Autor Tópico: “Síndrome da evocação”  (Lida 9889 vezes)

Offline Kihoken

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 249
  • Votos: +4/-0
“Síndrome da evocação”
« Online: Setembro 08, 2008, 21:21:35 »
Em qualquer âmbito da atividade humana os mais antigos acham o passado melhor. No karate não poderia ser diferente.
Aqui no fórum já li incontáveis vezes sobre como eram bons os treinos das antigas e os karatecas das antigas. Isso é ótimo. No passado é que esta o fundamento do nosso desenvolvimento atual. Os antigos são nossos mestres.
Só que junto com a evocação dos antigos vem também o desprezo aos treinos atuais, aos kohais de agora e as instituições e organizações que atuam no momento.
Paradoxalmente os que evocam o passado e desprezam o presente são os que mais reclamam das academias vazias e o “estado deplorável do karate atual”.
Evocar o passado e desprezar o presente não é fracassar o futuro?

Kohai Gabriel Bertazzoli.

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #1 Online: Setembro 08, 2008, 21:30:33 »
Vc realmente acredita que existe futuro no Karate do Brasil?
Isso que é esperança..
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #2 Online: Setembro 08, 2008, 21:34:07 »
Eu ja pensei muito nisso, inclusive reconhecendo que se no volei, no basquete, no atletismo, na natação o esporte evoluiu, por que o karate não?

Simplesmente porque o karate não é esporte.

O espirito de antigamente não existe mais. Antes vc era machucado numa academia durante um treino, ou gostava ou não e pronto. Hoje vc processa todo mundo e ganha. Talvez até em campeonatos, se fossem possiveis, entre atletas de hoje e de ontem, os de hoje vencessem com facilidade, devido ao treinamento e preparo fisico.

Entretanto se antes da luta se quebrassem os braços de ambos os lutadores, com certeza os do passado venceriam. Pra que que isso serve não sei, só sei que gosto mais.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Leco

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 155
  • Votos: +0/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #3 Online: Setembro 08, 2008, 23:20:21 »
Simplesmente porque o karate não é esporte.

Falou tudo!
Oss!

Offline Kihoken

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 249
  • Votos: +4/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #4 Online: Setembro 08, 2008, 23:40:06 »
Vc realmente acredita que existe futuro no Karate do Brasil?
Isso que é esperança..



Oss Sensei Katsumoto,
Eu sou kohai e não acredito no karate, tenho certeza.  Vivo empiricamente o meu desenvolvimento e o dos meus colegas do contrario não estaria treinando. E sim preciso ter esperança no futuro do karate por que ainda tenho muito para aprender.

Kohai Gabriel Bertazzoli.

Offline Kihoken

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 249
  • Votos: +4/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #5 Online: Setembro 08, 2008, 23:55:45 »
Eu ja pensei muito nisso, inclusive reconhecendo que se no volei, no basquete, no atletismo, na natação o esporte evoluiu, por que o karate não?

Simplesmente porque o karate não é esporte.

O espirito de antigamente não existe mais. Antes vc era machucado numa academia durante um treino, ou gostava ou não e pronto. Hoje vc processa todo mundo e ganha. Talvez até em campeonatos, se fossem possiveis, entre atletas de hoje e de ontem, os de hoje vencessem com facilidade, devido ao treinamento e preparo fisico.

Entretanto se antes da luta se quebrassem os braços de ambos os lutadores, com certeza os do passado venceriam. Pra que que isso serve não sei, só sei que gosto mais.

Oss Sensei Gustavo,
O karate não é esporte. Concordo. Por isso não pode ser comparado. O que não entendi é que relação tem o esporte com desprezar o presente do karate.
O esporte pode evoluir e nos não?
Tal vez seja verdade que antes se quebravam mais dentes e braço nos treinos. Mais esse também não pode ser um parâmetro de evolução. Desde o ponto de vista da pratica um colega quebrado não pode treinar 100% então não evolui. Si todos ficamos nos quebrando uns a os outros ninguém treina.

Kohai Gabriel Bertazzoli.

Offline Jose Fernando Pimentel

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 272
  • Votos: +5/-5
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #6 Online: Setembro 09, 2008, 08:26:30 »
Maniqueísmo. Outra vez "é esporte ou não". Tem espaço para tudo. Mais uma vez
insisto que não é uma luta do bem contra o mal. Eu ensino Karate, mas quando tem competição meus alunos vão lá e competem. Ganham, perdem, não interessa. O que interessa é estar no treino de Karate na segunda-feira.

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #7 Online: Setembro 09, 2008, 08:42:54 »
Oss Kihoken!

Eu não reclamo do karate de hoje.....ainda existe muito bom karate por ai para ser aproveitado.
Reclamo do karate ter perdido o intuito marcial que possuía e terem colocado essa coisa esquisita no lugar.

Entenda, também não vejo mal nenhum no braço desportivo do Karate, nessa área o que vejo de mal são os praticantes pensarem que karate serve para fazer ponto. Muda-se o objetivo, adapta-se a técnica! E ai vira essa briga de bar em que as pessoas não podem se tocar.....vamos jogar RPG que da mais certo e ninguém se machuca.

Mas deixe-me esclarecer um ponto de maneira explicita, existem tantos karatekas marciais medíocres quanto existem karatecas esportivos medíocres, assim como existem tantos karatekas marciais excepcionais quanto existem karatekas esportivos excepcionais. Não estou discutindo se marcial é melhor do que esporte!

Você está falando sobre raízes e acho que é justamente esse o ponto, algo se perdeu ai no meio do caminho. Estamos entrando em um capilar tão fino que já não se reconhece a arvore.

Não sou a favor da violência explicita como alguns colegas do forum e acho que o auto-controle é um dos grandes ensinamentos do Karate. Mas não podemos perder a agressividade natural, o contato físico e etc, etc, etc, que são as marcas de uma arte marcial.

Também gostaria de levantar outro ponto. Também sou da opinião de que as academias vazias dos estilos tradicionais e dos professores exigentes se devem a um tipo de público que já não se interessa pelo que o karate tradicional tem para oferecer. Digo, todo mundo quer tudo muito fácil!

Diz para o cara que ele tem que treinar por 10 anos para ser faixa preta, com garra, trabalhando treino após treino corrigindo minuciosamente todos seus defeitos, apanhando, batendo, lutando......e você pode ter certeza que ele não vai nem passar da porta.
Mas se vc oferecer faixa preta em 1 ano se o cara aparecer no treino toda semana para assinar a chamada, sua academia vai estar cheia de gente! (nunca vi isso acontecer, é só um exemplo)

Então pergunto, vale a pena se rebaixar TANTO só para ter aluno? Ninguém aqui sobrevive de Karate até onde sei. Se deve existir uma reestruturação do karate deve ser para adaptá-lo ao nosso tempo mas NUNCA para transformá-lo em um produto.
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #8 Online: Setembro 09, 2008, 09:18:45 »
Kihoken,

Sou Sensei não e por incrivel que pareça gosto de competição, porem não nos moldes de hoje.

Adapta-la pra espetaculo visando sei lá o que foi o fim do karate, na minha visão.

Vcs não tem ideia como os faixas pretas eram respeitados antigamente, eram quase que semideuses. Tinha gente que morria faixa marrom por não ter "machesa" suficiente. O cara treinava muito, tinha tecnica apurada mas era cagão, resultado não passava. Hoje é isso ai que vemos.

Como que hoje pode estar melhor? Escola de karate tem de ter porrada, quem não quer se machucar vai pra dança pegar mulher como eu fiz.
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ

Offline Kihoken

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 249
  • Votos: +4/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #9 Online: Setembro 09, 2008, 10:05:06 »
Eu acho que existe um equivoco quando contemplamos o karate. Quando comecei o tópico não pensei em nenhum momento em esporte. Por que não é o karate que treino. O Sensei Sadamu Uriu exige porrada. No kihon ipon e no Jiyu Ipon a gente entra pra valer tanto no jodan quanto no chudan. Quem defende tem que se virar. No kumite que a gente não pode bater no rosto, tem que ter controle, mais no torço tem que entrar “para matar”. Não treinamos para marcar pontos.
Todas as intervenções debandaram para o famoso marcial vs esporte. Eu estava falando de karate. E karate para mi não é o que a gente vê, não é o que a gente fala. É o que a gente treina. Ok, antes os faixa preta eram respeitados e não qualquer um chegava. Mais esse é um argumento que fala muito mal de aqueles faixas pretas. Que aconteceu com essa elite? Por que não conseguiram manter a tradição. Culpa dos kohais? Culpa dos tempos modernos? Não sei, pode ate ser. Mais então. Vamos para casa a falar do passado e desprezar o presente? E todos aqueles que ainda têm a paixão viva pelo karate? Que treinam para se superar dia após dia? Que dizemos para eles? “Não adianta irmão, não esquente a cabeça por que por mais que treine sempre vai ser um bundão. Faixas pretas eram os de antes.” Esse é o discurso que esta chegando para os kohais. E acho que isso contribui para esvaziar os dojos. 

Kohai Gabriel Bertazzoli.

Offline DoghQuch

  • Sr. Member
  • ****
  • Mensagens: 318
  • Votos: +0/-7
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #10 Online: Setembro 09, 2008, 10:12:06 »
Oss Kihoken....entendo seu ponto.

Mas o que propõe?
"E depois de tudo, céu e terra aí estão, como se nada tivesse acontecido.
  A essa altura, a vida e as ações de um homem têm o peso de uma folha
  seca no meio da ventania..."

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #11 Online: Setembro 09, 2008, 10:13:00 »

Entretanto se antes da luta se quebrassem os braços de ambos os lutadores, com certeza os do passado venceriam. Pra que que isso serve não sei, só sei que gosto mais.

Ão, ão, ão,
Gustavo ignorantão!   :)

Aliás, Gustavão, quebrei o braço ontem no Judô. ô $%&!.
Abraços,
Rodrigo

Offline samurai

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.181
  • Votos: +0/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #12 Online: Setembro 09, 2008, 10:25:54 »
[quebrei o braço ontem no Judô. ô $%&!.

Melhoras, isso que da fazer Esporte perigoso,  ;D ;D ;D ;D

Offline Rodrigo (Rodfu)

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 776
  • Votos: +0/-0
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #13 Online: Setembro 09, 2008, 10:34:35 »
O que se fala mal do karate hoje é que a competição está direcionando os treinos de modo geral. Outra coisa é que muitos dos tais cagões que o Gustavo falou hoje estão no comando das federações (tem exceções, claro). Muita gente interessada em ganhar grana, não existe preocupação em qualificação técnica, pesquisa, etc. Assim, nas academias o nível vai cada vez mais baixo. Outra coisa que vejo é que o pessoal fala que os japas são isso e aquilo mas no fundo os "tradicionalistas" gostam do karate não por causa das porradas mas por todo o contexto do treinamento, a cultura, história e tal. Até o Gustavo discute o Dojokun, quem só pensa em dar porrada nem toma conhecimento disso, aliás caga e anda pra Funakoshi, Miyagi e o raio que os parta. E hoje a gente vê o pessoal treinando com música (e não é o fundo de taiko que o sensei Carlão usa, por exemplo), usando cada vez mais proteção quando o contato é cada vez menor, o respeito que existia pra com o sensei, etc, etc. Na verdade, é um pouco o retrato do mundo atual.

Mas eu concordo contigo, o pessoal deixou a peteca cair. Acho que os bons professores deveriam unir esforço em algum tipo de associação interessada neste resgate. A pauleira dos anos 70 não vai voltar, na maioria os próprios karateka dessa época acham exagero o que faziam. Mas seria uma saída, eu acho.
Abraços,
Rodrigo

Offline Gustavo-RJ

  • Global Moderator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.468
  • Votos: +4/-2
Re: “Síndrome da evocação”
« Resposta #14 Online: Setembro 09, 2008, 10:35:11 »
Parabens Rodrigo, agora vc é um lutador. Deste um passo grande.

Agora é tempo de treinar chute hehehehe.

Kihoken, com certeza a culpa é dos tempos modernos, do politicamente correto, do tempo da aprovação automatica na escola etc...
"Ai se eu te pego, ai, ai."
Gustavo-RJ