Autor Tópico: E se ele não aprende nada??  (Lida 6451 vezes)

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
E se ele não aprende nada??
« Online: Março 18, 2012, 17:43:55 »
Existem alunos, que por mais que a gente tente, não aprende nada.
Vai todos os dias no Dojo, é esforçado, ou pelo menos finge ser, mas não consegue fazer nada certo. A gente corrige muitas vezes até que ...desiste.
Parece que o cara não nasceu pro Karate. O que fazer?
Tive aluno que todos os dias eu mostrava a maneira correta de socar Choku Zuki(Soco basico) a nivel chudan e ele sempre voltava no dia seguinte fazendo Jodan.
Resolvi parar de ensina-lo....resultado....10 anos na mesma faixa.

Tolerancia zero ou paciencia tem limites??? ;D
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Mestre Luciano

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 728
  • Votos: +0/-0
  • Treinando com afinco para lapidar o espírito.
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #1 Online: Março 18, 2012, 18:00:12 »
O Mestre de Judô Takeshi Ueda dizia que Artes Marciais são feitas para pessoas inteligentes... Não dá pra não concordar com ele. Já vi muito disso...

OSS
ルチアーノ - Luciano - Karateca e Judoca.
Kyokai Karatê Dojo        www.kyokai.com.br

O Karatê deve ser treinado e não discutido. OSS

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #2 Online: Março 18, 2012, 18:22:27 »
   Neste caso eu estudo estratégias que me auxiliam em fazer aquela pessoa entender.

   Eu lido com ensino. Não de karatê. Sou professor de algumas disciplinas em dois cursos de Engenharia.

   Divido grosseiramente meus alunos da seguinte forma:
   ++, -+, +- e --.
  
   O primeiro "+" refere-se ao talento prévio, à vocação, à inteligência que não carece de ajuda externa.

   O segundo "+" refere-se à predisposição ao aprendizado, estar afim de aprender, assiduidade, esforço, etc.

   Logo, meus quatro grupos são:
   1) alunos inteligentes e esforçados;
   2) alunos fracos, mas esforçados;
   3) alunos inteligentes, mas descompromissados; e
   4) alunos fracos e descompromissados.

   Meu comprometimento, minha busca por melhorar o ensino, horas de folga perdidas entre outros esforços meus para mudar meu método de ensino se preciso for, são ações direcionadas aos grupos (1) e (2).
   Quanto aos grupos (3) e (4), converso com eles e periodicamente lembro-lhes das consequências de suas decisões. Eu consigo tirar algumas almas do purgatório do (3). Às vezes tenho de passar uns trabalhos mais desafiantes. De 2002 pra cá passei dois trabalhos para super-inteligentes. Do (4), diversos têm problemas externos à sala e precisam de ajuda profissional. Quando é baixa estima eu curo. Nisso eu sou $%&!.

   Seu aluno, pelo que me narrou está no grupo (2). Se é um aluno meu, eu vou pra vala junto com ele se não transformar aquele cara num engenheiro bom.

   Falando de karatê, por exemplo, tive um professor que me ensinava no máximo quatro movimentos de kata. Daí me deixava repetindo aquilo feito um disco furado. Depois que ele percebesse que eu tinha adquirido a memória corporal daquilo, me passava mais quatro movimentos novos. Às vezes ele via que eu insistia numa orelhada qualquer e me passava o bunkai do que eu estava fazendo. Pra mim, era o máximo necessário para memorizar de vez. Já outro professor que conheço, toda a vez que quer passar um kata novo para seus alunos, realiza-o em grupo, todo o kata de vez. É visível que muitos repetem o movimento de forma capenga.

   Marque um horário só você e ele. Pegue um graduado seu e faça ele fazer kihon kumite e ippon kumite. Você dá o nível e manda o graduado aplicar o golpe. Se ele defender errado, leva o golpe. Se atacar errado, o graduado já esperando isso, "castiga-o" com contragolpes usando ashi barai. Mas olha: todo no love... sem porradaça na lata. Só tapinha. Um tapinha num dói... ;D
 
   Pra mim a solução não está no karatê. Está naqueles lances que vocês estudam lá na Facul... negócio de psicomotricidade ou algo assim. Aqueles exercícios feitos para se corrigir um determinado padrão mental.

[]´s
BigBoy

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #3 Online: Março 18, 2012, 18:30:34 »
O Mestre de Judô Takeshi Ueda dizia que Artes Marciais são feitas para pessoas inteligentes... Não dá pra não concordar com ele. Já vi muito disso...

OSS

Concordo com você!
 
   Creio que a inteligência corporal seja somente mais uma das inteligências a serem exercitadas e desenvolvidas (inteligência mental - a mais popular - inteligência corporal, inteligência emocional e inteligência espiritual).

   Achei este artigo [1] que, apesar de tratar de educação infantil, aborda esta questão.

[]´s
BigBoy

[1] http://www.efdeportes.com/efd129/educacao-fisica-e-desenvolvimento-motor-na-educacao-infantil.htm

Offline katsumoto

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.935
  • Votos: +1/-19
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #4 Online: Março 18, 2012, 18:42:03 »
Ou seja...DEUS não da asas pra Cobras....

Ja USEI CHEPEU DE BURRO E NAO ADIANTOU..
JA USEI AJOELHAR NO MILHO E TAMBEM NAO ADIANTOU.....

TO PENSANDO EM ABRIR UM HORARIO ESPECIAL....DAREI O NOME DE MOBRALZINHO.....
KATSUMOTO-Prof. Roberto Sant Anna

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #5 Online: Março 18, 2012, 18:57:03 »
 :'( :-[ ??? :-X :'( :-[ ??? :-X :'( :-[ ??? :-X :'( :-[ ??? :-X :'( :-[ ??? :-X :'( :-[ ??? :-X
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.

Offline BigBoy

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 2.237
  • Votos: +1/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #6 Online: Março 18, 2012, 19:54:38 »
   Se você esboçar descontentamento com uma pessoa que já está constrangida por não fazer o que lhe é mandado, a mesma irá se sentir "congelada". Nem que saiba, não irá se lembrar.

   Incentive-o, elogie-o quando ele acertar. Estímulo positivo. Método do Hélio Gracie.

   Pra passar a raiva, depois, na calada da noite, makiwara. Até sangrar... ;D

[]´s
BigBoy

Offline sato.

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 133
  • Votos: +0/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #7 Online: Março 18, 2012, 20:45:31 »
Os alunos não estão se esforçando e parece que por um motivo simples: treino sem pressão.

Muitas vezes a Pressão vem de dentro do próprio aluno que tem o sonho de ser um bom karateca.
Mas tem muita gente que vai lá cumprir tabela.  Não evoluem porque não é dado um ultimato.

Lembrem-se do relato do Raul sobre seu tempo na Takudai:  "Percebi que se não começasse a trabalhar 500 makiwaras por dia depois do treino não duraria muito tempo ali".

Ou seja, o dojo dá o nível e se o sujeito não se Esforça pra seguir é expelido fora naturalmente.

Claro, em Dojos Comerciais não dá pra fazer isso então o rapaz ficará 10 anos na lenga lenga.
Não é burrice, é somente acomodação.

Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #8 Online: Março 18, 2012, 21:08:12 »
Divisão das aulas por nível técnico é a melhor opção.
« Última modificação: Março 18, 2012, 21:10:07 por GUICOMES »
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Mestre Luciano

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 728
  • Votos: +0/-0
  • Treinando com afinco para lapidar o espírito.
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #9 Online: Março 18, 2012, 21:43:32 »
Usa a TEORIA DA EVOLUÇÃO...Senta a porrada!!! Desta forma, só os fortes sobrevivem! Vai continuar quem quer!!!

Não é uma técnica pedagógica, mas funciona! kkkkkkkkk
ルチアーノ - Luciano - Karateca e Judoca.
Kyokai Karatê Dojo        www.kyokai.com.br

O Karatê deve ser treinado e não discutido. OSS

Offline NKS

  • Full Member
  • ***
  • Mensagens: 114
  • Votos: +0/-0
  • Estudar, praticar e aperfeiçoar-se sempre.
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #10 Online: Março 18, 2012, 22:25:54 »

O Karate para ser bom, tem que ser inteligente e maluco.

Inteligente para entender suas técnicas e realmente aprender e maluco por pagar para aprender a apanhar.

Sensei Uriu parou de usar (esta cansado são mais de 50 anos dando aulas de Karate), mas antigamente ele tinha um bom 'remédio', muito bom mesmo, resolvia na hora e era difícil de esquecer.

Estão lá dois shinais encostados no canto da academia.

Mas também tem os que são só malucos, e aí não tem jeito, são 10 anos mesmos.

Oss!

« Última modificação: Março 18, 2012, 23:11:40 por NKS »

Offline Arivaldo

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.351
  • Votos: +2/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #11 Online: Março 18, 2012, 22:41:47 »
Olá,

...Não será por que os professores são analógicos e os alunos digitais...

Abs,

Ari - Santos/SP

rapha.m.g

  • Visitante
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #12 Online: Março 18, 2012, 22:42:58 »
big boy mostrou-se um pedagogo fantástico...


Offline GUICOMES

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 1.282
  • Votos: +0/-0
  • Rio Grande do Sul. Superior.
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #13 Online: Março 18, 2012, 22:44:05 »
Bah gostei do comentário do NKS.
Treine o que funciona, descarte o que não funciona ou é menos prático. Quem treina igual aos outros tende a ser como o resto.
You are all aware of the price of failure. (skeletor)

Offline Cabadapest

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 990
  • Votos: +0/-0
Re:E se ele não aprende nada??
« Resposta #14 Online: Março 18, 2012, 23:04:52 »
É importante lembrar que todos nós temos nossas limitações, muitas delas nos acompanharão o resto de nossas vidas, se você se propõe a ser professor tem que buscar recursos técnicos para isso.

Como foi colocado pelo colega:


     Logo, meus quatro grupos são:
   1) alunos inteligentes e esforçados;
   2) alunos fracos, mas esforçados;
   3) alunos inteligentes, mas descompromissados; e
   4) alunos fracos e descompromissados.

[]´s
BigBoy

Concordo com essa classificação, digo mais: os esforçados sempre encontrarão o que buscam e os descompromissados tem vida curta para o karate, portanto não é motivo de estresse para o professor, a menos que seu objetivo seja formar uma equipe de super-ultra-mega guerreiros, mas ai não estamos na sociedade espartana, nem no japão do século XIX pré/peri/pós guerra.

O uso de palavras descriminatórias, instrumentos de tortura, ou situações quaisquer que configuram a prática do bullying não condiz com aquilo que acredito ser karate.


Só lembrando, em caso de seu aluno ser menor:

Art. 232. Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento:

Pena - detenção de seis meses a dois anos. e 233 Lei nº 8069/90:

Art. 233. Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a tortura:

Pena - reclusão de um a cinco anos.

§ 1º Se resultar lesão corporal grave:

Pena - reclusão de dois a oito anos.

Oss!!!!!!!
"Aquele que está consciente de suas próprias fraquezas será senhor de si mesmo em qualquer situação." Funakoshi.