa de ensino
« Resposta #14 Online: Setembro 06, 2006, 15:43:18 »
Fábio...

Seu egocentrismo poderá prejudica-lo no Do (caminho)

Procure ser mais humilde, treinar mais e deixar as coisas acontecerem naturalmente.

É só minha opinião, você pode ou não acata-la, porém se fosse meu aluno eu me preocuparia mais em colocar seus pés no chão.

OSS...
"Aqui se cultiva o corpo e a mente"