Autor Tópico: Vejam que medonho  (Lida 7221 vezes)

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Vejam que medonho
« Online: Junho 13, 2013, 00:48:51 »
Um dos vídeos mais bisonhos que já vi.


Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #1 Online: Junho 13, 2013, 11:36:19 »
Coloque a sua opinião aí Platão! Fiquei curioso do pq de tanto barulho.
Já vi vídeos um trilhão de vezes pior que esse. Inclusive o video do mundial da ITKF que postaram aqui.
O nivel dos pretas desse vídeo realmente é muito ruim, mas nada muito diferente do que eu tenho visto por aí nas academias do Brasil afora tanto em videos, quanto pessoalmente.
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #2 Online: Junho 13, 2013, 11:50:21 »
Oss

achei um treino legal  :D

bater no BOB  e almofadas e explicar os erros cometidos e, lutas de competição .....

qual o erro nisso....

o nível não estava tão baixo assim .....

tbém já vi coisas mais esquisitas do isso , apesar de ser bom treino para crianças e adolescentes e alguns mais velhos ue não se deve colocar no frente a frente......


Oss
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #3 Online: Junho 13, 2013, 12:26:55 »
Sou louco pra bater num BOB!!   ;D
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #4 Online: Junho 13, 2013, 12:31:39 »
Acho meio chato dar uma de técnico, ainda mais porque sou apenas um aluno, mas achei esse negócio que chamam de treino uma desonra para o karatê, para não dizer um lixo. Mas já que pediram, aí vai alguns motivos: pula-pula exagerado (não que eu seja contra qualquer tipo de movimentação vertical, mas com esses pulinhos de gazela estão pedindo para tomar uma rasteira); base alta (por consequência lógica dos pulinhos); golpeiam sem uma base sólida; ficam lateralmente deixando a mão de trás morta para defesa; deixam a perna no chute; golpeiam com o quadril lateralmente; golpes sem potência nenhuma; e etc, etc etc.
Não que eu seja muito bom, mas pelo menos sei o que é correto, e não vi em nenhum momento esse professor do vídeo corrigindo essas coisas.
OSS

Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #5 Online: Junho 13, 2013, 12:48:55 »
A maioria dos treinos pra competição das academias onde o professor nao tem um bom nivel técnico, tanto no karate, como na preparação pra competição os treinos são assim!. Pra falar a verdade eu conheço poucos senseis que realmente sabem criar um rotina de treinos técnico e fisico de boa qualidade voltado pra competição tipo CBK/WKF.

Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #6 Online: Junho 13, 2013, 14:25:39 »
Sinceramente não vi nada de absurdo...

O que vi foi um professor com pouquíssima ou quase nenhuma estrutura a seu favor, que corta um dobrado para passar alguma coisas para uma molecada que é mais mole que os da minha época...

Hoje, o professor de karatê, tem um trabalho extra que os professores de um tempo atrás não tinham, que é o de colocar na cabeça de uma geração video-game e de contatos virtuais, que tem que comer menos porcaria e que mesmo fora do dojo, tem que tentar manter uma rotina de treinamento para manter o físico...

Alí eu vi um grupo de jovens que estavam morrendo com sei lá, 20 minutos ou até menos de treino para kumitê que tem e deve mesmo ter uma dinâmica diferente do treino de fundamento.

Prezado Platão,

O que o amigo deve ter estranhado, é que como não é um treino de fundamento, alí o sensei estava dando mais ênfase a força de arranque (se é que posso chamar assim), e velocidade, sem dar atenção naquele momento ao fundamento, até porque, como já foi dito aqui várias vezes o fundamento é base para o que você vai realizar na luta, mas que na luta vc não vai usar o fundamento como treinado no kihon e no kata.

Outra, me pareceu ser um professor com bom conhecimento técnico, pois ele critica a movimentação "vai e volta", dando orientações e mostrando o valor e eficiência do taisabak.

Pra mim, me pareceu um bom professor que dentro de suas limitações orçamentárias e de material humano, faz um bom trabalho.

Obs.: O material humano faz muita diferença. Não é todo mundo que tem aptidão para o karatê, e numa população de 30 indivíduos (alí ele me parecia ter algo em torno de 15), não é normal vc tirar 5 que sejam sobrenaturalmente acima da média, principalmente em academias do porte da dele.


Offline Tsuki

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.054
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #7 Online: Junho 13, 2013, 14:53:53 »
Sinceramente não vi nada de absurdo...

O que vi foi um professor com pouquíssima ou quase nenhuma estrutura a seu favor, que corta um dobrado para passar alguma coisas para uma molecada que é mais mole que os da minha época...

Hoje, o professor de karatê, tem um trabalho extra que os professores de um tempo atrás não tinham, que é o de colocar na cabeça de uma geração video-game e de contatos virtuais, que tem que comer menos porcaria e que mesmo fora do dojo, tem que tentar manter uma rotina de treinamento para manter o físico...



Falando nisso, nesse final de semana participamos da 2º etapa do Estadual aqui do ES. Fomos muito bem, com exceção de dois, todos medalharam.
Estranhamente ontem o treino ficou cheio de jovens, na maioria faixas pretas, que eu nunca tinha visto na minha vida. E infelizmente, nenhum deles aguentou o treino até o fim!! Todos desistiram e cairam pelos cantos do dojo...

Os faixas brancas e amarelas do nosso dojo ficaram sem entender nada, pq em suas cabeças, faixas pretas são "OS Caras" e nao aguentaram o treino que eles costumam fazer toda semana!!!  :D
Oq define um bom Karateka segundo Shoshin Nagamine:

"Punho infernal, coração santo."

Offline GEM

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.662
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #8 Online: Junho 13, 2013, 17:30:33 »
Concordo com o Yama e o Alexander, o objetivo do treino era competição, além disto, já postaram coisas muito piores aqui mesmo no fórum.
A única coisa bisonha do vídeo foram os moleques faixas-pretas! Tinha um que parecia ter uns 10 anos! :o :P
Karate Wado Ryu

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re:Vejam que medonho
« Resposta #9 Online: Junho 13, 2013, 20:27:33 »
Eu já desisti de entender e ser entendido.

Existem 5 tipos de karate:

O tradicional que ficou paquidermal.
O esportivo que ficou gazelissimo.
O do DO, que ficou para os profetas.
O Defesa Pessoal, que é o que tento treinar.
E o enganação, que abrange os picaretas em geral.

Temos de conviver com essas diferenças, é um fato elas estão ai.

Tenho certeza que perderia um campeonato lutando com esses caras, mas na porrada apesar dos 53 anos, aposto uma grana em mim.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline pmax

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 300
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #10 Online: Junho 14, 2013, 10:19:44 »
Pessoal,

Assisti ao vídeo, parei pela metade ... não agüentei !

Estes dois pontos abaixo são os piores:

Fundamentos do Karate não existem.
Distancia completamente errada.

Mas criticar apenas o vídeo, não acho justo, temos que saber em que condição o professor foi "formado", sei lá, talvez o cara sobreviva destas aulas,não teve grana, tempo e vontade de desenvolver, fazer cursos etc ....

O pior é que a maioria pensa que tá lutando Karate ... vou contar uma história:

Treinei desde pequeno com um professor ruim e achava que estava abafando, até que ao completar 18 anos, fui fazer exame para preta, tomei na cabeça, reprovado, na época que a FKERJ, exigia um bom Karate. Continuei com meu professor, mas reconheci que era muito fraco e não merecia, ser shodan, mas não desanimei, PROCUREI um bom professor, treinava 2,4,6 feira com novo professor e 3,5 feira com meu antigo mestre, isto foi em 1989, seis meses depois fui aprovado para shodan, com um Kumite muito bom, nocauteando meu adversário com um mawashi jodan. Fui o primeiro faixa preta formado pelo meu antigo mestre, não abandonei meu mestre até ser aprovado, em respeito a ele, depois de uns meses informei-o que deixaria seu dojo, buscando o meu desenvolvimento, ele concordou pois sabia que não tinha mais como contribuir para o meu crescimento.

Humildade para reconhecer suas limitações e o mais importante, ser inteligente para reconhecer e buscar ajuda, hj em dia tem a internet, com muito conhecimento disponível, não consigo entender como o professor do vídeo tem um nível técnico tão abaixo do aceitável.

Mas em qualquer atividade existem bons advogados e péssimos advogados, bons administradores e péssimos administradores .......

É utópico querer que todos os mestres tenham o nível de um Kagawa, Yahara, Carlos Rocha, Enio ...

Mas pessoal, convenhamos, pô, tem que ter o mínimo né?!

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #11 Online: Junho 14, 2013, 10:47:51 »
   Uma parte do que você narrou preocupa-me bastante: a crítica negativa a vídeos de aulas/treinos conduzidos por pessoas que não conhecemos.

   É recorrente aqui no fórum.

   Mas, ao postar publicamente um vídeo, a pessoa não está abrindo esta oportunidade.
   Entendo patavinas de juridiquês.

   Quanto ao vídeo, eu também me senti desconfortável ao vê-lo. Houve seleção das imagens para que somente 'os melhores' fossem filmados. Havia alunos mais iniciantes, inclusive sem dogui. Se aqueles foram os melhores golpes, as melhores cenas, como foram as piores? Infelizmente tenho de confessar que estou com um lixo de abertura de pernas e, se fosse fazer a filinha do ura mawashi, talvez chutasse pior do que os rapazes do vídeo.


[]´s
Big

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #12 Online: Junho 14, 2013, 11:26:06 »
Eu continuo defendendo o professor, considerando a precária condição que ele tem para aplicar as aulas e o material humano que ele tem.

É muito comum em academias tradicionais, com renome, ter um padrão melhor, afinal geralmente os alunos graduados são antigos e remanescentes, e tudo fica muito bonito. Entretanto, tem professores que são verdadeiros abnegados, que estão interessados sim em tentar achar um ou outro que vá se destacar de fato, mas mais interessados em tirar a molecada do ocio.

Vocês acham que tem algum aluno alí que tem play station em casa? Alí parece até uma associação que abriu um espaço para ocupar a molecada com algo melhor que ficar na rua fazendo besteira.

Eu continuo não vendo essa bizarrice toda, já vi piores... e o professor me pareceu fazer o que pode para um grupo que não tem muita qualidade.

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 267
  • Votos: +1/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #13 Online: Junho 14, 2013, 20:31:41 »
Eu continuo defendendo o professor, considerando a precária condição que ele tem para aplicar as aulas e o material humano que ele tem.

Cara, na boa. Qual condição física estrutural a pessoa precisa para treinar karatê além de próprio corpo? Pode-se treinar sem saco de pancada, sem bob, sem makiwara, até sem kimono ou tatame. Não entendo essa suposta falta de estrutura que você alega.
Que bom que pelo menos dois ou três viram o mesmo que eu vi. Sinal que não estou "vendo coisas".

Offline Shodo

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 362
  • Votos: +0/-0
Re:Vejam que medonho
« Resposta #14 Online: Junho 15, 2013, 12:32:35 »
Concordo plenamente com o Alexander. Isso sim é um vídeo bisonho de um renomado dojô. Onde todos todas aquelas "observações" feitas pelo Platão, que na hora da porrada não servem pra nada, são feitas,