Autor Tópico: ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE  (Lida 6963 vezes)

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Online: Janeiro 12, 2007, 13:17:33 »
ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
fonte: "http://www.shotokanworld.com/Abe.htm"

Uma breve história sobre o Abe Sensei:

Abe Sensei nasceu em 28 de outubro de 1938 na cidade de Iyoshi na prefeitura de Ehime na ilha de Shikoken. Quando ele tinha 15 anos de idade (1953) ele começou seu treino de Karatê num clube de karatê-do da sua escola primária. Ele foi treinado por um Okinawan Sensei da linhagem de Toyama Sensei do Shito Ryu Karatê-Do. Quando ele tinha 18 anos de idade (em 1956) ele foi aceito num famoso programa de engenharia na Universidade Nihon em Tokyo. Ele se mudou da sua pequena cidade para uma cidade maior e começou sua educação colegial. Ele também começou seu treino na JKA Hombu Dojo com um fortíssimo jovem Sensei chamado Masatoshi Nakayama. ***

Casale: minhas perguntas serão sobre assuntos variados, mas antes de começarmos, eu quero sinceramente te agradecer, por Ter arranjando um tempo para fazer esta entrevista. Pois é muito importante para nós.

Abe: O prazer é todo meu. Farei o possível para responder a todas suas perguntas.

Casale: Você já tinha sido apresentado ao Sensei Funakoshi?

Abe: Não, ele morreu antes que eu chegasse em Tokyo.

Casale: Como o Sensei Nakayama era como instrutor?

Abe: O Sensei Nakayama era muito sério. Ele era muito rígido nos nossos treinos e sempre nos incentivava a não apenas treinar duro, mas estudar intelectualmente o que estávamos treinando. O que ele mais dizia era que, compreendendo a nós mesmo, seríamos bons seres humanos.

Casale: Você já teve algum outro Sensei além do instrutor Shito Ryu quando criança e Sensei Nakayama?

Abe: "Apenas" consideraria Nakayama, como meu Sensei.

Casale: Você poderia nos contar uma ou duas lembranças, boas, você tem do Sensei Nakayama que não sejam tão bem conhecidas?

Abe: Sensei Nakayama foi convidado a participar do filme de James Bond 007 "You Only Live Twice" (Você só vive duas vezes). Devido a alguns compromissos anteriores, ele não pode ir, então ele me perguntou se eu não queria ir no lugar dele. Naturalmente, fiquei muito empolgado e aceitei! Ganhei $3,500 por duas semanas de trabalho. Agora essa aconteceu por volta dos anos 60, quando maioria dos instrutores de Karatê ganhavam uma média de $100.00 por mês. Fui pago mais bem pago do que o top Samurai do Japão, e essa foi uma das minhas melhores experiências da minha vida. Tudo graças ao Sensei Nakayama. Sensei Nakayama também tinha um olho muito artístico. Ele adora fotografia artística. Alguns de seus trabalhos foram até exibidos em galerias de arte profissional.

Casale: Você já tinha estudado alguma outra forma de Budo além do Karatê-Do ?

Abe: Sim, Tenho também praticado Iaido por 30 anos.

Casale: Você ensina Iaido?

Abe: Sim.

Casale: Quais os benefícios você obteve do seu treino de Iaido e como isso tem afetado seu Karatê?

Abe: No treino de Karatê, você não pode matar seu parceiro de treino. Em Iaido, tudo que você faz é com a intenção de cortar e matar o oponente. Treinar com essa intenção aumenta sua consciência espiritual e sua apreciação pela vida. O Karatê moderno perdeu o "Ikken Hisatsu Spirit."

Casale: Você acha que o Karatê Esporte está destruindo o espirito do Karatê-Do ?

Abe: Está é uma questão muito profunda e interessante. É muito importante Ter o equilíbrio. O verdadeiro caminho está no equilíbrio entre treinar Karatê para saúde, treinar Karatê por esporte e recreação, e treinar Karatê por Budo (Karatê pela vida e morte numa situação de defesa pessoal). Tecnicamente essas coisas são muito diferente. Você não deve errar o caminho da verdade como sendo apenas um dos aspectos do Karatê. Treinar Karatê para saúde permitirá que seu corpo se defenda contra doenças e você viverá mais, com uma qualidade de vida muito alta. O treino real de Budo Karatê para defesa pessoal terá um leque de diversos danos para você e seu parceiro. Você deve ter muito cuidado ao treinar Budo. Além disso, você nunca deve usar o Karatê em nenhuma situação real. Você deve desenvolver a intuição, caráter e habilidade para evitar uma luta. Treinar Karatê como Budo, por exemplo, tem pequenas aplicações na nossa sociedade. Evitando uma briga é a melhor defesa. Se você é de uma época de guerra, em que o combate mão a mão seria usado, seu treino seria drasticamente diferente. Vamos esperar que isso nunca venha ser necessário. Treinar Karatê como esporte lhe permite desenvolver para um nível físico nunca antes possível, mas sem nenhum dano sério. A atitude em treinar é mais importante. O espírito do Karatê-Do está sendo destruído, e isso tem acontecido por causa das pessoas e das suas atitudes, não por causada competição do esporte. Não importa o que você treine, você sempre deve treinar com a idéia de ser um ser humano melhor. Treinar a entender suas forças e suas fraquezas. Treinar para ser bom, honesto e um ser humano confiável. Treine para aperfeiçoar seu caráter. Este é o espirito do Karatê-Do.

Casale: Osu.

Casale: Sensei, é de conhecimento comum que o Sensei Funakoshi era contra o conceito de "Karatê Esporte". Eu sei que você disse que não treinava com ele, mas no seu conhecimento, qual era o sentimento do Sensei Funakoshi sobre Karatê Esporte?

Abe: Está é uma pergunta difícil e controvertida. Sensei Nakayama dificilmente falava do Sensei Funakoshi. Até onde eu sei, Sensei Funakoshi não era o tipo de pessoa de dar opinião como está em um jeito não-diplomático. Ele entendia que nosso Karatê cresceria e mudaria. Ele entendia que o Karatê seria influenciado por muitas pessoas e muitas coisas. Pois ele tinha esse feeling, ele escolhia suas palavras muito cuidadosamente. Então eu realmente não sei quais eram os verdadeiro sentimentos dele. Talvez seria melhor dizer que eles (os sentimentos) eram desconhecidos. O Sensei Funakoshi sempre dizia que a perfeição do caráter de uma pessoa era a coisa mais importante. Eu acho que essa deve ser nossa preocupação.

Casale: Como era treinar Karatê antes da introdução do Ippon Shobu Sport Kumite e Competição Kata?

Abe: Naturalmente as regras de competição têm influenciado bastante nosso treino. Antes do Ipon Shobu tudo que fazíamos era Kibon, Kata e Yakusoku Kumite. Todo mundo se tornou tão bom em troca de corpos, bloqueios e contra-ataque que isso parecia que iria durar para sempre. As pessoas, especialmente as mais velhas, poderiam ficar frustradas, começariam a dar golpes sujos. As pessoas também ficariam com muita raiva se eles fossem atingidos por um mais novo e começariam a trapacear. Como eles chamariam Jodam, então lançam Mae Geri!!! Muitas vezes a luta poderia terminar indo-se para o chão e tornar-se numa raiva severa e saltos mortais, quase a uma luta real. Ippon Shobu trouxe estrutura limpa e menos frustrante para o nosso treinamento. Ele permite que as técnicas das pessoas cresçam e se desenvolvam em uma maneira mais natural.

Casale: Ippon Shobu Kumite foi concebido enquanto você estava treinando e ensinando no honbu dojo com o Sensei Nakayama . Vocês estavam envolvidos com a criação do Ippon kumite no mesmo modo?

Abe: Sim, eu criei as regras originais para a competição Ippon Shobu. As regras foram feitas para manter o conceito Budo de matar o oponente com um golpe perfeito e decisivo. Para fazer ponto em Ippon, representando a morte do oponente, a técnica tinha que ser excepcional. Naturalmente um oponente também poderia ser morto por dois golpes excelentes, porém menos perfeito (Waza Ari). Ippon Shobu ensina o karateka a manter uma consciência sempre alerta e uma concentração superior, pois não há uma Segunda chance quando sua vida está em jogo. Nós precisamos dessa intensa pressão mental e emocional para manter-nos num estado mental correto. O Ippon Shobu Kumite tradicional também ajuda a promover a manter um alto padrão internacional de técnicas.

Casale: Sensei, é verdade que sua família vem de uma linha de Samurais sangrentos?

Abe: Sim. Meu tataravô (cerca de 140 anos atrás) era um Samurai e um mestre de Jujutsu.

Casale: Você recomendaria um cruzamento de treinamentos em alguma outra forma de Budo?

Abe: Nos tempos antigos o Bushi (guerreiros) treinariam em talvez 18 artes diferentes fora das necessidades dos campos de batalha. Eles esmurravam, chutavam, jogavam e ainda quebravam os ossos e usavam técnicas de espada com os cadáveres dos seus inimigos. Embora isso pareça bárbaro, mas os permitiam que tivessem um melhor entendimento, e uma melhor sensação do que suas técnicas poderiam realmente fazer a um corpo humano. Eles também se utilizavam do uso de diferentes armas do chão e de ossos de lombos de cavalos. Então, sim eu recomendaria o cruzamento de técnicas. Você deve se familiarizar com muitas artes diferentes.

Casale: Diferentes princípios de artes causariam confusão ou mesmo um conflito nos estudantes?

Abe: Se uma arte marcial está sendo devidamente ensinada, todos os princípios essenciais devem ser os mesmos e sutil um com o outro. Há apenas um corpo humano. Quando eu digo tornar-se familiar com muitas artes, não quero dizer que praticar Shotokan na Segunda-feira, Goju na Terça-feira, Jujutsu na Quarta, etc... etc... Mas sim que você deve Ter uma mente aberta a explorar os princípios, técnicas e treinar métodos de ensino em outros estilos. Estudar o Budo com uma mente aberta.

Casale: Você recomendaria que o Karateka Shotokan estude alguma versão original do nosso kata Okinwan e alguns outros katas Okinawan que não foram fundados no Shotokan?

Abe: Certamente! Isso é muito importante. Muito importante mesmo! O estudo dos katas Okinawan são o máximo, para os estudante avançados karatekas em Shotokan. Isso lhes permitirá ver e compreender melhor a evolução do nosso atual kata. Isso lhe dará compreensão, que não seria permitido obter de maneira diferente. Muitas técnicas que nós não temos mudado muito durante os últimos 40 anos, mas que nos 40 anos anteriores o Karatê mudou muitíssimo. Por isso precisamos estudar os velhos katas Okinawan. Esses katas são como uma janela para o passado. Nós nem mesmo tínhamos Mawashi Geri antes da Segunda Guerra Mundial. O Sensei Nakayama introduziu Mawashi Geri e Miyata Sensei (que era Kohai para o Sensei Nakayama) ajudou a desenvolvê-lo. Ambos, Sensei Nakayama e o Sensei Miyata eram conhecidos por terem um extraordinário e poderoso Mawashi Geri.

Casale: A versão moderna dos katas que nós praticamos agora são muito diferentes das versões originais do Okinawan. O que você sente a respeito dessas mudanças?

Abe: Com respeito ao sentido dos katas, as mudanças não foram boas. Com respeito ao corpo humano, as mudanças foram bastante positivas. O Sensei Nakayama foi o primeiro a fazer pesquisas científicas sobre o Karatê e em particular em katas. Suas descobertas e discernimentos, permitiu que ele desenvolvesse nosso Karatê no que ele é hoje. Através do treino do Karatê do Sensei Nakayama ele continua a ensinar a todos nós.

Casale: Sensei, você disse, "Com respeito ao sentido dos katas, as mudanças não foram boas". Você pode nos explicar isto?

Abe: Sim, claro. Os katas foram originalmente desenvolvidos para o Budo. Kata era uma biblioteca de técnicas para incapacitar e até mesmo matar os oponentes. Lembre-se, a origem de muitos katas e suas técnicas, eram chinesas e a China estava envolvida em muitas guerras. Esses métodos de luta, por fim encontravam seus caminhos para o Okinawa e Okinawa era envolvida em guerras. E lembre-se que era tudo combate mão-a-mão, naquela época não havia laser's guiados nem bombas espertas. Matar era cara-a-cara, feito com as mãos do guerreiro. Imagine a realidade da coisa. Eles lutavam pela suas vidas entre os corpos mortos dos seus amigos. Haviam gritos, sangue e matança por todos os lados. Isso desenvolveu um foco mental em que o guerreiro, isso é indescritível e muito provável inalcançavél a menos que você estivesse numa terrível realidade mão-a-mão, cara-a-cara, numa operação militar. As técnicas encontradas num Kata vieram de fato de experiências em campos de batalhas, onde matando e matando rapidamente era mais do que necessário. Mas a guerra de hoje é bastante diferente da guerra do passado. E nós não somos guerreiros de campos de batalhas acostumados a matar diariamente. O Sensei Funakoshi desenvolveu Karatê em um "DO" bem oposto ao "JUTSU" (uma Arte e um Modo de Viver Filosófico, bem oposto apenas a técnicas de guerras). O Sensei Funakoshi modificou os Katas para que houvesse mias esforço físico, e bem mais baseado numa dinâmica corporal mais bonita. Isto permite que o estudante focalize a derrota do seu mais perigoso e moderno oponente, ele mesmo. Esta transição de Jutsu para o DO foi também necessária para trazer o Karatê ao Ministério da Educação no Japão ser ensinado nas escolas. Isso permitiu que o karate-do crescesse e eventualmente fosse praticado por milhões de estudantes como ele realmente é hoje em dia. Então, na transição do Karatê de Jutsu para Do, algo realmente foi perdido, mas algo muito maior foi ganho. O Budo, de alguma jeito, ainda está em nosso Karatê. Se você treina duro e estuda profundamente, você perceberá que a maior parte dos princípios originais e técnicas ainda estão bem vivos. Eles apenas parecem diferentes.

Casale: Obviamente o uso de armas tinha um efeito profundo na formação dos nossos katas e nós vemos muitas fotos do Sensei Funakoshi usando armas. Ele ensinava Kobudo em Shotokan?

Abe: Não tenho certeza, mas acredito que sim. Ele morreu antes que eu chegasse em Tokyo. Sensei Nakayama ensinava defesa pessoal contra armas.

Casale: Existem lições filosóficas ensinadas e representadas por técnicas físicas de kata?

Abe: Sim. A prática profunda do kata está ligada em interpretar o oponente, ler e compreender os seres humanos. Você também deve compreender a relação entre Kihon, Kata e Kumite. O foco mental e a maneira de treinar ensinados em vários treinos kata te ajudará a antecipar os pensamentos e movimentos dos outros e lhe trará um maior visão para sua vida de um modo geral. E você deve estudar isso muito intensivamente por um longo tempo.

Casale: Quando os estudantes devem aprender Bunkai?

Abe: Eles devem começar treinar Bunkai o mais breve possível. Os estudantes devem aprender e treinar o kata.

Casale: O.K. Sensei, este assunto e muito interessante e muito discutido. O que é Ki?

Abe: Ahhhh, Tommy... Isto é uma questão muito difícil e longa. Ki é indescritível. É inespressivél. Aqueles que dão uma longa e detalhada precisão do que Ki é, não tem nenhuma idéia do que eles estão falando. Eles estão inventando. Tudo que posso dizer, é que Ki é energia. Isso lida com relaxamento, respiração, tempo, equilíbrio e a intenção de alguém. Se isso tudo está ou não adicionado ao ki, não posso dizer. Ki é uma combinação de muitas coisas trabalhando juntos em harmonia.

Casale: OK, eu sei que você disse que ki é indescritível, mas talvez nós tenhamos alguns exemplos de ki. Nós ouvimos estórias do Sensei do Aikidô Ueshiba jogando pessoas pelas salas e esmurrando-as sem nem tocar nelas. Você tem visto ou até mesmo experienciado algo deste tipo?

Abe: Uma pessoa pode redirecionar energia e intenção. Se for feito devidamente, este redirecionamento de força tem um grande poder e um resultado dramático. Mas eu não acredito que é possível derrubar uma pessoa sem tocá-la.

Casale: Você pode descrever seu desenvolvimento pessoal de ki?

Abe: Até os meus últimos 30 anos, eu era apenas força física, velocidade e poder. Mas depois eu desenvolvi um "toque leve" em que tudo, especialmente kumite tornou-se muito mais fácil para mim.

Casale: Muito interessante o jeito que você fala sobre seus sentimentos... "Um toque suave". O que você acha de Tai Chi Chuan para um karateka?

Abe: Eu acho que Tai Chi é excelente. Isso ensina poder através de relaxamento que é muito importante para um karateka entender. A maioria dos karatekas não apreciam o poder do relaxamento. As pessoas poderiam ter técnicas mais poderosas como também uma vida mais poderosa se aprendessem a relaxar mais. Eu pratico exercícios de Tai Chin em meus próprios treinos. É muito benéfico.

Nota ao leitor: Se você assistir as técnicas do Sensei Abe, elas têm uma alta qualidade de relaxamento. Há uma leve vibração na sua mão no final de cada técnica. Eu tive a oportunidade de assistir o Sensei Abe ensinando a uma turma de seminaristas enquanto ele estava em Nova Iorque. Eu era o uke dele nas demonstrações de Bunkai e nas explicações das técnicas dinâmicas. Quando o Sensei Abe me acertou, sei como se sua mão pesasse uns 227 kg (500 pounds) As técnicas de murro e pancadas têm uma relaxada e pesada, e ainda bastante forte, qualidade. A única vez que senti algo semelhante a isso foi quando eu fui empurrado por meu finado Mestre de Tai Chi Chuan, Zhang Lu Ping. Coloquei minhas mãos nos meus braços e com um "gesto" eu fui levantado cerca de uns 60 cm do chão e empurrado para trás cerca de 2 a 3 metros de encontro a parede. Foi inacreditável. O Sensei Abe me acertou nas costelas e abdômen algumas fezes e eu pude literalmente sentir a força "viajando através" de mim. Ainda, com todo esse poder, parecia não haver absolutamente nenhum esforço da parte dele. Na minha opinião, este poder fantástico através "Poderosa Força Abstrata" é um excelente exemplo do verdadeiro "ki".

Casale: O Sensei Funakoshi disse, "Bases Baixas são para os iniciantes e as Altas para os avançados". Mesmo assim, os estudantes avançados nunca são encorajados a desenvolver poder e técnica de uma base alta, ao treinar em base alta. Estudantes avançados são ainda penalizados em graduações e em competições por terem uma base alta. Como você se sente quando um karateka avançado de Shotokan ajustando-se a uma base alta e usando vibração, como em Karatê Okinawan, como oposto a uma base baixa e usando uma rotação larga?

Abe: Esta é uma questão muito boa. Eu entendo o que você quer dizer. Essas coisas (vibração de uma base alta) estão em nossos treinos. Você deve estudar e procurar por eles. Nós praticamos a mudança de uma base alta quando fazemos exercícios que exigem que você comece do Shizen Tai (como o começo de Sanbon Kumite) então mudar para uma base de bloquear e golpear. Nesses treinos você começa de uma alta base. Você realmente não precisa praticar uma alta base pois é muito mais fácil do que uma baixa base. Tudo depende da situação. Você deve usar a altura apropriada para o que está acontecendo no momento. Em uma luta, a altura naturalmente varia. Tai Sabaki (Mudança de Corpo), é melhor de uma base alta pois alta base promoverá mais mobilidade que baixas bases. Baixas bases promoverá mais estabilidade por causa dos seus modos e seu baixo centro de gravidade.

traduzida para o português por: Remo Batista Sales

Offline Kadosaki

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 121
  • Votos: +0/-0
    • http://
ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #1 Online: Janeiro 12, 2007, 15:19:42 »
Oss Samurai. Esta entrevista já tinha sido postada aqui por um outro colega, mas valeu a reedição, sendo o entrevistado quem é.

Oss.

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.184
  • Votos: +0/-0
ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #2 Online: Janeiro 12, 2007, 15:58:05 »
OSS, Eu procurei antes de postar mais só achei um video por isso postei.



OSS

Offline Borchio

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 409
  • Votos: +3/-2
ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #3 Online: Janeiro 12, 2007, 17:12:07 »
cara essa nota dele eh verdade pqp 60 cm? q bizaroo
Experience is what you get when you don't get what you want

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #4 Online: Novembro 25, 2011, 10:53:34 »
Estava pesquisando outro tema no fórum e me deparei com essa entrevista. Achei fantástica, eu não havia lido ainda.

Muito equilibrada e atual, fala tb do Karate como esporte.

Espero que quem não leu tb aprecie o "Up!".

Oss!
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Dorival

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 24
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #5 Online: Setembro 17, 2012, 14:06:06 »
Exemplo de samurai, tópico eterno.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #6 Online: Setembro 17, 2012, 14:23:10 »
Uma das piores pessoas do Karate do Planeta.
Alem de pedofilo inveterado, nunca gostou muito de estrangeiros nos anos 70, o Sensei Felipe do Rio de Janeiro que o diga.
Pode ter Karate bom, mas carater nota 0
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Dorival

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 24
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #7 Online: Setembro 17, 2012, 21:06:37 »
Que decepção. Achava que era um exemplo de karateca e agora me contam que era pedófilo. Cadeia pra esse filha da $%&!. Aliás como o senhor ficou sabendo dessa ?

É bom lembrar que lá todo japa é meio pedófilo, eles são esquisitos nessas coisas, talvez pelo instrumento diminuto tenham medo de mulher de verdade.

Offline Gon

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 347
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #8 Online: Setembro 17, 2012, 22:02:45 »
Já ouvi dizer que ele era gay, agora, pedófilo... Além do mais, perdeu vários campeonatos por desclassificação.

E essa história dos 60cm, que viagem é essa? :(

Offline yama

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 4.615
  • Votos: +11/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #9 Online: Setembro 18, 2012, 07:54:33 »
Oss

olha "" Os Outros Assuntos ""   aí gente !!!!!!   de novo    :D :D :D :D :D :D :D :D :D :D

Oss
alberto
yama-Alberto S. Almeida

Offline patropi

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 115
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #10 Online: Setembro 18, 2012, 09:42:57 »
Olá Katsumoto!
Ouvi sempre falarem que a Polícia e a Justiça japonesas são muito eficazes, muito superiores ao resto do mundo e o Brasil. Se for verdade que

Alem de pedofilo inveterado

Ele nunca foi condenado ou pedofilia no Japão não é crime?
OSS!

Olá Dorival e Gon!
Ouvi dizer não é prova de nada. Muitas pessoas são condenadas sendo inocentes ainda mais quando não tem direito de se defender.
OSS!

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.936
  • Votos: +1/-19
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #11 Online: Setembro 18, 2012, 10:01:37 »
Patropi,

Ninguem me falou nada..eu conheco pessoalmente ele. Sempre teve fama de ser pedofilo. No Japao isso nao e considerado crime. Basta ver os filmes de samurais, sempre tem um neles.Nao vou falar sobre o Karate dele que e indiscutivel, mas ele foi um carrasco com estrangeiros no passado. Hoje esta com cancer terminal. Ja vai tarde.
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline patropi

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 115
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #12 Online: Setembro 18, 2012, 10:24:14 »
Sempre teve fama de ser pedofilo. No Japao isso nao e considerado crime.
Olá Katsumoto!
Entao ele e os japoneses perderam pontos comigo. Cancer deve ser a pena dele.
OSS!

Offline matsuisan

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 4
  • Votos: +0/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #13 Online: Setembro 18, 2012, 14:48:52 »
Oss!

Sr. Katsumoto, no Japão a pedofilia é crime tanto quanto no Brasil. Culturalmente havia certa tolerância à relações sexuais com menores de idade (conceito moderno e que varia de sociedade para sociedade) não só no Japão como no Brasil e em quase todo o mundo.
Em alguns países do Oriente Médio essa prática ainda existe pois a religião, em tese, a permite. A Índia também parece ter uma imagem ruim associada ao problema. Será que os indianos também são pedófilos?

Não é costume de japoneses falarem que o brasileiro é pedófilo mas os casos de pedofilia neste país superam absurdamente os casos no Japão e até mesmo do restante do mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos e da Alemanha http://www.rac.com.br/projetos-rac/correio-escola/79168/2011/03/29/brasil-ocupa-terceiro-lugar-em-casos-de-pedofilia.html. Quem não sabe da prostituição infantil disseminada no Rio de Janeiro e nas praias do Nordeste?

Só nos EUA os casos envolvendo a Igreja Católia http://www.correiodoestado.com.br/noticias/casos-de-pedofilia-custaram-us-2-bilhoes-a-igreja-catolica_140925/superam os casos registrados no Japão. Por acaso podemos afirmar que todo católico é pedófilo?

Torço para que o senhor tenha emitido essa opinião despido de preconceitos.

Oss!
"Conheça a si próprio antes de julgar os outros" Funakoshi Gichin.

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +2/-0
Re:ENTREVISTA COM O SAMURAI KEIGO ABE
« Resposta #14 Online: Setembro 18, 2012, 15:06:51 »
Agora corno tem que só a desgrama!!!!!!!!!!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.