Autor Tópico: Três potencialidades de ataque  (Lida 2397 vezes)

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 264
  • Votos: +1/-0
Três potencialidades de ataque
« Online: Outubro 14, 2013, 11:33:44 »
OSS!
Meu antigo sensei dizia que há três formas de de lutar, em três situações diferentes: 1º você só precisa dar um susto no marginal: sangrar o nariz dele ou coisa do gênero; 2º é necessário deixá-lo imóvel, nocauteá-lo, sem reação, para você evacuar o local, ou se estiverem em grande número; 3º o mais forte e cruel possível: se tiver necessidade de matar o(s) marginal(is), aí é quebrar membros, garganta e finalizar o cara no chão.
O que acham disso? E quais situações vocês acham que cada modo realmente deve ser aplicado e o último realmente é necessário em alguma situação, ou sempre se é possível evitar?
OSS!

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #1 Online: Outubro 14, 2013, 11:58:09 »
Se meter em briga hoje em dia só ultimo é valido, pois marginais não estão sozinhos e se der mole vc morre.

Então se não existe conversa e o confronto é inevitavel finalize.

OSS

Offline muluk

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 242
  • Votos: +0/-0
    • clube do karate
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #2 Online: Outubro 14, 2013, 12:27:02 »
Tudo é relativo, e depende de que forma ocorre a contenda:

Assalto, sua reação deve ser rápida para que possa evacuar do local. Lembrando que sendo com arma de fogo, mesmo que treinem o desarme, a melhor forma é colaborar com o assaltante.

Existem muitas confusões de forma passional, como briga de bar, trânsito, etc... o ideal é sempre evitar e se não for possível, agir como forma de auto-defesa, pois hoje em dia, pode não ter muitos bons de briga, mas de "dedo" tem em qualquer esquina.

Não basta só treinar, devemos também ter a tranquilidade e inteligencia, pois se você sabe que aquele bar é de confusão, o que irá fazer lá, ou se sabe que aquela rua deserta é perigosa, por que passa por lá. precisamos também ter a noção de perigo, pois muitas vezes guanhar uma luta, é simplesmente não procura-la.
Luis Fernando dos Reis
Faixa preta 2ºDan
www.facebook.com/luisfernando.reis1

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #3 Online: Outubro 14, 2013, 13:05:29 »

pois muitas vezes ganhar uma luta, é simplesmente não procura-la.


Boa !!!
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #4 Online: Outubro 14, 2013, 13:14:45 »

De fato tem situações e situações. Infelizmente a realidade hoje no Brasil é a do Velho oeste, mas acontecem ainda situações inusitadas.

Recentemente um conhecido estava saindo de um estacionamento e um doido segurou o braço dele e disse que iria lhe dar porrada (mais tarde ficou-se sabendo que o doido era um empregado do predio ao lado que estava com "problemas pessoais"). Esse conhecido imediatamente lascou uma porrada de teisho na tempora. O imbecil ficou nocauteado em pé, e deu tempo desse conhecido se afastar para entender o que estava acontecendo.

Então a minha conclusão é que nesse problema não valia a pena "descer a porrada" porque ia acabar na delegacia. Resolver o problema "de forma sutil" foi a melhor solução nesse caso.

Mas esse caso é uma exceção, o ideal é não reagir, e sair fora.
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #5 Online: Outubro 14, 2013, 15:57:53 »
Ilusão,

Pois o agressor hoje vem assim... http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/10/motociclista-que-gravou-tentativa-de-assalto-em-sp-disse-estar-com-medo.html

O resto é balela, pois estamos sempre na desvantagem...

Karatê, boxe, jiu-jitsu, é muito bom, pra manter a forma e se alcançar o auto conhecimento, além do auto controle, que é o que realmente vai salvar sua vida como a que o rapaz do assalto fez...

O resto, é balela...

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #6 Online: Outubro 14, 2013, 16:27:15 »
Ilusão,

Pois o agressor hoje vem assim... http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/10/motociclista-que-gravou-tentativa-de-assalto-em-sp-disse-estar-com-medo.html

O resto é balela, pois estamos sempre na desvantagem...

Karatê, boxe, jiu-jitsu, é muito bom, pra manter a forma e se alcançar o auto conhecimento, além do auto controle, que é o que realmente vai salvar sua vida como a que o rapaz do assalto fez...

O resto, é balela...

Perfeito! A primeira coisa que lembrei foi desse vídeo mesmo....
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 264
  • Votos: +1/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #7 Online: Outubro 14, 2013, 21:56:37 »
Ilusão,

Karatê, boxe, jiu-jitsu, é muito bom, pra manter a forma e se alcançar o auto conhecimento, além do auto controle, que é o que realmente vai salvar sua vida como a que o rapaz do assalto fez...


Todo mundo que treina arte-marcial, treina pensando em salvar sua vida: imaginando o máximo de perigo na hora de treinar; é isso que motiva. Para manter a saúde: musculação e corrida; auto-conhecimento: livros.
Não me referi a reagir a assaltos; não é só assaltos que são situações de risco. Existem vagabundos de toda espécie nas ruas e várias situações de conflitos possíveis.
Só vou dar um exemplo: se você estiver com sua namorada (mulher) e três caras com arma de fogo quiserem estuprar ela, você não vai tentar aniquilar os caras mesmo em desvantagem? Bem, eu treino pensando o pior, não o melhor, nem que os bandidos vão ter misericórdia de mim e da minha família.
OSS!

Offline muluk

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 242
  • Votos: +0/-0
    • clube do karate
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #8 Online: Outubro 15, 2013, 07:32:52 »
Concordo com Platão. As pessoas vem a minha academia para treinar karate para aprender a lutar. Se quisessem ficar com corpo sarado, iam para musculação. Saber lutar hoje em dia pode sim ser um diferencial, pois nem sempre as situações na vida serão como daquele motoqueiro do video, há situações mais simples, como alguém que bate em seu carro é parte para a briga, numa festa onde mexe com sua namorada, na rua tentando roubar na mão grande, etc...

Eu pelo menos treino karate para a vida real, sempre pensando que um dia vou precisar. Nunca fui assaltado, e nas vezes que me deparei com situações de briga, tive auto controle que só a confiança no que posso fazer dá. Karate também é isso, aprende a lutar para não brigar.
Luis Fernando dos Reis
Faixa preta 2ºDan
www.facebook.com/luisfernando.reis1

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #9 Online: Outubro 15, 2013, 08:46:54 »
Eu acho que essa é uma questão muito complexa que diz respeito até mesmo como cada um enxerga a vida.

Talvez seja o tipo de questão que melhor do que ser discutida e "fracionada" (quero dizer discriminar razões para usar o Karate), deva ser refletida. E para essa reflexão aquele vídeo Mushin é perfeito, não ?

Problemas na rua sabemos como começam, mas nunca sabemos como podem terminar, e muitas vezes nem QUANDO vão terminar. E isso tipo de coisa implica não somente na vida de cada um, mas também na vida da familia. Portanto, o melhor é manter a "arma" no coldre a todo custo. Eu acho que ficar se motivando com idéias como "preocupação em apanhar (ou de defender, como queiram) na rua" não são motivações boas para treinar Karate-Do, principalmente para aqueles que já estão treinando há algum tempo mínimo.

OSS!
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #10 Online: Outubro 15, 2013, 08:51:27 »

Eu pelo menos treino karate para a vida real, sempre pensando que um dia vou precisar. Nunca fui assaltado, e nas vezes que me deparei com situações de briga, tive auto controle que só a confiança no que posso fazer dá. Karate também é isso, aprende a lutar para não brigar.
Isso aí ! Você sabe o que esta treinando. E soube usar (não usando).

Concordo com você, mas fiquei com a percepção que a proposta do platão é buscar as motivações e situações por demais racionalizadas para se usar o Karate. Na prática essas racionalizações a priore não funcionam. Alias o Karate nos ajuda a reagir (muitas vezes não reagindo) por treinamento repetitivo e não por ponderações racionais.
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline muluk

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 242
  • Votos: +0/-0
    • clube do karate
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #11 Online: Outubro 15, 2013, 10:09:55 »
Bodhi, você colocou pontos muito importantes, entre eles, que uma briga começa, mas não sabemos quando acaba.   Por isso, lutar, tem que ser a ultima das opções e mesmo assim se atentarem contra você.

Certa vez despedí um servente da obra, e este me esperou do lado de fora para brigar, tentei conversar, mas ele tentou me acertar, apenas me desviei e disse que a próxima eu iria reagir. Neste momento uma turma separou a briga. Mesmo eu não tendo finalizado ele ainda assim me ameaçou de morte. Fiquei pelo menos uns seis meses indo trabalhar sempre de olho vivo, e nunca mais ví o sujeito.

Mas digo uma coisa, o fato de ser um conhecedor de artes marciais me deu tranquilidade diante da contenda e acima de tudo confiança. Isso prova que em nossa vida pelo menos uma vez estaremos diante de problemas e nessa hora saber lutar faz a diferença. Acho que ninguém aqui iria querer apanhar, somente para não ter problemas futuros.
Luis Fernando dos Reis
Faixa preta 2ºDan
www.facebook.com/luisfernando.reis1

Offline Bodhi

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 987
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #12 Online: Outubro 15, 2013, 10:31:45 »
É verdade Muluk,

Por isso acho que o Samurai matou a "charada" desde o começo. Se for para começar é melhor terminar.

E aí eu acho que esta uma das diferenças do (bom) Karate-Do para alguns esportes de combate, que muitos cismam em comparar : em alguns sentidos eu acredito que os bons Karateca estão mais preparados para "finalizar" .


Se meter em briga hoje em dia só ultimo é valido, pois marginais não estão sozinhos e se der mole vc morre.

Então se não existe conversa e o confronto é inevitavel finalize.

OSS
______________________
心に空手道 Kokoro ni Karatedō

Offline Platão

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 264
  • Votos: +1/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #13 Online: Outubro 15, 2013, 13:31:18 »
Mas digo uma coisa, o fato de ser um conhecedor de artes marciais me deu tranquilidade diante da contenda e acima de tudo confiança. Isso prova que em nossa vida pelo menos uma vez estaremos diante de problemas e nessa hora saber lutar faz a diferença. Acho que ninguém aqui iria querer apanhar, somente para não ter problemas futuros.

Ninguém vai querer apanhar para não ter problemas futuros... e digo mais: ficar relevando as coisas na maioria das vezes não resolve; "o famoso deixar quieto" pode encorajar mais ainda atitudes de ofensas, desonra e agressões morais e físicas contra você. Desde a época da escola a gente sabe disso.
OSS!

Offline Alexander dos santos

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.011
  • Votos: +0/-0
Re:Três potencialidades de ataque
« Resposta #14 Online: Outubro 15, 2013, 18:54:59 »
Galera,

Em que mundo vcs estão vivendo? A última vez que eu briguei, eu tinha 17 para 18 anos, e depois nunca mais...

Situações de extremos não podem nortear a minha vida, muito pelo contrário, eu assumo que não sei como seria minha reação em uma situação de estresse extremo como o colocado pelo Platão...

O que o amigo Muluk colocou do fato ocorrido por ele, não é uma rotina e certamente eu afirmo, talvez se ele tivesse "revidado", as chances de o carinha vir a querer cumprir a sua promessa aumentaria exponencialmente...

Querem mais um argumento que derruba todas essas teorias do super karateca (não estou zombando de ninguém, mas esta é a idéia que foi plantada e que vcs estão dizendo que é real), você nunca terá numa "briga" a oportunidade de matar seu oponente pelo simples fato de existir o pessoal do deixa disso. Uma morte numa briga mano a mano, é algo tão extremo que eu lembro de 1 único caso, onde na Bahia teve um batismo de capoeira e um matou o outro com um chute no abdomen (esse vídeo inclusive já foi postado aqui), no mais, todos os casos onde uma vida foi ceifada ocorreu devido ao uso de alguma arma (branca ou de fogo). Lembro-me de um caso emblemático no rio, passou nos jornais, houve uma batida de carro entre um motorista e um taxista, começou a confusão e o taxista matou o outro motorista na frente do filho com golpes de chave de cruz.

Esses dias passou no G1 uma menina que matou a outra com uma facada.

Enfim...

Eu estou extremamente assustado com este papo, onde falam em "matar", "eliminar o oponente", "finalizar" como se estivessemos falando de algo que fazemos todos os dias, e que está latente em nossos espíritos.

Adoraria que o sensei Eros falasse algo aqui, pois tive grandes conversas com ele sobre este tema, e algo que ele mesmo concordou comigo, matar uma pessoa é algo extremamente difícil para uma pessoa como nós, pelo menos como eu... pois eu não acordo pensando, "Hoje posso ter que matar um"

Que isso?

Hoje eu peço desculpas se o cara cuspir no meu rosto, sabe por que? Porque um cuspe na cara eu lavo! Se me der um tapa na cara, é provável de eu também levar ele pra casa, sabe por que? A dor do tapa passa... tudo passa, agora o que não passa é a falta que farei para minha família e perder a oportunidade de ver meu filho crescer...

Eu vou a academia treinar karatê para me sentir bem, gosto de lutar, mas isso não me fez perder a noção das coisas, e o mundo que eu vivo é diferente desse em que parece que vou encontrar um pra matar a cada esquina...

Meus amigos, o mundo está violento, está terrível, mas não deixe que ele mude você, porque aí ele terá vencido e nós perdemos!

Um abraço!